História Beijinho do dia das crianças - Jikook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 38
Palavras 880
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: LGBT, Yaoi (Gay)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cheguei com um especial dia das crianças! Hihi

Aviso: vai ter erros de escrita propositais.

Boa leitura ^^💜

Capítulo 1 - Tenho um presente pra você, Jiminie...


Jungkook pov

Hoje é dia das crianças, mais eu esqueci de comprar algo pra meu melhor amigo, o Jimin. Eu gosto dele desde o ano passado,  acho ele tão fofo e bonito! Como de costume ele com certeza vai me dar um presente, ele nunca se esquece, e sempre dá uma coisa que eu estava querendo, só que nem contei pra ele! Eu tava andando pela escola, até Jimin pular em minhas costas e eu ri ao ver ele caído do meu lado, com um sorriso fofo. 


- Jungkookie! - Me abraçou e beijou minha bochecha. - Feliz dia das crianças! - Falou animado, e eu sorri com medo, o que eu poderia fazer pra ele, pra ele não achar que eu esqueci?... 


- Jimin-ssi, venha cá! - Me levantei e o puxei para um canto da escola, queria distrailo até eu pensar em uma coisa pra dar pra ele. 


- Gukkie, você tá estranho. - A gente tava andando fazia uns minutinhos, e eu estava de cabeça abaixada e o Jimin do meu lado, me olhando. - Esqueceu do dia foi? E por isso não comprou presenti? - Arregalei os olhos, por duas coisas, a primeira é da pergunta que o Jimin fez, segunda, é sobre a ideia que tive


- O presente que vou te dar não é preciso comprar. - Sei um sorrisinho de lado e paramos de andar, ele me olhava confuso. 


- Como assim? - Me sentei na grama limpinha e fiz ele se sentar do meu lado. 


- É que... Não é bem um presente eu acho... - E se ele não gostar? Cocei a nuca nervoso com esse pensamento. 


- O que é, Gukkie?! - Falou meio animado e impaciente. - Eu já estou agoniado! - Reclamou fazendo bico.


- B-bem... - Falei corando e vi ele sorrir de ladinho. - Talvez... Você não goste... Ou ache nojento ou errado... - Jimin pegou em meu rosto, e faz eu o olhar. 


- Tudo que vem de você eu gosto Gukkie... - Sorriu e eu acabei sorrindo. 


- Você é um anjo sabia? - Me deitei em cima dele, que riu de forma fofa e começou a fazer carinho em meu cabelo, fazendo eu ficar mais seguro. 


- Olha quem fala.


- Não sou não. - Olhei para ele fazendo bico, achei estranho ele ficar me olhando, e só depois respondeu. 


- É sim. - Riu e beijou minha testa, isso virou normal entre a gente. Uma vez até perguntaram se a gente namora, por termos entrado na escola de mãos dadas. 


- Para de me tratar como o mais novo.


- Mas eu gosto! - Fez birra de forma engraçada, e eu ri. 


- Tá... Só por que eu gosto de te agradar. - Menti e ele me deu um tapa. - Caraca! Eu tô mentindo! É por que gosto muito de você. 


- Desculpa... - Beijei o queixinho dele. - Você mente muito bem... E eu acredito... 


- Oh me... Mochi... - Eu iria falar "meu", mas digamos que ele ficaria confuso. Falei dessa forma, ao ver a carinha que o Jimin fez. 


- Mas... O que é o presente? - Ao Jimin fazer essa pergunta, eu voltei a ficar nervoso e engoli em seco. 


- Não... Me bata depois disso... E por favor, nem se afaste. - Peguei no rosto dele, continuando em cima do seu corpo, e o dei um selinho. Por puro medo eu fechei os olhos. Alguns segundos depois separei nossos lábios, e ao abrir os olhos me surpreendia ao ver que ele fechou os olhos, ele gostou? 


- Adorei o presente. - Ele abriu os olhos e falou sorrindo, tão fofo. 


- Eu achei que você iria odiar... - Falei rindo de mim mesmo, mas estava rindo de alívio também. 


- Nunca... - Fez carinho em meus cabelos, até que começou a me olhar com uma carinha pidona e um biquinho. - Gukkie... - Aumentou o bico e me puxou para mais perto, enquanto passava suas pequenas pernas pela minha cintura, nos deixando bem próximos. 


- Para de ser fofo... - Cherei o pescoço do Jimin e ele deu um sorrisinho. Eu sabia o que ele queria, mas estava o deixando com mais vontade. 


- Jungkookie... Para... - Ele reclamou manhoso e fiquei com o rosto em frente ao dele. Fiz carinho na bochecha dele e o beijei de verdade, só que sem língua né. Separamos o beijo por falta de ar e ficamos nos encarando. - Eu te amo. - Falou fofo e me abraçou. 


-Eu também te amo. - Retribui o abraço, nunca achei que isso iria acontecer. Ficamos mais alguns minutos um juntinho do outro, até que o sinal tocou para entrarmos também. 


- Vamos Jungkookie! - Exclamou se levantando, mas eu o puxei e me ajoelhei em frente a ele. - O que é isso? 


- Jimin-ssi... Você aceita namorar comigo? - Eu não sabia se esse namoro iria durar, mas pelo menos, eu iria namorar Park Jimin. 


- Sim! - Se jogou em cima de mim e deu beijos pelo o rosto. - Agora é melhor a gente ir, se não a professora briga. - Me ajudou a levantar e lá fomos nós, indo ter que estudar, que bom que somos da mesma sala. 




Notas Finais


Ficou merda e curto eu sei... Mas... É apenas para entreter sabe...

Bjs😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...