História Best Friends - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Kpop
Visualizações 45
Palavras 673
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 25 - Novo Namorado?


Fanfic / Fanfiction Best Friends - Capítulo 25 - Novo Namorado?

Cheguei em casa, em pleno estado de choque. O que eu fiz? Fiz merda de novo, só para variar. Yoora é uma pessoa tão doce e amável, ela deve ter ficado constrangida. Será que ficou meio óbvio que eu gosto do namorado dela? .

-AISH!- Grito. Eu me odeio, é oficial.

Começo a andar para o meu quarto, enquanto tiro minha roupa, deixei no chão mesmo, amanhã eu pego. Só preciso da sensação da água escorrendo pelo corpo, como se levasse embora meus problemas, trazendo um pouco de tranquilidade ao caos que é minha mente.

Coloco uma lingerie e um moletom por cima, me jogo na cama e fico olhando para o teto. Tenho que me desculpar com ela, tentar explicar o porque de eu ter saído daquele jeito, pelo menos tentar. Pego um travesseiro e aperto contra o meu rosto, para abafar o grito que eu dei.

Será que eu ligo para a Sun Hi? Ou vou na cafeteria falar com a Eunbi? Melhor não fazer nenhuma dessas coisas, elas tem mais o que fazer. Suspiro.

Estava perdida em meus pensamentos, até escutar meu telefone tocar. Estico meu braço até o criado-mudo, com muita dificuldade consegui alcançar.

-Alô?- Falo com um pouco de dúvida, pois eu não olhei o visor. Eu sei muito esperta.

-Oi Mi Cha, nunca mais me ligou- Eu poderia reconhecer essa voz em qualquer lugar em meio a muitas outras.

-Omma!- Praticamente grito.

-Já se esqueceu de mim? Pensei que quando saísse daqui ia ter um pouquinho de consideração e me ligar – Não seria ela sem drama.

-Não esqueci de você omma, é que eu tenho andando bastante...ocupada- Eu não ia falar nada disso para ela.

-Sei – Ufa, ela acreditou – Mi Cha, você não engana ninguém – Estava bom demais para ser verdade.

-É sério!  - Convencer essa mulher é uma coisa complicada.

-Como anda você e o menino Min? – Por que todo mundo resolveu falar dele?

-Ele tem uma namorada agora – Tentei disfarçar o máximo possível, que não estava nem um pouco afetada.

-Sério? – Deu para sentir seu tom de surpresa – Que pena, sempre apoiei vocês

-Omma! – a repreendi- Não fale uma coisas dessa!

-Só falei a verdade, minha filha – senti minhas bochechas esquentarem – e como anda você?

-Com as pernas – seguro a risada pois sabia que ela iria reclamar.

-Mi Cha! Não seja grosseira! Não te ensinei isso – dei risada- Tá falando com alguma palhaça por acaso?

-Desculpe – Falei secando uma lágrima no canto do olho – Mas, porque me ligou? Você nunca liga sem segundas intenções.

-Não fale assim, parece que sou interesseira – Ela resmunga.

-Mas, você é – Falo baixo.

-Vou fingir que não escutei, enfim, eu te liguei para te chamar para um jantar – Ela diz animada.

-Omma, você quer que eu saia de Seoul para ir em Daegu só para comer? – Ela perdeu a cabeça?

-É porque eu quero te apresentar ao meu namorado – Ela diz simples.

-Namorado é? Até você saiu da seca – Afundo meu rosto no travesseiro.

-Eu preciso te colocar em aula de bons modos – Ela sempre falou isso – Ele tem um filho, mais ou menos, da sua idade.

-Quando vai ser? – Falo ansiosa.

-Esse final de semana, pode ser? - Penso um pouco.

-Claro! – Vou precisar falar com o Park.

-Preciso ir agora, não quebre muitos corações – Dou risada.

-Ah omma, só um ou dois – ela dá risada e desliga.

Estico meu braço, e coloco meu celular de volta no criado-mudo. Estou sem nada para fazer. Resolvi ler um livro na varanda de casa, pois ainda está de tarde e com uma brisa fresca, mas antes, óbvio, vou colocar um short.

Fiquei lendo por mais ou menos duas horas, até sentir meu celular vibrar em meu bolso. É o alarme. Pego livro, volto o ao meu quarto, coloco na prateleira, e vou trocar de roupa. Faço uma maquiagem bem forte e marcada.

Fiquei pronta bem a tempo, o irritante som da buzina se fez presente. Desço correndo, fecho a casa e entro no carro, e logo o motorista dá a partida.


Notas Finais


Foi pequeno? Sim
Mas..
Pelo menos, postei
Creio eu, que ficou um pouco engraçado
Foi isso.
Beijos na Bunda!


-Unicorn


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...