1. Spirit Fanfics >
  2. Behind the Cameras >
  3. Capitulo 3

História Behind the Cameras - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Gente, tive que me mudar as pressas, sim nessa pandemia.
Era muito importante para mim, durante esses dias não consegui manter o ritimo.
Mas hoje terminei o 4 capitulo (mas acho que ficou curto kkkkkk)
Então desculpa pela demora.
Espero que gostem.

Capítulo 3 - Capitulo 3


O telefone chamou e em dois toques, Jackson atendeu.

 — Não fica animado, mas vou te dar a resposta.

 — Ok — respirou fundo — manda.

 — Pode confirmar com o Diretor.

 — Eu já sabia que você não… espera, você aceitou? — Jackson falou surpreso.

 — Não faz gracinha que posso desistir ainda — suspirou — Bamy e Youngjae me convenceram a tentar algo novo, por mais que eu odeie.

 — Tudo bem Jackson, isso está realmente acontecendo.

 — Sem drama por favor! Eu nunca te deixaria na mão, tendo que pagar 14 mil dólares. É muito dinheiro.

 — Você é o melhor, sabe disso né!

 — Ta me devendo uma, chinês safado — Mark comentou rindo.

 — To te devendo duas, três, quatro se você pedir.

 — Vou cobrar. Aliás, qual gênero? Eu aceitei, mas não faço a menor ideia no que vou atuar.

 — BL, tchau hyung, vou avisar o diretor — e desligou rapidamente.

 — Que?BL?Mas…

 

Bamy!

Bam!

BamBam!

12:10

 

Quié!

Tô indo almoçar.

                    12:12

 

Sabe o que é BL?

12:13

 

Boys Love viado.

Dramas Gays, particularmente amo, são tudo de bom.

Porque?

                                                       12:13

 

É... acho que comecei bem.

Depois te explico.

12:14

 

 Mark nunca pensou em trabalhar na televisão e agora teria que ir contra a Coreia em uma causa, que também era sua, mas que iria gerar polêmicas do começo ao fim. Que estreia! Pensou o Americano. Que estreia!

 Resolveu esquecer isso para não ter indigestão depois do almoço. Estava indo para o restaurante que o elenco costumava se reunir, era perto do teatro e muito bom.

 — Tuan! Aqui! — escutou uma voz conhecida o chamando.

 Wook era um veterano de atuação, viveu o lado bom dos dois mundos já tinha feito de tudo como ator e se sentia muito bem.

 — Cheguei — puxou a cadeira ao lado do veterano — tava com fome mesmo.

 — Você sempre tá com fome Mark — Wook deu uma batidinha na cabeça do mais novo — alguma novidade?

 — É Mark, a peça tá acabando, não acho que tenha um lugar para você na próxima — comentou bem humorada a namorada do amigo.

 — Como você é ácida Jin-A — Mark comentou rindo.

 — A noona aqui é realista! — falou convencida.

 — Até de mais. Quando sai o casamento? Já não enrolaram de mais não?

 — Quando você largar de ser cú doce e aceitar alguma proposta de trabalhar para a televisão — Jin-A falou e fez um toque com o namorado.

 — Então já podem preparando os convites!

 — Essa sim é uma novidade oppa, seu pintinho tá saindo da casca.

 — Eu que criei sim! — limpou uma falsa lágrima que escorria — mas quando foi isso?

 — Ontem, Jackson precisava que eu atuasse ou ser não pagaria uma multa de 14 mil dólares.

 — Nunca critiquei seu amigo chinês, sempre um bom garoto, nunca incomodou nem irritou ninguém. Bom menino.

 — Criticou sim — comentou Jin-A.

 — Quando fiz isso?

 — Semana passada quando ele entrou gritando no camarim do Mark e fez com que você se espetasse com a agulha enquanto costurava o botão.

 — Foi só um pouquinho.

 — Na outra semana você falou que ele insiste em te abraçar e que você não aguenta mais ele.

 — Ok, mas agora eu retiro o que eu disse.

 — Nossa você ama meu amigo né Hyung — Mark soltou uma risada.

 — Águas passadas! Vamos comer!

Mark comeu tranquilo, já não estava mais preocupado com as coisas que viriam. Era um trabalho como qualquer outro que tenha feito.

— Vai contracenar com quem? — perguntou Wook curioso.

— Não faço a menor ideia, só sei que é um Boys Love, Jackson não me falou muita coisa.

— Boys Love? Jackson ia fazer um BL? — Jin-A perguntou e Mark assentiu com a cabeça — sei quem vai ser seu parceiro.

— Como? — Wook perguntou.

— Eu também sou atriz né oppa. Fui convidada para uma participação de um ou dois capítulos.

— Serio noona?

— Serio pintinho!

— Então quem é?

— Park Jinyoung.

— Park Jinyoung? O príncipe? — Wook parecia surpreso.

— Park Jinyoung, o nome me é familiar, mas nunca vi nem conversei com ele. Com certeza nunca fez teatro, se não eu saberia.

— Conheço, fiz um filme com ele — Wook comentou — ele é igual a você, a diferença é que ele não tem nada contra teatro, só não tem interesse.

— Já não gostei.

— Mark, não vai arrumar treta com o Park por favor! — a mulher a sua frente pediu — Ele é o tesouro coreano, se algum desentendimento for vazado, tem 80% de chance de você realmente voltar para o teatro com menos fans que saiu. Serio.

— Verdade o garoto é talentoso, não é um título em vão ele ainda é bonito e canta.

— Você é bonito e canta também — Mark falou

— Ele tem 24 anos e eu 34 — Wook falou devolvendo a alfinetada.

— Mas tem cara de 28 — insistiu Mark.

— Exato, tenho cara de 28, não de 24.

— Ok garotos, acabou a guerra, temos que voltar ao trabalho.

Os três saíram do restaurante conversando animadamente sobre roteiros e colegas de trabalho inesperados. Mark tinha esquecido completamente do celular, deu uma olhada nas mensagens que Jackson havia mandado.

 Mark!

Passei seu número para o diretor.

Ele tava ansioso pra falar com vc!

                                                13:10

 

Ok!

Não precisava, mas ok!

13:17

 

Vai ser lindo de ver!

Mal posso esperar aaaaaaaaaaaaaaaa!

                                                             13:18

 

Mark soltou uma risada, mas ignorou o surto virtual do amigo. Jackson sempre foi assim, quando está excitado com alguma coisa ele fica eufórico e tagarela, Mark já tinha se acostumado com isso e sabia lidar com ele muito bem.

— Jackson? — Wook que conversava com a namorada perguntou direcionando seu olhar par ao americano.

— Sim, ele ta surtando hyung, tá doido pra me ver com o tal Park, vê se pode! — riu sem graça.

— Um visual é um visual, mas dois visuais são dois visuais né! — Wook comentou.

— Nossa oppa, 1 + 1 são dois, nem sabia — ela soltou uma risada.

— Tu tá sempre gozando da minha cara!

— Hyung você também não colabora né!

— Até tu Brutus filho meu! — fez drama.

— Mark ele começou, vamos ir mais rápido pra ele não ter tempo de continuar.

Os dois se juntaram e apressaram o passo deixando o mais velho para trás.

 

Marquei um jantar quarta com Jiny.

Nada mais justo que eu mesmo apresentar os dois.

                                                                                  13:20

 

 Mas Mark já estava de volta ao ensaio. E só veria a mensagem do Wang mais tarde.

 

...

 

 Jinyoung tinha os próximos dias cheios, só ficava livre a noite, então quando Jackson veio com a ideia de encontrar com o tal americano de nome Mark Tuan teria que ser um jantar. Por mais curioso que o Park estava ele não iria procurar pelo homem nas redes sociais. Queria tirar suas próprias impressões do Tuan. Por isso não se opôs a ideia.

 

Você vai amar ele!

Sério!

                  13:20

 

Amar é forte.

No mínimo eu vou aturar

13:21

 

Ok Park Jinyoung.

                  13:21

 

 

 O dia passou calmo, Jinyoung ficou o tempo todo no estúdio numa sessão de fotos e Mark ensaiava para as últimas apresentações. Os dois sempre muito focados no trabalho, dois homens de boa-fé que faziam de tudo para que seus esforços não fossem em vão. Mark era tão detalhista, inteligente e criativo que as vezes se parecia com o Diretor. Park era focado e observador, gostava de seguir o roteiro a risca e cuidava muito bem dos seus colegas de trabalho. Os dois tinham personalidades parecidas, mas eram diferentes de certo modo. Jackson não fazia ideia de como os dois melhores amigos iriam se portar um com o outro, na cabeça dele os dois eram tão compatíveis que poderiam esquecer dele e virarem inseparáveis. Ou não.

 

...

 

Mark odiava ser o último a saber dos seus próprios planos, ou seja, odiava o fato de ter um compromisso que ele não marcou. Quando leu a mensagem do mais novo quase teve um ataque de pelanca, mas se conteve e respondeu um “tudo bem me manda as informações depois.” Deu seu maior suspiro frustrado e deixou o assunto morrer. Afinal estava curioso sobre o tal príncipe coreano, mas nunca admitiria em voz alta.

Por volta das 17:30 o diretor ligou para Mark querendo ouvir a resposta da própria boca do americano.

— Alô! — Mark já sabia quem era, tinha salvo o número do diretor da primeira vez que tinham se falado, a quase dois anos.

— Mark Tuan? Aqui é Park Ji Sung, já nos falamos uma vez.

— Sim, sim! Lembro do senhor, faço ideia do por que estás me ligando — soltou uma risada.

— Espero não estar incomodando, mas eu precisava ligar, Jackson me ligou e disse que estava confirmado a sua participação no drama, mas creio que sabe o quão difícil é acreditar que tenha aceitado. Então resolvi ligar para confirmar e combinar alguns detalhes com você.

— Tudo bem, sei que fui inalcançável nos últimos anos — soltou uma risada — mas resolvi expandir meus horizontes, a verdade é que eu não gosto da televisão, eu nem preciso trabalhar nela pra saber a quão tóxica é, então por muito tempo neguei as propostas, mas eu não posso fugir para sempre.

— Você vai se dar bem, esse ramo não é um dos melhores e você estava certo de estar desconfiado e imutável, mas se trabalhar com as pessoas certas, vai gostar que está fazendo.

— Eu realmente espero não me arrepender da minha decisão, estou contando com o senhor pra isso.

— Não vai se arrepender Tuan, então vamos combinar algumas coisas, ok?

— Ok, pode falar.

— Você ainda não assinou o contrato e precisamos assinar ainda essa semana, como também precisamos fazer a primeira leitura do script com todos os atores.

— Ok, mas eu espero que minha agenda não atrapalhe, minha peça vai fazer a última apresentação sexta e nosso último ensaio é sexta pela tarde, à noite quinta e obviamente sexta não poderei. Sugiro que faça pela manhã desses dias ou quinta a tarde que não terei ensaio.

— A leitura está marcada para quinta pela manhã, acho que não teremos problema.

— Que bom — Mark estava aliviado por não ter sido um empecilho maior para o diretor.

— Ótimo, assinaremos o contrato e todas as burocracias relacionadas ao drama e só, depois é só começar as gravações na segunda da semana quer vem.

— Perfeito! Acho que vai funcionar, espero que cuide de mim hyung, faremos um bom trabalho juntos.

— Faremos sim Mark. Agora tenho que desligar estão me chamando para conversar sobre você — Ji Sung riu — nos falamos quinta então!

— Até mais!

Mais uma etapa concluída com sucesso, agora Mark não podia voltar com sua decisão.

Quando o Ji Sung desligou o celular, involuntariamente abriu um sorriso que dava para se ver da estratosfera, ele tinha ganhado o prêmio, seria o primeiro diretor a trabalhar com Mark Tuan na televisão. Seu dia não poder ficar melhor. Se dirigiu a sala do chefe, bateu a porta e entrou.

— Boa tarde hyung, consegui um substituto, está tudo certo.

— Que ótima notícia, tenho outra ótima notícia — sorriu largo — ganhamos mais um patrocínio, então a verba do drama aumentou e você vai poder fazer uma gravação fora de Seul como queria.

— Hoje é meu dia de sorte.

— Hoje é nosso dia de sorte Ji Sung.

 

...

 

No final da noite, Mark apenas deitou na sua cama, pronto para dormir e descansar do dia puxado que teve, a peça estava acabando e logo ele estaria ativo na televisão coreana. Quanto mais o americano pensava sobre isso mais bizarro ficava.

“Eu na televisão, wow!”

O que tirou Mark de seu pensamento fora seu telefone avisando que havia chegado uma mensagem.

 

Café del Vênus

Ao lado do prédio da PJYE.

As 18:30.

Não tenha medo querido amigo, eu estarei lá!

                                                               00:12

 

Sei onde é.

De noite? Não podia ser a tarde não?

00:13

 

Jinyoung não pode, ele tá ocupado o dia inteiro.

Só relaxa hyung.

                                                                  00:14

 

Seu amigo é folgado que nem você pelo jeito.

Vai pastar, boa noite!

00:14

Durma bem!

          00:14

 

É, esse encontro tinha arruinado a noite de jogos do Americano.


Notas Finais


Beijos da Jeca!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...