1. Spirit Fanfics >
  2. Best Friend >
  3. Capítulo 2

História Best Friend - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Êêêê gente, vamos aproveitar essa quarentena para ler muita fanfic!!!
Boa leitura <3

Capítulo 3 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Best Friend - Capítulo 3 - Capítulo 2

Midoriya voltava para sua casa cabisbaixo, estava se sentindo péssimo.

Tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo....

Ele nem estava ligando para os carros que buzinavam para si, só queria chegar logo de uma vez.

(NA CASA DE MIDORIYA)

Inko: - Oh, bem-vindo de volta Izuku! Como foi na escola?

O menino apenas sorriu triste.

Midoriya: - Foi tudo bem.

Inko: - Mesmo? Estou achando você abatido.

Midoriya: - Sim, é apenas cansaço haha.

Inko: - Certo....

Midoriya: - Acho melhor eu ir pro meu quarto.

Inko: - Mas sem jantar?

Midoriya: - Estou sem fome.

Inko: - Ok, mas quando levantar não deixe de comer.

Midoriya: - Ok, boa noite okaasan.

Inko: - Boa noite meu filho, durma bem.

Midoriya: - Obrigado, a senhora também.

(NO QUARTO DE MIDORIYA)

O esverdeado simplesmente trancou a porta e se pôs a deslizar sobre a mesma até seu corpo encostar no chão. Não demorou muito para que algumas lágrimas escapassem de seus grandes olhos verdes.

Céus, como ele iria encarar Todoroki amanhã?

Com que cara ele iria olhar pra ele?

 

Sem respostas, apenas mais e mais lágrimas.

Como seria o relacionamento dos dois a partir de hoje? A partir de tal ocorrido?

Teria ele machucado os sentimentos do bicolor?

E por que raios seu melhor amigo o amava? Ele não entendia.

Aliás, Midoriya não estava entendendo nem seus próprios sentimentos, quem dirá os de Shouto!
           *CELULAR VIBRA*
O menino sente o celular vibrar e logo retira o aparelho de seu bolso, enxugando as lágrimas para enxergar quem havia lhe enviado mensagem.

Era Todoroki.

{MENSAGEM ON}

Shoucchan <3: - Boa noite Midoriya.

Shoucchan <3: - Me desculpe por ter ido embora e ter lhe deixado na escola, acabou que não fomos tomar sorvete como você queria.
Shoucchan <3: - Também peço perdão pelos acontecimentos de hoje.
Shoucchan <3: - Apenas esqueça isso.
              {MENSAGEM OFF}

 

Sem responder nada o esverdeado trava o celular, caminha até sua cama e se joga na mesma.
Era melhor dormir porque o dia de amanhã não seria nem um pouco fácil.
       (....)
O relógio marcava 5:30AM e Midoriya logo foi acordado por seu despertador do All Might. Pela primeira vez seu ânimo de levantar e ir pra escola era de 0%.
Sabendo que não poderia faltar, decidiu checar seu celular de relance antes de começar a se arrumar.
Havia algumas mensagens, mas a de duas pessoas em questão lhe chamaram a atenção.

Uma era de Bakugo.

A outra era de Todoroki.
           

 {MENSAGEM ON}

Kacchan <3: - Oye, tá acordado seu merda?

Kacchan <3: - Não vá achando que eu esqueci que você ficou de conversinha com o meio-a-meio ontem não!
Kacchan <3: - Vamos resolver isso na escola, tá entendendo caralho?!
Kacchan <3: - Te vejo lá, Deku inútil.
           {MENSAGEM OFF}

O esverdeado apenas suspirou cansado. Katsuki "amável" como sempre.
Agora ele tinha que ver a mensagem de Todoroki.
           

{MENSAGEM ON}
Shoucchan <3: - Bom dia Midoriya, espero que tenha dormido bem.
Shoucchan <3: - Irei passar aí para te pegar.
Shoucchan <3: - Vamos pra escola juntos.
          {MENSAGEM OFF}


O esverdeado arregalou os olhos e quase entrou em pânico.
Já estava passando da hora de se arrumar!
Sem perder mais tempo ele correu pro banheiro e foi fazer sua higiene matinal, logo depois ele foi tomar seu reforçado café da manhã e por fim se arrumar.
         [ALGUNS MINUTOS DEPOIS...]
Midoriya já estava pronto e esperava por Shouto no lado de fora do apartamento.   
Seu coração estava acelerado e suas mãos estavam suando.
Carambolas, era apenas Todoroki, seu melhor amigo!
0 motivos para se sentir assim!
Após alguns minutos o bicolor chegou ali, e Midoriya não o abraçou como de costume.
O menor direcionou apenas um "bom dia" e assim seguiram até a escola.
Aquele clima estava extremamente desconfortável.
 
        [NA ESCOLA....]
Todoroki obtou por se sentar em sua carteira enquanto Midoriya conversava com Lida e Uraraka na porta da sala de aula. Aizawa ainda não tinha chegado, então não havia problema.
Os olhos heterocromáticos estavam se cruzando toda hora com as orbes esmeraldas de Midoriya, coisa que os amigos do menor não deixaram de notar.

Havia algo de errado entre os dois.

Uraraka: - Deku-kun, você e o Todoroki-kun brigaram?

Midoriya: - Não é como se tivessemos brigado...

Uraraka: - Ué, então o que aconteceu?

Midoriya: - É que seria meio embaraçoso explicar. - Disse coçando o pescoço.

Uraraka: - Mas nós somos amigos Deku-kun! Você tem que falaaarrr!

Midoriya: - E-Er..

Lida: - Uraraka-kun, você não pode e nem deve obrigar o Midoriya-kun a falar! Ele não está se sentindo à vontade!

Uraraka: - Mas Lida-kun, eu quero sabeerr! Podemos até mesmo ajudar!

Bakugo: - Oye, saiam da frente seus nerds!

O loiro adentra na sala e joga sua mochila de qualquer jeito em cima da mesa, retornando para a porta novamente.

Bakugo : - Você Deku, venha comigo!

O loiro agarra o pulso do menor e o puxa para a biblioteca (que estava vazia no momento).

Midoriya: - Kacchan...o que viemos fazer aqui?

Bakugo: - Comer seu cu quem sabe!

O verdinho se encolhe sem graça pela ignorância do outro.

Bakugo: - Mais cedo eu te avisei que a gente ia ter a porcaria de uma conversa, por isso estamos nessa porra de biblioteca.

O loiro vai chegando perto do menor até o encurralar em uma prateleira cheia de livros.

Bakugo: - Escute bem o que vou dizer aqui Deku, se eu souber que você anda pulando cerca com aquele maldito meio-a-meio de merda, eu juro que te quebro ao meio. E tenha certeza que com ele vai acontecer coisa bem pior!

O menor engoliu em seco.

Não era novidade nenhuma que Bakugo já havia batido nele antes ou feito alguma espécie de ameaça (visto que Izuku já sofreu diversos tipos de bullying pelo loiro, tanto físico quanto psicológico).
Teve até mesmo um dia em que Midoriya foi parar na enfermaria da escola após ter sido espancado pelo seu precioso Kacchan.

Motivo? Ciúmes.

Ciúmes de ver o esverdeado conversando feliz da vida com Shinsou - este que também não foi poupado de levar uma surra.

Midoriya: - E-Eu entendi, isso não vai mais acontecer.

Bakugo: - Não vai mesmo não, você tá proibido de falar com aquele duas caras a partir de agora.

Midoriya: - O quê! Kacchan, você não pode!

Bakugo: - Não posso o que, hã?!

O olhos do menor lacrimejam.

Bakugo: - Chega vocês dois com essa porra de proximidade toda, viadagem do caralho! Não vão mais se falar e ponto!

Dito isso o loiro saiu dali, deixando um Midoriya pra lá  de desconsolado.

É, com certeza o dia não ia ser nem um pouco fácil.

(.....)

O esverdeado retorna pra sala e percebe que as aulas já haviam começado.

Midoriya: - Bom dia Aizawa-sensei, desculpe o atraso!

Aizawa: - Bom dia.

O moreno faz sinal pro esverdeado se sentar em seu lugar e o mesmo obedece.

Antes de começar a se concentrar totalmente na aula, Midoriya olhou rapidamente para Todoroki e o mesmo retribuiu o olhar.

Ficaram se encarando por alguns segundos.

"Eu juro que te quebro ao meio. E tenha certeza que com ele vai acontecer coisa bem pior!"

Com esse pensamento o menor desviou o olhar e focou sua visão apenas no quadro, não olhando para trás nenhuma vez mais.

(......)

As aulas haviam terminado e quase todos tinham ido embora.

Bakugo tinha saído acompanhado de Kirishima.

Agora era a vez de Midoriya ir embora, completamente sozinho dessa vez.

Sem Uraraka.

Sem Lida.

Sem....

Sem Shoucchan.

Seu coração apertou forte ao pensar no último citado.

Ele deveria ir embora dali logo, não queria correr o risco de ser chamado pelo bicolor.

Rapidamente arrumou suas coisas na mochila e quando estava prestes a atravessar a porta, aquela voz tão conhecida o chamou.

Todoroki: - Midoriya.

O menor travou ali mesmo. Tarde demais.

Todoroki: - O que há de errado com você?

Midoriya: - C-Comigo? Nada.

Todoroki: - Seja franco, eu te conheço e sei que você está escondendo algo.

Midoriya: - É impressão sua.

Os últimos alunos que estavam na sala acenaram para eles e se retiraram do local.

Agora era apenas Midoriya e Todoroki ali.

Droga, ele tinha que ir embora logo. Katsuki podia voltar!

Midoriya: - Eu realmente preciso ir agora, tchau Todoroki-kun.

O esverdeado foi impedido de ir após o bicolor segurar seu braço.

Todoroki: - Você está me evitando, está agindo estranho comigo. Foi por causa de ontem? Eu pedi desculpas.

"O que eu falo???"

Midoriya: - N-Não...Não é isso.

Todoroki: - Por favor Midoriya, não se afaste de mim assim.

Os olhos de Shouto...

Aquele olhar....

Um olhar que demonstrava medo de perdê-lo.

Sem demora o maior abraçou o esverdeado fortemente. Os olhos arregalados do menor indicavam a surpresa.

Todoroki: - Sei que você não pode corresponder aos meus sentimentos, mas eu te amo e vou lutar pelo seu amor com todas as minhas forças.

Midoriya: - To-Todoroki-kun...

"Não Izuku, você não pode!"

Midoriya: - Eu...Eu disse que preciso ir!

O esverdeado empurra o bicolor e sai correndo escola à fora.

Ele conseguia ouvir Shouto o chamando, conseguia ouvir seu coração palpitando feito tambor, mas tinha que ser mais forte que todos aqueles sentimentos.

Pela segurança de seu melhor amigo que agora era sua possível paixão, Shouto Todoroki.


Notas Finais


Obrigada por ler! ❤😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...