História Belo e obediente - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Bangtan Boys (BTS), Jikook
Visualizações 4
Palavras 881
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Ficção, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ATENÇÃO: A história é baseada no filme Mulan da disney, por isso vai haver muita semelhança na história, mas não será igual ou uma cópia.

Capítulo 1 - Capítulo 1


Hoje, definitivamente, é um dia que eu gostaria de evitar viver. Ir a casamenteira era a pior parte de ser um ômega, pois todos os seus pontos negativos seriam mostrados e julgados, isso define se você é digno ou não de dar honra a sua família e , sinceramente, eu não estou preparado para ser julgado, sempre fui desastrado e não sigo o melhor padrão de subimisso aos alfas.

- Jimin! Desça de uma vez! Vamos nos atrasar!

- Estou indo! Só mais um minuto mãe!

Suspirei antes de me avaliar na frente do espelho mais uma vez:

Meus cabelos estavam completamente alinhados e postos em um penteado que mostra todo o seu caimento até meu quadril, o meu Hanbok* estava completamente em seu lugar , a maquiagem não tinha nenhum defeito,destacando meus olhos e o meu cheiro de cereja tinha um leve toque mais doce por causa das fragrâncias do banho. Eu estava aparentemente perfeito, mas sinceramente, não estava nem perto disso.

- Jimin! Desça imediatamente! 

Suspirei novamente antes de ir o mais rápido possível para a entrada da nossa casa. 

- Desculpe te fazer esperar, estou pronto. 

- Finalmente Jimin! Estamos atrasados! A casamenteira não vai gostar disso! - Mamãe saiu quase correndo para a carruagem que nos levaria e a segui rapidamente.

Durante todo o trajeto fiquei reparando o quanto minha Omma era linda, delicada, elegante e seguia tudo que era pedido pela sociedade no comportamento de qualquer ômega. Outro suspiro saiu dos meus lábios ao constar que eu nunca chegaria a ser como ela. Ao notar meu desânimo ela acaricia minhas mãos e cabelo.

Meu amor, não precisa ficar nervoso, vai ficar tudo bem, você está lindo e a vovó mandou o amuleto da sorte dela- ela riu graciosamente ao colocar em mim uma pulseira de ouro com o pingente de grilo - Segundo a vovó foi ele que ajudou ela a encontrar o vovô, então vamos esperar que funcione dessa vez também, se acalme- Ela me deu um leve selar a testa e alguns minutos depois chegamos na casa da  mulher que decidirá o meu futuro. 

Eu com toda a certeza do mundo NÃO estou preparado.

- Vá lá querido - mamãe me indicou a fila de omegas a espera da casamenteira e eu me juntei a eles.

Inconscientemente comecei a me comparar com todos, a maciez do cabelo de muitos alí é vista de longe, as posturas impecáveis, um era mais perfeito que o outro e pelo visto eu era o menos favorecido de todos alí. Segurei um suspiro para não mostrar minha insegurança, eu não quero me aproximar nem mais um passo da casa dela, ancestrais ,por favor, me salvem.

A porta da casa dela foi aberta e o que parecia ser ajudante dela saiu com um pergaminho aberto, ela parou na frente da escadaria e chamou o primeiro nome:

- Park Jimin! - Eu gelei, se a maquiagem já não fosse branca seria perceptível que todo o sangue fugiu do meu rosto, não demonstrei meu medo e me dirigi a ela ,acho que, com graça, ela esperou um chegar e me acompanhou até a mesa em que a casamenteira estava e fechou a porta atrás de nós. 

- Park Jimin, se você tiver um terço do que sua mãe tem você com certeza vai dar muito orgulho a sua família, eu nunca vi ômega melhor que ela em toda minha vida- Sua fala não me deu nem uma gota de esperança, ainda que ela tenha falado com um sorriso reconfortante e por reflexo de suas palavras eu me encolhi. 

- Não se encolha! Que tipo de postura é essa? 

- Me des…

- Cale-se! Eu não mandei você falar! Acha que com esse comportamento algum alfa vai te querer?!

- Mas…

- CALE-SE! Eu já disse! Não me entende?! Ômegas só falam com permissão! Não diga mais um a! - Eu abaixei a cabeça e ela respirou profundamente - Eu não acredito que você seja filho de Park Kyung Mi, por ela te darei a chance de mostrar suas habilidades ao servir uma mesa. Venha! E arrume essa postura, agora mesmo!

A obedeci antes que fosse ainda mais reclamado, eu não acredito, nunca serei a honra da minha família, mas o que esperar de mim? Exatamente, nada! Estou tão frustrado que poderia chorar agora mesmo. Não posso! Eu tenho outra chance, vou aproveitar, ancestrais me guiem. 

Ela sentou-se à mesa de chá e me indicou o bule para eu servi-la. Não disse nada, assim como ela mandou e servi seu chá como máximo de suavidade que eu pude e me sentei a sua frente.

- Muito bem, me recite os deveres do ômega ideal.

- Delicado, obediente, elegante e respeitoso. 

- Ao menos isso você sabe- bufou de forma impaciente- Sinceramente, ainda não entendo como é um Park-  Desta vez, não me encolhi com o desprezo da fala dela, não posso dar desgosto aos meus parentes- Você nunca irá casar na sua vida ,és a desgraça da família, não obedece em nada seus deveres, devia se envergonhar disso! Saia já daqui! - Fiz uma reverência e segurei as lágrimas até estar nos braços da minha omma novamente. 

Nunca darei orgulho a minha família, esse foi meu pensamento durante todo o caminho de volta.

 

 


Notas Finais


Obrigada por ter lido em pouco tempo volto com o próximo capítulo.
* Hanbok = Traje tradicional coreano


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...