História Best Of Me - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Bts, Hoseok, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Kookmin, Namjoon, Taehyung, Vhope, Yoongi
Visualizações 569
Palavras 2.012
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo na visão de Jungkook para nossa alegria.
Boa leitura ❤️

Capítulo 21 - Não consigo odia-lo!


Fanfic / Fanfiction Best Of Me - Capítulo 21 - Não consigo odia-lo!

Jungkook POV

Os dias não tem sido um dos melhores para mim. Na verdade nunca foram, estavam começando a melhorar, mas a felicidade na vida minha dura muito pouco.

Desde que aquele ruivinho irritante entrou na minha vida, de alguma forma ela melhorou, mas ao mesmo tempo se tornou um caos. Eu não sabia o que ele me causava, mas era forte, eu não podia sentir aquilo porque simplesmente a vida não me permite sentir algo bom. Eu tinha certeza disso, Park apareceu e me fez ficar em dúvida, pois ele sempre dizia que não ia me deixar, ia estar do meu lado.

Mas ele mentiu.

Falava que não ia me deixar, mas deixou, eu o odiei com todas as forças por isso. Ou pelo menos tentei.

Odeio o fato de ele ter um certo poder sobre mim, isso me deixa inseguro, não quero ser o tipo de pessoa que não vive sem o outro. Eu vivo muito bem sem ele. Faz quatro dias que ele saiu de casa, e eu estou muito bem, só quebrei metade da casa mas foi de ódio por ter confiado nele.

E o pior é que o peguei saindo com o "manda nude", não que eu esteja com ciúmes, mas no dia anterior ele estava me beijando, agora estava com outro.

Antes de ele ir embora, me perguntou se eu iria esquecer ele. Eu não menti quando disse que é impossível esquece-lo. Mas eu ia tentar de todas as formas possíveis.

Esses pensamentos não me faziam bem, minha cabeça já é um caos a muito tempo, não preciso do Park para me trazer mais problemas.

Me levantei da cama. Era de manhã e escuto meu celular tocar descontrolado. Ainda bem que me ligou depois que acordei, senão esse celular ia voar.

Atendi e ouvi uma voz que me trazia lembranças horríveis.

- Jeon Jungkook...

- G-dragon...

- como andam as coisas? - ele pergunta. Cínico.

- estavam boas até você me ligar. - sua voz já estava me irritando, e só se passaram segundos.

- você não mudou nada mesmo. - ele ri.

- o que você quer? - falei seco.

- vim te dar uma ótima notícia. - lá vem. - estou aqui com três pessoas que você deve gostar bastante. - não pode ser.

- quem? - perguntei mas já sabia.

- Taehyung, Shin e o ruivinho sexy. - travei o maxilar ao escutar os nomes, eu sabia que isso ia acontecer.

- o que faz com eles?

- não está sabendo? Eles estão do meu lado agora. - não pode ser.

- eles nunca fariam isso. - falei mas tinha minhas dúvidas em relação ao Park e ao Taehyung.

- a não? mas você mesmo viu o ruivinho com Taemin, ainda dúvida? - me lembrei dos dois saindo junto, eu não estou acreditando que ele está fazendo isso comigo. Eu o treinei.

- Shin jamais faria isso. - falei firme.

- ela estava cansada do Yoongi, quem não cansa, cara chato da porra. - ele fala e eu tive vontade de atirar no próprio celular na esperança de o atingir.

- vai pro inferno.

- vou e levo o ruivinho comigo para não ficar entediado. - ele ri alto e desliga o celular.

Eu não conseguia acreditar. Eu treinei eles, ajudei, dividi até minha cama com um deles, para no final eles saírem e ir para outra gangue? E Shin, como ela pode ter se cansado de Yoongi, eles estavam muito bem e ela jamais deixaria ele.

Simplesmente não conseguia aceitar isso. Se for verdade, eu faço questão de ir até a casa dos BIGBANG e eu mesmo matar os três.

Sai do quarto depois de trocar de roupa e fui encontrar os outros no salão, marquei uma reunião urgente para falar sobre isso.

Cheguei no salão e todos estavam lá.

- o que é tão urgente Jungkook. - Jin pergunta ansioso.

Contei sobre a ligação e a notícia que me deixou sem palavras, enquanto contava eu via a cara de assustados e olhos arregalados deles.

- ISSO É IMPOSSÍVEL. - Yoongi grita com os olhos cheio de lágrima. - SHIN NÃO FARIA ISSO.

- também não acredito, nenhum dos três fariam isso, tem alguma coisa errada nessa história. - Jin fala e assim como eu, todos estavam confusos.

- mas eu vi Park com o "manda nudes", talvez esse cara tenha algo com a outra gangue e ele resolveu ficar do lado daquele viado. - falei irritado.

- Jungkook, não tire conclusões precipitadas, pode ser isso, mas isso não explica o fato de Taehyung e Shin ter ido também. - Namjoon fala.

- é simples, Taehyung seguiu o melhor amigo, Shin resolveu ir em um momento de raiva por conta da briga com Yoongi e acabou ficando por lá. - falei e Yoongi da um murro na mesa com toda sua força nos assustando.

- CALA A BOCA JUNGKOOK. - ele grita e o fuzilei com os olhos. - não deixe que o seu ciúmes pelo ruivinho e sua mágoa por ele ter te deixado, prejudique a Shin e os dois, se algo acontecer com eles porque resolvemos te ouvir, eu vou te caçar até no inferno, você é meu melhor amigo, mas você sabe que tem coisa que eu simplesmente não suporto em você, e uma delas é sua impulsividade. - ele fala alto com lágrimas escorrendo pelo seu rosto, minha vontade era de socar a cara dele, mas ele tinha razão em mais da metade do que disse.

- o que você sugere? HEIN YOONGI? - gritei irritado. - sair correndo e invadir a casa dos BIGBANG para ver se é verdade ou mentira? Então pode ir, a saída é logo ali. - falei para ele que me fuzila com os olhos e sai rápido do salão e Hoseok vai atrás dele.

- Jungkook, você tem que entender o lado dele, Yoongi ama Shin e do nada ela diz que simplesmente quer ir embora e desaparece, quando você foi embora por causa da Hyuna todo mundo te deu um tempo mas depois lutamos por você, graças ao ruivinho você voltou, eu acho bom você deixar essa sua mágoa é ciúmes dele de lado, ou você vai voltar a estaca zero como estava a meses atrás. - Jin fala nervoso e sai do salão junto com Namjoon e fico ali sozinho.

Aquelas palavras do Jin me machucaram, eu sou a pessoa mais impulsiva que existe, mas isso é o resultado do meu medo, eu posso até ser um líder, mas não me sinto um, me sinto fraco, Park Jimin de alguma forma me fez sentir que eu posso ser um líder forte e um exemplo. Pensando agora, eu me dei conta que eu simplesmente não consigo odia-lo, e continuar insistindo nessa idéia só me machucava mais, além de machucar os outros.

Esse garoto me deixa confuso, me sinto magoado por ele ter me deixado quando dizia o contrário, mas sinto que se ele aparecesse agora na minha frente, eu o beijava até minha boca adormecer.

O que Park Jimin fez comigo?

Nesse momento ele deve estar lá curtindo e trabalhando em outra gangue. Ou não.

Porque G-dragon aceitaria Park em sua gangue sendo que ele queria matar ele para me atacar?

A não ser que ele tenha mudado um pouco seu plano.

Caralho. Peguei você G-dragon.

Corri até a casa atrás de Jin e Namjoon que estavam com Yoongi e Hoseok na sala.

- Jin e Namjoon, preciso de vocês. - falei com pressa.

- o que você quer agora? Estou ocupado - Jin fala nervoso enquanto consola Yoongi.

- se eu disser que isso vai nos ajudar a trazer os três de volta você me ajuda? - todos me olham e se levantam rápido, Jin logo oferece seus serviços.

- preciso que rastreie o celular de um dos três, use o mais avançado dos programas para descobrir até o cômodo que o celular está na casa. - Jin assente e vai com Namjoon até o salão para rastrear.

- o que você vai fazer? - Yoongi pergunta ainda irritado.

- vou trazer a Shin, o sorriso quadrado e o ruivinho de volta. - falei arqueando a sobrancelha.

G-Dragon mexeu com a pessoa errada.

Liguei para os aliados da cidade vizinha e pedi para que todos ligassem o rádio comunicador e aguardassem meu chamado.

Depois de uns minutos Namjoon aparece na sala e nos chama para vermos algo no PC.

Fomos até lá e Jin olhava concentrado para o PC mas logo voltou sua atenção para nós.

- consegui. - Jin fala e observo o PC. - parece que está embaixo da casa, é estranho, como se estivesse em um... Qual o nome?

- porão. - completei. - eles só podem estar lá também.

- isso quer dizer que... - Hoseok começa a falar mas eu o interrompo.

- quer dizer que eles não estão lá por vontade própria, se eu estiver certo, não temos muito tempo, G-dragon planeja algo e não é nada bom. - falei preocupado, preciso ser rápido e cauteloso.

- qual o plano? - Namjoon pergunta.

- precisamos de você e Jin em ação também, vamos invadir aquela porra agora. - falei e liguei o comunicador para informar a todos. - escutem aqui, preciso de todo mundo na casa dos BIGBANG agora, precisamos invadir, nos dêem cobertura. - falei e desliguei o comunicador.

Jin e Namjoon pegaram armas que eles sabem usar muito bem apesar de não gostarem muito. Yoongi pega seu taco e o de Shin para entregar a ela, Hoseok também leva faca reserva para Taehyung, eu pego a arma que o ruivinho gostou mais, apesar de ser dele, o mesmo deixou aqui, vou devolvê-la.

Fomos direto para os carros, não tínhamos plano. Íamos apenas invadir aquela caralha e tirar eles de lá, nem que eu tenha que matar um por um. Park pode ter quebrado sua promessa de nunca me deixar. Mas não vou quebrar a promessa de sempre proteger ele.

Acelerei indo na frente dos outros, escuto no comunicador que os outros haviam chegado e esperava por nós para começar. Apenas respondi um "ok" e acelerei mais.

Puta que pariu, eu amo velocidade.

Em minutos eu estava na frente da casa e fiz sinal para os aliados entrar e tocar o terror ali.

Os outros chegaram logo depois de mim e só esperei escutar o primeiro tiro para poder entrar também.

Foi o primeiro tiro.

Era hora de entrar, peguei minha arma preferida, olhei sorrindo para os meninos que retribuíram o sorriso. Apontei a arma para cima e atirei rindo alto.

- é ótimo voltar a ativa novamente. - falei para eles e entramos na casa.

Tivemos que entrar pelos fundos porque na frente estava um caos, tiros para todo lado, muita bala perdida e gritos de dor. Só espero que não seja dos meus homens.

Entramos na casa e logo nos deparamos com um cara armado mas fui mais rápido e atirei em sua barriga.

Continuamos e encontramos mais um inimigo e Hoseok jogou sua faca acertando o idiota que caiu morto. Fomos andando e Hoseok pega sua faca que estava no corpo do cara.

Olhamos o local e o tiroteio estava maior nos quarto e na sala, então evitamos esses local.

- para onde vamos Jin? - perguntei rápido enquanto olhava para todos os lados.

- por aqui. - ele fala olhando no celular aonde tinha o mapa do local, ele vai na frente e descemos uma escada até chegar em uma pequena portinha.

- é aqui o porão. - Jin fala olhando no celular.

- eu vou na frente. - falei e Jin assente se afastando.

Vou até o portinha e abro devagar, lógico que deve ter algo aqui que possa ser nosso fim.

Entrei e tinha outra escada, fiz sinal para os outros ir também e fui descendo as escadas para os outros passar.

Quando termino de descer vejo quatro pessoas amarradas em cadeiras e provavelmente inconsciente. Era Shin, Taehyung, Park e outra garota que eu não conhecia. Logo a frente estava G-dragon parado com um sorriso sarcástico e uma faca na mão. Seu rosto estava com curativo, provavelmente um deles o atacaram.

- achei que iria desistir. - ele fala e os outros chegam até mim o encarando.

- você não me engana. - falei. - aprendi a nunca confiar em você.

- agora eu percebo como esse ruivinho é importante para você, uma pena que ele não vá durar muito tempo... E nem você.

Nesse momento G-dragon pega aquela faca e joga em minha direção.


Notas Finais


20 capítulos.
2k de visualizações.
Estou muito feliz.
Próximo capítulo amanhã
Com o cu na mão estamos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...