1. Spirit Fanfics >
  2. Bendy e a máquina de tinta >
  3. Procurando o que se perdeu

História Bendy e a máquina de tinta - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Só gostaria de agradecer ao renato94, pela força e ajuda que você me deu, valeu mesmo ✨😉

Capítulo 3 - Procurando o que se perdeu


Não saí daquela sala, fiquei apenas observando ela com os olhos arregalados, fiquei me perguntando oque diabos estava acontecendo ali, quem fez essas coisas? Quem escreveu as mensagens nas paredes? Quem estava espalhando os recortes do Bendy pelo lugar? Quem deu vida e depois a tirou do Boris? Será que foi Joey? Ou será que outra pessoa estaria envolvida? Minha cabeça estava repleta de pensamentos assim, perguntas sobre essa situação que eu não sabia como responder, até que depois de um tempo, deixei essas perguntas de lado, e fui atrás das respostas, pois possivelmente, só teria elas, quando ligasse a merda da máquina. 

Saí da sala e voltei aos corredores, procurando a sala que estava os objetos, depois de um tempo procurando, achei, ela era uma sala sem porta, e nela continha seis pequenos pedestais, três de cada lado, e atrás de cada um, tinha um pequeno quadro, com a foto de algum objeto, então com certeza é aqui, só que o único problema, era que onde era pra estar os objetos, no caso em cima de cada pedestal, não estavam, e no final da sala, na parede do fundo, tinha uma alavanca, tentei puxar mas nada acontecia, até que vi algo escrito ao lado dela. 

- Pressão baixa - Li em voz alta. 

Depois de ler aquilo, voltei a olhar os pedestais que estavam vazios, pensei um pouco, até que presumi, que para ligar a máquina, terei que achar esses objetos que estavam perdidos, não sei mas acho que daria certo, então depois disso, resolvi ir atrás dos objetos, que eram : Um disco, uma pelúcia do Bendy, um potinho de tinta, uma engrenagem, uma chave de fenda e um livro. 

Assim que saí da sala e virar para a direita, dei de cara com um recorte do Bendy, parado bem no meio do caminho, esse recorte não estava ali antes, alguém colocou ele aqui, fiquei parado por um momento olhando o recorte, até que depois de alguns segundos, dei a volta nele e voltei a caminhar. Comecei com minha procura atrás dos seis objetos, um deles eu já tinha visto, perto de um dos recortes do Bendy, então logo fui lá e peguei, era a engrenagem, guardei no meu bolso e voltei a procura dos outros. 

O segundo ítem que consegui foi o livro, que estava de baixo de uma das mesas do centro do estúdio, ao longo do caminho fui achando mais Bendys (apesar que seria bem estranho, se eles tivessem sumido) caminhei mais um pouco, até que cheguei na minha antiga mesa de trabalho. 

- Gastei tanto tempo aqui... - Falei colocando a mão sobre a cadeira, fiquei olhando por alguns segundos, até sair dali e voltar a procura, voltei até a sala onde estava a máquina, olhei ao redor procurando algum dos objetos, até que achei a pelúcia, que estava em cima de um armário, logo a peguei e saí da sala. 

A quarta coisa que eu achei foi a tinta, que estava em uma prateleira, perto de um rolo de filme que estava no lugar menos agradável possível, ela estava na prateleira ao lado do cadáver de Boris, saí assim que peguei a tinta e voltei aos corredores, depois de mais procurar, encontrei o disco, que estava no chão ao lado de um projetor ligado, o peguei e continuei minha busca do último, a chave de fenda. 

Demorou muito até eu encontrar aquela maldita chave de fenda, que estava atrás de uma cadeira caída no chão, peguei rapidamente a chave e voltei até a sala onde os objetos pertenciam, estava em um dos corredores, até que no final dele, um recorte do Bendy olhou rapidamente para mim e depois se escondeu atrás da parede, oque me fez parar e levar um susto, respirei fundo, e fui até onde o Bendy tinha aparecido do nada, e quando cheguei até ele, o mesmo estava parado, porém, uma poça de tinta preta estava abaixo de seus pés, entrei na sala (não era a sala dos objetos, era a outra que tinha o botão que ligava a pressão da tinta) mas algo estava estranho, pois agora o projetor não mostrava uma tela branca, mas sim o Bendy. 

Apertei o botão para a tinta fluir, e dessa vez deu certo, assim que liguei e ia sair, vi mais poças de tinta preta, não pensei muito nisso, pois pode ser por causa de ter ligado a pressão, assim que abandonei a sala, escutei um barulho alto, vindo de alguma das salas, voltei para a sala dos pedestais, coloquei cada objeto em seu devido lugar e puxei a alavanca, o estranho que a baixo da alavanca, tinha também uma poça de tinta preta, assim que puxei a alavanca, nada de diferente aconteceu, apenas ouvi um barulho não tão alto vindo de algum lugar, voltei aos corredores, que agora estavam com pequenas poças de tintas, quando cheguei no corredor que dava na sala da máquina, notei algo. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...