1. Spirit Fanfics >
  2. Bendita trolagem (Chanbaek) >
  3. Trolando o Baek por 24 horas (editado)

História Bendita trolagem (Chanbaek) - Capítulo 26


Escrita por:


Notas do Autor


Editei o final do capítulo, n achei o outro bom e refiz!

Capítulo 26 - Trolando o Baek por 24 horas (editado)


—Oi gentiiiiiiiii! —dissw Jisoo toda animada, dançando com Hoseok que gargalhava tentando firmar as perninhas no chão.

—Jisoo do céu! —chanyeol Correu, pegando o bebê do colo da mais velha. —Se teu pai ver isso ele infarta. —disse colocando o bebê no cercado. —Bom, oi gente! Hoje estou aqui com minha princesa.

—Thor papai, eu quero ser a thor! —disse a pequena pegando seu martelo.

—Com a minha thor! Bom, muita gente me pediu pra me vingar do Baek, mas eu pensei quero fazer algo diferente, aí alguns disseram pra mim ser 24 horas sendo safado com ele, só que o Baek não aguenta um beijo molhado sem querer transar, aí fica difícil. Então ... —foi interrompido.

—O que é transar papai? —perguntou a pequena

—Nada, nunca mais repita isso! É uma palavra que o papai Baek inventou, então só ele pode usar viu mocinha! —disse passando o polegar no nariz da menina. —Entao, eu decidi fazer 24 horas ignorando o Baek, porque ele odeia ser ignorado, e a Jisoo vai me ajudar nisso. O que a Thor vai fazer? —perguntou para a bebê.

—Ignorar o papai! Mas papai, eu vou poder mamar? —perguntou toda preocupada.

—Vai sim minha bezerrinha, mas só não pode falar com o papai tá bom? —perguntou recebendo um aceno de cabeça da menor. —Ele chegou, vamos lá.

As câmeras já estavam instaladas, Chanyeol desceu com Os trigêmeos no colo os colocando no tapete para brincar e subiu novamente para ajudar Jisoo a descer, já que suas pernas eram curtas.

—Oi meus amores! —foi até o tapete dando um beijo nos filhos. —Papai sentiu saudade de vocês.. —disse os abraçando, Lisa abria a boca constantemente rindo, Hoseok estava todo alegre e Yoongi, bem Yoongi só queria dormir e resmungou ao ser tirado de cima do travesseiro. Baekhyun se levantou deixado os bebês e foi até os que estavam sentados no sofá. —Oi minha pequena Thor, minha princesa se comportou bem ? —perguntou sentando ao seu lado mas não houve resposta, a menor estava olhando para a televisão —Mas você nem gosta de Winx! —disse estranhando a atitude da filha. —Jisoo? —chamou já ficando sem graça, a pequena apenas deu um pulo sentando no colo de Baek abrindo sua camisa para conseguir mamar. —Então tá bom! —se encostou no sofá ficando inclinado para ajudar a pequena a mamar de maneira mais confortável. —Oi amor! —olhou para o lado, falando com Chanyeol. 

Chanyeol apenas se aconchegou melhor no sofá, mudamos de canal.

—Amor você... —parou de falar ao sentir sua camisa molhada. —Eita, vazou! Chanyeol você pegar outra camisa pra mim por favor? —perguntou vendo que o esposo nem se mexeu. —Chanyeol, tá me ouvindo? Deixa! —fechou a camisa molhada mesmo. —Jisoo, vamos tomar sorvete? Eu comprei de chocolate que você tanto ama! —sorriu animado mas a pequena nem lhe deu assunto. —Filha! —nesse momento o coração de Chanyeol se apertou, o tom choroso do esposo lhe matava. —Filha, —puxou o rosto da Lourinhã. —O papai fez alguma coisa que magoou você? Pode falar, eu fiz alguma coisa pra você que você não gostou? Disse alguma coisa? Pode confiar no papai! —disse, mas a pequena apenas virou o rosto novamente, e desceu do sofá indo brincar com os irmãos. Baek encarou chão, seu olhar estava triste, foi ate Chanyeol se sentando no abdómen do maior. —Amor, o que a Jisoo tem? —perguntou.

Chanyeol fingiu que ele não estava ali e virou no sofá, quase o derrubando. 

—Chanyeol! Por favor amor, o que aconteceu? Por que vocês estão me ignorando? Quando eu sai estava tudo bem! —a voz de Baek já estava falhando pelo choro subindo a garganta. —Tá bom, eu vou tomar um banho então.

Baekhyun subiu as escadas rapidamente,limpando as lágrimas que queriam descer.

—Muito bem minha boneca! —disse Chanyeol, dando um beijo em Jisoo. 

[...]

Já era noite, Baekhyun estava no quarto tentando dormir pelo menos, passou o dia inteiro trancado boa quarto, ouvindo a gritaria das crianças brincando com Chanyeol, aquilo estava lhe deixando triste.

—Mas o que eu fiz? Poxa, eles sempre me chamam pra brincar ou estão aqui no quarto. —se virou de lado. 

O barulho já havia se cessado, provavelmente as crianças dormiram. Chanyeol entrou no quarto sorridente mas ao perceber o olhar de Baek para si, tratou de fechar o sorriso, passou direto para o banheiro. Baekhyun se levantou indo até a suíte mas ao tentar abrir a porta, viu que estava trancada.

—Chanyeol! O que tá acontecendo? —perguntou já chorando. —Amor, você nunca tranca a porta, em todos esses anos você nunca fez isso comigo. Chanyeol! —apertou os olhos deixando as lágrimas caírem.

Saiu do quarto, indo até os das crianças, ao entrar foi até o berço dando um beijo de boa noite nós trigêmeos e foi até a caminha de Jisoo, mas ao se aproximar a pequena se levantou e se deitou do outro lado, longe do pai, evitando que lhe desse um beijo.

—Ji..Jisoo! Por favor, o que o papai fez pra você? —perguntou tentando se aproximar novamente, tentou pegar a pequena no colo, mas ela se contorceu e desceu para o chão, foi até a porta do quarto a abrindo. —Entendi, vou deixar você dormir. —Baek Saiu do quarto aos prantos, entrou novamente em seu quarto, fechando a porta tentando engolir o choro que insistia em sair. Ao se virar viu que Chanyeol penteava os cabelos, chegou por trás o abraçando. —Chanyeol! 

O moreno apenas andou, fingindo que nada estava acontecendo.

—MAS O QUE TÁ ACONTECENDO? PELO AMOR, PUTA QUE PARIU! ME FALA O QUE TÁ ACONTECENDO? —deixou o choro descer.

Chanyeol apenas se deitou na cama, apagando a sua luz  do quarto e fingiu dormir. Baekhyun se sentou no chão, colocando a mão no rosto chorando. 

—Amor, por favor fala comigo. —foi até a cama se sentando na beirada. —Amor! Sabe, eu tive um dia tão bom! Consegui realizar minha primeira cirurgia sozinho, claro em um protótipo! Fiz meus exames de rotina, e está tudo em ótimas condições, eu já posso ter mais filhos, posso voltar a minha rotina comum, estou saudável, peguei os exames do Yoongi e ele está perfeitamente bem, não tem mais sequelas, agendei também um dia naquele restaurante que você ama na beira do mar na cidade vizinha, já que amanhã é nosso aniversário de casamento! —disse. —Por favor me responde! —pediu.

Baekhyun se levantou saindo do quarto novamente.

—Gente ele tá muito triste e aposto que ele tá com muita raiva, porque ele odeia ser ignorado! —disse —Ele tá voltando.

Chanyeol pulou na cama, esperando o marido entrar novamente. Baekhyun entrou no quarto, colocando uma mão na cintura e a outra na boca.

—Amor, que eu te fiz? —perguntou, se sentando no espaço da cama. —FALA COMIGO VIDAAAA! —apertou a boca do esposo. —Amor, olha pra mim! —puxou o rosto de Chanyeol mas este virou novamente. —Olha pra mim! —pulou em cima do maior. —Que eu fiz? EM EM? —beijou Chanyeol. —Se tá com raiva de mim?

Chanyeol o ignorou se levantando da cama, saindo do quarto. Baek ficou irritado se levantando indo atrás.

—ESCUTA! SE VOCÊ NÃO FALAR EU NÃO VOU SABER NUNCA! —iam passando em frente ao quarto das crianças quando ouviu Jisoo chorando, Baek entrou no quarto pra pegar a menina. —O que foi meu amor? 

—Papai! —passou direto por Baekhyun, indo até Chanyeol. —Papai!

—O que foi meu anjinho? —perguntou para a filha.

—Papai, canta pequena estrela pra mim, dormir? —perguntou coçando os olhos.

—Mas sou eu quem faz isso! —disse Baek todo choroso

Após alguns minutos, Chanyeol desceu as escadas sem a menina, Baekhyun viu o marido e foi até ele o abraçando.

—Por favor, me desculpa! Me desculpa se eu fiz alguma coisa.Mas por favor não me ignora, Chanyeol eu juro que não faço mais, eu nem sei o que tá acontecendo mas não me ignora amor! —chorou, molhando a camisa do maior.

Chanyeol não aguentou e acabou abraçando o menor.

—Bae, você não fez nada! É trolagem baixinho! —disse

Baekhyun se afastou, olhando para Chanyeol com cara de ódio. 

—Filho da puta! —xingou o maior, subindo as escadas ainda chorando.

—Amor! —chamou e saiu correndo atrás do menor.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...