História Best friend - Capítulo 1



Notas do Autor


•Em parceria com @TalkNRT_Project•


Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo 1: Inseparáveis


Fanfic / Fanfiction Best friend - Capítulo 1 - Capítulo 1: Inseparáveis


As gotas geladas da chuva caíam sobre a pálida e fina pele do jovem Uchiha. Os glóbulos molhados, ficavam sobre a roupa de Sasuke, que mesmo abaixo de uma estrutura, sentia o frio do vento e a umidade do ar. 

Seus pensamentos estavam totalmente focados em porque diabos, logo em um dia chuvoso como este, sua mãe trabalhou até tarde e não pode os buscar? Teriam que pegar um ônibus agora! 

Sasuke e Itachi suspiraram sobre esse pensamento, já impacientes pela demora do veículo público. Alguns minutos a mais e puderam ver no alcance de suas visões, o automóvel que aos poucos foi diminuindo a velocidade conforme se aproximou do ponto dos meninos. ambos entraram, e a porta se fechou. Era inevitável olhar para a face tediosa de cada um ali presente, e os mesmos nem se importaram com a presença de dois jovens cansados querendo um banco, após um longo dia de aula. 

O primogênito de Fugako quase deu um suspiro de alívio ao localizar um local para se sentarem, e vagarosamente, para não cair com a tremedeira do chão, foram cuidadosamente até a área. Itachi se sentou próximo a janela, dando espaço para seu irmão se sentar ao lado. 

Era tediante ver o caminho que o veículo tomava, assim como era tedioso ver todos aqueles rostos cansados, exaustos. Sasuke sentiu algo ou alguém cutucar seu ombro, e silenciosamente se virou, para aos poucos encarar um lindo sorriso brilhante, que foi quase que na mesma hora estampado em seus próprios lábios. 

- Olá Teme - Naruto, seu inseparável e melhor amigo. Ele era tão único, tão diferente de qualquer outra criança. Era de fato, alguém insubstituível. 

- Oi! - Demonstrou certa animação na voz, saindo de perto do irmão para se sentar no banco atrás dele, junto ao loiro. Ambos começaram a conversar sobre assuntos paralelos e aleatórios, em quanto que por um descuido, Itachi se perdeu em pensamentos tão vagos quanto às perguntas que fazia a si mesmo. 

Pensava em um certo amigo, que para si, também era insubstituível. Shisui, seu melhor amigo. Como se não fosse nada, começaram em uma etapa básica para qualquer um, sendo apenas colegas, até se tornarem amigos, melhores amigos, e agora já estavam a um nível a mais que isso, assim como Naruto e Sasuke. Só que a pergunta que se repetia em suas mentes todo santo dia era... O que vem depois de melhor amigo? 

Não era algo que podiam responder com facilidade. Mas como saber o que o outro pensa? É impossível. E isso é tão insignificante, e ao mesmo tempo tão perturbador, ao ponto que sempre que iam mais a fundo no assunto, ficavam perdidos em devaneios. Shisui e Itachi faziam literalmente tudo juntos: Iam para a escola juntos, as vezes voltavam juntos, só ficavam um com o outro, sentiam ciúmes e medo de perder, trocavam segredos e coisas que somente eles sabiam. Itachi sabia tudo sobre Shisui. E Shisui sabia tudo sobre Itachi. Eram inseparáveis, fizeram tudo que amigos podem fazer juntos, e até mais que isso. 

Assim como Sasuke, ele pensava o que vêm a ser uma paixão. Talvez se só paracem de pensar no significado de tudo, poderiam só viver normalmente dia após dia. Mas é quase impossível. 

O Uchiha olhou inexpressivo para o lado de fora, vendo a chuva aos poucos se diminuir, tornando-se uma garoa intensa. Prestava atenção em cada detalhe da rua, porém seus pensamentos estavam em outro alguém. Uma mão gelada e um pouco úmida pela chuva tocou de leve seu ombro, e o menor sentiu uma presença que teve a liberdade de se sentar ao seu lado. Virou-se lentamente com poucas expectativas, e ao encarar as Iris negras, ficou feliz com o resultado. O dono de suas insônias sorria gentilmente para si. 

- Oii, Itachi-kun - Um intenso brilho foi esboçado nas orbes de ambos, que se encaravam um ao outro de forma indescritível. 

- Shisuii - Falou de certa forma muito animado, abraçando o amigo que devolveu o aperto. 

- Eu não sabia que você ia 'pegar um ônibus logo hoje! -

- Digo o mesmo -

- Oh, sua roupa esta toda molhada, se você quiser pode usar meu casaco - Disse com um tom preocupado vendo os cabelos de Itachi pingarem sob a roupa, a encharcando. 

- Está tudo bem, olhe para você, não está muito diferente. Mas mudando de assunto, você quer ir dormir na minha casa hoje? - Perguntou de forma amigável, era algo comum entre eles dormir na casa um do outro não importando o dia. 

- Ta bem. Só preciso avisar meu pai - O celular foi pego por suas mãos quase que na mesma hora, e o Uchiha mandou uma mensagem recém enviada em um aviso para o pai. 

- Hã.. Shisui, você.... - Itachi ficou vermelho antes mesmo de dizer, pensando em um geito não tão estranho de dizer algo assim ao 'amigo' - B-bom... Você quer ir a algum lugar amanhã? É sábado e... É dia dos namorados, e.. Bem... - Shisui o interrompeu, colocando um sorriso de canto. 

- Uou. Esta me chamando para um encontro? - Seus lábios sorriram de forma divertida, colocando as mãos atrás da nuca. 

- N-não, quero dizer... É porque não vai ter ninguém em casa, e bom... Os meus outros amigos vão sair... - A tonalidade de seu rosto já estava absurdamente vermelha, de um modo extremamente fofo. 

- Ei Ei, não precisa explicar, eu estava brincando. Claro que quero sair com você, vamos juntos a um cinema ou algo do tipo, você quem sabe -

- Ta bem... -  Seus olhos foram direcionados para a própria perna, evitando contato visual e colocando suas mãos sobre as mesmas. Em vezes apertava um pouco amassando a própria roupa, em forma de anciedade e nervosismo. 

O primogênito de Kagami olhou confuso para aquilo, porém lentamente, despreocupado com tudo, pegou uma das mãos do menor, que ficou surpreso. Sem se importar muito, a levou até seus lábios, dando um selinho calmo e molhado na pele sensível do primo, o olhando de relance. A face de Itachi agora só faltava explodir, não só as bochechas, mas estava vermelho por completo. 

Era uma característica dele ser tímido a esse nível, e isso porque eram melhores amigos, com estranhos é pior. Shisui acha isso deverás fofo, mais sabe que assim como si, o primo esta tentando evitar este tipo de contato pelos sentimentos recíprocos que ambos tem. 

- Eu te amo migo - O coração do menor parou, não é como se isso fosse algo divergente da rotina diária deles, porém sempre que o maior falava isso, seu coração ficava a ponto de explodir para logo após bater freneticamente. 

Ele sabe que também ama Shisui, mas tem medo de pensar que a forma como é amado é somente de amizade. 

- T-também - O mais velho sorriu de canto, largando com leveza e carinho a mão frágil do mais novo. 

- Olha, Itachi.... Você pode me dizer se eu estiver invadindo seu espaço pessoal ou estiver ultrapassando os limites da barreira de amizad- Foi interrompido pelo outro, que o olhou balançando a cabeça negativamente. 

- Não! D-digo... N-não... Você não está...tudo bem assim como esta... -

- Hm... Por mim tudo bem. Eu quero sempre estar cada vez mais próximo e íntimo de você - Seu rosto se aproximou um pouco do lóbulo alheio, proferindo como um sussurro as palavras que rodearam a mente do mais novo. 

"Cada vez mais próximo e íntimo"

'O que ele quis dizer com isso?' perguntou a si mesmo, corando um pouco com o ato do moreno. 

- Shisui..... Você..... - Procurou as palavras exatas, mas foi cortado pelo outro. 

- Ah! Aqui é o ponto da sua casa não? - Seu tom era animado, e sem prolongar o diálogo pegou na mão do amigo o puxando, saindo junto aos mais novos que foram atrás de si, e apesar da chuva ainda cair estava fraca. 

- Shisui-san, vai dormir aqui hoje? - Quem perguntou agora foi Sasuke, que colocou a toca de sua blusa para impedir que suas mexas negras se molhassem, recebendo um aceno positivo do primo. 

- Vou sim, o Naruto também? -

- Hai - Foi o próprio quem o respondeu, também animado com a idéia. 

- Itachi... Na sua casa só tem um colchão, deixe o Naruto nele. Você não se importa se eu dormir na cama com você, não é? - Seu tom era calmo porém tinha intenções nele que o Uchiha menor ficou vermelho ao perceber, desviando o olhar. 

- Você pode dormir no sofá, mas se não quiser pode dormir na minha cama e eu durmo na sala - Em nenhum momento encarou os olhos de Shisui, estava muito envergonhado para isso. 

- Então você se importa? - Usou um tom provocante, se aproximando do que se afastou. 

- N-não... Se você quiser tudo  bem... -

- Ótimo -




Um pouco mais a frente deles, caminhavam Naruto e Sasuke, que se puseram a ir primeiro sem se importar com os mais velhos. 

- Ei! Vão ficar ai flertando na chuva ou preferem vir logo? - Gritou para o irmão e o primo, bufando logo em seguida. Shisui gritou um 'já vamos' e Itachi apenas cobriu o rosto completamente corado. 

O filho mais novo de Fugako andava com os braços abertos, para se equilibrar em quanto caminhava na guia da calçada. Como estava molhada pela recente tempestade e atual garoa, ficou um pouco escorregadio, e quando um de seus pés foi ser posto a frente do outro para iniciar um novo passo, seu pé pisou em falso o fazendo desiquilibrar-se. Sentiu as frias gotas d'agua caírem sobre seu corpo, em quanto como se fosse câmera lenta, caiu para o lado da rua, o que o fez fechar os olhos em antecipação. Porém antes que seu corpo fosse bruscamente de encontro com o chão, sentiu braços fortes e firmes a o segurarem, seria uma queda feia já que estava tudo escorregadio e o asfalto é áspero, mas por sorte, seu melhor amigo estava lá, como sempre. 

- Você está bem? Teme? - A voz suave e preocupada do Uzumaki resoou no ouvido do Uchiha, o deixando embreagado em um momento de pani e êxtase. 

- Sim... Obrigado - 

Sabia que assim como Naruto, não conseguiriam viver sem o outro. Porém o nome desse sentimento era desconhecido por eles, em uma época que dizer sentir 'amor' por outro homem é o modo mais fácil de ser julgado por todos. 



                 ********




Encharcados, porém sãs e salvos chegaram na casa dos dois Uchiha. Todos que passaram pelo degrau perto da porta, deixaram lá seus calçados e casacos, tendo a liberdade de ficar apenas de meia na residência dos amigos íntimos. Itachi foi até seu próprio quarto dando o aviso que ia se trocar, e Sasuke nem pensou duas vezes para caminhar direto para a cozinha, preparar um alimento, afinal, eram exaustivos todos os dias de uma longa e tediosa aula. 

Shisui e Naruto apenas acompanharam o menor dos Uchiha's, estando agora no cômodo de refeições. 

- Estão com fome? Querem comer o que? - Sasuke foi o primeiro a quebrar o silêncio, levando as mãos até cada uma das portas do armário, verificando tudo comestível que havia no local. 

- Qualquer coisa.... - Disse Naruto, já que Shisui estava distraído com outras coisas. 

- Shisui, o quarto do Itachi é no fim do corredor virando a direita, você sabe muito bem disso. Pode ir lá se quiser - Falou rindo de canto tendo o olhar confuso do primo para si, porém Shisui preferiu ignora-lo para procurar o inseparável amigo. 

Caminhou lentamente pelo corredor, parecendo querer planejar e estabelecer tudo antes de falar, pensando em cada possível reação e resposta, e de como poderia perguntar sem ser de uma maneira considerada estranha. 

Ao se aproximar do cômodo, o primogênito de Kagami deu algumas fracas batidas na porta que foram muito baixas para serem ouvidas. Seus pensamentos e mente estavam em outro lugar. Voltando a si, deu alguns toques mais potentes na porta, que agora puderam ser escutados pelo menor que não tardou a responder. 

- Estou me trocando - Disse um tom mais alto vindo do lado de dentro, fazendo o maior ficar confuso. 

- Posso entrar? - Perguntou como se fosse comum qurer entrar já que era si, primo distante e amigo do Uchiha. 

- Shisui? Espera um pouco, eu já vou - Falou em um tom audível, colocando uma camisa qualquer apenas para ficar relaxado no fim de uma sexta, dia preferido dele na semana. 

Shisui ignorou completamente o que lhe foi falado e invadiu a propriedade do mais novo não se importando muito, para logo então fechar a porta atrás de si e com o pequeno 'blanck' que foi feito, Itachi se virou tomando um extremo susto da presença alheia junto de si, que estava apenas com uma blusa maior que seu corpo, que cobria sua roupa íntima. 

- S-shisui! Eu falei que era pra esperar -

- Tudo que você tem, eu tenho - Seu tom era totalmente sereno e simplista, demonstrando para o primo que ele estava fazendo tempestade em copo d'água. 

Itachi estava corado, e acompanhou os passos calmos e lentos do outro até a cama, onde lá se sentou, sem em nenhum momento parar de encarar o corpo a sua frente, perto do guarda-roupa. 

- Sabe... Eu queria entender melhor a nossa sociedade - O menor aproveitou que o moreno ficou distraído o dizendo isso, para então rapidamente colocar a parte de baixo das vestes, vestindo uma calça moletom preta e se aproximando da própria cama para se sentar ao lado do amigo reflexivo. 

- Como assim? -

- Géneros, preferências e aparências... Você acha que isso realmente importa? - Itachi não fazia idéia do que os lábios do maior estavam proferindo tão derrepente, e o olhou confuso, levantando uma sombrancelha - Itachi... Você acredita no amor? - O coração do Uchiha parou com tal pergunta diante um momento tão pensativo que ele refletia todos os dias. 

Ficou sem reações também não conseguindo entender. Seus lábios se manteram entreabertos com uma expressão pasma, o deixando ainda mais confuso sobre o que sente. 

- Eu..... - Shisui acompanhou a boca do parceiro, tentando identificar qualquer baixo som ou ruído que de lá escapasse - Eu acredito..... -


E isso, poderia se dizer que era uma experiência própria. 





Depois de uma boa refeição, todos já satisfeitos, acharam melhor ir dormir cedo, para evitar qualquer tipo de cansaço e indisposição pela manhã de um sábado programado para várias coisas. No quarto do Sasuke, Naruto mal deitou e já adormeceu, dormindo de forma pesada no colchão ao lado da cama do Uchiha, onde até mesmo um rastro de saliva escorria do canto de sua boca. 

Já no quarto ao lado, Itachi tentava ao máximo não se perder em pensamentos. Seu amigo dormia ao seu lado e já estava praticamente roncando, porém o mais novo não conseguiu pegar assim fácil no sono. 

Seria uma longa noite de insônia para os dois Uchihas anciosos pelo dia de amanhã. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...