História Bela adormecida (Versão Yaoi) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias A Bela Adormecida
Personagens Personagens Originais
Tags Lemon, Yaoi
Visualizações 173
Palavras 250
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura meus amores.

Capítulo 3 - Churrasco


18:22

- Me deixa sair! Me deixa sair! - gritava o cavaleiro amarrado nas masmorras.

- Claro - o Dieval entra no lugar - vou deixar meu prisioneiro fujir só porque ele pediu.

- Deixe de sarcasmo e me deixe sair daqui.

- Não, eu quero você bem aqui.

- Por que?

- Não sei, uma hora eu penso em uma desculpa pra não adimitir só porque não quero ficar sem alguém pra conversar de novo.

- Então é isso, quer conversar? Eu converso com você, mas me solta primeiro.

- Quer sair correndo daqui é? - ele solta o cavaleiro e segura ele no lugar com magia.

- Aposto que nunca mais falou com alguém nesse último ano.

- O loiro azedo adormecido conta?

- Não...espera, você fica falando com ele?

- Claro, fico xingando e ameaçando ele, sera que ele escuta?

- Acho que não, mas por que você colocou ele pra dormir? O que ele te fez?

- Nada, mas o pai dele fez a minha mãe de carne pra churrasco e jogar p filhinho dele no sono eterno foi um ótimo meio de vingança.

- Deixa disso, o príncipe não tem que pagar por isso.

- Não mesmo, mas assim é mais divertido.

- Não é não, acorda ele, por favor.

- Mesmo se eu quisesse só um beijo de amor tira ele do tranze, ou seja, se ele amar alguém que ame ele me avisa, eu mesmo torço o pescoço dessa vagabunda.

- Vagabunda?

- Quem sr atrever a beijar o que é meu é vagabunda.

- Parece até que se casou com ele.

- Calado, corvo...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...