História Bela Redenção - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias As Peças Infernais, Os Artifícios Das Trevas (The Dark Artifices), Os Instrumentos Mortais
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Aline Penhallow, Camille Belcourt, Clary Fairchild (Clary Fray), Emma Carstairs, Isabelle Lightwood, Jace Herondale, Julian Blackthorn, Magnus Bane, Maia Roberts, Mark Blackthorn, Raphael Santiago, Sebastian Verlac, Simon Lewis, Stephen Herondale, Tessa Gray, Will Herondale
Visualizações 100
Palavras 1.644
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


*desviando das facas*
Não se acalmem, vem mais treta por aí 😂😂
BOA LEITURA!!

Capítulo 33 - 33


— Você parece nervoso — falei. — Ele vai sentir seu cheiro a um quilômetro de distância se você não se preparar.

Jace me olhou de relance, mas, em vez de me direcionar o olhar de raiva que eu esperava, lançou mão de um controle fantástico, simplesmente desviando o olhar.

Uma batida à porta nos fez voltar ao assunto em questão, e eu fui atender.

— Bom dia, Clary — Julian disse, um brilho eufórico no rosto.

— Entra, Julian. — Dei um passo para o lado, deixando-o passar, enquanto tentava impedir que a culpa pesada que eu sentia arrancasse meu sorriso digno de Oscar. — Como passou a noite? Não preciso dos detalhes, só estou sendo educada.

Julian deu uma risadinha e depois percebeu os lençóis dobrados, a coberta e o travesseiro no sofá.

— Ah — ele disse, esfregando a nuca. — Melhor que a sua, irmão. Será que, hum... devo voltar depois? A recepção me deixou um bilhete, dizendo que você precisava de mim aqui às seis.

— É — Jace disse, enfiando as mãos nos bolsos. — Senta, Jules.

Julian foi até o sofá e sentou, nos mirando com olhos preocupados.

— O que está acontecendo?

Sentei na beirada da cama, mantendo os ombros relaxados e tentando não parecer ameaçadora em geral.

— Julian, precisamos conversar sobre seu envolvimento no incêndio de 19 de março.

Ele franziu as sobrancelhas, depois deu uma risada sem humor.

— Como é que é?

Continuei:

— O FBI andou investigando o caso, e o Jace conseguiu arrumar um acordo pra você.

Julian entrelaçou as mãos.

— O FBI? Mas ele é um executivo de propaganda. — E apontou para o irmão. — Diz pra ela, Jay. — Quando Jace não respondeu, os olhos de Julian se estreitaram. — O que está acontecendo aqui?

Jace baixou o olhar e depois encarou o irmão.

— Eu não trabalho com propaganda, Jules. Sou agente especial do FBI.

Julian o fitou durante dez segundos e então caiu na gargalhada.

— Ai, meu Deus, cara! Você estava começando a me assustar. Não faz isso comigo! Sobre o que é que você precisa conversar comigo? — A risada desapareceu quando Jace não sorriu. — Jay, para com isso.

Jace mudou o peso do corpo de lado.

— Estou trabalhando com meu chefe há um ano, Julian, tentando negociar um acordo pra você. Eles sabem que você estava na Eakins. O plano da Emma não funcionou.

Julian balançou a cabeça.

— Que plano?

— Do casamento em Vegas ser um álibi para te livrar da prisão — Jace disse, tentando manter a expressão relaxada.

— A Emma casou comigo pra me livrar da prisão?

Os olhos de Jace desabaram, mas ele assentiu.

— Ela não quer que você saiba.

Julian se levantou num pulo, agarrou a camisa de Jace e o jogou contra a parede do outro lado do quarto. Eu me levantei, mas Jace ergueu a mão, me avisando para ficar longe.

— Qual é, Julian você não é burro. Não estou dizendo nada que você não saiba — resmungou.

— Retira o que disse — Julian fervia. — Retira o que você falou da minha esposa.

— Ela tinha dezenove anos, Julian. Ela não queria se casar, até você correr o risco de ser preso por organizar a luta.

Julian tentou dar um soco no irmão, mas este se abaixou. Eles brigaram e Jace conseguiu a vantagem, prendendo o irmão mais novo na parede com o antebraço.

— Para com isso, merda! Ela te ama! Ela te ama tanto que fez uma coisa que não queria fazer nos próximos anos só para salvar a sua pele, seu idiota!

Julian estava respirando com dificuldade e levantou as mãos, se rendendo.

Jace o soltou, dando um passo para trás, e Julian deu um soco, atingindo-o no maxilar com força. Jace agarrou o próprio joelho com uma das mãos e apertou o maxilar com a outra, tentando se acalmar.

Julian apontou para ele.

— Essa é por mentir para o papai.

Jace se empertigou e levantou o dedo indicador.

— Chega. Não me faz te dar uma surra. Já estou mal o suficiente.

Julian olhou para mim, me analisando.

— Você é mesmo do FBI?

Fiz que sim com a cabeça, olhando preocupada para ele.

— Não me faz te dar uma surra também.

Ele deu uma risada.

— Eu teria que deixar. Não bato em garotas.

— Eu bato em garotos — falei, ainda com a guarda levantada.

Jace esfregou o rosto e ergueu as sobrancelhas.

— Você bateu com mais força do que costumava.

— E nem foi com toda a minha força, babaca — Julian debochou.

Jace mexeu o maxilar de um lado para o outro.

— A Emma ganha pontos pela criatividade, Jules, mas os registros mostram que você comprou as passagens com seu cartão de crédito bem depois do início do incêndio.

Julian simplesmente assentiu.

— Estou ouvindo.

— Também estou trabalhando em um caso que envolve uma quadrilha de lavagem de dinheiro e tráfico de drogas em Vegas. Chefiada por um cara chamado Malcom Fade.

— O Malcom? — Julian perguntou, claramente confuso. — Jay, você está falando sério, porra? Você é do maldito FBI.

— Foco, Julian. Não temos muito tempo, e isso é importante — Jace soltou. — Você está muito encrencado. Meu chefe está esperando uma resposta hoje. Entendeu?

— Que tipo de encrenca? — Julian se recostou no sofá.

— Você vai ser indiciado pelos mesmos crimes de homicídio que o Bartholomew . Vai passar um tempo na cadeia.

— Quanto tempo? — ele perguntou. Parecia um garotinho assustado quando olhou para o irmão com os olhos azuis-esverdeados arregalados.

— O Bat pegou dez anos — Jace disse, tentando manter a expressão rígida. — Não vejo sua sentença sendo muito diferente disso. A mídia está de olho. Querem retaliação.

Julian baixou o olhar e levou as mãos à cabeça.

— Não posso ficar tanto tempo longe da Emma.

Suas palavras atingiram meu coração. Ele não se importava de ir para a cadeia, só não queria ficar longe da esposa.

— Você não precisa ir para a cadeia, Julian — falei. — Seu irmão passou muito tempo se esforçando muito pra garantir que isso não aconteça. Mas antes você tem que concordar com uma coisa.

Julian olhou para Jace e depois para mim.

— Tipo o quê?

Jace voltou as mãos para os bolsos.

— Eles querem te recrutar, Jules.

— A máfia? — ele perguntou e balançou a cabeça. — Não posso lutar para o Malcom. A Emma me largaria.

— Não a máfia — Jace continuou. — O FBI.

Julian deu uma risada.

— O que eles querem comigo? Sou um universitário... um personal trainer de meio expediente, porra.

— Eles querem usar seu contato com o Carstairs e o Malcom para obter informações sobre o funcionamento interno das operações ilegais dos dois — falei.

— Eles querem que você trabalhe como agente secreto — Jace esclareceu.

Julian se levantou e começou a andar de um lado para o outro.

— Ele vai querer que eu lute pra ele, Jay. Não posso fazer isso. Vou perder minha esposa.

— Então você vai ter que mentir — falei casualmente.

Julian olhou para mim e depois para o irmão, cruzando os braços.

— Vão se foder, vocês dois. Não vou fazer isso.

— O quê? — Jace disse.

— Não vou mentir para a Em's.

Jace estreitou os olhos.

— Você não tem escolha. Você pode mentir para a Emma e ficar com ela, ou ir para a cadeia e perdê-la.

— Não vou mentir. Posso contar pra ela? Ela cresceu perto de homens como o Malcom. Ela não vai abrir o bico.

Jace balançou a cabeça.

— Você vai colocá-la em perigo.

— Ela vai ficar em perigo se eu foder esses caras! Você acha que eles vão me dar um tiro na cabeça e acabar com a história? Gente como eles mata a família toda. Teremos sorte se pararem na Emma. Eles provavelmente vão continuar até o papai e a Helen, o Mark e o Will também! Que merda você fez, Jay?

— Me ajuda a pegar esses caras, Julian — Jace pediu.

— Você vendeu a gente. Em troca de quê? De uma maldita promoção? — Julian balançou a cabeça.

Eu me encolhi internamente. Eu sabia que Jace estava morrendo por dentro.

— O papai falou que a gente não podia trabalhar na polícia. A mamãe não queria!

Jace suspirou.

— Diz o cara que está estudando direito penal. Você está perdendo tempo, Julian. A Emma vai acordar daqui a pouco.

— Você fodeu a gente! Seu filho da puta! — Julian gritou, dando socos no ar.

— Acabou? — Jace perguntou, a voz calma.

— Não vou mentir para a Emma. Se eu tiver que mentir para ela, não tem acordo.

— Então você não vai aceitar o acordo? — Jace perguntou.

Julian entrelaçou as mãos no topo da cabeça, parecendo confuso.

— Não posso mentir para minha esposa. — Seus braços penderam na lateral do corpo, e seus olhos ficaram vidrados. — Por favor, não me obrigue a fazer isso, Jay. — Seu lábio inferior tremia. — Você é meu irmão.

Jace o encarou, sem palavras.

Mudei o peso do corpo de lado, mantendo um olhar confiante.

— Então você não devia ter se envolvido numa atividade ilegal que provocou a morte de cento e trinta e dois universitários.

O rosto de Julian desabou, e sua cabeça pendeu para frente. Depois de um minuto, ele esfregou a nuca e olhou para mim.

— Vou pensar — disse, indo em direção à porta.

— Julian — Jace chamou, dando um passo.

— Eu disse que vou pensar.

Toquei o braço de Jace e tomei um susto quando a porta bateu com força.

Ele agarrou os joelhos, ofegando em busca de ar, e caiu no chão. Sentei ao lado dele, abraçando-o com força, enquanto ele soluçava em silêncio.


Notas Finais


Confesso que estou com pena do meu nenê loiro ;-;
Clary consolando o (ex) boy mesmo depois de tudo QUE MULHER!!
Julian fazendo o que todas nós queríamos fazer no capítulo anterior QUE SOCO kkkk

BEIJO SUAS DIVAS 💚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...