História Best Friends - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 2
Palavras 615
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem e desculpem pela demora❤postarei o 4 capítulo no máximo daqui a uma semana 💙BOA LEITURA...

Capítulo 3 - Eu achei que te fosse perder...


Fanfic / Fanfiction Best Friends - Capítulo 3 - Eu achei que te fosse perder...

POV LEXY

Naquele momento os pais de Alex, viraram-se, viram-nos e limparam as lágrimas e sorriram na nossa direção, nesse momento eu fiquei muito confusa, ALEX HAVIA MORRIDO E OS SEUS PAIS ESTAVAM SORRINDO, a mãe dele olhou para nós aparentemente muito feliz, e eu ainda sem entender PORRA NENHUMA.

-Que bom ver-vos, Lexy como você está?- perguntou a mãe do meu melhor amigo, neste momento acredito que esteja morto...

-PÉSSIMA! -gritei desesperada

-Porquê? O que aconteceu, querida? -perguntou preocupada.

-Talvez, mas só talvez, eu indiretamente tenha matado o meu melhor amigo! - disse tentando evitar o choro- desculpem se para vocês isso é normal, mas pra mim não- concluí deixando o choro falando mais alto.

Max me abraçou e sussurrou: vai ficar tudo bem, Lex... - tranquilizou me

-Não minta pra mim... - disse tentando cessar o choro

Ele só me olhou com um ar de: eu sei mas cala a boca, vive esta mentira reconfortante, e não me faça chorar. Eu entendi isso e apenas me calei, de repente ouvi um barulho, do que parecia ser uma cadeira de rodas olhei e me choquei quando percebo o que estava à minha frente...





























ALEX NUMA CADEIRA DE RODAS OLHANDO PARA MIM COM UM SORRISO NO ROSTO




























- 'Pera, o que aconteceu aqui? - eu perguntei confusa

-Eu acordei ontem, e precisei de uma operação, daí hoje de manhã eu fui pra sala de cirurgia e agora, vou esperar algumas horas para ter Alta- ele explicou sorridente

Eu só assenti e lhe deu um abraço muito apertado, consegui sentir um sorriso a se formar na cara do meu melhor amigo, sorri também, estava muito feliz agora sim, percebia a razão de os pais dele estarem chorando e rindo, podia dar ERRADO mas se desse CERTO seria como se isto nunca tivesse acontecido, por algo momento eu quis ir para um a realidade onde eu sabia que não teria de conversar com ele sobre o que levou tudo isto a acontecer...























...O BEIJO...














































... 2 meses se passaram...























POV ALEX

Eu não me lembrava de nada que tivesse haver com o acidente, passava as noites bem branco a imaginar o que teria acontecido, então me decidi perguntar à Lex, como a minha mãe proibiu me de dirigir se eu fosse para algum sítio dentro da cidade, fui a pé para a casa de Lex, o que foi bom, tive bastante tempo para pensar.

Depois de alguns minutos já estava à frente da porta na casa da minha melhor amiga. Toquei à campainha.

-LEXY JANE HANGRED, VAI ABRIR A PORTA- ouvi os gritos de quem acho que era a irmã mais velha de Lex, e esse segundo nome *Jane* só eu na Escola inteira sabia da existência dele...- TU JÁ ESTÁS AÍ EM BAIXO! MEXE ESSA PORRA DE BUNDA E VAI ABRIR A PORTA! POR-FA-VOR! - gritou do andar de cima- SE NÃO VAIS TU NINGUÉM VAI, E QUEM ESTÁ LÁ FORA QUE SE FODA, sem ofensa- disse Julia, a irmã dela.

-Eu ouvi essa! -gritei

Ouvi a fechadura da porta a ser destrancada.

-Ahh... Olá.... Então... - disse ela meio envergonhada

-Ahh! Deixa-me passar-se disse eu fingindo me ofendido

-Ahh! Vai te fuder! - gritou em sua defesa.

-Igualmente- respondi em defesa.

Subi as escadas, e bati à porta.

-Oi! -comprimentou quando me viu.

-Oi! - comprimentei também- olha, eu sei que pode parecer meio estranho... Mas eu sinto que tenho de saber o que aconteceu na altura do acidente... - ia continuar mas fui interrompido

-NA ALTURA DO QUÊ?! - ela pareceu muito assustada

-Do acide, ué? Eu tenho um burrão na minha vida, mas você pode me ajudar com isso! - disse como se fosse óbvio.

POV LEXY

Tá, chegou o momento da "tão esperada conversa"...





Notas Finais


Eu não tenho muito tempo então os capítulos vão ser assim mesmo, com menos de 1000 palavras na maioria das vezes❤COMENTEM O QUE ACHARAM E QUE RUMO A HISTÓRIA DEVE TOMAR... 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...