História BESTIÁRIO - Capítulo 55


Escrita por:

Visualizações 41
Palavras 157
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Magia, Mistério, Misticismo, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


gente falta 5 caps pra acabar
mas talvez continue, sla eu so sei que queria mais o apoio de vcs
se vcs quiserem que continuem comenem ok? ok!

Capítulo 55 - Fradinho da mão furada


Fanfic / Fanfiction BESTIÁRIO - Capítulo 55 - Fradinho da mão furada

O Fradinho da mão furada é um personagem mítico das lendas e do folclore portuguesas, ele pertence a uma espécie de duende caseiro. É um ser que tanto concede favores e benefícios como engana e prega peças. Tem na cabeça um barrete encarnado (gorro), muito traquina ele entra nos quartos de dormir, durante a noite, através do buraco da fechadura das portas e escarrancha-se à vontade em cima das pessoas, frequentemente causando grandes pesadelos. "Uns nos chamam de Diabinho da Mão Furada e outros Fradinho, por alguns de nós termos as mãos tão rotas de liberalidades, que em muitas casas onde andamos fazemos ferver o mel, crescer o azeite, aumentar-se os bens, lograrem-se felicidades e, sobretudo, quando no-lo merecem com a boa companhia que nos fazem, descobrimos tesouros escondidos aos donos das casas em que andamos". Obras do Diabinho da Mão Furada, obra anónima do século XVIII, por vezes atribuída a António José da Silva, o Judeu
 


Notas Finais


espero que tenham gostado (eu tenho mais caps acima do 60 mas acho que so vai ate ele )


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...