História Behind The Scenes - Fillie - Capítulo 46


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Tags Fillie, Finn Wolfhard, Mileven, Millie Bobby Brown
Visualizações 289
Palavras 1.140
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yay strangers, como estão? Espero que muito bem. Me perdoem pelo título lixo e me amem por eu ter postado rápido hahahaha.
Boa leitura!

Capítulo 46 - Me apaixonei por ela


Não demorou muito para que eu escutasse o barulho da campainha. Desci os degraus pulando de dois em dois e cheguei à porta principal vendo meu par de olhos verdes favoritos do mundo sendo recebido por minha mãe com um abraço. Sorri largo ao ver que segurava uma caixa de pizza e um pote grande de sorvete. Eu amo esse garoto.

– Snapchat! – Exclamei indo ao seu encontro.

– Hey, Mills! – Me abraçou de lado devido as embalagens. 

Fazia quatro dias desde a última vez que o vira e estava morrendo de saudades do meu melhor amigo. Agradecia a Deus por pelo menos ele morar na mesma cidade que eu. Subimos para o meu quarto e nos espalhamos na minha cama, sem delongas devorando a caixa de pizza de pepperoni. 

– Ainda não me acostumo em te ver comendo pizza.

– Passei a gostar por culpa de vocês. – Respondi após uma mordida. – Mas então, o que é de tão urgente que precisava da minha ajuda?

– Primeiro você. Ia me ligar, está tudo certo? – Perguntou docemente preocupado.

– Sim, isso era só pra me dar algumas opiniões sobre alguns projetos. Podemos deixar pra depois. Me conta o que é – Ele deixou cair os ombros antes de responder.

– Hã, bem... Eu meio que queria a sua ajuda pra, hum, você sabe... Acho que finalmente me dei conta de que estou apaixonado pela Meri e sei que teve parte no pedido de Caleb pra Sadie e...

– Oh. Meu. Deus! – Arregalei os olhos com a notícia e a minha reação foi pular da onde eu tava de frente pra ele e agarrá-lo. Claro que não foi uma boa ideia, pois sou a pessoa mais desastrada de todas e com isto acabei nos derrubando no chão, levando junto a caixa de papelão com restos de massa.

– Cristo, Millie! – Reclamou gargalhando e eu saí de cima dele, rindo também do pequeno desastre.

– Foi mal, felicidade em excesso. Como isso aconteceu? Meu Deus como eu esperava por esse dia! 

– Digamos que de forma natural. Eu simplesmente me dei conta de que eu não queria ser simplesmente o cara que ela ficava. – Contou ao me ajudar a pegar as coisas do chão e voltamos a sentar no colchão. – E então, topa?

– Obvio que sim, Noah Schnapp. Tem algo em mente?

– Uma coisinha ou outra. 

– Independe do que fizer, eu sei que ela vai adorar.

Bolamos um plano enquanto dividíamos o pote de sorvete de chocolate. Ficou decidido que ele a pediria em namoro em Punta Cana, depois do casamento dos nossos colegas de elenco. Ia ser simples, mas eu sabia que America iria gostar, afinal de contas está escrito na cara dela o quanto gosta de Noah e espera por esse momento. 

– Agora vamos focar em você, no que queria opinião? 

– Uh, espera aí. – Pulei da cama e busquei a papelada na minha escrivaninha e coloquei sobre meu edredom branco com detalhes em cinza. – Tenho cinco roteiros de filme, posso escolher dois. Estou coletando informações.

– Musical da Disney? – Perguntou com os olhos na pasta.

– Esse já está escolhido. Falta os outros dois.

 

– Vai fazer três filmes?  – Questionou como se fosse a maior loucura. E era, se fosse tudo no período de um ano.

– Não é tudo esse ano. 

– Faz sentido. – Passou para a de baixo – Tá brincando?!

– O quê? 

– Blackbird. Me cotaram para ser o Ben.

– Sério?! Você aceitou? 

– Vou fazer o teste. 

– Eu farei também. Seria incrível se atuássemos juntos outra vez.  – Sugeri animada.

– Com certeza – Replicou no mesmo tom. 

Conversamos por um par de horas até ele ir embora. 

Os dias se seguiram assim, me encontrava com Noah ao menos duas vezes por semana, fiz uma ou outra pequena viagem de bate e volta para pequenos compromissos e eventos. Almocei com Jacob em uma dessas viagens e encontrei Gaten em um dos eventos. Com o fim daquele mês, meu coração apertava de saudade do meu garoto cacheado. Iria vê-lo amanhã e mal podia aguentar de ansiedade. Meu voo saía daqui a pouco e eu chegaria na Republica Dominicana por volta das onze da noite. Fiquei um pouco chateada em saber que Schnapp não voaria comigo, tinha uma presença para marcar e iria no voo da madrugada. Descobri que os únicos que estariam lá eram os noivos, obviamente, parte do elenco adulto e Caleb. Depois de conferir as malas, meus pais me levaram ao aeroporto e aguardei até o embarque. Precisei de alguns seguranças, mas no fim não tiveram maiores complicações. Finn me garantiu que estaria lá pela manhã.  O casamento aconteceria à tarde, na praia.

Dormi durante o voo todo e acordei com a aeromoça pedindo para que eu colocasse o cinto. Pousamos e tive instruções a serem seguidas porque havia um pequeno tumulto do lado de fora. Consegui atender alguns fãs, tirei muitas fotos e por fim um carro me levou até o complexo do hotel. Estava exausta e gostaria muitíssimo de tirar um cochilo. O lugar era lindo, mesmo a noite, a brisa refrescante me deixou relaxada e eu pude ver o mar negro na parte de trás daquele pavilhão. Me guiaram à um dos diversos restaurantes dali. Eu não estava com fome, contudo não faria a desfeita e também sentia saudades dos meus amigos. As primeiras pessoas que me viram foram David, juntamente com Winona. Meu Deus eu amo demais esse casal. Eles eram os mais velhos dali, mas não parecia, porque são muito joviais. Cumprimentei depois Joe com a namorada, Dacre e Linnea, um casal desconhecido por mim, Caleb e por fim, os noivos. Me sentei entre Winona e Caleb. Pedi uma salada e passei um tempo com eles, conversando sobre o grande dia de amanhã e outros temas. Quando deu certo horário, me despedi deles pois o cansaço começara a me consumir. Precisei de muito esforço para atravessar o lugar e chegar até o meu quarto. Eu me afundei na cama king size do mesmo jeito que estava. A sorte era que vestia roupas confortáveis. Simplesmente apaguei. 

Acordei no meio da noite – sei disso porque as persianas estavam abertas – sentindo um toque familiar na minha orelha e bochecha. Meu peito encheu e meu coração falhou as batidas. 

– F-Finnie? – Gaguejei antes de me virar e encontrar o rosto que eu mais amava. 

– Não queria te acordar – Comentou, ainda com o polegar indo pra frente e pra trás na minha bochecha. 

– Ainda bem que acordou. – Respondi e coloquei minha mão por cima da sua. 

– Você disse que ia chegar só de manhã 

– Mudança de planos.

– Como entrou aqui? 

– Nat deu um jeitinho. 

Fitei seus olhos durante uns segundos. Ele estava realmente aqui. 

– Senti saudades. – Falei.

– Também senti, princesa. 

Se inclinou pressionando os lábios frios sobre os meus. Abri a boca, permitindo que sua língua entrasse, e ele me beijou num misto de saudade e delicadeza. Eu sempre sentia borboletinhas voando no estômago, como se fosse a primeira vez. 


Notas Finais


Finnie voltou!!!!
Eu não ia conseguir deixar ele longe, hahahaha espero que tenham gostado.
Aff eu amo a amizade Nollie com todas as minhas forças!
Amo vocês e interajam comigo! beijinhos 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...