História Believer - Imagine Min Yoongi (Suga) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias (G)I-DLE, Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS), Black Pink, IKON, Monsta X, Pentagon (PTG)
Personagens Bobby, E'Dawn, Hui, I'M, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Joo Heon, Jung Hoseok (J-Hope), Ki Hyun, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Minnie, Personagens Originais, Rosé, Show Nu, Soyeon, Won Ho, Yuqi
Tags Ação, Agust D, Bangtan Boys, Bts, Hoseok, Jimin, Jin, Jungkook, Min Suga, Min Yoongi, Monsta X, Pentagon, Romance, Suga, Tae, Yoongi
Visualizações 413
Palavras 2.424
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Volteii aa

Finalmente tive um tempinho :)

Boa Leitura <3

Capítulo 3 - O Vilão


Fanfic / Fanfiction Believer - Imagine Min Yoongi (Suga) - Capítulo 3 - O Vilão

Pov's S/N


Percebi que cada segundo que passava mais pessoas me olhavam então olhei para baixo tentando esconder meu rosto com o cabelo. Esse é o ruim de ser famosa, você não pode andar livremente sem ser parada por um monte de gente querendo fazer fofoca ou tirar uma foto


Logo olhei para o garoto que estava na minha frente e me lembrei que ele estava ali, o que fazia tudo ficar pior, logo nos noticias seria lido "Filha da BlackWhite Entertainment é vista com criminoso" e o pior não séria o que as pessoas pensariam de mim e sim do que minha mãe pensaria


- Pega isso - Olhei novamente para o garoto que me estendia uma máscara branca 


- Não precisa, acho melhor você colocar duas - Falei e logo ele tirou outra de seu bolso


- Pega logo - Falou sem paciência e peguei a máscara de sua mão colocando no rosto em seguida - Acho melhor você ir, não vai querer ser vista com um criminoso não é?


- Na verdade... Eu já tinha que ir de um jeito ou de outro, minha mãe está irritada - Falei e ele mexeu os ombros


- Como eu já disse, não tem ninguém te impedindo - Falou e eu ri fraco


- E como eu te disse, você é muito arrogante - Mude ver seus olhos diminuirem um pouco e soube que ele estava sorrindo 


- S/N QUEM É ELE? - Olhei para a garota que tinha gritado - É SEU NAMORADO?


- Tchau Sr. Arrogância - Falei e ele arqueou a sobrancelha


- Tchau garota chata - Neguei com a cabeça e olhei para baixo saindo daquele lugar


Pra falar bem a verdade eu nem sabia direito onde ele tinha me levado, só seguia o caminho que minha intuição dizia que era o correto, e bom... Parece que eu tenho um ótima intuição porque já me localizei


Arregalei os olhos quando vi minha mãe conversando com Sun Hee na frente da empresa. Respirei fundo e fui na direção das duas já me preparando para ouvir um sermão daqueles, gelei quando senti o olhar irritado da minha mãe em cima de mim


- Olha só se não é S/N/C aparecendo depois de 1 horas seguida - Minha mãe falou e arregalei os olhos


- O que? Se passou uma hora? - Perguntei relando no bolso de trás da minha calça procurando o celular... Só era o que faltava, deixei meu celular lá


- Sim, desde que você saiu correndo da sala de ensaio se passou uma hora dongsaeng - Sun Hee nunca perdia a oportunidade de me lembrar que era 1 ano mais velha que eu


- Eu... Nem percebi - Disse e vi minha mãe vida e - Mãe?


- Estava conversando com Sun Hee e é o seguinte... Vou te dar uma oportunidade de performar sua música - Minha mãe disse e eu sorri


- Believer? - Ela assentiu - Jura?


- Mas tem uma condição - A olhei atenta - Vou te dar duas semanas pra ensaiar e melhorar... Depois dessas duas semanas vamos fazer um teste com você e Sun Hee, quem cantar melhor performa a música - Meu sorriso desapareceu


- Vou dar o meu melhor Sra. Hye - Falou Sun Hee sorrindo falsa e eu olhei para baixo - S/N, tudo bem? Parece estar com medo - Olhei para garota revirando os olhos


- Estou ótima, e não, nao estou com medo - Falei me curvando para minha mãe e entrando no prédio


Era só o que me faltava, eu compor a música e ainda ter que fazer a merda de um teste para ver se "canto melhor" a minha música, MINHA música. Mas tudo bem, se Sun Hee queria tanto que isso virasse uma competição, então virou... E eu juro que vou vencer


Fui até o meu estúdio e vi a maçã que minha mãe tinha me deixado, ignorei fechando a porta e sentando na cadeira cansada. Como eu consegui perder meu celular? Fala sério eu sou tão burra a esse ponto?


Me lembrei do celular reserva que minha mãe me obrigava a ter, pela primeira vez agradeci ela por sempre falar que um dia iria precisar. Abri uma das gavetas e encontrei o celular, peguei o mesmo ligando 


Logo quando ligou não demorei para pensar em ligar para o meu celular, isso pode dar merda? Na verdade tem uma grande chance, mas dane-se. Disquei rápido o número do meu celular e esperei pra ver se alguém atendia


"- Alô - Arregalei os olhos surpresa

- Min Yoongi?

- Garota chata? Por acaso está me segundo? Se está te aconselho a não fazer isso, sou uma péssima companhia

- O que? Não, eu não estou te segundo... Não sei se percebeu mas esse é o meu celular

- Ah sim eu percebi

- Pera o que? Você não mexeu neh? Quer dizer é óbvio que não mexeu, tem senha

- Mexi, tem senha mas acho que esqueceu que eu sou um criminoso não é?

- Tá brincando né? Isso é invasão de privacidade

- Eu sei, geralmente faço isso com frequência então não precisa se sentir lisonjeada 

- Você não cansa de ser grosso?

- Na verdade não

- Ah tanto faz, preciso do meu celular

- Me de bons motivos para te devolver

- O que? Está louco? Esse celular é meu

- Péssimo motivo tenta de novo - Esse idiota tá brincando comigo né

- Tem uma coisa nele que eu preciso com urgência no momento

- Hmm, por acaso essa coisa se chama Believer?

- Espera, voce realmente mexeu no meu celular?

- Uh então é, não é?

- Porque você não vira aquele garoto chato e que não fala quase nada que eu conheci a poucos minutos atras?

- Geralmente me solto mais falando indiretamente

- Percebi

- Então é isso? Precisa da música

- Como sabe que é uma música?

- O que? Ah tá na cara, algumas rimas, além de parecer seguir um ritmo, qual eu não sei ja que não fui eu que escrevi

- Você compõe não é?

- Pera o que? Não, claro que não

- Mentira, obviamente só quem escreve saberia decifrar que isso é uma música pelas rimas e ritmo, no máximo iam achar que é um poema... Você compoe!

- Não eu não componho, que merda se eu disse que não componho é porque eu não faço  

- Ok calma aí Sr. Arrogância... Só quero meu celular ok?

- Depois me deixa em paz?

- Por que não deixaria?

- Certo, onde posso te encontrar?

- BlackWhite

- Tá brincando né? Eu não posso

- Pode sim, eu peço pra te liberarem

- Desde quando pode fazer isso?

- Desde quando eu nasci filha da dona da empresa?

- Você é realmente muito chata

- E você é realmente muito grosso

-Ta tanto faz, tô indo pra aí

- Pera o que? Agora?

- Sim ue, quanto mais rápido me livrar de você melhor

- Ah obrigada pela parte que me toca, outra coisa, é melhor vir com a máscara por precaução

- Tchau"


Esse garoto é realmente arrogante, parece até que o que tem de bonito tem de arrogante também meu Deus, em que idiotice eu fui me meter... Com um criminoso, que participa de lutas e é chato pra caramba, eu literalmente só me meto em encrenca


Suspirei saindo do estúdio e descendo as escadas, tinha elevador mas nunca gostei muito de andar em lugares muito fechados e apertados, me dava um certo desespero desde que eu era criança


Sentei no banco da frente esperando para avisar o segurança que podia deixar o garoto entrar. Suspirei pensando em como iria conseguir cantar melhor que Sun Hee no teste, no fundo tinha que admitir que ela era melhor que eu no vocal


- Senhorita S/N? O que faz aqui? - Kwon perguntou e eu o olhei


- Ah, estou esperando alguém - Falei e ele assentiu


- Por acaso é aquele garoto de máscara que disse que precisava falar com a senhorita? - Me levantei vendo Min Yoongi olhando para baixo


- É ele sim Kwon - Falei para o senhor que estava do meu lado


- Então posso deixá-lo entrar? - Assenti - Sim senhorita


- Kwon - Ele me olhou - Não precisa de tanta formalidade, me chame apenas de S/N a partir de hoje ok? - O mesmo concordou sorrindo e foi até o portão do prédio deixando Min Yoongi entrar


- Nunca tinha entrado em nenhuma empresa de entretenimento - Ouvi a voz rouca do garoto e olhei para o lado


- Não precisa se sentir lisonjeado - Imitei o garoto que revirou os olhos


- Pega logo a merda do celular - Começou a mexer no bolso


- Espera, é melhor subirmos... Minha mãe pode aparecer - Falei com um pouco de medo de minha mãe me pegar aqui com ele


- Tanto faz - Falou e fiz sinal com a cabeça para que ele me seguisse indo em direção à escada - Tem um elevador ali


- Não curto muito - Falei começando a subir as escadas sendo seguida pelo garoto - Por aqui - Falei entrando em uma das salas que geralmente escrevia as músicas e fechando a porta - Cadê?


- Tá aqui - Estendeu e quando estiquei minha mão para pegar ele abaixou o braço parando o olhar em um lugar


- O que é agora? - Perguntei virando e vendo para o que ele olhava, o piano - Você quer... Tocar? - Ele me olhou


- Eu posso? - Sorri fraco e fui até o piano sentando no banco e batendo no mesmo


- Se souber - Falei sorrindo sem mostrar os dentes e ele arqueou uma sobrancelha


- Está duvidando de mim garota chata? - Falou vindo na minha direção


- Talvez - Falei e ele riu fraco sarcástico se sentando do meu lado


- Se duvidar toco melhor que você - Falou e foi minha vez de rir sarcástica 


- Impossível Sr. Arrogância - Falei e ele me olhou convencido


- Dúvida? - Assenti e ele formou um biquinho fofo nos lábios - Então tá


Fiquei surpresa quando o mesmo começou a tocar as teclas brancas do piano, eu não sabia o que o garoto tocava exatamente mas era uma melodia bonita, era calma... Por incrível que parece, depois de um tempo finalmente pude ter uma ideia do que queria para minha nova música


- Você é bom - Me dei por vencida e ele parou e me olhou sorrindo convencido, pude pela primeira vez como seu sorriso era bonito


- Eu disse - Falou conhecido e eu ri fraco olhando o garoto que sorria, era incrível... Parecia que o piano tinha feito seu humor mudar completamente, pena que durou pouco 


- Eu preciso ir - Falou desmanchando o sorriso 


- O que você tem? - Perguntei e ele me olhou confuso - Eu não sei, parece que não se deixa ficar um simples minuto alegre


- Você não me conhece S/N, não diga coisas idiota  - Falou se levantando e eu olhei pra frente me amaldiçoando por ter estragado tudo


- Eu não quis... - Ele me cortou


- S/N eu estou falando sério... Eu não sou uma boa companhia - Falou e eu me levantei também


- Eu sei, você já me disse mas... - Ele novamente me cortou


- Não tem mas comigo chatinha - Falou e eu olhei o garoto confusa


- O que você tanto esconde? - Perguntei e ele suspirou 


- Coisas que se você soubesse não iria querer me ver nunca mais - Falou sério e colocou a mão no bolso da calça tirando meu celular - Aqui está...


- Obrigada - Falei pegando o celular da sua mão e vi o garoto virar de costas - Yoongi - Ele se virou para mim novamente - Não acho que seja tão ruim assim


- Então está enganada - Falou ainda sério - Posso ser muito pior do que imaginar S/N


- Por que? - Perguntei me aproximando do garoto que suspirou


- Só fique longe de mim... Eu realmente não sou a pessoa que você pensa que eu sou, eu não sou o mocinho S/N, eu to mais pro vilão - Falou me deixando um pouco assustado mas antes que eu pudesse lhe dizer algo mais ele saiu da sala me deixando sozinha


- Se não é quem eu penso que é... Então quem é você? - Falei sozinha voltando a sentar no banco


- S/N, S/N - Arregalei os olhos ao ouvir a voz de Sun Hee e me levantei rápido


- O que tá fazendo aqui? - Perguntei seria e ela riu


- Trazendo um... - Gelei, será que ela viu Yoongi? - Namoradinho pra dentro da empresa


- Ele não é meu namorado - Falei e ela riu mais uma vez


- Até porque é bem difícil alguém te querer não é? - Revirei os olhos


- Você não vai me rebaixar a esse nível Sun Hee - Falei e ela assentiu


- Aquela música é minha S/N - Foi minha vez de rir


- Por acaso foi você que escreveu? Que fez o ritmo? Que produziu? - Falei e ela me olhou seria e quando abriu a boca para falar a cortei - Cansei de seus joguinhos Sun Hee...


- Pois não acabou - Ela disse seria


- É, sabe Sun Hee... Você canta bem - Ela sorriu - Mas sem mim você nem estaria aqui, sou eu quem escreve as músicas que você canta, sou eu quem produz o ritmo, sou eu quem entrego pra minha mãe e so então ela te da... Você é boa só em cantar, em compor? Você não sabe nem metade, produzir então nem se fala


- Cala a boca - Falou e eu sorri


- Parece que você não é a única que sabe ofender - Falei e ela bufou - Eu não vou mais te carregar nas costas, não vou mais te entregar de mão beijada as MINHAS músicas


- Você não vai... Mas sua mãe vai - Umideci os labios e olhei para baixo - Você não manda em nada aqui, você é só a filha da dona e mesmo assim, ela prefere a mim do que a você


- Talvez... Mas vamos ver quem vai ganhar - Falei e ela sorriu me dando as costas e indo até a porta


- Ah S/N - Virou pra mim - Aquele seu amiguinho... Bem bonito - Eu ri


- Não vai querer conhecer ele - Falei e ela sorriu 


- Por que não? Por acaso está com medo de perde-lo pra mim como perde tudo? - Olhei sério para garota que sorria convencida


- Quer ir atrás dele? Vá em frente, porém vai se arrepender - Ela me olhou confusa e eu sorri


- Você é estranha - Falou saindo sem me deixar responder


- Eu sei que sou - Falei virando de costas e abaixando a cabeça, não queria chegar a esse nível de ter que trata-la assim, mas ela já encheu meu saco


- S/N? - Olhei para porta e sorri


- Jungkook?


Notas Finais


Caboh a:(

Se estiverem com alguma dúvida ou não estiverem gostando de alguma coisa me avisem

Desculpem qualquer erro
Beijos🖤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...