1. Spirit Fanfics >
  2. Benefícios >
  3. Maçanetas quebradas em festas universitárias

História Benefícios - Capítulo 35


Escrita por:


Capítulo 35 - Maçanetas quebradas em festas universitárias


 

Uma coisa é certa em fim de período:

Todo mundo precisa beber quando fecha essa merda.

É como se o corpo implorasse por um alcool, uma boquinha pra beijar, um mc poze do rodo pra ser o cara do momento, tanto faz, mas final de período, é necessário beber e chorar pelos últimos seis meses fodidos que você teve.

Se ainda não chegou lá, aguarde, você vai.

Era o que Lee Taeyong e Jung Jaehyun faziam.

Um em cada canto daquela chopada com seus próprios amigos, enchendo a cara, dançando e rindo, aliviados por alguns diazinhos de folga e férias. Só Deus sabia como era fodido fazer medicina e direito e de quebra serem odiados apenas por fazer medicina e direito, mas ta bom, pelo menos um ia curar pessoas e ver os créditos sendo dados a Deus e o outro ia defender investigado da lava jato. Todo sofrimento pra boiola é pouco.

Foi indo pegar bebida na cozinha que os dois se esbarraram e se encarara brevemente. Ambos um pouco bêbados e risonhos deram breves risadinhas ao esbarrar um no outro.

"Soube que nossos irmãos estão se pegando." Taeyong falou.

"Quem diria que iria demorar tanto pra acontecer." Jaehyun respondeu e Taeyong riu.

"Agora só falta a gente."

"Como é que é, gay?!"

"Sabe como é, manter as coisas em família..." Jaehyun riu incrédulo.

"Eu não ficaria com você nem se fosse o último advogado de mundo e eu etivesse sendo acusado de matar o presidente."

"Ouch! Posso saber o porquê?"

"Você meio que já ficou com metade do seu curo e do meu também. Mau de família, eu acho."

"Licença, mas você não é nenhum santo."

"Não disse que era." riu. "Esquece essa doideira, Lee Taeyong. Não beijaria você nem que você fosse o último copo de água e meu cabelo estivesse pegando fogo."

E nisso ele saiu, deixando para trás um Taeyong chocado por ser rejeitado.

 

Depois de mais bebidas e danças pela festa, Jaehyun precisou ir ao banheiro porque não podia ficar se segurando e foi só chegar lá que se assustou. Deu de cara com Taeyong fazendo xixi e cobriu os olhos.

"Wow, não sabe bater na porta?" O Lee perguntou e viu Jaehyun ficar vermelho enquanto Taeyong ia até a pia lavar as mãos.

"Você não sabe trancar a porta?!" Jaehyun peruntou e Taeyong riu, puxando o outro pra dentro e fehando a porta, trancando em seguida.

"Sei, viu só." ironizou.

"Me deixa sair." Jaehyun falou e Taeyong revirou os olhos.

"Você é muito estressadinho, valha..." falou virando pra porta novamente. "É só destrancar assim e... hum... virar a chave e... puta merda..."

"O que foi?!"

"Não quer abrir." Jaehyun se desesperou.

"Sai da frente!" foi até a maçaneta e forçou, uma, duas, três e na quarta, Taeyong ouviu um barulho.

"O que foi isso?" Jaehyun se virou lentamente com a maçaneta da porta na mão. "Parabéns, Jaehyun, nos prendeu no banheiro, na porra da garagem!"

 

**

 

Já fazia umas duas horas que estavam trancados e tentando gritar pra alguém ouvir, mas estavam na garagem enquanto a festa acontecia bem longe dali, portanto estavam fodidos.

Jaehyun estava sentado na pia e Taeyong jogado na tampa da privada.

"Isso é tudo culpa sua!" Jaehyun falou.

"Minha?! Você que queria saber se eu não sabia trancar a porta!"

"Você é tão irritante..."

"Entre os irmãos, o Nana é com certeza o mais legal." reclamou e Jaehyun levantou da pia andando de um lado pro outro e tentando abrir a porta.

Tentava ligar ou mandar mensagens pros amigos, mas ninguém via ou atendia.

Foi quando estava surtando que Taeyong se levantou e foi até o espelho, tirando a camisa e assustando Jaehyun.

"O que tá fazendo?"

"Me refrescando, senhor apavorado, tá quente aqui." falou molhando o pescoço e o rosto e Jaehyun ficou observando. "Se ficar encarando vou pensar que mudou de ideia."

"Pff. Faça me o favor Lee Taeyong." O Lee se aproximou do outro e o encurralou na porta.

"Tô errado?"

"Tá!" Taeyong estava se afastando quando Jaehyun o puxou de volta e beijou do nada. "Se contar pra alguém, te mato."

O banheiro de repente ficou quente demais e os dois só foram encontrados horas depois cochilando no chão vestindo apenas cuecas.

Mas claro... Jaehyun nunca ficaria com Taeyong.

Pfff.


Notas Finais


o auge né amado

xoxo
*3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...