História Bendystraw: Don't love the demon! - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Bendy and the Ink Machine
Personagens Bendy, Personagens Originais
Tags Bendystraw, Bendyxcuphead, Cuphead, Devil, King Dice, Kingdicexdenvil, Mugman, Mugmanxboris, Mugmanxcalamaria, Snakeeyes
Visualizações 507
Palavras 1.370
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


°^°

Capítulo 19 - Você devolta.


Fanfic / Fanfiction Bendystraw: Don't love the demon! - Capítulo 19 - Você devolta.

Narradora POV's on

Bendy abraçava seu irmãozinho tentando fazer o menor dormir, mas o pequeno estava agitado, Bendy o balançava e o ajeitava no colo, mas o bebê tratava isso como uma brincadeira, fazendo o irmão mais velho ficar frustado e o senhor Chaleira gargalhar, junto com Mugman.

Sr chaleira e Mugman: Hahahahah!

Bendy: ! Grr! Poxa maninho! Dorme por favor.

Bendy Angel: Hihihihi!

Bendy: Aff!

Cuphead veio da cozinha com uma mamadeira na qual ele ficava colocando um pouco de leite nas costas da mão para testar a temperatura do leite a todo o tempo.

Cuphead: ! Hehe... Me dê ele aqui bb.

Cuphead pega o menor do colo de Bendy e se senta no sofá botando o bebê no colo.

Cuphead: Vamos, bebê um pouquinho.

O bebê desviava a mamadeira na boca sorrindo, ele parecia gostar da pirraça.

Mugman: ! Hahahahahahaha! Nem o Bendy conseguiu imagine você Cups!

Cuphead: Eu vou conseguir vocês vão ver!

Bendy: Eu duvido!

Sr. Chaleira: Haha... Vamos tente minar o pequeno.

Cuphead fez o dedo brilhar azul chamando a atenção do pequeno, o maior aproveitou a deixa e colocou a mamadeira na boca do menor que começou a mamar.

Cuphead: ! Eta, ele tá faminto.

Bendy: Claro, ficou o dia todo brincando e dormindo

Cuphead: Hm... Eu vou preparar a cama dele.

Bendy: ! Não precisa... Eu arrumo, alimenta ele tá?

Bendy foi em direção ao quarto e começou a arrumar uma caminha para o irmão.

Quando anoiteceu Bendy colocou o irmão na cama feita de cobertores e se deitou ao lado de Cuphead o abraçando.

Bendy: Ooaahh! Finalmente ele dormiu...

Cuphead: Heh... Foi muito difícil mesmo, esse menino tem uma pilha nas costas haha!

Bendy: Tem mesmo... Heh...

Disse o menor sentando no colo do maior, que corou.

Cuphead: Heh... Bendy a gente parece que somos pais dele não é?

Bendy: É mesmo...

Cuphead abraçou a cintura de Bendy e o puxou para um beijo quente, quando se separaram por falta de ar, Cup avança no pescoço de Bendy lhe distribuindo chupões e lambidas, fazendo o menor gemer baixinho, até que as lambidas aumentaram e os gemidos de prazer do menor também, fazendo Cup lhe dar uma mordida forte no ombro e lhe jogando na cama.

Bendy: Aannw!

Cuphead começou a roçar sua ereção na entrada do menor, fazendo Bendy delirar.

Bendy: An-nn... C-Cuppy, m-me machuca, me machuca.

Disse o menor sem segurar os gemidos, enquanto o maior lhe culpava o peitoral ( pois ambos dormiam sem camisa).

Bendy A.: ?... Nyah?

Bendy e Cuphead pararam na hora e se viraram para o local onde a caminha do bebê estava, e a criança estava encarando eles com dúvida, como se ele quisesse saber o que o maior estava fazendo com o irmão.

Bendy: ! B-Bendy n-nã-

Cuphead pegou um lençol e jogou na criança, que olhou para os lados tentando descobrir o por que estava tudo escuro.

Bendy A.: Nyah?!

Bendy: ! C-Cuppy! Mas o que você tá fazendo?!

Cuphead: Eu não quero parar agora.

Disse o maior puxando Bendy e lhe beijando loucamente, ambos acabaram caindo no chão, apenas Bendy tinha as pernas ainda na cama, deixando Cup no meio de suas pernas.

Bendy: A-An... C-Cuppy, n-não... Por favor, meu irmão não pode ver isso.

Cuphead: !... Oh... Poxa, mas ele tá coberto!

Bendy: Ahem...

O maior apontou para o bebê que já estava sem o lençol apenas olhando eles com dúvida.

Cuphead: !!... Err... T-Ta.

Disse o maior se levantando e ajudando Bendy a se levantar.

Bendy A. ?... Ah?

Bendy pegou o irmão no colo e sentou na cama com o irmão no colo. Que apenas encarava Cuphead o tempo todo.

Cuphead: ... Hm... O que foi bebê?

Bendy A.: Py! P-Pi! Pipy?!

Bendy: ! Onnnnttt, Cuppy ele tá tentando falar seu nome!

Cuphead: ! Jura?! Mas já?!

Bendy: É!

Bendy A.: Nyah! Pipy! Pipy!

Cuphead: Onnnnttt! Sim eu sou seu cunhado pipy!

Bendy: Onnnnttt!

*Ao amanhecer*

King estava na antiga sala de Denvil (que agora era dele) remexendo em vários contratos pela estante, frustrado por não encontrar o que procurava ele pegou o pingente e falou algumas palavras de encantamentos, fazendo com que uma fumaça saísse do pingente e Denvil aparecesse no meio dela.

Denvil: ! Ah! E-Eu... Eu tô de volta?!

King Dice: Não... Não por muito tempo... Agora, cadê o meu contrato?!

Denvil olhou para os lados fingindo estar perdido.

Denvil: Contrato? Que contrat-

Dice pegou Denvil pelos pelos escuros de seu peitoral e o empurrou até a parede.

King Dice: O meu contrato de alma, que você roubou em uma partida a 15 anjos atrás! Onde ele está?!

Disse o menor rosnando enquanto o liguido verde escorria de seus olhos.

Denvil: O-Olha, o seu contrato não está aqui, n-na verdade eu o queimei quando nos casamos, n-não lembra disso?!

King olhou no fundo dos olhos de Denvil, ele não parecia mentir, ele não sentia que o marido mentia, mas como não, se ele não se lembrava de nada de algum " contrato queimado", foi ai que uma memória passou por sua cabeça, uma memória bem fosca, cheia de névoa verde.

*Memória on*

Dice abre os olhos e se vira na cama, vendo o marido jogar algo na lareira.

King Dice: ?... O que é isso?

Denvil abanou a cauda e olha para o menor sorrindo.

Denvil: Isso? Ora não era nada meu amor.

King Dice: !... A-Amor?

Disse o menor corando.

Denvil: Hehe, você pode me chamar assim se quiser Dicy.

King sorriu o bocejou fechando os olhos, logo sentindo algo macio e peludo lhe abraçar.

*Memória off*

Dice largou o maior, que rapidamente tentou endireitar os pelos bagunçados.

King Dice: E-Eu estava livre esse tempo todo?... P-Por que não disse nada... Eu perguntei... POR QUE NÃO ME DISSE NADA?!

Berrou o menor batendo na mesa com força.

Denvil: Você não precisava saber...

Disse o maior se abaixando e deitando no chão como se fosse um gato, enrolando a sua calda em seu corpo.

Dice apenas ficou calado por um tempo enquanto o maior já estava dormindo no chão. Dice remexia no pingente pensando se tudo aquilo, se toda aquela luta havia sido em vão.

Dice murmura algo para o maior, que acorda dando um "Hum?" Como resposta.

King Dice: ... O que... Aconteceu com minha alma quando você queimou o contrato?

Denvil mexeu no rosto tentando tirar as remelas dos olhos.

Denvil: Ora... Eu fiz um feitiço e tals, e juntei nossas almas em uma só, a única coisa que as separava era esse pingente aí.

Disse o maior apontando para o peito de King.

King Dice: Mas pra que diabos você fez isso?!

Denvil se levantou.

Denvil: Opa, opa, opa! O diabo aqui é você! E eu fiz isso por que criaturas como você, não são capazes de amar ninguém, a não ser o próprio focinho, então eu tive de fazer isso para conseguir sentir alguma coisa por você de verdade Dice.

King Dice: Mas me diga o por que você me agrediu?! Por que você sempre me batia idiota?!

Disse o menor jogando a cadeira em cima de Denvil, que desviou por pouco.

*Lá fora*

Alice: ! Você ouviu isso Boris?

Boris: É melhor a gente não ir... Com certeza deve ser mais uma briga de casal deles...

Alice se surpreendeu ao ouvir o barulho mais uma vez.

Alice: Mas o Dice voltou sozinho, você acha que ele está... Maluco?

Boris: Provavelmente... Mas vamos deixar isso com ele... Afinal ele tá agindo como se fosse o Denvil, eu não vou chegar perto dele assim.

Disse o lobo afinando o piano.

*Lá dentro*

Denvil: O-Olha! Pare de jogar tudo isso! Eu já falei, meu extinto era te bater! Não era minha intenção verdadeira! Agora para com iss-

King Dice: Não! Não até você tomar vergonha na sua ca-

Denvil segurou o menor e o jogou no chão, subindo em cima dele.

King Dice: ! Sai de cima de mim idiota!

Denvil: Shh... Calma Dicy.

Denvil arranhou a bochecha de Dicy, o menor foi socar o maior, porém Denvil pos as garras sobre a cintura do menor e apertou.

King Dice: ! Aaaah! Tira a mão dai! Idiota! Eu que mando em você inút-

Denvil pegou o rosto e King e lambeu o sangue.

Denvil: Você pode ser meu chefe agora, mas ainda é meu marido.

Denvil apertou ainda mais Dice, ele sabia dos pontos fracos do menor, ele só os estava usando.

King Dice: M-Marido uma ov-

Denvil aproveitou a deixa e beijou King de língua, o menor bateu e bateu nas costas do maior, que apesar da sua força, não pareceu incomodar o maior, até que finalmente ele cedeu aos encantos do maior, fechando as pálpebras enquanto passeava as mãos pela nuca do maior.

Logo algumas roupas foram tiradas, incluindo as luvas, nas quais ao ver a cena taparam os olhos (?) E saíram correndo.


Notas Finais


:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...