História Best of Me (imagine Jungkook) - Capítulo 46


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 417
Palavras 854
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, desculpem os erros♥

Capítulo 46 - O que aconteceu?


Fanfic / Fanfiction Best of Me (imagine Jungkook) - Capítulo 46 - O que aconteceu?

Nunca senti minha cabeça doer tanto, chegava a latejar. Eu também sentia uma tontura muito forte. Estava  impossível eu conseguir me manter consiente. Eu estava dirigindo. Mas eu não conseguia mais. Meu último lampejo de lembrança, era perturbador, pelo menos para mim. Era de S/N gritando meu nome, uma única vez, seu grito logo foi seguido por um estrondo, foi aí que eu perdi por completo, a minha consciência. 


Duas semanas depois



Jungkook on



Era horrível "lembrar" daquilo.

Minha cabeça doía, não muito, mas doía. 

Abri os olhos lentamente, logo sentindo um cheiro forte de álcool. 

Senti um homem se debruçar perto de mim.

Ele vestia um jaleco branco até o joelho e uma calça e sapatos sociais.

M (médico): Senhor Jeon?, - o homem falou, olhando fixamente para mim. - Senhor Jeon, como se sente? 

Gemi em resposta, por não ter raciocinado ainda onde eu estava. 

JK: O que... o que aconteceu?, - falei, minha voz saiu rouca. 

M: Você sofreu um acidente. 

Disso eu lembrava muito bem.

M: Você está no hospital agora, está tudo bem. Mas como você se sente?

Não respondi, olhei para mim mesmo, senti que estava sem roupa, apenas com um avental de hospital branco. Eu estava tampado com dois cobertores até a cintura. Eu não estava entubado. Estava apenas com um cano bem fino no meu braço esquerdo, provavelmente o que eu recebia soro ou algo assim. Minhas unhas estavam grandes e eu estava branco.

Aquele homem ouviu meus batimentos.

Observei rapidamente o meu redor.

Além da maca onde eu estava deitado confortavelmente, havia um armário branco com portas de vidro, os aparelhos hospitalares ligados a mim, uma cadeira de rodas encostada ao lado da porta e um sofá de dois lugares branco, encostado a um canto. Havia também uma janela ao meu lado, onde entravam raios de sol. E uma outra, na parede que ficava de frente para mim, só que esta dava para o corredor e estava coberta com uma cortina bege. 

Passei minhas mãos na cabeça. Percebi que minha cabeça estava enfaixada e meus cabelos haviam sido raspados. Me assustei com aquilo.

JK: Por que... por que estou assim?, - falei, me referindo a faixa na minha cabeça e aos meus cabelos que foram raspados. Minha voz saiu igualmente rouca.

M: Calma. Agora já está tudo bem. Deixe eu te explicar. Você já estava tendo essas tonturas há algum tempo. 

Assenti com a cabeça, apesar de ele não ter feito uma pergunta. 

M: Já tivemos casos parecidos com o seu aqui. Você tinha essas tonturas, por causa de um gêmeo embrionário alojado no seu cérebro. 

Não tinha entendido nenhuma palavra do que ele disse.

JK: O quê? 

O médico suspirou. 

M: É muito raro, mas acontece. Você se desenvolveu normalmente. Mas você tinha um gêmeo embrionário no seu cérebro, ou seja, um embrião estava desenvolvendo no seu cérebro. Isso já estava afetando uma parte específica do seu cérebro. Por isso as tonturas e dores de cabeça. Inicialmente, depois de olhar as suas tomografias, achamos que você tinha um tumor alojado no cérebro. Mas quando fomos fazer a retirada desse tumor, soubemos que era algo muito menos pior que câncer. 

Me senti muito aliviado ao ouvir aquilo.

M: Mas você está muito bem. Sente alguma dor?

Percebi que a dor na minha cabeça tinha passado. Então neguei com a cabeça. 

M: Ótimo. Não se preocupe você está muito bem. Acordou no tempo esperado após a cirurgia. Provavelmente irá se recuperar muito bem daqui para frente. Provavelmente logo você terá alta. E enquanto ao corte da incisão, você não vai ficar com uma cicatriz muito grande, seu cabelo vai crescer e voltar ao normal. Não se preocupe,  - ele sorriu de lado. - Tem alguém aqui que provavelmente vai querer te ver, - falou saindo do quarto abrindo a porta dando passagem para Namjoon entrar.

O médico fechou a porta.

Namjoon suspirou de aliviou. 

Namjoon vestia um moletom preto até o joelho, uma calça jeans preta e um tênis. Ele também usava boné. 

N: Jungkook? 

Me sentei na cama.

Namjoon veio até mim e me abraçou, retribuí o abraço passando meus braços pelas suas costas.

Logo nos separamos. 

Namjoon ficou sentado na maca ao meu lado.

N: Puta merda, - suspirou. - Sério mesmo, achei que você ia morrer.

Sorri de lado ao ver a preocupação dele.

N: O médico já te explicou, o que você tinha?

Assenti com a cabeça. 

Passei a mão na cabeça de novo. Era estranho sentir meus cabelos raspados.

N: Aliás, você parece um alien assim, - falou rindo.

Sorri diante ao comentário. 

JK: Namjoon.

N: Hum?

JK: Por quanto tempo... eu fiquei desacordado? 

N: Umas duas semanas.

JK: Caralho.

N: É. Mas o importante é que você está bem agora.

Namjoon tinha uma expressão de felicidade no rosto. 

JK: Namjoon. Cadê minha mãe? 

N: Eu e ela ficamos com você aqui todos os dias desde o acidente. Ela estava muito cansada. Mandei que ela fosse para casa, que eu ficaria aqui. Qualquer coisa eu ligaria para ela.

Assenti com a cabeça. 

Fiquei extremamente feliz, em saber que Namjoon havia ficado no hospital comigo.

Lembrei de S/N. Me arrepiei na hora. 

JK: Namjoon. Como está S/N?

A expressão de felicidade que Namjoon tinha no rosto, se desmanchou.

N: Jungkook. A S/N... ela não acordou ainda.




Notas Finais


Obrigada por terem lido♥ desculpem o capítulo curto
Me façam perguntas que irei responder em cap especial :3 ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...