História Behind the Scenes - ChaeLisa - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Holland
Personagens Holland, Jennie, Jisoo, Kim Seokjin (Jin), Lisa, Personagens Originais, Rosé
Tags Blackpink, Chaelisa, Jennie, Jensoo, Jisoo, Lisa, Rose
Visualizações 524
Palavras 4.988
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Ficção Adolescente, LGBT, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


a
oi então voltei gente depois de um mês k
e cara não sei nem oq dizer só sei q tô feliz por conseguir escrever esse capítulo novos e tô feliz por voltar eh isto
esse capítulo tem quase cinco mil palavras de nada
espero que gostem 💕

Capítulo 7 - G r a v e;


Fanfic / Fanfiction Behind the Scenes - ChaeLisa - Capítulo 7 - G r a v e;


1. conservar na memória; memorizar.


01 de dezembro

01:46 am

melbourne, austrália


Do lado da janela do avião Chaeyoung tentava se concentrar em qualquer coisa que não fosse o fato de Lisa estar descansando sua cabeça em seu ombro. A garota tailandesa dormia serenamente e respirava calmamente, Chaeyoung tentava ao máximo não mexer seu ombro, não queria acordar a mais nova.


Não por favor, não se vá. Eu ainda te amo! - A voz desesperada da personagem soou nos fones de ouvido de Chaeyoung. O filme era antigo e fazia parte do gênero romântico. Chaeyoung revirou os olhos com a cena que era transmitida na pequena tela em sua frente, o casal se beijava de um jeito exagerado e nada realístico. Ugh, tão clichê, pensou enquanto desligava a tela. De repente sentiu as mãos de Lisa abraçarem seu braço esquerdo e então a tailandesa suspirou sorrindo, Chaeyoung franziu o cenho ao perceber que a garota ainda dormia. Eu daria de tudo para saber com o que você está sonhando, a coreana pensou enquanto observava com admiração o rosto da mais nova.


Bem, Chaeyoung com certeza adoraria saber do conteúdo do sonho. O sonho se passava na casa da tailandesa, as duas meninas estavam jogadas no sofá da sala e um filme estrangeiro era exibido na televisão.


Chaeyoung-Ah - Lisa chamou a outra garota um tanto entediada — Esse filme é chato! - Jogou seu corpo em cima do da menina e escondeu seu rosto no vão do pescoço da mesma.


Chaeyoung riu e começou com um carinho nos cabelos da mais nova. — Mas foi você quem escolheu, Lalisa.


— Eu fiz uma escolha errada! - Resmungou contra o pescoço de Chaeyoung. Afastou seu rosto o suficiente para conseguir enxergar o da menina, encontrou uma Chaeyoung extremamente concentrada na televisão. — Você não pode estar gostando disso.


Chaeyoung sorriu fraco e revirou os olhos. — É uma história interessante - Virou seu rosto e se viu a centímetros longe dos lábios de Lalisa.


A tailandesa sorriu de um jeito diferente e voltou com sua cabeça para o pescoço da mais velha, logo deixou beijos castos por ali, Chaeyoung suspirou e puxou os cabelos de Lisa levemente. — Tem uma coisa muito mais interessante que podemos fazer.


— Lisa-Ah - Disse entre suspiros. — Eu quero prestar atenção no filme - Chaeyoung disse, porém não conseguia convencer nem a si mesma. Perdeu todo e qualquer resquício de sanidade quando Lisa sentou-se em seu colo e a puxou pelo colarinho da camisa fazendo a ficar sentada também, logo a tailandesa tomou seus lábios em um beijo necessitado, Chaeyoung não conseguiu conter o gemido de satisfação quando a garota começou a rebolar levemente em seu colo.


Chaeyoung separou o beijo quando lhe faltou ar e atacou o pescoço da mais nova, Lisa sorriu e mordeu seu lábio inferior quando a coreana mordeu levemente seu pescoço. — Chaeng… - Sussurrou ofegante.


Lisa logo se viu embaixo do corpo de Chaeyoung, a mais velha havia a deitado no sofá e voltou a capturar seus lábios em mais um beijo. Lisa segurou na barra da camisa de Chaeyoung e a puxou para cima tentando a tirar, a garota sorriu e sentou-se sobre o quadril da mais nova logo tirando a camisa e a jogando em algum ponto no chão da sala. Não demorou muito para que camisa de Lisa se juntasse com a de Chaeyoung no chão, a coreana agora deixava castos beijos por toda a extensão do torso de Lisa se aproximando cada vez mais de sua intimidade.


— Chaeyoung… Por favor… - A voz não passou de um sussurro, Lisa estava praticamente implorando para Chaeyoung tocá-la, porém a mais velha parecia gostar de brincar com a tailandesa.


— Huh? - Chaeyoung mantinha suas mãos nos botões da calça de Lisa, porém apenas fitava o rosto da outra menina. — Você precisa falar, amor.


Lisa fechou os olhos e respirou fundo, puxou Chaeyoung a fazendo ficar na altura de seu rosto e a encarou furiosa. — Me fode de uma vez, antes que eu enlouqueça - Chaeyoung sorriu maliciosa e tomou os lábios de Lisa em um beijo rápido o terminando com uma mordida consideravelmente forte no lábio inferior da mais nova.


Desabotoou a calça da tailandesa e a tirou do corpo da mesma, logo se viu frente a frente com a intimidade da garota. Olhou para cima apenas para ver os olhos antes castanhos que agora estavam quase negros pelo desejo. As mãos de Lisa apertavam e puxavam seus cabelos de uma forma prazerosa. Chaeyoung estava prestes a tirar a última peça que a impedia de cumprir seu objetivo, mas então…


Lisa abriu seus olhos assustada e sentou-se na poltrona rapidamente. Sua respiração estava irregular e seu coração disparado, a menina olhou ao seu redor e se acalmou ao perceber estar no avião. Porém sua paz não durou muito tempo pois logo sentiu uma mão tocar seu ombro chamando sua atenção virou-se e se arrependeu na mesma hora, Chaeyoung a fitava com um olhar confuso.


— Está tudo bem? - Perguntou um tanto desconectada, a garota estava prestes a pegar no sono quando Lisa levantou a cabeça bruscamente de seu ombro.


— Chae-Ah C-Chaeyoung - As palavras saiam de um jeito embolado. — E-eu estou, só p-preciso ir ao banheiro - Desatou seu cinto e logo levantou-se um tanto cambaleante caminhando em direção ao banheiro.


Chaeyoung apenas acompanhou a menina com o olhar até ela sumir de sua vista, dando de ombros a menina retirou seus fones de ouvido e acomodou-se na poltrona.

Dentro do limitado espaço do banheiro do avião, Lalisa tinha uma crise interna. Lavou seu rosto e encarou o reflexo no espelho respirava fundo e tentava se acalmar. Se fechasse os olhos tudo o que vinha em sua mente eram flashes do sonho que teve a poucos minutos. Lisa mal podia acreditar que acabará de ter um sonho erótico com sua parceira de cena, mas o que a deixava fora de si era a forma de como seu corpo tinha reagido ao sonho. A garota não fazia ideia do que fazer com a umidade de sua calcinha, ela não queria acreditar que Park Chaeyoung havia a deixado molhada somente com um sonho.


— O que está acontecendo com você, Lalisa Manoban? - Perguntou para o próprio reflexo, no espelho ela via um Lisa completamente desconhecida para ela, uma Lisa com sentimentos novos e esquisitos, uma Lisa que ela tinha medo de conhecer mas sabia que era impossível de não o fazer. Lisa tinha medo do que estava sentindo, mas já não considerava aquilo uma coisa tão aterrorizante, mesmo que não percebesse isso.


A garota caminhou com cuidado por entre o corredor tentando não fazer nenhum barulho pois a maioria dos passageiros estavam dormindo. Seus pés pararam de se movimentar automaticamente quando seus olhos capturaram a cena que acontecia em sua poltrona, Bae Joohyun uma das atrizes coadjuvantes do drama tinha tomado seu lugar e agora conversava com Chaeyoung. Porque Chaeyoung está sorrindo assim?, pensou quando viu o fraco sorriso da garota, Joohyun tocava em seu ombro enquanto falava. Lisa piscou diversas vezes e negou com a cabeça, logo recomeçou sua caminhada.


— Ya! Lalisa - Bae disse em um tom animado e um tanto enrolado. Lisa quis revirar seus olhos ao constatar que a garota não estava totalmente sóbria. Joohyun levantou um tanto cambaleante e tomou Lisa em um abraço desengonçado, a tailandesa desviou seu olhar para Chaeyoung que reprimia uma risada enquanto observava as duas garotas. — Eu gosto tanto de você - Murmurou perto do rosto da tailandesa, Lisa torceu o rosto quando sentiu o cheiro de bebida.


— Okay, Joohyun! - Disse enquanto tentava se livrar dos braços da mais velha. Quando conseguiu tratou de levar a garota de volta para sua poltrona original. — Fica - Alertou quando a coreana tentou se levantar. Joohyun bufou e encostou a cabeça na poltrona fechando os olhos.


— Eles não deveriam servir bebida alcoólica em voos - Chaeyoung disse assim que Lisa voltou a sentar em seu lado. A mais nova riu e concordou com a cabeça. — Você está bem? - Chaeyoung perguntou de repente, Lisa franziu o cenho e fitou a garota. — Quero dizer você saiu um pouco desorientada para o banheiro - Explicou enquanto coçava a cabeça.


Lisa reprimiu seus lábios e sentiu suas bochechas ficarem coradas. Desviou o olhar de Chaeyoung, não conseguia olhar nos olhos da garota, não depois daquilo. — Estou bem agora, foi só uma tontura - Mentiu, é óbvio, nunca teria coragem de dizer que acabou de ter um sonho erótico com ela.


— Ah, okay - Chaeyoung ainda não tinha se convencido, mas decidiu deixar para lá.

Seus olhos capturaram a figura masculina que caminhava com a cara fechada pelo o corredor, Chaeyoung soltou um suspiro frustrado. — Tem falado com Ji Hwan? - Perguntou para a garota em seu lado. Lisa mordeu seu lábio inferior e fitou as costas do homem.


— Não - Lisa respirou fundo. — Mas eu tentei. Fui a casa dele, ele não abriu a porta - Negou com a cabeça e fitou suas mãos em seu colo. — Ele não quer ser ajudado, não agora. Ele só vai aceitar ajuda quando tiver uma crise maior.


Chaeyoung segurou delicadamente o queixo de Lisa e ergueu sua cabeça fazendo a mais nova a olhar nos olhos. Os da tailandesa brilhavam pelas lágrimas que foram se acomulando no canto de seus olhos. — Ele vai conseguir sair dessa, okay? É só preciso esperar, logo ele vai perceber que precisa de ajuda - Chaeyoung enxugou uma das lágrimas que insistiu em cair pelo rosto de Lisa.


— Isso é só muito difícil - Lisa disse tentando controlar sua voz embargada. — Ji Hwan foi a primeira pessoa quem eu conheci quando me mudei para a Coreia, eu tinha só quatorze anos, ele é como um irmão mais velho para mim e me destrói por dentro ver ele acabando com a vida dele desse jeito.


— Eu sei que é difícil, Lisa. Acredite eu sei, eu já passei por isso - Chaeyoung disse ainda olhando para os olhos da garota. — Mas Ji Hwan é esperto ele vai saber como sair dessa situação, pode ter certeza disso.


Lisa suspirou e assentiu com a cabeça. — Espero que sim - Voltou a sentar corretamente em sua poltrona e encostou a cabeça ali. Chaeyoung fitou o rosto da garota e sorriu tristemente.


— Senhores passageiros estamos chegando ao nosso destino. Por questões de segurança afivelem seus cintos e levantes suas bandejas de alimentação. Agradecemos a vossa preferência - A voz da aeromoça pode ser ouvida por todo o avião.


Logo o avião estava decolando na pista do aeroporto, os passageiros pegavam suas respectivas bagagem e se dirigiam até a porta de saída. Quando pisou para o do avião, Lisa logo se arrependeu de não ter vestido sua jaqueta, o vento estava forte e frio e cortava sua pele quando a atingia. Caminhava com os ombros encolhidos e seguia seus colegas de cena em direção a entrada do aeroporto.


— Aqui - A voz de Chaeyoung se fez presente em algum ponto atrás do corpo da tailandesa, Lisa sorriu assim que sentiu seus ombros serem cobertos por um tecido quentinho e aconchegante. — Não me lembrava o quão fria a Austrália pode ser na madrugada - A coreana disse enquanto esfregava os braços.


— Você saiu daqui faz muito tempo? - Lisa perguntou curiosa, de algum jeito ela se sentia interessada em saber de tudo sobre a mais velha.


Chaeyoung fechou os olhos por breves segundos e suspirou lembrando-se da razão pela qual deixou seu país natal e mudou-se para a Coreia, flashes de seu passados perturbavam sua cabeça. — Ah… Sim. Fazem uns seis anos - Lisa inclinou sua cabeça um tanto confusa enquanto fitava a garota, ficou intrigada pelo desconforto de Chaeyoung ao falar sobre aquilo, mas preferiu não tocar mais no assunto se Chaeyoung não estava confortável com aquilo não valia a pena insistir.


Seguindo as ordens de SeungSoo as meninas caminharam discretamente pelo portão de desembarque, Lisa cobriu seu rosto com uma máscara apenas para ter mais segurança e não ser reconhecida, ter alguma foto vazada na internet era a última coisa que precisava no momento.


— Fizeram boa viagem? - SeungSoo perguntou assim que as meninas entraram no carro que as levariam para o hotel onde ficariam durante as gravações.


— Sim - As vozes soaram em uníssono causando uma risada no diretor.


— Certo - O diretor sorriu animado e olhou a paisagem pela janela do carro. — Nós estamos aqui.


Lisa sorriu fraco e suspirou quando uma sensação estranha, porém boa, tomou seu corpo. Ela soube que aquela viagem traria algo especial.


(...)


Lisa abriu a porta de seu quarto um tanto sonolenta e rapidamente tratou de jogar seu corpo na confortável cama. Podia dormir naquele momento, porém seu celular vibrou feito louco o que significava que novas mensagens haviam chegado. Com muito esforço a tailandesa sacou o celular e fitou a tela do mesmo, sorriu ao ver a quantidade de mensagens de Jisoo, respondeu sua amiga com poucas palavras e logo deslizou seu dedo pela tela em busca do nome de YooGun. Sua situação com o garoto não estava em sua melhor fase desde da briga que tiveram na casa da mais nova, porém a garota esperava que seu até então namorado mandasse ao menos uma mensagem ou qualquer coisa. Nada, nem mesmo um “boa viagem”. A tailandesa suspirou, seu namoro estava arruinado, Lisa sentiu-se estranhamente neutra ao ter tal pensamento. Os dias que passou longe do garoto serviram para a garota colocar sua mente em ordem, se viu vivendo de um jeito muito mais livre sem YooGun em sua vida, não sentia mais a necessidade de ter o garoto presente.


Levantou-se sem muita vontade e tirou suas roupas com muito esforço, logo vestiu seu pijama. Enfiou-se por baixo das cobertas e conectou seu celular no carregador ao lado de sua cama, estava prestes a fechar seus olhos quando seu a tela do aparelho acendeu-se, estreitou seus olhos e tomou o celular em suas mãos, um sorriso automaticamente surgiu em seu rosto ao ver a notificação que se destacava em sua tela de bloqueio.


Chaeng♡:

Hey, não tive a chance de me despedir mais cedo

você sabe, andares diferentes :p

enfim só queria te dar boa noite e desejar bons sonhos


Lisa sorriu e suspirou enquanto digitava uma resposta.


boa noite, Chaeng ♡

sonhe comigo

quero dizer com os anjos

(isso foi muito clichê, não é? desculpa)


Chaeng♡:

hahaha pode deixar, anjinho

boa noite


Chaeyoung fechou os olhos e tentou reprimir seu sorriso, porém seus lábios se esticaram automaticamente e a garota logo se viu sorrindo feito uma boba. Virou-se na cama e abraçou o travesseiro ao seu lado, sentia seu coração bater rápido e em seu estômago as borboletas se agitavam. Droga, Chaeyoung, pensou ao constatar que rompeu a promessa que tinha feito para esquecer sua paixonite por Lisa. Negou com a cabeça sorriu novamente, fechou os olhos e torceu para que a garota de cabelos castanhos saísse de sua mente, pelo menos por hora, para que pudesse ter uma boa noite de sono. Seus olhos pesaram antes que a menina percebesse e a última imagem que passou por sua mente foi o lindo sorriso da garota tailandesa.


(...)


Annyeong, annyeong! - Lisa exclamou acenando para a câmera em sua mão. SeungSoo levantou seu olhar do prato de café da manhã e fitou a garota com um sorriso de lado. — Então, hoje é o primeiro dia de gravações. Nós estamos muitos animados não é, diretor? - Perguntou desviando seu olhar da lente e direcionando a câmera para o rosto do homem mais velho.


SeungSoo sorriu um tanto tímido e assentiu com a cabeça. — Com certeza! - Lisa riu fraco e voltou a falar coisas aleatórias para a câmera.


Chaeyoung saiu do elevador às pressas, a garota estava alguns minutos atrasada. Suspirou aliviada quando avistou a equipe reunida numa das mesas do restaurante, caminhou em passos rápidos até lá e tomou a cadeira ao lado de Lisa.


— Ah! - Lisa exclamou quando Chaeyoung sentou-se. — Chaeyoung Unnie chegou - A mais velha logo notou a presença da câmera nas mãos de Lisa, sorriu animada e acenou para a lente.


— Olá - Sua voz saiu mais baixa do que esperava, o que causou uma pequena careta em seu rosto. Lisa riu e bateu fracamente no ombro direito de Chaeyoung.


— Nossa Chaeng acabou de acordar - A mais nova abraçou os ombros da outra garota e negou com a cabeça. Chaeyoung suspirou fitando o rosto da tailandesa e logo tratou de achar uma desculpa para seu atraso.


— Em minha defesa eu não escutei o despertador tocar - Novamente a risada de Lisa a pode ser ouvida, a garota estava realmente em um ótimo humor.


— Nós vamos fingir que acreditamos, Park Chaeyoung - Com uma faceta de desconfiança Lisa desligou a câmera.


— Como está se sentindo, Chaeyoung? - SeungSoo perguntou assim que percebeu a câmera desligada. O homem observou toda a interação das garotas, não podia negar a química que as duas tinham entre si, tinha certeza que aquele seria um casal perfeito.


Chaeyoung bebeu um grande gole de seu suco de laranja antes de dar sua resposta. — Um pouco nervosa admito, afinal é meu primeiro papel de relevância em um drama então com certeza está sendo uma experiência nova e excitante - Lisa assentia a cada palavra da garota e sorria.


SeungSoo assentiu com a cabeça contente. — Mal posso esperar para começarmos a gravar - O diretor também parecia um tanto nervoso, mas tentava ao máximo não deixar aquilo se transparecer.


Não demorou muito para que os três e o resto da equipe estivessem em uma van que se dirigia até o local de gravação. Lisa como sempre estava com a câmera em suas mãos gravando todo o trajeto desde da saída do hotel. O ambiente da van era preenchido de música alta e vozes da equipe se misturando enquanto cantavam todas as música que o rádio transmitia. Lisa e Chaeyoung ficavam cada vez mais animadas toda vez que nas caixas de som soava alguma música coreana.


Oh no nan imi meolli wabeoryeossneungeol - Chaeyoung, que segurava a câmera, retirou suas mãos da frente da lente e revelou Lalisa que cantava imitando a cena do videoclipe da música. — Eoneusae I modeun ge jangnani anin geol.


Lisa cantava o rap da música de uma forma animada fazendo gestos com as mãos e algumas caretas. Chaeyoung tentava conter sua risada enquanto gravava garota mais nova.


Can you feel my heart go black? Ah! - As vozes soaram em uníssono e em um tom alto.


O automóvel parou de se movimentar o que fez as meninas perceberem que haviam chegado em seu destino. Chaeyoung soltou um suspiro nervosa e olhou para a garota em seu lado, Lisa sorriu tentando passar confiança para a mais velha.


— Vamos lá - Sua mão direita tomou posse da coxa de Chaeyoung e a apertou de leve, logo sorrindo para a garota. — Vai dar tudo certo.


A mais velha assentiu e saiu do veículo sendo seguida por Lisa. Uma correria acontecia do lado de fora, a equipe toda se preparava para as gravações. Os câmeras posicionavam-se em seus devidos postos, os figurinistas andavam apressados com grandes maletas, os figurantes se espalhavam por todo o cenário. Chaeyoung admirava tudo o que acontecia com olhos brilhantes, está mesmo acontecendo, pensou enquanto sorria abertamente.


Lisa esticou as costas e levantou seus braços como se estivesse se espreguiçando. — Vamos trabalhar - Passou seu braço pelos ombros de Chaeyoung e a guiou até a sala aonde iriam se caracterizar.


(...)


— Deus! Eu odeio a sua personagem - Chaeyoung disse rindo enquanto folheava as folhas do roteiro. Lisa gargalhou e virou-se para a garota.


— Mas a sua personagem a ama - Ajeitou o boné em sua cabeça e sorriu de lado dando de ombros. Chaeyoung estreitou seus olhos e negou com a cabeça.


— Na verdade ela te odeia também, - Chaeyoung levantou-se da cadeira onde descansava e ficou em frente ao corpo de Lisa. — Mas acredite no que te faz feliz - Sorriu um tanto cínica e ajeitou a gola do grande casaco que Lisa vestia.


— Você… - Lisa entre abriu sua boca surpresa com as palavras da garota.


— Lisa! Eu preciso terminar sua maquiagem - A voz da maquiadora soou um tanto irritada, Lisa estreitou seus olhos e tirou as mãos de Chaeyoung de sua roupa se afastando da garota. A mais velha sorriu divertida e voltou a ler as linhas do roteiro.


Um sentimento de nervosismo tomava conta de toda seu corpo, seus hormônios estavam à flor da pele e a garota não conseguia ficar parada. Murmurava suas falas dando o seu máximo para decorá-las, de vez em quando parava de caminhar pela sala e fingia atuar a cena visualizando em sua mente se aquilo ficaria bom ou ruim. Suas mãos suavam e ela teve que às limpar no avental que trajava como figurino, respirou fundo e ajeitou seu óculos. Sem nervosismo, Chaeyoung. Você consegue fazer isso, repitia essas palavras em sua mente para tentar se acalmar.


Lisa respirou aliviada assim que a maquiadora terminou sua maquiagem, fitou o reflexo no espelho e novamente arrumou o boné em sua cabeça fazendo com que o acessório não atrapalhasse sua visão. Pelo espelho conseguiu visualizar sua parceira de cena inquieta caminhando para lá e pra cá com as folhas em suas mãos, suspirou e virou sua cadeira em direção à garota.


— Chaeng - A chamou com a voz calma, Chaeyoung parou no lugar e fitou Lisa. — Vem cá - Fez um gesto com o dedo pedindo para que a menina se aproximasse. Assim que Chaeyoung sentou-se na cadeira ao seu lado Lisa tratou de tomar suas mãos em um carinho aconchegante. — Se acalma, okay? Eu sei que você está nervosa agora, mas não tem motivos para isso. Nós vamos fazer isso e vai ser ótimo, nós vamos nos sair bem - Chaeyoung assentiu rapidamente e apertou as mãos de Lisa entre as suas. — Vamos fazer um exercício, sim? Feche seus olhos e respire fundo - Chaeyoung fez o que lhe foi pedido. — Certo, agora imagine que você está no seu lugar preferido no mundo - Lisa praticamente sussurrava suas palavras, seus olhos capturaram cada detalhe do rosto da garota em sua frente automaticamente desceram para os lábios que estavam pintados de um rosa fraquinho. Lisa sacudiu a cabeça e voltou a ditar o exercício. — Imagine também que você está com alguém ou algo que você gosta muito, você abraça esse alguém ou algo e deixa que todo seu nervosismo se dissipe naquele abraço, todas as suas inseguranças vão desaparecendo e você fica em paz.


Chaeyoung demorou em abrir seus olhos parecia estar em estado de frenesi. As imagens que sua mente projetava eram tão agradáveis que a menina não queria fazer com que elas desaparecessem. Imaginou que estava no telhado de sua casa observando a lua e as estrelas que a cercam, tentou ao máximo não pensar na garota em sua frente quando a mesma falou sobre o alguém, porém seu cérebro a pregou uma peça impedindo-a de pensar em qualquer outra pessoa ou coisa. Os braços de Lisa a circundavam em um abraço extremamente confortável, Chaeyoung não queria tirar aquela imagem de sua cabeça mas abriu seus olhos e logo encontrou lindas íris castanhas a observando. Lisa sorriu e com seu dedo indicador empurrou o óculos que Chaeyoung usava de volta para sua posição inicial uma vez que o mesmo tinha deslizando pelo nariz da mais velha.


— Melhor?


— Muito - Sorriu e assentiu se afastando sem muita vontade da garota.


Os dois pares de olhos castanhos fitaram-se durante alguns segundos, era como se o mundo ao redor simplesmente tivesse sumido e tudo o que restou foram as duas meninas. Chaeyoung sentia seu coração bater a mil por hora, sua respiração já não estava tão controlada como antes. Lisa por sua vez não estava tão diferente, sentia-se um tanto assustada pelo o que estava sentindo, seu estômago se agitava e no fundo de seu coração Lalisa sabia o que isso significava porém ainda era muito cedo para sua cabeça aceitar e entender.


— Meninas? - SeungSoo de repente surgiu na sala. — Vamos, está na hora.


Saindo da sala e pisando no set de gravação Chaeyoung sentia como se pudesse vomitar ali mesmo. Todos da equipe estavam posicionados em seus ligarem e apenas esperavam para poder começar a gravar. Antes mesmo que pudesse ficar nervosa Chaeyoung sentiu a mão de Lisa escorregar na sua e a apertar olhou para a garota em seu lado e assentiu com a cabeça respondendo uma pergunta que Lisa nem precisou fazer.


— Certo, meninas. Vamos todos para suas posições, figurantes, atores, todo mundo - SeungSoo fazia gestos indicando a que lugares todos os figurantes deveriam ficar. — Nossa primeira cena será a primeira vez que vocês duas se conhecem, então Lisa sente-se na mesa vaga ali - Apontou para a mesa que ficava no centro do lugar e onde as câmeras estavam direcionadas, Lisa calmamente sentou-se e se concentrou para entrar na personagem. — Chaeyoung, eu sei que essa é sua primeira cena, mas sem pressão, ok? Nós vamos no seu tempo - A garota assentiu suspirando e ajeitou o óculos em seu rosto.


Chaeyoung limpou suas mãos no avental e respirou fundo fechando os olhos. Focalizou na personalidade de sua personagem e deixou que ela tomasse conta de seu corpo. Ao abrir os olhos já não era mais Park Chaeyoung, seu corpo agora era de Kim SunHwa.


—… Microfones? - A voz do diretor era transmitida por um megafone. Alguém da equipe confirmou que estava tudo certo com o áudio. — Câmeras?


— Tudo certo, chefe - Uns dos cameramens gritou.


— Okay, tudo certo. Ação - Guardou o megafone e fitou as garotas com olhos brilhantes.


Gravando


A atendente revirou os olhos assim que percebeu a figura feminina a chamar, pegou seu bloco de notas junto de uma caneta e caminhou até a mesa que foi chamada.


— Qual o seu pedido, senhora? - Perguntou sem olhar para o rosto da cliente mantinha seu olhar fixo no bloco.


— Senhora está no céu, me chame pelo meu nome - Seo HyeJin disse com a petulância de sempre. Olhava com atenção para o cardápio em suas mãos.


SunHwa elevou uma das sobrancelhas e finalmente olhou para o rosto da mulher. Os cabelos castanhos caiam livremente por suas costas e o boné em sua cabeça parecia grande demais para seu rosto delicado, SunHwa se perguntou se a mulher estava conseguindo enxergar direito com o boné praticamente caindo sobre seu rosto.


— Só estou seguindo as normas do estabelecimento, senhora.


HyeJin sorriu de lado e negou minimamente com a cabeça, pessoas certinhas demais a irritavam. — Que seja, vou querer macchiato acompanhado de um muffin.


Fechou o cardápio e levantou sua cabeça para poder olhar a jovem que a atendia, sua boca se entreabriu assim que seus olhos capturaram o rosto da garota. Os traços delicados eram perfeitamente delineados desde sua boca até suas sobrancelhas. Sua cabeça rapidamente se voltou para o novo projeto de sua empresa. É um rosto perfeito para a campanha, pensou enquanto fitava a garota.


— Algo a mais? - Perguntou já um tanto incomodada pelo olhar que estava recebendo da mulher.


— Não - Respondeu um tanto area. SunHwa virou as costas e caminhou novamente até a cozinha. HyeJin a observou até que seu corpo sumisse de vista.


A mulher rapidamente buscou por seu telefone na bolsa, quando o achou tratou de mandar uma mensagem para seu diretor de campanha.


acho que encontrei a modelo perfeita, te dou mais detalhes depois de conversar com ela

– HyeJin


A atendente não demorou em voltar com seus pedidos, HyeJin não desperdiçou a chance de convidá-la para sentar junto com ela. SunHwa estranhou de começo e pensar em recusar, mas HyeJin fora mais rápida dizendo que não estava muito movimentado e que com certeza sua chefe não se importaria.


— O que quer dizer com isso? - SunHwa está confusa, HyeJin havia contado sobre sua campanha. — Você quer que eu seja a modelo desse projeto?


— Sim, olha SunHwa você tem o rosto perfeito para os padrões que nós procuramos. O projeto é simples, é uma campanha sobre diferentes corpos e formatos. Nós já temos a maioria das modelos, mas o meu chefe está exigindo que eu ache uma mulher com o rosto exatamente dentro dos padrões e você é perfeita para essa parte do trabalho. O que me diz?


SunHwa fitou o rosto da mulher em sua frente como se achasse que ela estava mentindo. — O que vou ganhar com isso? - Perguntou enquanto cruzava os braços.


HyeJin sorriu e botou seus óculos escuros.


— Muito dinheiro.


— Quanto?


— Seis milhões de wons - O queixo de SunHwa caiu levemente assim que escutou a quantia. — Você aceita?


Não precisou de mais tempo para pensar, o salário que recebia no café que trabalhava era muito menos do que isso.


— Sim.


Novamente HyeJin sorriu, esticou sua mão sobre a mesa e apertou a de SunHwa. — Vai ser um prazer trabalhar com você.


— Corta! - SeungSoo Gritou pelo megafone. — Bom trabalho meninas.


Chaeyoung respirou aliviada e deixou seu corpo relaxar sobre a cadeira. Olhou para o rosto de Lisa e sorriu, a mais nova também sorriu e piscou um olho para Chaeyoung como se dissesse: Viu? tudo deu certo. E de fato tinha e agora Chaeyoung sentia-se muito mais confiante em sua atuação.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...