História Better Than Friends - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Steven Universe
Personagens Personagens Originais, Steven Quartzo Universo
Tags Cenas Fortes !, Conteúdo Adulto, Romance, Spinel X Steven, Spiven, Steven Universe
Visualizações 137
Palavras 2.149
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Lírica, Literatura Feminina, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hellooooo!!

Capítulo 30 - Chamada retornada


No quarto de Sarah, a garota terminava de se arrumar. Enquanto se vestia, conversava com Steven, seu namorado. A mesma parecia um pouco distante dele, mesmo que ambos fossem um casal finalmente, faltava alguma coisa naquela relação. Ambos sentiam falta dos seus encontros juntos antigamente, mas parando para pensar, Sarah percebeu que ela e Steven quase nunca saiam juntos de verdade, apenas os dois na presença um do outro. Esses pensamentos ecoaram sua mente enquanto passava a escova em seu cabelo. 

 

 

-Será que é arriscado perguntar para o Steven se podemos sair amanhã juntos? -Disse passando a escova suavemente em seus cabelos lisos e rosados -Por que eu estou tendo tantas dúvidas quanto à isso? Eu e o Steven somos namorados agora, podemos sair juntos a hora que quisermos! -Abriu um sorriso confiante e pegou o celular, deixando a escova encima da cama -Sarah Stiles, você precisa tomar coragem! Ele não é mais o seu "crush" pra ficar com tanto medo! 

 

 

Motivada, Sarah pegou o seu celular e mandou a seguinte mensagem para o seu namorado: "Mozão, você quer sair amanhã comigo? Sabe, tirar uma folga para passarmos um tempo juntos. Topa?". A garota mandou a mensagem no estilo dela, sem melosidade. 

 

 

-Será que eu exagerei chamando ele de "mozão"? -Pensou, soando um pouco de nervoso -Por favor... diga "sim"! 

 

 

A resposta de Steven veio segundos depois. A resposta do rapaz dizia: "É claro! Vou avisar os outros". Aquelas palavras deixaram Sarah encabulada e bem zangada, pois o namorado era lerdo para checar os convites adoráveis da namorada. 

 

 

-Steven, seu idiota lindo! -Responde, franzindo a testa a cada tecla 

 

 

"Não, seu bobo! -Emoji de risos -Só eu e você! Somos namorados, eu quero passar um tempo sozinha com o meu grande amor.". Com essa mensagem, Steven corou do outro lado da tela. 

 

 

-Caramba, Sarah... -Sorriu, constrangido -Ela tem razão, precisamos passar um tempo sozinhos! -Disse bem ansioso, nunca havia ficado a sós com uma garota antes, muito menos quando ela claramente queria algo com ele. O "lance" no quarto de Sarah foi todo enrolado por parte de Steven, pois o mesmo não sabia como agir diante aos "toques delicados" que a namorada fez nele 

 

 

Responde: "Eu adoraria passar um tempo com você. Vamos pro parque, amanhã às duas da tarde!". A resposta deixou Sarah bem feliz, finalmente passaria um tempo com o namorado, completamente sozinhos. 

 

 

-Até que enfim! -Deu pulinhos de animação na cama, sentada -O que eu respondo? -Pensou -Preciso de uma resposta delicada, estou sendo muito dura com ele nas nossas conversas, ultimamente. -Endireitou-se na cama, respirando fundo e mantendo a cabeça no lugar para dar a melhor resposta possível 

 

 

"Estarei esperando ansiosa! -Coração". A garota corou ao mandar aquela mensagem para ele, nunca havia tratado alguém com tanto carinho quanto Steven. 

 

Ambos se animaram ao terem a noção de que iriam se encontrar. E ainda, Steven tinha as fotos que tirou naquele dia com Isabela no estúdio, mas, o jovem aparentava estar constrangido demais para mandar tais fotos. Ficou com medo da namorada reagir mal, até porque ambos já quase passaram dos limites na casa da garota. Então, nos pensamentos paranoicos de Steven, mandar aquelas fotos iriam atiçar os sentimentos de prazer da namorada. Daí, poderiam acabar avançando o sinal de uma vez, acabando com ambos deitados ofegantes na cama. 

Para Sarah, aquele encontro seria uma grande oportunidade de ambos fortalecerem o relacionamento e abrirem espaço para coisas mais abertas! Com isso em mente, a garota se animou ao máximo, sentindo o seu coração acelerar, emocionada. 

 

 

[...]

 

Lá embaixo, na sala-de-estar, Yasmim esperava as suas "irmãs" voltarem do supermercado. A mulher estava testando seu novo celular. Era complicado para ela utilizar uma tecnologia tão avançada quanto aquela, mas Yasmim conseguia manejar esses aparelhos rapidamente. Enquanto usava o telefone-celular, o seu telefone fixo toca. A mulher levantou-se do sofá e dirigiu-se até o aparelho, o pegando e dizendo aquelas palavrinhas:

 

 

-Casa dos Denvers, quem fala? -Disse com uma expressão séria 

 

-O-Oi...! -Uma voz suave e nervosa ecoava da outra linha -Com quem falo?

 

-Yasmim Denvers. Com quem eu estou falando? -Disse impaciente 

 

-E-Eu... e-eu gostaria de falar com Sarah Stiles, por favor! 

 

-Diga quem você é! -Franziu a testa, estava começando a perder completamente a paciência com a pessoa que estava falando do outro lado da linha -Pelo amor de Deus, diga alguma coisa! 

 

-S-Só... passe o telefone pra ela! Sou de confiança, senhorita Yasmim! -Do outro lado, a pessoa aparentava ser uma garota um pouco pálida, que apertava sua blusa, bem nervosa 

 

-Está certo! -Suspirou -Mas se isso for um trote ou algum esquisito, vou chamar a polícia! 

 

-P-Pode deixar! -Mordeu o lábio, bem nervosa 

 

-Sarah! -Yasmim tampou o microfone -Chamada pra você!

 

-Estou indo! -Sarah responde do quarto, correndo apressada até a sala-de-estar -O que foi? -Parou na frente da mulher 

 

-Chamada pra você! -Deu o telefone nas mãos da "sobrinha" 

 

-Quem é? -Perguntou com uma expressão confusa 

 

-... S-Sarah Denvers....? 

 

-Sim. Quem está falando? -Perguntou, mais confusa ainda 

 

-E-Err... -Não resistindo, a garota pálida desligou o telefone na cara de Sarah 

 

-Hum? -Tirou o telefone de perto do rosto -Ela desligou. 

 

-O quê!? -Yasmim franziu a testa -Eu sabia que era trote! -Disse indignada -Vou chamar a polícia! 

 

-Não, tia. -Sarah a impede -Por favor, não perca a cabeça com isso! -Colocou o telefone no lugar -Deve ser algum idiota da escola querendo me pregar uma peça! Deixa isso pra lá, eu cuido disso eu mesmo caso aconteça alguma coisa! 

 

-Certo. -Suspirou -Está na hora de você dormir, volte para o quarto!

 

-Ok... -Confusa, subiu as escadas estranhando toda aquela situação 

 

 

Chegando em seu quarto, Sarah tentou reconhecer a pessoa pela voz dela. Mas, pela voz de Connie ser tão jovial e irritante, não pôde comparar. Então, resolveu deixar pra lá e seguir com a sua vida tranquila.

 

 

-Essa foi a coisa mais estranha que já me aconteceu até os dias de hoje! -Fechou a porta do quarto e começou a vestir a sua camisa preta, que cobria sua cintura de tão larga -Amor, você não vai acreditar no que acabou de acontecer! -Mandava o áudio no Whatsapp para Steven 

 

 

--Breaktime--

 

No dia seguinte, Steven tomava o seu café da manhã tranquilamente. Depois do que ouviu de Sarah noite passada, ficou preocupada da pessoa ser uma espécie de sequestrador. Por se preocupar demais com as pessoas que ama, não tirava aquilo da cabeça nem por um segundo. Mas, para deixar Sarah mais a vontade durante o seu encontro, resolveu não tocar neste assunto. 

O rapaz ouvia uma música melosa cantada pelo seu pai na sua época de cantor.

 

-O papai mandava tão bem! Queria compôr uma música dessas para a Sarah... -Abriu um sorriso bobo e apaixonado, fantasiando uma linda canção de amor para a namorada 

 

-Apaixonado? -Rafaela adentrou na cozinha, bocejando -E aí, Steven? -Abriu a geladeira, agachando bastante para pegar a garrafa de leite para Sophie, que estava com a xícara de café em seu quarto 

 

-Bom dia, Rafa... -Encarava a "prima" com aquele curto tope e a calcinha, vendo-a com a repreensão -Rafa, a Greta disse para não andar pela casa desse jeito! 

 

-Eu só vim pegar o leite para o café da Sophie! -Levantou o corpo com a garrafa de leite na mão -Me dá uma folga! -Bufou, fechando a geladeira -Aliás, eu ouvi esse lance de canção para a sua namoradinha. Fique sabendo que isso é complicado!

 

-Eu sei... -Revirou os olhos, corado e constrangido -Mas... você tem alguma ideia de música? -Perguntou, com o rosto levemente corado 

 

-Por que não faz uma própria? -Sugeriu -É compositor deis dos nove anos, pode muito bem compôr o ritmo e escrever a letra muito bem sozinho! 

 

-É que eu não sou tão bom assim para criar músicas para outras pessoas. Ainda mais quando é um tipo de serenata melosa... -Cruzou os braços e abaixou a cabeça, em dúvida 

 

-Vai na minha, mano! -Sentou-se ao lado dele -Se fizer com o coração, já vale muito! Tenho certeza que independente da letra ou ritmo, a Sarah irá adorar!

 

-Obrigado. -Sorriu para ela -Acha que é cedo demais para uma serenata?

 

-Namoram apenas à... uma semana? -Steven assentiu -Então, eu acho que é cedo demais pra isso! -Rafaela ri -Espere um pouco mais, depois você cuida dessa parte! Talvez quando completarem um mês de namoro, ou até um ano! 

 

-Espero que cheguemos à um ano... -Virou o rosto para o lado, pensante -Quero muito que o nosso namoro dure pra sempre. Não consigo mais tirar a Sarah da cabeça depois desses meses incríveis conhecendo ela melhor! Nos tornamos importantes um para o outro, eu quero fazer algo legal para a minha namorada! -Ouvindo aquelas palavras doces, Rafa sentiu os olhos lacrimejarem de tanta emoção e orgulho -Tudo bem, Rafa? -Disse encarando o sorriso tremido da "prima" 

 

-Sim, sim! -Esfregou os olhos -Estou orgulhosa! Sua determinação para ser romântico é inspiradora, Steven! -A garota sorri para o rapaz, demonstrando seu respeito pelo mesmo -Aliás, já que vai sair num encontro só você e ela hoje, compre algo barato pra ela! Uma pulseira, colar, essas coisas. Garotas adora joias! 

 

-A Sarah não gosta dessas coisas. Vi no quarto dela um colar de pérolas, mas ela disse que nem usa por repudiar essas coisas femininas. 

 

-É, mas apareceu com umas coisinhas brilhantes quando foi na sua festa de aniversário! -Retrucou

 

-Ah, isso... eu não posso responder. Ela nunca me disse o motivo de querer usar aqueles colares na minha festa.

 

-Te impressionar, talvez? -Arqueou a sobrancelha, com um sorriso malicioso em sua face 

 

-Não sei se ela era apaixonada por mim nesse tempo... 

 

-Enfim. -Abriu a garrafa de leite e começou a misturar no café preto de Sophie -Do que ela gosta?

 

-Bom... ela disse pra mim uma vez que adorava flores, mas não queria que ninguém soubesse! 

 

-Então, dê, flores pra ela. -Levantou-se e pôs o leite de volta na geladeira -Vá numa botânica e compre uma flor ou um buquê que combine com ela. Sabe, dê à Sarah algo que a simbolize!

 

-Uau! -Impressionou-se com as sábias palavras de Rafaela -Obrigado pelo conselho, Rafa! -Sorriu -Você entende mesmo dessas coisas!

 

-Pois é! -Disse corada, sorrindo -Vou voltar para o quarto, a Sophie quer me contar um sonho doido enquanto toma esse... café com leite. -Olhava estranhando o café -Será que ele está vencido? -Deu uma cheirada na bebida, sentindo um odor azedo vindo dele -É... essa porra está vencida! -Fez uma expressão de nojo e jogou o café na pia -Tem leite novo aí, não tem?

 

-Tem, sim! -O rapaz ri -Vou arrumar o meu quarto! -Levantou da cadeira e dirigiu-se até as escadas -E não se esqueça de verificar se o outro leite está vencido! 

 

-Pode deixar! -Fez um sinal de positivo com o polegar 

 

 

Voltando para o quarto, o jovem começou à arrumar sua cama. Pensando no tipo de flor que combinaria com Sarah, Steven fazia expressões de dúvida enquanto pensava, como se estivesse falando com alguém no meio daquele quarto vazio para ele.

 

 

-A Sarah parece gostar de vermelho, será que uma rosa combina com ela? -Pensou -Não, clichê demais! -Disse dobrando o seu cobertor -Que difícil! Vai ser o meu primeiro encontro com ela invés daquele fiasco quando ela vomitou! Não que a culpa tenha sido dela, ela estava perturbada! -Respirou fundo, procurando acalmar a cabeça -Acalme-se, Steven... 

 

 

Durante a arrumação, o celular de Steven toca. O jovem pegou-o e atendeu, o número era desconhecido, tendo uma grande chance de ser cobrança. 

 

 

-Alô? -Disse simpático 

 

-Olá. Você é o Steven Demayo? -Disse uma voz calma e fina, exatamente como a da garota que ligou para Sarah noite passada -É que eu estou precisando falar com ele, é um assunto importante.

 

-É ele. -Arqueou a sobrancelha, confuso -Quem é? E o que precisa?

 

-Pode me chamar de "Pipi". -Parecia mais calma em falar com Steven 

 

-Ok... -Estranhou -O que deseja, Pipi?

 

-Que relação você tem com Sarah Denvers? 

 

-Não posso dizer! -Disse curto e grosso -Não te conheço, e dar essa informação pra você seria algo perigoso para a Sarah! 

 

-Sou de confiança! -Disse desesperada -Por favor, me fala sobre ela!

 

-Vou desligar. Adeus! -Desligou o telefone -Que estranho... -Ficou mais preocupado ainda, com medo de alguém estar perseguindo a namorada -Por favor, Sarah, não esteja envolvida em algo ruim, ou pior! -Fechou a cara, com seu coração batendo rapidamente -Não quero estragar o encontro com isso, mas eu preciso falar sobre isso com ela! -Franziu a testa e respirou fundo, para manter a cabeça no lugar 

 

 

[...]

 

Numa cozinha clara e bem arrumada, uma silhueta alta e magra, com o celular na mão e encarando o jardim pela sua janela sentia o seu coração despedaçar. 

 

 

-Pelo visto... a Sarah conheceu uma pessoa muito especial... -Ela solta uma risada -Aquela garota sempre soube como fazer amigos! 

 

 

 

 

Continua...

 

 

 


Notas Finais


Tchau!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...