História Bem-vinda ao paraíso - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Hawaii Five-0
Personagens Chin Ho Kelly, Daniel "Danny" Williams, Kono Kalakaua, Lori Weston, Max Bergman, Michael Noshimuri, Personagens Originais, Steven J. "Steve" McGarrett
Tags Steve Mcgarrett
Visualizações 69
Palavras 1.149
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Não tenho palavras para me desculpar pela demora, eu trabalho doze horas por dia, em seguida vou para faculdade então realmente estou sem tempo. Quero dizer que agradeço pelos comentários, são eles que me motivam a continuar. A história tem muitas visualizações e poucos comentários, portanto eu não sei se estão ou não gostando. Enfim, eu espero que gostem, infelizmente não tem nosso comandante nesse, mas ele estará no próximo.

Capítulo 3 - Belle


-Sabe Belle, às vezes eu tenho sérias dúvidas a respeito da minha vida. - Seus olhos negros encaram-me fixamente. - As vezes sinto que tudo está ótimo, mas também sinto que tem algo muito errado. - Suspiro e observo minha melhor amiga, na qual ainda encara-me sem piscar. -Preciso de conselhos garota, diga algo!

 

A minha resposta vem alguns segundos depois, resposta que acaba por me molhar da cabeça aos pés, Bella claramente percebeu que eu não lhe daria peixe algum.

 

-Isso foi completamente rude Belle. -Digo assim que sua cabeça aparece parcialmente para fora da água. - Esqueça o banquete especial, sem lulas para você pelo resto da semana. - Como se compreendesse minha fala, a foca nada até a beira do tanque e volta a me encarar intensamente, soltando um som alto. Eu abro um sorriso , em seguida retiro um peixe do vaso e jogo na água. Enquanto me levanto observo-a nadar até o peixe e abocanha-lo com uma mordida só.

 

-Você sabe que ela vai voltar para o mar em breve, não sabe?- Lucy diz assim que entro na cozinha do instituto.

 

-Sei sim. -Sorrio. -Não vejo a hora disso acontecer. -Digo enquanto enxaguo o balde vazio.

 

-Ainda bem que ela conseguiu se recuperar bem. - A morena diz enquanto corta a cabeça de um peixe. -É tão triste quando eles não conseguem se recuperar totalmente.

 

-Felizmente nossa Belle conseguiu. -Digo alegremente. -Não vai nadar tão rápido quanto as outras da sua espécie, mas ainda sim vai se dar muito bem.

 

-Estou tão feliz que você se adaptou aqui. -A mulher declara após alguns minutos de silêncio. - Quando sua avó pediu-me para te contratar confesso que fiquei receosa, você entende não é? Você parecia um rostinho bonito.

 

-Entendo sim, ser uma Blake não faz de mim genial, não é? -Ela ri, em seguida cora. -Não tem problema, todos temos uma primeira impressão sobre alguém… Espero que não me ache mais somente um rostinho bonito.

 

-Claro que não, você é uma bióloga incrível, estou feliz que faz parte da equipe. -Ela sorri enquanto ergue o balde cheio de peixes.  -Eu vou alimentar os golfinhos.

 

Assim que ela sai da cozinha decido ir até o tanque onde se encontrava Nemo, um filhote de tubarão Tigre. A cerca de uma semana ele havia sido encontrado próximo a costa por surfistas. Ele tinha um arpão atravessado próximo a sua barbatana. Felizmente nenhum acidente aconteceu, a marinha foi acionada e conseguiram trazer o animal para o instituto, onde agora ele se recupera.

 

Paro em frente ao vidro, onde o animal raivoso bate constantemente em uma falha tentativa de me capturar. Coloco a mão no vidro e suspiro dramaticamente. Eu não sei o que a de errado comigo. Eu tenho o emprego dos sonhos, um apartamento legal no Havaí, tenho uma família, mas ainda sim sinto que tem algo extremamente errado. Fazia um mês e meio que eu estava trabalhando no instituto.

 

Lucy, a fundadora do instituto era uma amiga de longa data dos Blake, quando minha avó pediu para que ela me contratasse ela ficou meio receosa, deixou bem claro que o favor era apenas um teste, se eu não atendesse os requisitos necessários ela não exitaria em me dispensar. Fora minha pessoa e Lucy, mais seis pessoas compõem a equipe do instituto oficialmente, dentre eles Carter que é biólogo pesquisador e Harry que é fotógrafo e responsável pela publicidade do instituto, temos Maddie uma veterinária maluquinha, Grace e Ruby, responsáveis pela alimentação dos animais e limpeza do instituto e por fim Ally a estagiária.

 

Eu me dei bem com todos, principalmente Harry. Nossa amizade foi quase instantânea, eu vestia uma camiseta com frase “Não preciso de um namorado, preciso de chocolate.”, ele disse que a frase resumia a vida dele já que ele havia acabado de levar um pé na bunda de seu namorado. Desde então viramos melhores amigos.

 

Depois de me fixar no emprego eu retomei parte de minha antiga rotina,voltei a correr pelas manhãs antes do trabalho, aos sábados eu praticava algum esporte. As vezes eu saia a noite para dançar com Harry, embora não fosse algo que eu apreciasse fazia meu amigo feliz, então eu fazia o sacrifício. Normalmente aos domingos eu passava o dia com meus avós, algo que os dois faziam questão.

 

   -Em que mundo você está? - Dou um pulo quando a voz de Harry tira-me de meu momento nostálgico. -Credo garota, eu nem gritei tanto assim.  -Ele diz com os olhos azuis arregalados quando coloco a mão em meu coração.

 

-Eu sei, é que eu estou meio perdida em minha própria cabeça. -Respondo aceitando o braço que ele me estende, em seguida passamos a caminhar pelo local.

 

-Você vive perdida em sua própria cabeça. -Ele sorri. -É tão esquisito e tão fofo.

 

-O que tem de fofo nisso? -Digo olhando para sua face risonha. -Eu pareço estar tendo um visão.

 

-Às vezes você abre sorrisinhos enquanto pensa. -Ele diz. -Parece estar apaixonada. -Eu o olhei incrédula, porém antes que eu abra a boca para ofendê-lo ele continua. - Mas eu não vim te procurar para falar de suas esquisitices, eu vim te convocar pro meu aniversário.

 

-Seu aniversário é mês que vem, não é? - Digo só para confirmar.

 

-É sim, mas vamos comemorar hoje. -Ele sorri maliciosamente. -Com muito estilo.

 

-Como assim hoje? -Paro de andar e encaro-o fixamente, assim como Belle faz comigo. - Porque vai adiantar assim de repente?

 

-Eu ia te dizer amanhã eu juro. -Ele junta as mãos em um gesto dramático.- Não fica brava.

 

-O que você ia me dizer traíra? - Coloco as mãos na cintura e faço uma cara de irritada. -O que está escondendo de mim?

 

-Euvolteicommeuex. -Ele diz rapidamente, me impossibilitando e compreender a frase inicialmente.

 

-Desculpe? -Digo  assim que a frase faz sentido em minha mente. - Achei ter escutado que você voltou com seu ex traidor. -Sorrio sarcasticamente. -Mas eu sei que ouvi erra, afinal você não seria tão idiota não é Harry? -Eu tenho minha resposta quando o moreno dá dois passos para trás.

 

-Ele mudou. - Eu cruzo meus braços quando ele sorri. -É sério, ele está diferente… Veja ele até mesmo fechou o camarote de sua boate para que eu levasse meus amigos pra comemorar meu aniversário. -Ele sorri. -Não fica brava comigo, sou praticamente seu irmãozinho.

 

-Eu não acredito que você voltou com ele, você sabe muito bem que ele…-Corto minha frase no meio assim que Ruby aparece no corredor e sorri para nós. Eu e ele a cumprimentamos. Assim que ela some eu digo. -Eu não acredito nisso.

 

-Você pode até me bater se quiser, mas amanhã. -Ele sorri amarelo. -Hoje nós vamos comemorar.

 

-É quinta-feira, não vou sair pra beber hoje, por mais que eu te ame. -Digo a ele. -E não a nada que você possa fazer sobre isso.

 

Belas últimas palavras.


Notas Finais


Então?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...