História Beta Lúpus (Jikook) - Capítulo 15


Escrita por: e KimNunsongi

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 271
Palavras 756
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


capítulo não revisada Ju não me mata ;-; te amooo.

Genteee somos mas 223 asmo cada um de vocês.


e vamo pra esse capítulo 💩💩💩. mas segue o baile

Capítulo 15 - Yeol-Net


Fanfic / Fanfiction Beta Lúpus (Jikook) - Capítulo 15 - Yeol-Net

P.O.V Jimin 

Ele me olhava com aqueles olhos amedrontador, minha respiração estava desconexa; meu coração a mil e eu pedia com todas as minhas forças que o Jungkook viesse logo.

-J-Jay... -Falar aquele nome fazia com que todas as minhas cicatrizes se abrissem de novo. 

-Já disse para me chamar de dono, sua aberração! -Percebi que ele estava com as pupilas dilatadas, mas por algum motivo não me assustei. 

-Me responda, Park! -Diz utilizando sua voz de Alfa. Me surpreendo com que acabou de acontecer, pela primeira vez em anos sua voz não me afetou. Acho que ele também ficou surpreso. 

-Você não é meu dono, nunca foi e nunca vai ser. -Confesso que me assustei pela minha própria audácia, ele me olhou com puro ódio, foi nesse momento que ele veio pra cima de mim, fechei o olhos esperando o impacto porém não aconteceu. 

Abri meus olhos e vi Jay com os olhos arregalados, ele parecia tremer; nunca o vi com medo. O motivo veio em poucos segundos, senti uma respiração quente em meu pescoço, junto com alguns pingos de um líquido que parecia... baba?

Tomei coragem e me virei e logo um grito de medo se fez presente, havia na minha frente um lobo enorme, seus pelos eram de um cinza escuro com pontos claros, suas garras eram enormes assim como suas pressas, ele era de fato o maior lobo que eu vi, devia ter quase três metrôs de altura . 

-Park, pode me explicar quem é ele?

-Minha vida não e da sua conta. 

-Esqueceu-se quem você é, Park? Vou te lembrar. Eu te criei; eu te eduquei; te dei amor e carinho; respeito! Então você deve me tratar da mesma forma. 

-Não cobre de mim o que você nunca me deu, você é nojento!

-E você minha putinha. 

Um grande rosnando se fez presente, não era o rugido do Jay, esse era mais alto e parecia irado, me fazendo tremer todo. O que era preocupante, os únicos uivos ou voz de alfa que me afetavam eram as vozes de Jay os de um Alfa Original. 

-Quem pensa que é para me enfrentar?

O lobo nada respondeu, apenas foi para cima do outro alfa com todas as forças. Caíram os dois no chão com o lobo por cima. 

-Se afaste de Park Jimin! -Ordenou o lobo com uma voz, rouca, porém também muito parecida com a do.... Kook?  

-E porquê eu me afastaria do que é meu? -Diz soltando uma risada sarcástica. 

-Ele nunca vai ser seu!

-E quem vai me impedir? 

-Eu! -Dessa vez sua voz estava muito mais grossa, me machucando por estar em forma de ômega. E de alguma maneira não consiguia virar beta ou Alfa.

Um soluço sai da minha garganta, chamando a atenção dos dois alfas. 

-baby não chore. 

O lobo pareceu ficar furioso com o que Jay disse, e arranhou seu rosto com suas grandes garras. Jay urrou de dor. O lobo pegou Jay pelo pescoço o colocando do lado de fora da varanda. 

-Não se aproxima novamente do MEU ômega.

-Eu nunca vou me afastar dele, aprenda isso. Jimin me pertencente. 

Dito isso ele aranha o braço do lobo, fazendo-o soltar o alfa de suas garras e ele despencar do 3° andar. Mesmo morrendo de medo, corro até o parapeito da varanda querendo ver se ele de fato se jogou, mas ele sumiu. 

-Ômega! 

o lobo me chama me fazendo arrepiar por inteiro, olho para dentro do quarto onde ele me encara com olhos em tom vivo de azul, até parece os do kook no meu cio. Me aproximo mais dele, com cautela e receioso, mas me lembro que kook ainda não tinha saído do banho. 

então resolvo chama-lo.

-Kook? -Pergunto e o lobo se aproxima de mim, olhando intensamente para meu pescoço. 

-Não me reconhece, Ômega?  

-D-Desculpa, mas não. 

-Sou eu!  

-Quem? -Chego mais perto e sinto seu cheiro, parece muito com o do Jungkook no dia em que o conheci na lage da faculdade.... Não... Ele seria o Kook?

-Jeon Jungkook?

-Sim, meu ômega. 

Uma enorme vontade de abraçá-lo me invade, no entanto ele era muito mais alto que eu. 

-Jimjn. 

-Sim? 

-Posso fazer uma coisa?

Fico meio tenso, mas de algum modo sinto que posso confiar nele. 

-P-Pode. 

Ele se aproxima do meu rosto e passas o fucinho em meu pescoço, capturando todo o meu aroma para si, sinto sua língua áspera passar por meu pescoço algumas vezes, me fazendo quase peder o equilíbrio das pernas, ele parece perceber e retira o fucinho do meu pescoço e me olha nos meus olhos. 

-Meu ômega.


Notas Finais


nada a declara ;-; .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...