História Bendy and the Cat ink - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bendy and the Ink Machine
Personagens Bendy, Personagens Originais
Visualizações 15
Palavras 434
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - A cat ink, and the demon ink.


Fanfic / Fanfiction Bendy and the Cat ink - Capítulo 2 - A cat ink, and the demon ink.

-Wowowowowaaaaaa! - Gritou e caiu numa cama com o susto. Tocou sua calda e persebeu, conseguia senti-la como parte dela. 

- "Bem vinda de volta, minha linda felina" - Assustada, Mylan se afasta, mas, ela cai no chão, fazendo 'miar' de dor, sua mão foi para o lugar machucado, olhou com uma gota na cabeça um homem coberto com tinta, ultilizando uma mascara de papelão de um desenho cartoon, Mylan se levanta, e vê ele indo embora. Ela olha em volta e vê um machado. "Perfeito " pensou, " se você não tem uma saida, crie uma." pegou o machado e partiu a madeira, avistou uma sala, e então persebeu, suas pernas doiam de tanto andar e seus olhos estavam se fechando

- posso ficar neste lugar um pouco, né? Ela se deitou, esperando a manhã chegar, e logo dormiu, não sabia que horas acordou, pegou seu celular, eram 12 horas, nada mal para quem dormiu cerca das 4 da manhã, desbloqueou o celular, senha? Demoncat, por que? Pois era assim que seu tio, Herry, a chamava, era um apelido, ela não se sentia mal por isso, ele a tratava bem. Escorregou o dedo para o album,lá estava suas obras primas, pegou o fone e conectou ao celular, pôs a musica " updown funk", pegou sua maleta e sua mochila, caminhou com passos lentos até o machado, e, assim que chegou lá, pegou lentamente, mas, quando finalmente o pegou, escultou um estrondo vindo do lado de fora, a fazendo, com dificuldade, posicionar o machado em posição de ataque.

Ao, lentamente abrir a porta, ela vê pegadas de tinta, discretamente ela as segue, parando numa parede, apertou o machado, assim que olhou pra trás viu, sentado numa cadeira, um homem com chifres, cercado por tinta, segurando uma caneca do mesmo cartoon do papelão de antes, seus dedos batiam silenciosamente na cadeira, Mylan sentia que ele a olhava, já que não teria certeza, afinal, seus olhos eram cobertos por tinta, e sentiu também que ele conseguia a ver, o que deixava ela tensa, ainda poderia estar errada, então, lentamente foi sair, mais foi interrompida.

- o que está fazendo? - ele pergunta, fazendo ela botar o machado no ombro e correr.

Ao chegar na frente do quarto ele aparece.

- não tinha lugar melhor pra correr? - ela esculta a voz do homem de tinta, então se vira nesta direção, posicionando o machado, enquanto observava o constante sorriso.

Ela tremia de medo, ela tentou atacar ele, mas ele sumiu, e para finalmente atrás dela.

- Pode me chamar de Bendy. - Ele alarca o sorriso de forma involuntaria, fazendo Mylan congelar de medo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...