História Best of Me (imagine Jungkook) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 692
Palavras 1.032
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, desculpem os erros

Capítulo 5 - Na escola...


Fanfic / Fanfiction Best of Me (imagine Jungkook) - Capítulo 5 - Na escola...


S/N on

Logo vi duas adolescentes entrando, me olhando como se eu não devesse estar ali. Logo entrou um garoto, muito bonito, com brincos pretos, e o uniforme igual ao de Jin e Namjoon. Vi o mesmo sentar perto de Jin o cumprimentando com um sorriso no rosto. Deviam ser amigos.




        Logo entraram mais sete adolescentes, cinco meninos e duas meninas, que pareceram nem se importar com a minha existência. Achei melhor assim.

 


 Por último entraram mais quatro garotos,- todos muito bonitos,- e uma menina acompanhada de mais duas, que do mesmo jeito das de antes, me olhavam como se eu não devesse estar ali.




 


Uma mulher entrou na sala logo, pedindo silêncio e mandando que todos se sentassem. Aquela era a professora. 





  Tudo parecia estar indo bem. Quase nem vi o tempo passar. Logo o sinal tocou, avisando que era a hora do intervalo.






   Como eu ainda não tinha "amigos", fiquei sentada sozinha em um banco, do lado de fora do prédio, perto de uma árvore. 




Levantei o olhar e vi Jin com mais cinco garotos,- incluindo aquele que usava brincos, o mesmo estava abraçado com aquela garota qua havia entrado por último na sala,- Jin sorria e conversava com o restante. Até o momento eu não havia avistado Namjoon.




Baixei os olhos para o meu celular, e voltei ao que estava fazendo.






Senti alguém sentar do meu lado, abrindo os braços pondo-os para trás do banco e das minhas costas. Quando virei pra ver quem era, vi Namjoon.






S/N: Oi, - falei.







N: Vem cá tenho pessoas para te apresentar, - não me deixou nem ao menos responder, me puxando pelo braço, não com muita força, para perto daquele mesmo grupo de pessoas, onde Jin estava.






Ele me soltou, fazendo com que eu ficasse sem jeito. 



N: Gente essa é a S/N a brasileira que eu havia falado pra vocês. 



X: Oi, sou o Jungkook,- o de brincos pretos se apresentou, dando um sorriso lindo de coelho. Ele era o único que usava casaco.





S/N: prazer, - sorri.





X: Meu nome é Taehyung. Me chame de Tae, - um garoto muito bonito, com a voz grossa se apresentou.



X:Sou o Jimin. Pode .e chamar do que quiser,- falou o mais baixo entre eles, era igualmente bonito a todos que já se apresentaram.





X: Me chame de J Hope, - falou o garoto, sorrindo pra mim. Seu sorriso era lindo.





Namjoon resolveu me apresentar o resto. Aquela menina que estava abraçada a Jungkook se chamava Mia que me disse com todas as letras que Jungkook era SEU NAMORADO. Deixando o mesmo sem jeito. 



Não fui com a cara dela, Namjoon percebeu e cochichou no meu ouvido:



N: Temos mais em comun do que pensa. Também não vou com a cara dela, - disse afastando-se da minha orelha, em seguida soltando um risinho.




Sorri depois que ele disse aquilo.







Namjoon me apresentou, um garoto, muito bonito, de cabelos azul claro, o seu apelido era Suga. Haviam outras duas meninas, uma loira e outra de cabelo preto. A de cabelo preto se chamava Mi Cha e a loira de chamava Min Seung. As duas foram muito gentis comigo ao contrário de Mia. Jin nem precisou se aprensentar.






Vi que Jungkook não parava de me olhar aquilo estava me deixando encomodada. Mas fingi que não vi. Conversamos sobre coisas aleatórias. Eles me perguntavam coisas aleatórias sobre o Brasil, que eu não me importava em responder. Depois de apenas 10 minutos o sinal tocou, e todos foram para suas salas. 






Eu estava começando a ficar com sono. Iria demorar para me acostumar com o fuso horário dali. 







Percebi que o único padrão que aquela escola deixava de apresentar era, de os alunos não poderem pintar o cabelo. Haviam muitos alunos com os cabelos pintados e descoloridos. Não me importei de forma alguma. 







Depois de uma hora e meia, mais ou menos, que havíamos voltado do intervalo o professor já havia liberado todos os alunos da sua classe. Me despedi de todos que conheci naquele dia. 




Não havia visto minha mãe, então resolvi voltar a pé sozinha.





Namjoon me perguntou se eu me importava que ele fosse junto comigo até o bairro onde morávamos, eu disse que não, então começamos a andar.






Namjoon me disse que Jin só não viria junto por que havia saído acompanhado de uma garota que ele não conhecia.



Ele deu uma risadinha.







S/N: Não fui com a cara daquela Mia, - falei.





N: Também nunca gostei dela. Desde que ela e Jungkook começaram a namorar, nenhuma menina não pode nem olhar pra ele, que ela começa a ter ciúmes.





S/N: Isso é um aviso?





N: É. Vi que ela não gostou nem um pouco de você. 





Suspirei fundo. Só o que me faltava aquela menina vir com ciúmes pra cima de mim.






S/N: Mas ela também não gosta de você. 






N: Só finge que gosta. Ela acha que eu sou "má influência" pro Jungkook. 






S/N: Você tem jeito de ser má influência, - falei rindo.



Namjoon começou a rir também. Mostrando aquelas covinhas. Tentei não olhar, mas é claro que falhei. 





N: Mas ela mudou ele, entende? 




S/N: Como assim?





N: Depois que os dois começaram a namorar, Jungkook ficou extremamente mais inseguro. Algumas vezes por conta dos ataques de ciúmes que ela dá. 





S/N: Mudando de assunto... você namora?





N: Namorava. Agora não mais.




S/N: O que aconteceu?




N: Peguei ela se agarrando com um cara do segundo ano, que dizia ser gay.



 



S/N: Puta que pariu...






N: É... Mas e você? Namora?





S/N: Não, só tive alguns ficantes, mas nada muito sério. 





N: Se importa se eu fizer uma coisa?,- o mesmo disse enquanto passávamos em frente à uma casa.





Namjoon saiu correndo, parou em frente a casa e tocou a campainha várias vezes, e saiu correndo avisando para mim fazer o mesmo.




Nos escondemos atrás de uma árvore. 




Uma mulher abriu a porta da casa vendo que não tinha ninguém, falou um palavrão e fechou a porta.



Namjoon ria parecendo uma criança. 




Ri também.




S/N: Você parece criança,- falei rindo, saindo de trás da árvore. 




N: Sou uma criança feliz,- falou Namjoon, fazendo o mesmo que eu.







Caminhamos mais um pouco, logo chegamos à minha casa, onde me despedi de Namjoon com um beijo na bochecha, e entrei em casa. 




 Minha mãe me esperava com o almoço pronto. Eu estava morrendo de fome.


Notas Finais


Namjoon e S/N?
=> eu shippo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...