História Believe in Your Dreams "NaLu" - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Nalu
Visualizações 69
Palavras 971
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Fantasia, Hentai, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi mais um cap...

Boa leitura a todos

Capítulo 3 - Que????


Fanfic / Fanfiction Believe in Your Dreams "NaLu" - Capítulo 3 - Que????

No outro dia~


- Aqui estão as ideias dos quadros e das esculturas, além de alguns adereços que eu tenho em mente – Natsu 

- Uau, gostei bastante do que vi – ele deu um sorriso assustador e logo pega sua xícara de café dando um belo gole – Bom, pelo que eu vi aqui, você quer retratar dos sentimentos mais fundos do que eu falei, gostei, bom pelo que percebo que vai precisar de uma modelo feminina – Elfman 

- Sim, mas no momento, quero apenas trabalhar nas esculturas e nos quadros pichados, com os sentimentos, sabe nada de tradicional, quero renovar a arte – Natsu 

- Assim que se fala – eu sorri tímido – Bom, mas você vai precisar de uma auxiliar pelo menos, deixe eu ver o meu quadro de funcionários e qualquer coisa eu te falo – Elfman 

- Não precisa – tentei protestar mas não consegui – Natsu 

- Precisa sim, bom acho que já sei quem eu tenho em mente, como hoje e sexta, na segunda bem cedo ela estará em sua casa – Elfman 

- Posso ao menos saber o nome dela? - Natsu

- Lucy – Elfman

- Lucy? Nome bonito – dei um sorriso amarelo e logo dei o último gole do meu suco de amora, me levantando e indo para a porta – Então, uma semana antes da exposição eu venho aqui redecorar a galeria, para harmonizar com os quadros – ele assentiu e eu sai – Lucy? - saio da galeria e vou para o parque, colocar tudo em ordem na minha cabeça, tipo! Foram muitas coisas que aconteceram de uma vez só, eu vou fazer uma exposição, vou ser um pintor renomeado, vou ter fama e vou ter uma auxiliar! Mudei de casa em apenas dois dias – Que vidas movimentadas, se tornou a minha – me sentei no banco e logo peguei meu caderno, olhando para os lados e vendo uma cena fofa, um homem idoso com seu netinho no colo lendo um livro, comecei a rabiscar o caderno, mostrando apenas as feiçõesdos mesmos, assim passei o resto da tarde, desenhando e pintando – Natsu

A noite chegou e com ela o frio começou a se manifestar, devagarinho as pessoas iam se abracando, davam suas mãos umas para as outras, beijos, abraços, carinhos, tudo o que eu podia imaginar estava acontecendo na noite fria de Magnólia. Todos estavam agasalhados de umas maneiras deslumbrantes, mas também pude perceber que ninguém ao menos se preocupou com o senhor que estava deitado na calçada fria, se tremendo e implorando por ajuda. Mesmo tendo esses carinhos uns com os outros, eles só se importam com quem está vestindo a blusa da Titânia moda, de grupos famosos, bolsa da Prada, seus relógios mediterrâneos, sobretudos de camurça. Isso é vida? E aqueles que são menos favorecidos com oportunidades? Eles não os veem? São pessoas que só enxergam quantos zeros você tem em sua conta bancaria?

- Senhor, por favor vista isso – tirei um dos casacos que eu estava usando e meu cachecol e dei para o mesmo, que sorriu e vestiu – Está se sentindo melhor? - Natsu 

- O-obrigado – ele tossiu – senhor

- Aqui, tem o suficiente para comprar algumas roupas, comida e para você ficar em algum alberge … Ache um emprego, e compre uma casa – me levantei – Bom final de semana – segui caminho ate eu sentir que estava sendo observado, na hora me virei para trás e vi a sombra de alguém atrás da árvore, parei e fiquei observando, logo desisto de saber quem era e segui viagem ate minha casa – Clima, ó clima! Me pegou de jeito né? - estava com minha face voltada ao céu quando sorri ao sentir um pequeno floco de neve cair em meu rosto – Jack Frost? - sorri e entrei em minha casa – Natsu 


Domingo de Noite~


Estava sentado em minha cadeira, olhando algumas pinturas que eu já tinha feito, sobre o que Jackson havia me pedido, alguns quadros sobre dor, outros de sofrimento, abandono, medo, apenas sentimentos tristes, preciso me animar um pouquinho, não? (brigando com o próprio pensamento)

- Você não pode? - Natsu consciência

- Posso sim, preciso fazer quadros sobre alegria, esperança – Natsu

- Precisa porra nenhuma – Natsu consciência

- Cala boca que eu mando nessa porra – Natsu 

Realmente preciso de uma auxiliar, senão eu vou pirar daqui a pouco. Olhei o relógio e já são 23:55, preciso dormir, para amanhã! Vou para o banheiro tomo um bom banho e depois vou direto para o meu quarto, deixando a porta dele aberta e capotando na cama


Sonho On~


- Ei você! Espere – estava uma menina em minha frente de costas para mim, enquanto a chuva caia sobre os nossos corpos - Quem é você? Porque me segue? Porque? - Natsu 

- Um dia você vai descobrir… Natsu – ela vira seu rosto, quando um raio cai perto de nós – menina


Sonho Off~


- Aaaah – me levantei ao som de batidas em minha porta – JÁ VAI – do jeito que eu estava fui para atender a porta, comecei a esbarrar em todos os cantos da casa, estava já com um baita dor de cabeça, quando eu abro a porta – Oi – meus olhos estavam bem fechadinhos – Quem é você? - Natsu

- Sua nova auxiliar – abro meus olhos e fico estático – Não vai me convidar para entrar? -ela sorri sem graça e eu cedi passagem – Lucy 

- “V-você? É e-ela?” – pensei comigo – pode entrar - Natsu 

- Licença – ela cora e vira seu rosto – Lucy 

- O que foi? - então eu me lembro que só estou de cueca – Só um momento por favor – sabe o que é ser mais rápido que o Flash? Você não sabe? (risos) é Natsu Dragneel correndo quando faz alguma besteira, me troquei, coloquei um moletom verde, uma regata branca, e chilenos – Voltei… cadê você? - Natsu 

- Aqui! - ela aparece com uma xícara de café e torradas – Lucy 

- Obrigado – Natsu

- Bom, eu vou morar aqui com você – Lucy 

- O que? – Natsu 


Notas Finais


O que acharam????? Até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...