História Bem vindas a Los Angeles - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Grey's Anatomy
Personagens Addison Montgomery-Shepherd, Alexander "Alex" Karev, Alexandra "Lexie" Grey, Amelia Shepherd, April Kepner, Arizona Robbins, Calliope "Callie" Torres, Cristina Yang, Derek Shepherd, Jackson Avery, Jo Wilson, Leah Murphy, Mark Sloan, Meredith Grey, Miranda Bailey, Nathan Riggs, Owen Hunt, Personagens Originais, Preston Burke, Richard Webber, Stephanie Edwards, Theodora "Teddy" Altman
Tags Álcool, Comedia, Festas, Romance, Slexie
Visualizações 25
Palavras 1.927
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, LGBT, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiee desculpe a demora sksk bom eu irei organizar os dias que irei postar os capítulos, provavelmente toda quinta? O que acham. Em fim vamos ao ep, boa leitura ♡

Capítulo 8 - Admirador secreto parte 2


- caramba esse cara tem coisa viu - lexie rio pegando uma caixinha

- A Jo ainda tá limpando a cocaína do chão - April fala olhando para Jo

- vcs não vão me ajudar ? - ela perguntou inconformada

- não - falaram em união

- juro que se eu achar mais um remédio de estômago, nem sei o que eu Faço- lexie pega uma bolsinha rosa da mesa que estava ao seu lado, uma mesa normal com alguns papéis grudados, jogados, etc..

- Lex - April da um Leve riso irônico e levanta uma cartela amarela de remédio para o estômago - achei mais um

- ah pelo anjo - revira os olhos e abre a gaveta que estava na altura de sua coxa - gente...

- Mas o que - Jo pega o papel da mão de Lexie franzindo o senho

- isso e.. - faz uma pausa - pontos de drogas ? - April diz e olha atentamente o papel

- e sim- Jo confirma tando o papel para Lexie novamente, que pegou e o encarou

- eu vou guardar isso.. isso e prova e crime - lexie dobra o papel e deixa em sima da mesa

- olha tecnicamente já estamos cometendo um crime, invasão de domicílio e privacidade, roubo etc..- afirma April que olhava um dos armários a esquerda

- falando assim até parece uma coisa horrível - Lexie riu. Andou pelo tapete felpudo olhou para Jo que ainda tentava tirar a cocaína do chão. Suspirou e ignorou indo até o banheiro, abriu a porta e olhou. Grande, branco, duas pias, uma banheira, um vaso, espelho grande. Um banheiro normal, olhou para a pia: duas escovas. " talvez ele tenha namorada, ou sei lá". Abriu as gavetas, nada, era apenas um banheiro. Saiu de lá e foi ao encontro que April

- temos que ir no andar de cima- lexie falou

- vão me deixar só.. - Jo não completou a frase o barulho do portão se abrindo a interrompeu. Ela rapidamente se levantou tremendo - eu sabia que era uma péssima ideia. Eu sabia. Vamos ser pressas. Estupradas na cadeia. Esfaqueadas. Ou o Alex vai ter que pagar nossa fiança - falou rápido e desesperadamente

- cala a boca, Jo. Ninguém vai ser pressa - fez uma pausa - e por que o Alex?

- ai gente cala a boca aí, o Alex não importa agora - April afirmou - ele tá vindo fudeu

A grande porta de abriu. Um homem moreno com uma pasta e terno entrou no comodo. "Olhando assim até parece alguém descente" pesou Jo. Das milhões de coisas que podia pensar foi isso que pensou

- SURPRESA - lexie gritou e April acompanhou

- o que? - Jo murmurou

- ah vcs são as amigas do "Stalker" ele me falou que vcs vinham - ele riu - derrubaram minha cocaína no chão

- Desculpe, não nos mate - Jo quase implorou

- Somos as amigas do stalker - April riu

- que ótimo!- ele colocou a pasta preta encima de uma das mesas que tinha - não se preocupe com a cocaína, eu tenho várias - e em nenhum momento ele tirou o sorriso do rosto

- sinistro - April murmurou balançando a cabeça negativamente.

- melhor isso do que mortas.. - Lexie confirmou enquanto acompanhava o Homem com os olhos - afinal qual e o seu nome ?

- pode me chamar de, Jenson - sorri e vai até elas cuidadosamente tirando o terno- qual de vcs e a Lexie?

- e-eu. Por que? - lexie perguntou com a voz tremendo

- nada - ele tocou no rosto lexie. Jo olhou para ele com uma sobrancelha erguida e com uma cadê de "o que pensa que tá fazendo?" - O Stalker mandou eu não mecher com vc.. sabe como é né?

- não..- april falou

- do que devo a honra da presença de vcs ? - Jason se distanciou

- podemos beber ? - perguntou lexie olhando para ele

- claro - ele saiu e foi até a cozinha. O barulho dos seus pes andando na cozinha deixava as três mulheres nervosas, como se fosse questão de vida ou morte

- o que tá fazendo ? - Jo olhou para Lexie encabulada com que acabara de falar

- ganhado tempo e confiança - afirmou

- eu gostei da ideia - April disse rindo de nervoso - por que não beber com um estranho?

- não é nada disso, vamos fingir beber, e depois vamos em bora - lexie disse olhando a janela - acho... que meu carro foi guinchado... - ela arregalou os olhos - mudanças de planos, vamos ter que ligar para alguém

- voltei meninas - Jason sentou no tapete da sala perto da mesinha de centro - vamos fazer um jogo?

- que tipo de jogo ? - Jo sentou de frente para ele é Lexie ao seu lado

- uma roleta - tirou o negócio da gaveta e se ajeitou - o tanto de copos que marcar vc é obrigada a beber

- tô fora - April sentou no sofá - não posso só olhar ?

- claro que pode - sorrio - vcs estão dentro - as duas se olharam

- claro - Jo engoliu seco

- vamos começar

2 horas depois

O tempo avia se passado rápido, April ouvia eles rirem igual ienas, mas nem ligava mais; estava entretida com o caça- palavras. Olhou para eslhes pelo canto dos olhos. Lexie ria estericente. Conclusão: estavam bêbados. Era a hora de madar mensagem para o Jackson para ele vir ajudar

"- oi... busaca a gente qui na XXX. Estamos na casa de um estranho, Jo e lexie estão bêbadas. Estou pedindo reforços"

"-ou tô indo, me aguarde"

Ele respondeu em menos de alguns segundos. Era estranho falar com ele, e ignorar o que eles tinham era difícil. Por mais que April tentasse, ignorar não era fácil. Nunca avia sentido aquilo antes; sem contar que estava considerando a oferta que teve um dia atrás

...

"April Kepner, nos, Instituto de Washington, chamamos a senhora para representar nos, e fazer uma palestra em uma de nossas cidades..."

- e incrível!- april dizia super animada

- e realmente - Jo riu

- quanto tempo iria ficar lá? - lexie perguntou ansiosa

- de 6 a 5 meses - April deu um sorriso falso

...

April saiu do seu transse quando ouviu a mensagem do celular. Era o Jackson, ele avia chegado. Se levantou, pegando a blusa de todas

- vamos garotas - ela as levantou

- Mas ja? - Lexie fez bico e Jason se levantou

-ja - ela foi até a porta rapidamente, a abrindo e fechando depois

- o que tá fazendo April? - Lexie franziu o senho- vamos de ape ?

- não o Jackson tá aí - elas foram até fora da casa. April tentava conduzidas, mas era difícil fazer tudo ao mesmo tempo

- eu ajudo - Jackson levou Jo até o carro e lexie se sentou ao seu lado. April foi no banco da frente

- obrigada - April pegou o celular e tentou liga-lo sem sucesso, estava sem bateria ela bufou e olhou pro nada - merda... - murmurou

- quer usar o meu ?- perguntou Jackson ainda olhando para a estrada

- não obrigada- ela olhou para traz - estão dormindo? - ela se arrumou no banco

- acho que sim - Jackson riu de leve

O caminho estava sendo silencioso, até de mais. O barulho do peneu andando no asfalto a deixava estressada, ela bufou tentando pegar o máximo de ar possível. Jackson quebrou o silêncio percebendo seu incômodo

- se pudesse perguntar ou falar qualquer coisa para alguém do passado, o que seria ?

- que tipo de pergunta é essa ? - olhou para ele é a na cara do mesmo já estava espada "só responda" - eu iria dizer "Adivinha quem poderá votar no futuro ? Exatamente nos mulheres- Jackson riu e ela tbm -e vc ?

- eu não sei... - o carro para - chegamos

- tá então vamos- april foi sair mas foi interrompida

- April, fale com seu bof, eu e a jo vamos lá sozinhas - Lexie estava só outro lado do carro

- conversem eu e o Alex levamos elas - Mark brotou

- ok.. - eles foram E o silêncio reinou - eu recebi uma proposta muito legal - ela sorriu

- que ótimo! - ele fez uma pausa - o que era

- talvez eu vá para Washington.. - ela falou olhando para ele

- isso e.. vc vai em bora ?- Jackson olhou para April

- e quem se importa, e uma grande proposta

- eu me importo.. eu gosto de vc - April sentiu o peito apertar - muito. De um geito muito grande. Eu amo tudo em vc, tudo. Eu simplesmente te amo..

- e-eu Não tô pronta para isso...- Jackson chegou mais perto, a tocou no rosto e a beijou. Era doce e calmo. April retribuio, mas parou

- o que ? O que foi?- Jackson franziu o senho

- Desculpe-me - April saiu do carro rapidamente correndo até em casa. Sem notar se lexie ou Jo estava no quarto ou não. Jogou a bolsa na cama e tirou a blusa de frio.

Por que estava fazendo aquilo ? Ela o amava tbm... então por que ? Seu peito apertava, as lágrimas rolaram. Lembrou que prometeu pata se mesmo que nunca iria chorar por um homem -a não ser que ele tenha morrido - ela sentou na cama limpando as lágrimas que ainda caiam. A porta se abriu; lexie e Jo sentaram ao seu lado.

- vai ficar tudo bem - lexie acariciou seu cabelo

[...]

Amanheceu. Meredith estava sentada na cama de April a olhando. Seu rosto era iluminado pelo sol, seus olhos se destacaram e ela suspirou sorrindo

- April? Bom dia - April sentou na cama macia

- Mer? O que faz aqui ? - ela esfregou um dos olhos

- vim ver vcs - fez uma pausa - eu soube de tudo.. se quiser conversar depois do café da manhã. Deve estar com fome - Meredith se levantou - vamos ?

April se levantou indo até Mer

- vamos - desceram as escadas. Estava tudo mais, claro? Meredith deve ter aberto às cortinas - quando chegou ?

- ontem de madrugada. Preparei o café - se sentou na mesa ao lado de lexie

- vcs acordaram !- Jo saia da cozinha com um pode na mão

- que bom que veio Mer - lexie sorrio - já estava com saudades. Lógico, depois que soube que a jo finalmente tá com o Alex... - ela tampa a boca - Desculpe

- o que ouve nessa madrugada ? - April riu

- April são quase 11 da manhã - Jo riu

- oh. Bom de qualquer forma; o que ouve ?

- bom muita coisa.. ah sinto muito pelo...

- ta. - ela interrompeu - depois vcs me falam. Eu descidi, vou para Washington - ela sorriu

- maravilha - elas fizeram em união

- porém ruim - falou lexie - vai ficar apenas eu e a jo - fingiu chorar

- eu posso ficar se quiserem - afirmou Mer - Derek não se importa em ficar um tempo sem mim

- que isso não queremos te tirar da sua vida - Jo se sentou

- não vao

- então, me contem o que ouve ontem

- ok..

MADRUGADA

April caiu no Sono, Jo a arrumou na cama e lexie foi atender a porta. Jo saiu do quarto seus pés tocavam o chão frio e a fazia estremecer

- Mer ! - lexie disse - o que faz aqui ? A essa hora ?

- vim visitar - sorrio e entrou - Wilson

- me chame de Jo Dra - ela riu - sem formalidades 


Notas Finais


voltei mais rápido do que pensava rsrs
Espero que tenham gostado
Nossa April sofrendo pelo Jackson, no próximo ep muitas coisas irão acontecer
Bom essa fanfic não é para ser tão grande, não digo que esta acabando rsrs
E sim que está na metade. Ainda tem coisas para acontecer
Bjs boli ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...