História Bem-vindo a Sala de Pânico; Jikook - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jikook Taeyoonseok Namjin
Visualizações 36
Palavras 651
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello anjos❤️

Capítulo 3 - Ele é um animal!


-J-Jeon Jungkook...?

•flashback Jimin on•

-...E agora vamos aos noticiários.—a jornalista dizia.— Ontem a exata 00:00, a polícia civil encontrou aproximadamente 20 corpos mortos, todos com suas tripas arrancadas, no meio da floresta. Supostamente, a jovem Lee Chaehyun teria ouvido gritos aterrorizantes vindo de lá, e quando foi olhar para ver o que estava acontecendo, encontrou os 20 corpos jogados em um rio. Lee disse que foi tudo muito rápido, e que quando chegou lá haviam apenas os corpos e outro fato muito intrigante: uma árvore com um nome escrito, Jeon Jungkook. O nome estava escrito na madeira, como se tivessem escrito com uma faca diretamente nela. A polícia investigou, e chegou à conclusão de o que teria feito aquele estrago, era um animal, pois as marcas nos corpos e na madeira eram de garras e dentes de animal. Mas o que mais intriga a todos: quem será este Jeon Jungkook?

-Omma, você acha que esse bicho misterioso pode me atacar?—perguntei para a mulher de cabelos castanhos ao meu lado, sentada no sofá.

-Claro que não Jimin, você só tem 13 anos. É muito jovem para entender esse tipo de coisa.— abaixei a cabeça olhando para as minhas mãozinhas, sentindo uma leve tontura na cabeça e minha visão começar a ficar turva.— Jimin se você conhecer alguém com o nome Jeon Jungkook.... corra.

•flashback off•

- Sim, tampinha. Meu nome é Jeon Jungkook, algum problema?— ele disse chegando mais perto de mim, quase me encurralando na parede. 

Arregalei os olhos e corri para um canto distante dele, perto da grande porta de metal.

-A-A omma d-disse...

Fui interrompido pela porta sendo aberta, não conseguia vem quem era, mas pela voz já conseguia identificar.

-Comida.—Soyun disse rindo, e logo vejo um pedaço grande de carne ser jogado no chão, em seguida a porta se fechando.

Olhei para a carne por uns instantes, pensando em me levantar para comer. Mas não foi isso que aconteceu. 

No momento que me levantei e pisquei os olhos, Jungkook já estava devorando a carne como se fosse mesmo um animal selvagem faminto. Dei dois passos para trás, balançando minha cabeça levemente.

E de novo, alucinações. 

Minha visão já estava turva, e mudando de cor constantemente. As vozes vinham, sussurrando coisas horrendas como sempre. Podia ver minha omma, me dizendo para correr.

-Você não vai querer essa carne, vai?— olhei para Jungkook, e o mesmo estava com sangue escorrendo da boca e em todo seu corpo. Ele ria, só que sua risada era maléfica. Se levantou e começou a vir atrás de mim, e eu dava mais passos para trás, chorando.— Essa carne não está boa. Me deixe provar a sua, e bebericar uma gota do seu sangue.

Comecei a gritar, era inevitável. 

Não de sua alma à ele, você morrerá nas mãos dele, como um predador caçando sua presa.

Ele é um animal!

Sua alma gêmea ele é, mas sua confiança ele não deve conquistar.

E de repente tudo fica preto, sinto meu corpo mole e minha cabeça bater no chão com força total.

...

-Taetae, você não vai acreditar no que aconteceu hoje.—eu disse, abrindo a porta para Tae.

-O que? Me conta tudo!—ele disse entrando em casa, depressa sentando no sofá.

-Eu estava de boas fazendo lição de casa, quando eu escutei alguma na floresta, então eu fui ver o que era.—ainda não entedi porque Omma comprou uma casa exatamente ao lado da floresta.—Quando cheguei lá, estava tudo escuro e eu só vi um par de olhos vermelhos gigantes no meio da sombra, e eu não sei se estou delirando ou algo, mas eu posso jurar que meus olhos ficaram azuis quando olhei para o par de olhos vermelhos. Foi estranho Tae, você sabe o que é?—perguntei aflito. Tae ficou em silêncio por um tempo, olhando para baixo.

-Jimin, eu acho que você encontrou sua alma gêmea.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...