História Bem-vindos a Riverdale - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Pretty Little Liars, Riverdale
Personagens Alice Cooper, Antoinette "Toni" Topaz, Archibald "Archie" Andrews, Cheryl Blossom, Clifford "Cliff" Blossom, Elizabeth "Betty" Cooper, Forsythe Pendleton "FP" Jones II, Forsythe Pendleton "Jughead" Jones III, Frederick "Fred" Andrews, Hermione Lodge, Hiram Lodge, Jason Blossom, Josephine "Josie" McCoy, Kevin Keller, Polly Cooper, Sierra McCoy, Veronica "Ronnie" Lodge, Xerife Keller
Tags Beronica, Bughead, Choni, Jarchie, Varchie
Visualizações 83
Palavras 1.258
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Meus anjos me perdoem pelo sumiço!
NÃO DESISTAM DE MIM!
Mas aqui o capítulo ficou um pouco grande, mais ainda não é o Hot!!!
Nas notas finais tem notas importantes então por favor leem um grande beijinho!
BOA LEITURA!!

Capítulo 11 - O aparecimento dos canibais


Fanfic / Fanfiction Bem-vindos a Riverdale - Capítulo 11 - O aparecimento dos canibais

Betty:

Eu corri desesperadamente até as meninas e sem querer trombei em Chic um garoto perturbado que me botava medo!

-Cuidado senhorita Cooper! –O garoto diz pondo as mãos em minha cintura e me trazendo em direção ao seu magro peitoral, para impedir que eu caísse.

-Me desculpe! –Digo colocando minhas mãos encima de seu peitoral e me ajeitando.

-Sem problema nenhum! –Ele disse me encarando nos olhos e eu estremeci por dentro, sempre que eu o via me passava uma cena de um filme de serial killer... e o que mais me perturbava no momento é que aquele cara assustador estava muito próximo.

-Será que você se importa de me soltar? –Digo o mais educadamente que eu conseguia.

-Claro, mais antes eu tenho que te pedir algo! –Ele disse apertando um pouco mais a minha cintura, e eu me senti intimidada... me senti um pequeno objeto que o cara a minha frente poderia quebrar a qualquer segundo.

-Claro... o que você quer? –Digo engolindo o seco, morrendo de medo dele.

-Eu q... –ele iria falar algo, mais de repente ele foi afastado bruscamente de mim, machucando um pouco aonde ele apertava na minha cintura.

Eu olho rapidamente para a direção do garoto que antes estava a minha frente, e então o olho encarando o... o Jughead, que o olhava enraivecido.

-Não fica perto da Betty assim! –Jug diz se pondo em minha frente, me dando sensação de proteção.

-E quem você pensa que é para me dar ordens seu esquisitão? –Chic diz olhando para trás de Jug... me olhando.

-Além de ser o namorado dela, eu posso ser o seu pior pesadelo se você não me obedecer- o moreno diz e eu não consigo ver sua feição... só seu que o idiota do Chic começou a dar risadas.

-Betty, Betty seu gosto por meninos é muito questionável! Primeiro o Andrews e agora o esquisitão do colégio? –O garoto diz debochado e eu noto que Jughead fica com as suas costas rígidas e seu punho se fecha.

Eu entrei em desespero, o medo de uma confusão e o medo do meu namorado se machucar era nítido em mim, então fiz a coisa menos provável que eu faria... e entrei na frente do moreno.

-O meu gosto seria questionável se eu gostasse de você! Agora ver se toca e some com essa sua cara feia! –Digo respirando fundo e sentindo as mãos de Jug se envolverem nas minhas.

-Me ofendeu Barbiezinha! Mas irei ir embora! Aproposito foi ótimo o esbarrão que você deu em mim! –Ele disse passando as mãos em meus cabelos e indo embora.

Eu estava chocada com o que eu disse, e o medo se tornou nítido... eu havia enfrentado uma pessoa, e eu havia enfrentado a pessoa que todos do colégio morriam de medo... havia boatos que ele participava de uma das gangues mais perigosas de Riverdale... os canibais!

-Jug acho que fiz bobagem! –Digo me virando e deixando o medo nítido em minha face- acho que acabei de insultar um canibal!

-Shhh meu amor, tá tudo bem! –O moreno diz me envolvendo em um abraço apertado me dando sensação de segurança e proteção- ele não é nem louco de mexer com você!

-Obrigada por me ajudar! –Digo enterrando minha cabeça em seu peito.

-Eu sempre te protegerei meu amor! Sempre, sem sombras de dúvidas! –Ele diz beijando o topo da minha cabeça, e logo se afastando um pouco de mim- mais você tem certeza de que ele é um canibal?

-É um boato, mas o Kevin disse que já viu ele passando drogas com o símbolo dos canibais para alguns drogados da escola! –Digo sem entender porque ele havia perguntado sobre aquilo.

-Meu amor fica longe dele, Okay? –Jug perguntou e eu concordo com a cabeça- que bom meu amor! Agora tenho que ir resolver algumas coisinhas com a Toni! –O moreno diz dando um celinho na minha boca e logo sai correndo para longe de mim sem me dar chance de dizer tchau.

Verônica:

Depois que quase implorei para Archie transar com a idiota da professora de música eu sai correndo para o ginásio e nem me importei com as pessoas que me olhavam estranho.

Assim que cheguei no ginásio eu corri para as arquibancadas e me escondi atrás delas, eu me sentando no chão e abraçando meus joelhos, e nem me interessei em saber quem era a pessoa que havia me abraçado.

-Vai ficar tudo bem Ronnie! –Eu escuto a voz de Cheryl e logo faço a ligação tendo a certeza de que era ela a me abraçar, eu então deito minha cabeça em seu peitoral e permito que ela ficasse acariciando meus cabelos enquanto eu chorava.

Quando as lagrimas foram embora, eu fiquei caladinha olhando para nenhum lugar especificamente.

Não sei quanto tempo havia passado quando eu me solto dos braços de Cheryl e encaro a ruiva que me olhava com um olhar carinhoso.

-Sinto muito por ter manchado a sua blusa! –Digo olhando para a blusa da garota que estava com uma mancha preta do meu rímel.

-Está tudo bem meu anjo, isso lava... mais o que você está sentindo acho que não! –A ruiva diz pegando minhas mãos e eu lhe dou um sorrisinho.

-Eu... eu acho que o amo Cheryl, e me doí muito saber o que ele vai ter que... –Digo e dou uma bruta pausa não conseguindo pronunciar aquelas palavras.

-Tá tudo bem minha querida! Tenho certeza de que ele também te ama demais! –Ela disse apertando minhas mãos tentando trazer conforto para mim.

-Não tá tudo bem Cheryl, ele foi o primeiro cara que eu realmente me apaixonei e eu sinto como se eu tivesse sido traída! –Digo vendo Betty chegar até o ginásio e então eu limpo abaixo dos meus olhos aonde com certeza estava borrado de rímel.

-Vai ficar tudo bem querida, eu te prometo! Agora vamos nos levantar que tem ensaio das River Vinxs agora! –Cheryl se levantou e logo me ajudou a ficar de pé.

-Garotas o que aconteceu? Eu vi a Ronnie correndo, e ela parecia chorar- Betty diz chegando perto da gente.

E então com a minha permissão Cheryl contava tudo o que aconteceu enquanto eu apenas escutava tudo com o meu coração apertado, e logo começo a dar minha opinião quando Betty conta sobre os fatos que ela havia presenciado mais cedo.

Nós só paramos de conversar quando as garotas chegaram para o ensaio.

Toni:

Assim que Jug desapareceu eu fiquei conversando tranquilamente com o Kevin, ate que o mesmo vai embora para a sua aula de boxe, porém eu não fico muito tempo em paz, pois Jug chega com a raiva transbordando em seu ser.

-O que aconteceu principezinho? –Digo tentando deixar ele mais descontraído mais ele estava cada vez mais serio.

-A gente tem que ir falar com o meu pai! –Jughead diz tirando o gorro esquisito deixando seus cabelos bagunçados.

-Porque? O que aconteceu Jughead? –Eu perguntei me levantando do banquinho em que eu estava sentada, e continuando encarando os olhos azuis dele.

-As paranoias do coroa estavam certas... tem canibais circulado pelo lado norte! –O moreno diz apertando com força seu gorro.

-Como assim os canibais, no lado norte? –Eu digo apavorada.

-Se os canibais estiverem por aqui, vai sujar para os serpentes! Se alguma merda acontecer vai tudo desmoronar para a gente! –O moreno diz caminhando para seu carro.

-Jug eu tenho que te contar uma coisa, também! –Digo apreensiva e respirando fundo enquanto eu o seguia para fora dos limites da escola.


Notas Finais


Gente eu notei que esse capítulo não poderia ter o hot (o escolhido foi o de Varchie!!) pois seria muita informação!!
Por isso no próximo capítulo será somente para o hot!!
Um grande beijinho meus anjos!

(AQUI MEUS MEUS ANJINHOS SE EU SUMIR E SE VOCÊS QUISEREM ENTRAR EM CONTATO COMIGO OU MANDEM MENSAGENS NESTE SITE... OU ENTREM EM CONTATO COMIGO PELA DM NO MEU TWITTER @Ninabughead SE QUISEREM DER SUGESTÕES DO HOT DEIXEM NOS COMENTÁRIOS OU NOS MEUS MEIOS DE COMUNICAÇÃO)

Um grande beijinho e ate mais!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...