História Behind the scenes (Larry e Niziam - ABO) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Abo, Amor, Harry Alfa, Harry Tops, Infantilismo, Larry, Liam Alfa, Louis Bottom, Louis Ômega, Mpreg, Niall Ômega, Niziam, Submisso, Universo Alternativo, Zayn Alfa
Visualizações 289
Palavras 3.044
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Talvez


Fanfic / Fanfiction Behind the scenes (Larry e Niziam - ABO) - Capítulo 10 - Talvez

 

#Louis 


Depois do dia que Harry apareceu no estúdio e me deu carona, ele me deixou em casa, dei o número do meu telefone na intensão de marcarmos uma oportunidade melhor de conversar, tentamos por vezes marcar algo, mas ou ele não podia, ou eu estava enrolado com os vídeos do canal. Até que conseguimos conciliar...

O alfa combinou de me buscar hoje e eu não tinha desculpas para negar.

Harry me trouxe até sua casa, falou que seria mais reservado e não teria paparazzis, eu aceitei , entendo seu lado, e achei até melhor porque chega de fofoca com meu nome por ai..

Assim que passamos do portão meu queixo praticamente caiu, isso é enorme, bom eu sei como é por fora pois já vi fotos, mas pessoalmente parece ainda maior.

- Hm.. posso te fazer uma pergunta? - questionei.

- claro. - respondeu já saindo do carro e dando a volta para abrir pra mim, soltei um sorriso agradecido e desci.

- você não se sente sozinho com Noah nessa casa enorme?

Ele sorriu me olhando e antes de responder colocou a mão nas minhas costas me levando até a entrada da casa.

- As vezes sim, eu sempre quis ter uma família grande, meu sonho era ter pelo menos 4 filhos, então quando comprei essa casa era com essa intenção, mas com a chegada de Noah e outras coisas, fui guardando só pra mim e deixando de lado. - deu de ombros.

Entramos na casa e fiquei ainda mais abobalhado, por dentro era ainda maior.

- não se preocupe, Noah está na escolinha, vamos ter tempo de conversar - me encaminhou para sala e fez um sinal para me sentar, fui o que fiz.

- quer beber alguma coisa?

- água por favor.

Ele assentiu e saiu de vista me deixando ali sozinho, aproveitei para olhar melhor a casa, a sala era enorme alguns brinquedos de Noah espalhados, na estante e nas paredes tinha vários porta retratos, levantei e fui mais perto para ver.

Várias fotos e na maioria era com Noah, ele com Harry, com Gemma irmã do Harry, eu conhecia praticamente toda família de Styles por conta das noticias, uma que me chamou atenção foi uma que Noah ainda era pequeno e tinha uma coroa de flores na cabeça, depois reparei nas outras e a maioria Noah tinha coroas diferentes.

- gostou ?

Me assustei com a voz de Harry e sorri sem graça.

- desculpa, não queria me intrometer assim.. sou curioso, mas essas fotos são incríveis - falei Admirado - essa aqui - apontei pra uma delas - além de engraçadinha é linda - sorri

- Estávamos de férias na casa de campo da minha família, Noah viu Lux com uma coroa assim ele queria pegar da cabeça da prima e por em si, Gemma teve que fazer outra, Noah chorou muito, foi a primeira vez que usou uma. Aqui sua água.

- Obrigada, porque ele estava pelado?

Vi Harry sorrir e não havia entendido o porque, ai reparei, tinha falado no feminino, corei com vergonha e ele sorriu ainda mais.

Idiota

- não tem problema, não se envergonhe, isso é comum não é ?

acenei com a cabeça baixa e voltei a me sentar.

- Eu não ligo Louis, de verdade, faz parte de vocês isso.

- e-eu sei.. é que.. é meio constrangedor - sorri envergonhado e deixei o copo na mesinha em frente ao sofá depois de ter tomado toda a água.

- tudo bem. - ele sorriu compreensivo. - Noah sempre foi bem teimoso, eu fui trocar sua fralda e ele simplesmente correu de mim, como eu sempre amei fotos, aproveitei o momento de fofura e tirei uma foto dele assim... Sabe Louis, quando Noah chegou na empresa falando de você eu fiquei meio surpreso. Ele nunca gostou de conhecer pessoas novas, mas você.. eu não sei.. ele esta encantado. Eu vi alguns de seus videos, e confesso só ter dado uma oportunidade pelo seu ultimo qual falou de nós.

- vo-voce viu ?- perguntei surpreso.

- Eu tinha que procurar saber mais de você.. Noah é bem esperto Louis, mas ele é muito inocente, e eu não suporto se quer pensar em alguém o machucando. Fiquei feliz em saber que você não julga pelo seu gosto.

- eu nunca faria isso Harry, como eu falei, Noah é uma graça e eu jamais iria julga-lo, eu o entendo. Provavelmente ele será omega, e sei como se sente.

- fico feliz por isso, eu queria mesmo te conhecer, não costumo confiar nas pessoas, na verdade eu não confio em quase ninguém, mas... eu não podia desaponta-lo entende? eu sinto que posso confiar em você, mas ainda sim tenho um pé atras.

- tudo bem - sorri fraco e me aproximei - eu entendo, de verdade, ter muito dinheiro chama as pessoas, e nunca se sabe qual a verdadeira intenção dela conosco não é ?

- isso - sorriu me olhando e segurou minha mão - Noah está muito entusiasmado em te conhecer, e isso me deixou surpreso, ele nunca ficou assim antes com ninguém.

sorri envergonhado mais uma vez e baixei a cabeça corando, as vezes odeio ser omega, pois coro muito fácil

Senti a ponta dos dedos de Harry no meu queixo e o olhei, ele me encarava seus olhos fixos nos meus, e por algum momento cogitei a hipótese de beija-lo, mas logo me veio Noah na cabeça, ele pode achar que só quero me aproveitar. Sem chances de passar essa intenção a ele, nossos rostos estavam muito próximos, ele avançou um pouco, e quando vi que essa também era sua intenção baixei a cabeça encostando nossas testas.

- me desculpe, mas e-eu .. eu não posso Harry..

- tudo bem - ele suspirou e deu um beijo em minha testa se afastando.

Fiquei olhando para nossas mãos ainda juntas e suspirei..

- me conte sobre você. - ele pediu .
Fiquei feliz por ele não questionar o não que dei a ele, e mais ainda por me afasta mesmo um pouco. O cheiro de alfa dele é inebriante.

acenei concordando.

- Bom, eu vim de uma família de 7 irmãos - ele arregalou os olhos e eu sorri - pois é, acho que é por isso que eu também desejo ter uma família grande assim como você - sorri fraco e respirei fundo - sabe, eu também quero que você confie em mim Harry, não me pergunte o porque, pois eu não saberei responder, mas eu só sinto a necessidade de provar a você que não quero me aproximar de Noah com intenção alguma.

- Por mais difícil que seja, eu confio em você, mas ainda é complicado pra mim, tantas pessoas já me enganaram e se eu não fosse forte o suficiente, isso teria pego em Noah também, dessa vez é mais delicado, pois tudo tem haver com ele, e eu não sei o que faria se Noah se magoa-se, ele é meu mundo Louis. Sei que parece estranho, eu que pedi um encontro para Noah conhecer você, e ainda peço para me provar que posso confiar sendo que não tem obrigação.. Mas eu realmente espero que me entenda.

- isso é lindo - sorri encantado - eu entendo de verdade, e é por isso que vou provar que você pode confiar em mim ok?

Ele concordou e parei pra pensar no que mais poderia falar.

- Minha família sempre teve problemas com dinheiro, digo para se manter sabe? não temos muitas condições, e criar sete filhos é bem complicado, por isso quando fiz 17 anos, e conseguia alguma coisa com os vídeos resolvi sair de casa. Niall e eu crescemos praticamente juntos, então decidimos dividir as despesas e morar juntos, foi assim que sai da casa dos meus pais. Livraria eles um pouco das minhas contas.

Olhei para nossas mãos entrelaçadas e fechei os olhos, o dedo de Harry acariciava o dorso da minha mão e suspirei.

- Eu sou um cara muito na minha, não costumo ter muitos problemas, mas sou um omega diferente, se é assim que posso chamar. Não sou de baixar a cabeça e aceitar coisas que não concordo, eu defendo o que é meu, acho que por isso meu canal deu certo, não que eu diga que posso sobreviver com videos, mas, eu só comecei sendo eu mesmo e as pessoas se encantaram.

- você é bem autentico mesmo Louis.- disse sorrindo olhando para nossas mãos.

- obrigada - sorri - sei que tem muitos artistas que não gostam das coisas que falo, mas isso só mostra que tudo o que digo é verdade, normalmente as coisas que posto tem uma saída muito grande, elas viralizam na internet, e isso me assusta um pouco, porque não vejo nada demais nas coisas que faço.

- você sabe que eu não precisei nem fazer nada para que a The sun apagasse a matéria sobre o Noah não é?

- não ? como assim?

- eles me mandaram um e-mail no dia seguinte que seu vídeo foi ao ar, pedindo desculpas pelo erro e que já haviam retirado tudo. Falaram em recompensar com uma matéria mais séria, e falaram que perceberam o erro do escritor pelo seu vídeo.

arregalei os olhos espantado e tampei a boca com as mãos.

- i-isso é .. i-sso é sério?

ele sorriu e acariciou meu rosto antes de puxar minhas mãos dali.

- sim, é verdade, eu fico muito grato a você por isso, porque eu ia perder a razão se fizesse algo, odeio que falem assim de Noah, e mesmo que ele prefira ser chamado no feminino, ninguém que não seja próximo a ele precisa saber. Eles perceberam o erro porque suas seguidoras mandaram mil mensagens a eles falando mal do editor da matéria, só por que você ficou inconformado com aquilo.

- eu.. eu não tinha noção nenhuma disso.

- você é incrível Louis, nunca deixe de acreditar nisso, aquele dia quando você foi bater de frente com o beta, eu fiquei espantado pela sua coragem.

- pois é, - sorri - agora estou correndo atras de outro emprego se não, não irei me formar, preciso do estagio como últimos pontos.

- eu sinto muito, se não fosse por mim, você não teria perdido seu emprego ..

- nah, tudo bem, uma hora ou outra iria acontecer, Nicholas e eu nunca nos demos muito bem.

- se quer minha opinião, ele tem é inveja de você. - piscou pra mim e corei automaticamente. - vou te ajudar a arrumar outro emprego e não recuse, quando cheguei no estúdio ele veio se jogando em mim, e bom, eu gosto de jogos fingi estar interessado e falei que o cheiro dele não me atraia, e só talvez eu tenha insinuado que o seu é melhor - ele deu de ombros e eu arregalei os olhos surpreso - por isso ele falou aquilo do seu cheiro.

- e-eu.. eu..

- shix, tudo bem, não fale nada e por favor não fique com raiva, deixa eu te ajudar, prometo que se você conseguir, vai ser tudo por mérito seu ok? vou apenas dar um empurrãozinho.

concordei calado, ainda digerindo suas palavras.

- se você fizesse alguma exposição não seria melhor?

- bom.. - arranhei a garganta me recuperando - ser até seria, mas, uma que não tenho condições, eu precisaria de alguém que patrocinasse, e nenhum empresário iria fazer isso com um simples estudante, e outra que não tenho material.

- qual seu ramo Louis?

- eu gosto de fotografar paisagens, mas ultimamente tenho aprendido a gostar de fotografar pessoas também. - dei de ombros.

- sabe, Zayn é muito chato para gostar de algo, e se ele gostou tanto de suas fotos a ponto de pedir pra ele algumas, é porque você realmente é muito bom. Se a Styles patrocinasse você?

- oque ? Isso seria incrível, mas... Não .. não Harry , eu não posso aceitar.. serio - soltei uma risada constrangedora me afastando - .. eu agradeço de verdade sua ajuda. Mas não posso.

- hey calma - voltou a se aproximar - vamos fazer assim, você me dá alguns materiais seus, se quiser mandar algo que já tenha feito ou fazer novos é com você mesmo, vou lhe dar um tempo para arrumar isso. Dependendo da opinião de Zayn e mais algumas pessoas, como acionistas da empresa nós conversamos melhor e eu patrocino sua exposição, Quero levar a Styles para outros ramos entende? E isso seria mais um voto de confiança, você me prova que realmente tem talento e pode fazer isso, e eu provo a você que confio em ti para ficar próximo a Noah, eu vi seu entusiamos no vídeo falando dele Louis, vi como você é encantado por ele assim como ele é por você, e eu posso fazer algo para te ajudar já que quem te meteu nessa enrascada fui eu.

- eu.. eu posso pensar? eu não quero aceitar, porque não acredito que aceitando sua proposta isso vá fazer você confiar em mim, acho que é até ao contrario, vou estar me aproveitando de você. Acho que tem outros métodos para poder fazer isso.

- ok, você nem percebe o que faz - ele sorriu apertando minha mão - tudo bem, você tem seu tempo para pensar ok?

- obrigada, eu realmente gosto do Noah Harry, conhecer o pequeno foi a oportunidade mais incrível que tive, vê-lo pessoalmente é ainda melhor do que por fotos, eu me encantei com ele, e fiquei ainda mais encantado em vê-lo como ele realmente é pessoalmente, Noah é incrível, o jeito dele, os gostos, isso tudo é tão diferente, mas me encantou, e eu realmente gostaria de fazer parte da vida dele. Quer dizer, quando alguém iria pensar que um omega com pose de alfa fosse assim não é? - falei envergonhado

- as aparências enganam Louis, conhecer você pela internet é uma coisa, mas o seu brilho interior, quem conhece são apenas as pessoas que podem lidar contigo.

- sabe.. - antes de falar alguma coisa uma bolinha de peles pulou em meu colo e outra no colo de Harry, filhotinhos.. que lindos.

- oh, ai estão vocês, acho que tem alguém com fome hm ? - Harry perguntou para as bolinhas que Miaram em conjunto. - ok - ele riu - entendi, venha Lou , dusty, venham comer.

oi? Lou?

Ele se levantou e os dois gatinhos saíram correndo do sofá o seguindo, levantei e fui atras dele também.

- Oi - ele sorriu quando me viu entrando na cozinha.

- hm. oi?

- o que houve?

- ahn.. nada, mas é que .. e-eu não sei ? to meio confuso.

- como assim ?

- ahn.. você falou "vem Lou".

- aaaah.. - ele gargalhou, suspendi a sobrancelha confuso ainda - é que Noah decidiu colocar o nome do gato de Louis. - arregalei os olhos - e como ele ganhou tem pouco tempo, ele meio que não aprendeu a pronunciar o nome direito, então falei pra ele encurtar, e acabou que o gatinho só atende assim agora - ele sorriu voltando pra perto de mim. Noah está muito entusiasmado comigo, e isso só me prova ainda mais..que eu não posso magoar essa criança, na verdade nem quero.. Mas se acontecer sem que eu perceba, Harry me mata.

Harry chegou perto de mim depois de por o leite e ração para os filhotinhos, o encarei e ele sorriu.

Confesso que ter o corpo de Harry perto do meu me dá umas sensações que não sei definir, sensações essas que são boas, boas até demais, porque sei que quando for embora vou senti falta.

- entendi. - sussurrei com nossos rostos perto, Harry encostou os lábios na minha testa e eu suspirei de olhos fechados sentindo o choque de sua pele contra a minha.

- esta quase na hora de buscar Noah. Quer que eu te leve pra casa?

- Ah.. e-eu .. eu pensei que pudesse vê-lo. - fui diminuindo a voz e baixei a cabeça nervoso.

ele suspirou, segurou minha mão e com a outra levantou meu rosto.

- vamos deixar para próxima? por favor? Eu.. por mais que te conheça melhor agora, ainda não sei como organizar essas coisas na minha cabeça, está tudo tão confuso - suspirou e voltou a olhar nos meus olhos - me dá um tempo para arrumar tudo aqui dentro ok ? - apontou pro coração. Assenti concordando

- eu .. eu posso te abraçar?

Harry arregalou os olhos dando um passo pra trás e logo percebi.

Não devia ter feito isso.

- ahn , entendi. ok.. é... me desculpa. é.. bem, tchau .

Me afastei e sai rapidamente da cozinha indo para porta da sala, mas antes que eu pudesse abri-la sinto Harry me puxando.

- calma, eu.. eu só fui pego de surpresa. Eu nunca negaria uma abraço Louis.

- não, eu .. acho que fui longe demais, está tudo bem. - respirei fundo - vou indo para não te atrasar a pegar o pequeno - sorri meio fraco, antes que eu pudesse voltar a me virar Harry agarrou minha cintura e me puxou para seu peito.

Arfei um pouco pelo susto, mas assim que senti seus braços em volta de mim, relaxei e o abracei de volta com minha cabeça em seu peito, seu cheiro .. Oh deus, me sinto em casa.

|x|

Harry tinha feito questão de me deixar em casa, mesmo negando, no fim tive que aceitar, a despedida no carro foi meio estranha. Ter Harry por perto por tanto tempo mexeu muito comigo, e confesso que esses sentimentos, os toques e as caricias que rolaram hoje, me deixaram meio aéreo.

Eu nunca esperei nada disso, e pra falar a verdade parando para pensar em tudo o que rolou, eu não me reconheço, porque esse Louis de hoje, não é o Louis de sempre.

Talvez, mas só talvez, perto de Harry Styles eu seja apenas um omega comum, que não precisa se esconder do mundo e se fingir de forte para ninguém pisar em cima. Bom, só talvez, eu consiga me sentir seguro e confortável em seus braços, mas assim, só talvez mesmo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...