1. Spirit Fanfics >
  2. Behind the cameras-Jikook >
  3. Cheirinho.

História Behind the cameras-Jikook - Capítulo 31


Escrita por:


Capítulo 31 - Cheirinho.


Jeon Jungkook

—Okay, agora você vai me dizer o porquê de estar chorando? -me elevo um pouquinho e olho em seus olhos-

—Não. -ele sorri- Mas vou na piscina com você.

Depois de me dar mais um selinho, aquele ser de meio metro me afasta e vai no banheiro.

—Ca-ra-lho. 

Eu to muito boiola.

—Vamos? -Jimin sai do banheiro com um short e uma blusa de manga comprida-

—Com certeza. 

Seguro em sua mão e nós vamos até a piscina. 

—Você não vai entrar? -pergunto após ver que ele estancou no chão-

—Vou. Claro.

Dei mais uma olhada nele e depois pulei na piscina.

—Vem, Jimin!

—Tô indo, inferno! -ouço ele murmurar baixinho-

—Eu ouvi isso! -rio fraco-

—Era pra ouvir mesmo caralho!

Depois ele pulou na piscina e eu pude ver ele afastando a franja dos olhos e também pude perceber que, caralho, ele é muito gostoso!

Vocês tem noção do quanto eu sou sortudo? Park Jimin gosta de mim! Eu tô muito boiola apaixonado.

—Ai que gelo.

Ele é um gatinho fofo. Ele é um fucking gatinho fofo. Ele é a porra de um gatinho fofo!!

Jeongguk surtanto em 3, 2...

O que?

—Uuuh! -Jimin faz um som estranho/fofo pra caralho com a boca-

1.

ELE É A COISA MAIS LINDINHA DESSE MUNDO! É TÃO FOFO! EU– AAAAAAA!

Eu disse.

—Jimin! 

Caralho, de onde o Hoseok brotou?

—Oi, hyung.

—Oi Jeongguk. Jimin, depois você pode ir lá no meu quarto?

Pera, quê?

—Ah, claro. Por quê?

—Depois eu te falo. 

Depois ele sai e eu olho com uma sobrancelha arqueada pra Jimin, que me responde com um balançar de ombros.

—Jiminnie. -o chamo-

—Sim?

Chego mais perto dele e seguro seus ombros.

—Você é gostoso pra caralho.

Daí né, pra fuder com tudo, surgem câmeras do meu cu e começam a gravar a mim e o pitico.

—Eu também gosto de bolo Kookie-ah. -diz em código, depois de me afastar e eu sorri abertamente junto de si-

Ele começa a mexer em seu celular após secar as mãos em uma toalha que havia por ali perto da piscina e eu continuo a olha-lo quase sem piscar.

Eu to muito ferrado.

E se eu pedisse ele em namoro? Será que ele aceitaria? Será que as armys e as pessoas aceitariam? Será que minha família aceitaria? Será que meus amigos aceitariam? 

E se... E se eu ficasse sem ninguém? E se todos se afastassem de mim e me deixassem para trás?

Tão imerso em meus pensamentos, nem percebo quando o causador de tais pensamentos se aproxima e me abraça, apoiando sua cabeça em meu tórax. 

—Kookie-ah. 

—Sim, Minnie?

—Assim... Você me acha irritante?

—Não, por quê?

—Só perguntando.

—Hm...

Isso não é normal… Tipo, do nada?  Ele nunca me perguntou isso e e
hoje ele está quieto demais. Acho melhor sairmos desse lugar cheio de fiscais de cu.

Os caras com as câmeras, pra quem não entendeu.

—Vamos entrar? 

Aquele jeitinho tão sgdudtageyd que ele fala que me deixa tão aéreo.

—Claro babe.

Babe, babe, babe uh!

Pelo amor de Deus...

Foi mal. -risada-

Subimos novamente e entramos em casa.

—Eu vou me trocar, depois vou falar com Hoseok hyung e aí vou pro seu quarto e a gente pode ficar vendo filmes, comendo e essas coisas tudo bem?

—Uhum.

Vejo ele entrar em seu quarto e adentro o meu também, vendo Jin hyung largado no chão.

—Eh... Hyung? Você gostaria de–

—Não. Eu tô bem. Eu estou perfeitamente bem, por que ninguém vê isso?! -se levanta e olha em meus olhos, furioso- Por que você acha que eu preciso de ajuda? Eu estou perfeitamente bem e claramente equilibrado, não acha?

What the fuck...?

—C-claro, hyung. Você é esplendidamente equilibrado.

—Obrigado Jeongguk. Pelo menos alguém nessa casa me entende!

Depois desse sei-lá-eu-o-que ele sai do quarto batendo a porta com uma força que eu quase ouvi meu subconsciente surgir do nada e falar–

Queeeeebra!

Isso aí mesmo.

Enfim, agora eu vou pegar algumas roupas, tomar um banho e fazer alguma coisa pra eu e o Jimin comermos.

Pego um conjunto moletom preto e entro no banheiro. Passando o shampoo pelo meu cabelo, eu não resisto e começo a fazer penteados estranhos com a espuma.

Depois de estar devidamente limpinho, eu pego meu cobertor favorito que já está com o cheirinho de Jimin hyung. Sento em minha cama e abraço o cobertor amarelo, fungando seu cheiro e fechando os olhos, relaxando.

Quando saio do quarto, vou em direção a cozinha e abaixo em frente ao armário para pegar um saco de milhos de pipoca para eu colocar micro-ondas.

—Aí! Doeu Nam! -ouço, na sala, Jin hyung berrar-

—Desculpa, Jinnie! Vem cá.

Coloquei a cabeça pra fora da cozinha e olhei em direção a sala vendo Namjoon abraçar Jin e o mais velho com os olhos lacrimejando.

Bom, pego de volta o pacote de pipoca e coloco no micro-ondas.

Pego meu celular e começo a mexer esperando pela pipoca ficar pronta.

Ouço o apito do micro-ondas e me viro, logo colocando no pote. Ao abrir a porta de meu quarto sinto o ar gelado de meu ar condicionado bater contra meu rosto.

Coloco o pote cheio de pipoca em cima de minha cama e ligo a televisão, colocando em uma série que eu e Jimin começamos a maratonar há alguns dias.

Não começo a comer a pipoca sem Jimin já que eu odeio demais que façam isso comigo e espero que ele venha para meu quarto fuçando em minhas redes sociais em meu celular.

—Oi Ggukie. -Diz Jimin, sorridente entrando em meu quarto-

—Oi Mochi. -sorri também-

Ele se deita ao meu lado e eu ofereço meu braço para servir de travesseiro para Jimin.

—Você fez pipoca 'pra gente?

—Fiz.

Demos play na série e começamos a comer a pipoca juntos. Enfio meus dedos no cabelo macio de Jimin e faço um cafuné ali, sentindo ele se aconchegar contra meu corpo e me abraçar.

—Você tá com sono? -pergunto, vendo seus olhinhos piscando vagarosamente-

—Uhum.

—Quer que eu desligue a televisão?

—Não precisa. Quando eu dormir você desliga.

Assenti e nós continuamos a ver, até que eu percebi ele ressonando baixinho e seus olhinhos fechados. Sorri, desliguei a televisão e virei de frente para Jimin.

—Te amo. -digo e deixo um selar em sua testa-

Mesmo descordado, ele sorri pequeno e segura meu braço, logo vira de costas para mim me fazendo abraça-lo como a conchinha de fora.

Então, eu sorrio largo e afundo meu nariz em seu pescoço cheiroso, sentindo seu aroma doce e calmante.

Acabo dormindo, agora sentindo o cheirinho de shampoo de morango em seu cabelo.

<•><•><•><•><•><•><•><•><•>

Depois de duas horas, acordo, vendo Jimin ainda dormindo dentro de meu abraço. Calmamente saio da cama e ajeito o cobertor sobre ele e vou até a cozinha, pegar algo para comer e acho um pacote de batatas ships.

Coloco em um pote e volto para o quarto e como observando Jimin dormindo.

—Me diz que você não ficou me olhando dormir. -ele diz, com a voz de sono ao acordar alguns minutos depois-

—Eu não fiquei te olhando dormir. -digo, sorrindo-

—Aish, Jungkook. 

—Relaxa, eu acordei faz pouco tempo. Quer batatinha?

—Quero, me dá. -ele abre a boca, ainda deitado-

—Senta, Jimin.

—Em você? Partiu.

Nós rimos e ele se senta, infelizmente, na cama. Depois que ele se senta, abre a boca novamente e eu coloco uma batatinha ali.


—Gostou? -pergunto e vejo ele assentir com a cabeça-


—A gente vai demorar pra dormir hoje. Que horas são?


—São 6 horas ainda, tá tudo bem.


—Então tá. Me dá um beijinho. -ele sorri e faz um biquinho-


Eu mordo seu bico, logo depois deixando um selar casto nos lábios róseos e cheinhos.


—Depois você quer ensaiar comigo? -Jimin pergunta-


—Claro, o comeback já tá chegando então é bom que estejamos bem preparados.


—É… Preparados.


Dei início a mais um episódio e nós assistimos no total uns 3 e fomos ensaiar.


—Qual música?


—I need U. -ele responde pegando seu celular-


A música começou e nós começamos a dançar junto dela. Era impressionante ver cada músculo de seu corpo se movendo com tamanha leveza, parece até que foi criado para isso.


Deixando meu corpo ser levado pela música, eu continuo dançando e me movendo no ritmo da melodia acelerada.


Nós ficamos ali dançando ensaiando várias músicas até que Jimin, já cansado, se deita no chão respirando com dificuldade e olhando para o teto.


—Eu– Chega. -ele disse e eu apenas assenti, me deitando ao seu lado-


—Você vai querer comer alguma coisa?


—Uma pizza.


—Vou pedir.


Após pedir a bendita pizza (que por sinal estava foda pra caralho mermão), todos nós fomos para nossos respectivos quartos e dormimos. Bom, exceto por Taehyung hyung que foi pro quarto de Yoongi hyung e eu nem quero saber o que eles fizeram lá dentro.


—Jungkook. -Jin sussura, antes que eu consiga dormir-


Que merda, eu tava quase dormindo!


—Jungkook, você já dormiu?


—O que você quer? -resmungo-


—Ah, você ainda tá acordado…


—Eu tava quase dormindo.


—Ah.


Bêh.


—Vou voltar a tentar dormir, se me dá licença. Boa noite, Jin.


Alguns minutos depois.


—Jungkook.


—Vai dormir Jin!


(>ω<)(¯―¯٥)(>ω<)(¯―¯٥)(>ω<)


entãokkkkkkk oikkkk desculpa nao ter postado antes e pelo capítulo não ter ficado tão bom assim, eh que eu não tinha conseguido fazer no sábado passado e acabou que tive que postar hoje. me desculpem :(


mas ainda assim, espero que tenham gostado do capítulo.


Notas Finais


Votem e comentem🍃

oi… desculpa a demora, mas eh que eu tava com MUITA dificuldade na escrita de novos capítulos e também muito insegura.

e cheguei a pensar em excluir a behind mas amigas minhas me insentivaram a continuar.

enfim, eh isso. me desculpem qualquer erro e espero que tenham gostado.

críticas constritivas, elogios, pedidos, qualquer coisa coloquem nos comentários que eu respondo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...