História Bem-vindo à Derry, onde desaparecer é normal - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


(No último capítulo)

- M-mike!

- Oi, posso falar com você Marry?

[...]

- Olha eu... eu gosto de você, e você pode não gostar de mim, eu entendo, mas, desde que eu te vi naquele dia, quando você atirou aquela pedra no Bowers, eu não consigo tirar você da minha mente... é isso - ele disse se virando.

- Mike! espera! - ele se vira e vem até mim.

- E-eu... Também gosto de você... eu não sei explicar o porquê... eu só sinto isso... e... - entes de eu terminar ele segurou minha mão e eu o beijei.

Capítulo 16 - Surpresa


(Quebra de tempo)(Um Mês depois)

Faz um mês desde que eu voltei a "morar em minha casa" eu sei, é estranho, mas é isso.

Quase dois meses que meus pais sumiram, uma coisa que me chama atenção é que ninguém sente falta, acredito que Pennywise mexeu com a cabeça das pessoas, porque nem o pai da Beverly, que conhece meu pai notou falta dos dois.

Um mês que eu e Mike estamos "juntos" assim como a Bev e o Bill. E isso, é o que me deixa feliz todos os dias e motivada à continuar.

Nós nos falamos todos os dias, saímos de vez em quando, e uma vez, foi muito engraçado, quando fomos à uma sorveteria e encontramos Richie e Eddie juntos, eles nos imploraram para não contarmos à ninguém, bom, eu não irei falar e tenho certeza que Mike também não.

Ah, e faz também, um mês e meio que Pennywise não me atormenta, mas não estou "aliviada" com a ideia dele ter sumido, é o contrário, por que sempre que ele some fico preocupada com meus pais e ele me dá um susto do caralho.

[...]

Acordei bem cedo hoje, tenho escola e não quero me atrasar. Me sentei em minha cama me espreguiçando e fui ao banheiro, como estou adiantada, aproveitei para lavar o cabelo, fiz minha higiene pessoal e fui procurar algo para me vestir.

Coloquei uma camiseta branca, um macacão estilo jardineira jeans e meias longas listradas em preto e branco.

Desci para tomar café da manhã, preparei ovos mexidos e tomei um suco de laranja, após terminar, subi as escadas novamente, peguei minha mochila e antes de ir passei no quarto dos meus pais.

- Eu amo vocês - disse baixo e mandando um beijo.

Então desci as escadas e sai em direção às escola.

[...]

Cheguei lá, fui até a minha sala, deixei minha mochila e fiquei esperando meus amigos, que ainda não haviam chegado, do de fora da escola.

Todos foram chegando aos poucos, primeiro a Bev acompanhada de Bill depois Richie, Eddie, Depois Stan e por último Ben, é uma pena que Mike não estude com a gente.

O sinal bateu e todos fomos para a sala.

- E ai, alguma novidade? - Bev perguntou.

- Não, nada... e você?

- Nada também - ela disse rindo.

- Vida agitada a nossa hein? - nós duas rimos.

[...]

Teremos aula de ciências agora com o senhor Clarke, ele é legal, parece sempre estar muito disposta à nos ensinar algo novo.

- Crianças, hoje temos um novo aluno! - Ele disse - Richie! os tambores! - então Richie começou a bater na mesa como se fossem tambores - Deem as boas vindas à...........
















- Mike Hanlon! - O professor disse com entusiasmo.

Olhei para Bev com a alegria estampada em meu rosto, e quando o vi entrar pela porta da sala, não pude deixar de abrir um grande sorriso para ele, e ele o mesmo.

- Vejo que já conhece algumas pessoas aqui! - Senhor Clarke disse.

- É-é... eles são meus amigos! - Mike disse apontando para nós.

Mike se sentou na mesa ao meu lado, então senhor Clarke começou a falar alguma coisa sobre o cérebro humano, parecia ser interessante, mas não prestei atenção nenhuma.

Olhei para o Mike com uma cara de "ué" e ele logo entendeu e disse.

- Falei com meu avô sobre vir à escola - ele cochichou - faz um tempo na verdade, e como o semestre acabou de começar, ele me matriculou na escola, estou sabendo disso há alguns dias mas quis te fazer uma surpresa! - ele piscou um olho.

- Eu estou tão feliz com isso! e de verdade, não sei como você conseguiu me esconder isso, você não sabe mentir para mim - cochichei de volta para ele.

- Então... te surpreendi?

- SIM! - só depois de dizer percebi que havia gritado.

- Senhorita Marry, está tudo bem? - Senhor Clarke perguntou.

- A-ah, está sim, me desculpe...

(Quebra de tempo)

Está na hora do intervalo como Mike não conhece a escola, decidi o mostrar todo o lugar.

- Ok, hoje vou ser sua guia! - disse animada andando de costas em sua frente.

- Certo, "guia" - ele riu.

- Engraçadinho... - fiquei em seu lado e ele segurou minha mão.

- Tá, aqui são os armários, mais tarde provavelmente o diretor ou algum professor vai vir te mostrar esse lugar de novo, para você escolher o seu, o meu é aqui - disse apontando - tenta encontrar um perto do meu!

- Okay, vou tentar!

Continuamos andando.

- Olha, aqui é o ginásio e lá na frente é o refeitório, vamos até lá?

- Deixa eu adivinhar, a morta de fome quer comer? - ele riu fazendo um carinho desajeitado em meu rosto.

E assim fizemos, fomos ao refeitório, peguei um salgado e dividimos enquanto eu mostrava a escola.

[...]

- E finalmente, aqui é a Biblioteca!

- Uau, a escola é realmente grande! E... com certeza eu tive a melhor guia - ele disse me beijando.

Escutamos o barulho de algo cair, como estávamos na biblioteca, deve ter sido um livro, então fomos ter certeza.

Vimos um livro caído, então eu peguei o mesmo e coloquei na prateleira e ao olhar para o lado, vimos um balão vermelho flutuando em direção à uma sala.

- Mike...

- É... eu vi...

- Devemos ir atrás?

- Não sei... acho melhor não... Sinto que ele tem um ódio enorme por mim...

- Que nada... diz ele que "adora me assustar" deve ser mais uma tentativa ridícula... e infelizmente ele conseguiu de novo...

- Não diga isso... vem, vamos sair daqui - ele disse me puxando em direção às saída.

- Ah, merda! - eu disse

- O que foi?

- Não da para abrir.

- Deixa eu tentar - ele disse forçando a porta, mas não deu em nada.

Do nada o palhaço apareceu atrás de nós dois e disse:

- Olá vocês dois! - com um sorriso medonho em seu rosto - foi uma bela surpresa a sua para Marry, Mike, Mas...

Ele congelou por um tempo enquanto olhava para mim com os olhos amarelos.

- Acho que terá uma surpresa melhor quando chegar em sua casa Marry... - Ele riu, uma risada assustadora e simplesmente sumiu.

- O que ele quis dizer? - Mike perguntou confuso.

- Eu não sei... - mas ao pensar melhor congelei.

- Ei, o que foi?

- Meus pais... - eu sussurrei.


Notas Finais


Oii! tudo bem?

Antes de tudo queria pedir para vocês darem uma chance pra minha nova fic: " Minha presa". Ela é sobre uma agente que vai a Derry investigar os acontecimentos ela é perfeita pra quem gosta de um hot hehe. o link tá aq caso vocês queiram dar uma olhada: https://www.spiritfanfiction.com/historia/minha-presa-18267102 (Não deixem flopar pfvv eu tô adorando escrever ela)

Pennywise filho da puta :((((((((((

Coloquei uma referência à Stranger Things, Se você entendeu pode ter certeza de que o Capitão América está orgulhoso de você!
❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...