História Beloved Idol - Min Yoongi (Short-Imagine) - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Bangtanboys, Bts, Hot, Long Imagine, Romance, Suga, Sugarlandz
Visualizações 305
Palavras 992
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi mozamoreeees 😍
Como vão vocês?

~ Bem Vindos 🌹~
Espero que gostem 😉

Obrigada pelo carinho de todos 💕

Boa Leitura 📖💜

Capítulo 11 - Encontros e Reencontros


Fanfic / Fanfiction Beloved Idol - Min Yoongi (Short-Imagine) - Capítulo 11 - Encontros e Reencontros

No serviço parecia tudo tranquilo e super concentrada, S/N começou a analisar uns papéis que o seu chefe tinha mandado. A mesma fazia questão de ler parágrafo por parágrafo, para não ocorrer nenhum erro na hora que ele fosse assinar. 

O telefone tocou, tirando sua atenção e era seu chefe.

- Senhorita S/N, por favor venha ao meu escritório. - Ordenou.

- Sim senhor... - Desligou e levantou-se, indo até ele.

Bateu delicadamente na porta e após ouvir um entre, a mesma abriu entrando e o reverenciou.

- Precisa de algo? - Perguntou e ele o olhava calado.

Ela ficou um pouco incomodada e coçando a garganta, perguntou ao mais velho novamente. Ele finalmente resolveu falar.

- Vejo que durante esse meses você deu muito duro em tudo aqui na empresa. E estou muito orgulhoso que dê tanta atenção assim a ela.

Mesmo ela não ir muito com a cara dele, sorriu agradecida e sentiu um alívio no peito.

- Muito obrigada, senhor. Eu só faço o meu trabalho bem feito. - Diz tirando um sorriso dele.

- E eu agradeço o seu esforço e também peço desculpas se alguma vez fui rude com a senhorita. - Levantou-se e colocou a mão no bolso encostando-se na mesa.

Era o raio ela admitir pra ela mesmo que seu chefe era gato, porém deixou que ele percebesse sua admiração pela sua beleza e ele aproveitou o momento para admirá-la por completa.

- Olha...não vou dizer que o senhor foi sempre um anjo comigo. - Diz fazendo seu chefe sorrir. - Mas eu desculpo o senhor, sim.

- Por favor, me chame de você ou Kyung. - Diz a deixando boquiaberta.

Realmente ele era novo, apesar de liderar uma empresa renomada, ele tinha aproximadamente seus 30 anos.

- Não, não... você é meu chefe, então vou lhe chamar formalmente. - Sorriu envergonhada.

- Tudo bem, então. - Aproximou-se dela.

Ela ficou um pouco constrangida porém ficou firme.

- Eu queria lhe fazer um convite. O que acha de sair pra jantar comigo? Como amigos é claro! - A olhou ansioso.

Ela ficou intacta e gaguejando, tentou negar.

- O-Olha, eu....

- Por favor... eu quero muito que jante comigo. Eu juro que será apenas um jantar entre amigos. - Sorriu ela notou que seu sorriso era sincero. 

Notou também que ele estava diferente como de costume e seu olhar não continha malícia.

- Hum... okay. Eu aceito! - Responde o deixando feliz.

- Que bom... que tal no sábado? - Perguntou animado e ela assentiu.

- Sábado está ótimo!

- Tudo bem!

- Precisa de alguma coisa?

- Não, não... pode terminar com o que estava fazendo. - Diz super fofo e ela não acreditava nessa mudança dele.

- Okay... - Virou-se pra sair.

- S/N... - A chamou novamente.

- Sim!?

- Obrigado... por aceitar meu convite! - Sorriu.

Ela apenas sorriu e assentiu abrindo a porta e saindo.

Pela primeira vez, ela saiu do escritório de seu chefe tranquila e com uma áurea boa.

YOONGI ON

Dias Depois

- HYUNG! - Ouço Taehyung me gritando e o mesmo apareceu na minha frente.

- O que foi, Tae?

- É...pela sua cara acho que ainda não está sabendo.

- Do que você está falando? - Perguntei curioso.

- Hum...você realmente está estranho esses dias. - Sorriu.

Esses dias eu estava no estúdio tentando me concentrar em uma composição que estava escrevendo. Mas depois daquele dia, aquilo não saía da minha cabeça. Aquela garota é louca e muito esquentada. Me arrependo muito de ter feito aquilo, eu não tenho que estar correndo atrás de algo que eu sei que não vale a pena. Por isso decidir deixar isso pra lá e voltar a minha vida de antes quando eu não a conhecia.

- Deixa de ser chato e me conta logo, Taehyung. Ah quer saber, deixa pra lá. - Me extresso e quando ia me levantando ele me empurra de novo no sofá.

- Eita esquentadinho. - Debochou. - Tudo bem, vou contar. - Sentou de frente pra mim.

- Aff... - O olhei de relance.

- Sabe... Eu e os meninos estávamos saindo da bighit e adivinha com quem demos de cara? - Soltou.

- Quem? - Digo sem paciência.

- O senhor Miyazaki! - Dispara.

Aquele sobrenome me deu uma angústia tão grande, mas como não gosto de demonstrar o que sinto, fingir não ligar.

- E daí?

- Como e daí? Esse sobrenome não te liga a alguém? Ou melhor, a alguma garota?

- Isso não me interessa mais. Eu não tenho mais nada a ver com essa familia á muito tempo. - Me ajeito e ele olhou desconfiado.

- Sério mesmo? Não vai nem querer tomar uma satisfação do porquê essa "pessoa" fez tudo aquilo com você e puff... caiu fora? - Ficou sério.

- Tae... isso não me importa mais. Eu quero que aquela garota se exploda! - Digo saindo dali e ele me olhava com cara de tacho.

Realmente não ligava mais pra esse assunto. Mas Taehyung tocou na minha ferida que eu achava que tinha cicatrizado. Fiquei com aquilo na cabeça me pertubando a tarde toda e com muita raiva, peguei meu celular discando o número da minha staff pra pedir um favor. Depois que pedir, ela disse que retornaria assim que conseguisse esse favor pra mim. Horas depois, sentir meu celular vibrar e era ela.

"Me desculpe a demora, foi meio complicado contatar o acessor dela, mas aqui está o número..."

Salvei e imediatamente mandei uma mensagem pra ela.

"Eu não sei o que aconteceu entre nós e do porquê de você ter feito isso comigo. Mas se você realmente se importou com tudo que vivemos no passado, me encontre às 20:00 neste endereço."
~ Min Yoongi.

- Idiota... - Sorrir em desgosto de mim mesmo e me assusto com o celular vibrando na minha mão. 

Era ela....

"Tudo bem, vamos resolver esse mal entendido de uma vez por todas..." ~ Hyori :)

- Ela realmente está na cidade. - Pensei. Tsc... filhinha do papai, mesmo. Sempre grudada com ele. - Desdenho. - Hoje ela vai ouvir tudo que está entalado na minha garganta durante esse anos.

Continua....


Notas Finais


Gostaram Amorecas? 😏
Obrigada por lerem 😘

Indiquem o Imagine para as amigas também, ajudem a Unnie panfletando. 😍💕

Sigam meu perfil pra não perderem novidades: @sugarlandz 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...