1. Spirit Fanfics >
  2. Betty en Ny 2 - A família Mendoza Rincón >
  3. Dejavú

História Betty en Ny 2 - A família Mendoza Rincón - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - Dejavú


Fanfic / Fanfiction Betty en Ny 2 - A família Mendoza Rincón - Capítulo 16 - Dejavú



Se aquilo fosse um sonho,um delírio,um devaneio da sua imaginação,Armando não desejava acordar jamais...era Betty,sua Betty que estava ali,parada ali na porta...com aquele sorriso tão encantador pelo qual ele se apaixonou...como estava linda,usando um vestidinho estampado e um casaquinho de tricô vermelho como aqueles que usava quando era sua assistente...adorava vê-la assim,sem maquiagem,sem roupas elegantes,gostava quando ela era apenas ela:simples,delicada e incrivelmente linda...


A: Betty... - Suspirou emocionado engolindo seco ao vê-la diante dele


B:Eu...posso entrar?? - Perguntou com um tímido sorriso nos lábios

A: Claro..claro que sim...desculpa é que eu não imaginava que você fosse aparecer...por favor entre... - Abriu mais a porta permitindo que ela entrasse



Betty observava cada detalhe daquele flat onde agora vivia Armando...sentiu seu coração apertar ao imaginar o quanto ele poderia sentir-se sozinho ali...era um lugar lindo,amplo,com uma linda vista para Nova York...mas não tinha jeito,cheiro de lar,como tinha a casa deles...


A:Aconteceu alguma coisa com a Bia?? - Ela percebeu uma certa preocupação em sua voz e tratou de acalmá-lo

B:Não...a nossa filha está bem...a deixei dormindo

A:Que bom!!! - Respirou aliviado apoiando o queixo em suas mãos

B:Na verdade eu vim aqui por outro motivo...

A:Qual?? - Perguntou vendo-a caminhar em sua direção

B:É que...desde que você foi embora lá de casa,da nossa casa...eu...eu não consegui dormir,fiquei de um lado para o outro na cama,sentindo seu cheiro no travesseiro...pensando em você...e quando dei por mim estava aqui...parada na sua porta... - Aproximou-se dele acariciando seus cabelos molhados e perfumados

A: Que bom que você veio...também não consigo deixar de pensar em você um só momento...e não é de agora..desde que te beijei pela primeira vez naquela salinha,nunca mais pude tirar você da minha cabeça...nunca... - Juntou sua testa na dela enquanto segurava seu belo rosto

B:O que você estava fazendo agora??Antes de eu chegar...

A:Ahh eu estava tomando um banho... - Respondeu tirando dela um sorriso travesso que naquela altura acariciava seu peito por debaixo do roupão

B:Isso eu já percebi seu bobo...estou me referindo àqueles papéis... - Apontou para a mesa de vidro onde ele trabalhava rodeado por documentos e seu notebook

A:Eu estava tentando encontrar uma maneira de reerguer a V&M...mas não consegui pensar em nada...

B:Eu posso te ajudar se você quiser... - Disse caminhando até a mesa checando alguns documentos

A:Não não não...nem pense nisso dona Beatriz...a última coisa que eu quero fazer com você essa noite é trabalhar.. - Correu até ela tirando os papéis de suas mãos e a puxando pela cintura colando seus corpos

B:Armando... - Suspirou com os olhos fechados

A:Não foge mais de mim não meu amor..por favor...fica..fica comigo... - Introduziu suas mãos por dentro dos cabelos dela beijando seu pescoço

B:Não...eu não vou mais fugir..não quero,não posso mais...eu te amo Armando..te amo e vou ficar aqui com você..a noite inteira... - Suas delicadas mãos já desamarravam o nó do roupão dele

A:Meu amor...como eu te amo... - Disse beijando sua testa,descendo até seu nariz,parando finalmente em seus lábios


Não tinham pressa,queriam aproveitar cada momento daquele beijo,que se inicia com um delicado selinho e que aos poucos ambos vão abrindo a boca até encontrarem a lingua um do outro...que saudade!!!Como sentiam falta de estarem assim,juntos,provando o sabor de um beijo apaixonado que se intensifica cada vez mais..Betty se livra do roupão de Armando jogando-o no chão...enquanto ele retira o casaquinho que ela usava lançando-o para longe...

 

 B:Por que você não me leva para conhecer seu quarto?? – Sugeriu quase sem fôlego separando seus lábios dos dele com dificuldade

 

A:Acho uma excelente ideia... – Concordou no mesmo instante em que a coloca em seu colo levando-a até o quarto sem deixar um momento sequer de beijar a mulher de sua vida

 

Naquele mesmo instante,mais uma vez batem na porta no flat interrompendo aquele momento de paixão...

 

B:Você está esperando alguém?? – Perguntou estranhando a situação

 

A:Não..mas seja lá quem for eu irei mandar embora agora mesmo...não saia daqui ouviu??Não se mexa,eu já volto... – A colocou no chão dando um breve beijo em seus lábios antes de atender a porta

 

 Seja lá quem fosse,seja lá o que desejasse,nada poderia tirar aquele sorriso bobo que havia no rosto de Armando...ainda não podia acreditar que Betty estava ali com ele...

Ao passar pela sala,veste seu roupão que estava no chão e se dirige até a porta para atendê-la...o que ele não imaginava era que o seu sonho,estava prestes a virar um pesadelo...era Alicia que batia à porta,pensou que tivesse se livrado daquela mulher,mas naquele momento percebeu que não seria tão fácil...

 

 

A:O que você faz aqui?? – Perguntou sem acreditar na presença dela ali

 

Alicia:Vim matar a saudade meu amor...já não suportava mais ficar longe de você... – Ela respondeu retirando o sobretudo preto que usava,revelando uma lingerie vermelha que cobria seu corpo

 

A:Você está louca??Como me descobriu aqui??Como subiu?? – Ele olhava a todo o momento para trás com receio de que Betty aparecesse

 

Alicia: Uma mulher bonita consegue tudo nessa vida meu amor...e parece que você já adivinhava que eu vinha...me esperou cheirosinho...do jeitinho que eu gosto...

 

Alicia envolveu seus braços no pescoço de Armando mas ele imediatamente tentou se livrar dela...não permitiria que mais uma vez ela prejudicasse sua relação com Betty

 

A:Você é louca...completamente louca...vai embora daqui..some da minha vida...me esquece,esquece a minha família... – Disse em um tom baixo porém firme

 

B:Armando??Quem é??

 

 

Betty que estranhava a demora de seu marido,aparece na sala do flat encontrando Alicia agarrada a ele usando apenas uma lingerie....ao ver sua esposa ali, presenciando toda aquela situação,Armando entra em desespero, já esperava que ela não acreditasse em suas palavras...mas precisava se explicar..

 

 A:Amor...meu amor...eu não sei o que essa mulher está fazendo aqui...eu juro... – Disse desesperado livrando-se de Alicia e caminhando em direção a Betty que permanecia imóvel

 

Alicia: Meu amor...para que continuar mentindo?? Já passou da hora da Beatriz saber que estamos juntos e que você me chamou aqui para dormirmos juntinhos..se bem que não foi para dormir que eu vim...

 

O cinismo dela era algo que deixava Armando estarrecido e ao mesmo tempo furioso...Alicia estava mentindo,ele nunca a chamaria até lá...desde que a fatídica noite em que Betty havia descoberto a traição,nunca mais viu sua ex assistente...e só conseguia pensar em como ela conseguiu encontra-lo ali

 

 

A:Mentirosa...essa mulher é uma mentirosa..meu amor por favor...Betty olha para mim...eu jamais,jamais faria isso...eu não liguei para ela,eu juro,por favor acredita... – Implorou segurando em seu rosto obrigando-a a olhar para ele

 

B:Eu quero ouvir o que ela tem a dizer...

 

A:Mas Betty... – Tentou argumentar sem sucesso

 

B:Eu quero ouvir..eu preciso ouvir...diga Alicia...o meu marido te chamou até aqui?? – Ela dava passos em direção a ex assistente de Armando que permanecia com um sorriso vitorioso nos lábios acreditando que mais uma vez havia conseguido separá-los

 

Alicia: Ai Beatriz,Betty....você é muito...muito inocente mesmo não é??O Armando e eu,temos uma relação há muito tempo...na verdade foi atração a primeira vista...e quando fomos para Houston juntos,ai Betty,foi tão maravilhoso..ele me tocou,me amou como eu nunca havia sentido...

 

A: CALA A BOCA... – Ele gritou furioso

B:Deixa ela falar Armando...o que mais Alicia??

 

Alicia: É óbvio que ele ficou com raiva de mim quando eu revelei a você nosso caso...mas eu logo em seguida nos reconciliamos, já não podemos viver longe um do outro e hoje assim como todos os dias eu vim dormir com ele para nos amarmos a noite inteira Beatriz...eu só não sabia que iria te encontrar aqui...

 

A:Betty...meu amor não essa mulher está mentindo...eu nunca mais a vi desde aquele dia no escritório,por favor acredita...

 

Alicia: Ai Armando...já chega de mentiras meu amor...está na hora dela saber de tudo....

 

 

O desespero dele já era visívivel,não poderia acreditar que mais uma vez Alicia havia conseguido separá-los...

Caminha até Beatriz,segurando em sua mão fazendo-a olhar para ele,em seus olhos havia medo,angústia,aflição...

 

A:Betty...você acredita em mim não é meu amor??Você sabe que eu não estou mentindo...

 

 

Ela nada respondeu,apenas livrou-se das mãos dele que a seguravam e em um só movimento desferiu um forte tapa no rosto de Alicia levando-a ao chão

 

Alicia: Aii...você está louca?? – Gritou sentindo seu rosto arder

 

B:Eu sempre soube que você não valia nada...até tentei te dar uma chance por pena...mas agora chega...já passou da hora de termos o nosso acerto de contas...

 

 

Betty ajoelhou-se prendendo Alicia entre suas pernas enquanto desferia bofetadas em seu rosto...Armando tentava acalmá-la mas era em vão...

 

A:Betty...Betty acalme-se...não faz isso..não vale a pena...

A:Não se intrometa Armando...isso é um assunto entre essa mulherzinha e eu.... – Respondeu agarrando os cabelos de Alicia batendo com sua cabeça no chão

 

Alicia:Você está me machucando...para...por favor para...aii meu cabelo...minha cabeça...

 
B:A intenção é essa,sua mentirosa,vagabunda... - Estava movida pelo ódio

 

A:Amor por favor,chega..essa mulher não vale a pena...por favor...não faz isso...

 

 

Armando enfim consegue tirá-la de cima de Alicia se permanecia no chão sangrando e se contorcendo de dor...

 

B:Some daqui...sai daqui agora mesmo antes que eu mesma te coloque para fora...sua infeliz,desgraçada...

 

Alicia: Isso não vai ficar assim Beatriz...não vai...olha o que você fez comigo... – Gritou desesperada ao perceber que havia perdido um dente

 

B:Eu não tenho medo das suas ameaças...e para você sou a senhora Mendoza.... – Disse a empurrando para fora do flat fechando a porta em seguida

 

A:Betty... – Armando permanecia atordoado,paralisado...nunca poderia imaginar que Betty,a sua Betty poderia se transformar naquela leoa,capaz de deixar Alicia no chão sangrando

 

B:Isso é uma coisa que eu já deveria ter feito há muito...muito tempo... – Sentou-se no sofá para tentar recuperar suas forças,nunca antes havia brigado com alguém daquela maneira

 

A:Meu amor... – Ele tentou se aproximar tocando seu ombro mas ela contrai o corpo,negando seu carinho

 

B:Não encosta em mim Armando...

 

A:O que foi?Você não vai me dizer que acreditou nela não é??

B:Claro que não acreditei...não sou tão burra assim Armando..se você estivesse a chamado para cá,não iria insistir para que eu ficasse aqui com você...

 

A:Exatamente...mas por que então você está me evitando??

 

B:Por que por mais que ela tenha mentido agora,isso não apaga o fato de vocês dois terem dormido juntos...você foi para a cama com ela Armando...e toda vez que eu acho que posso te perdoar,essa mulher aparece...e traz tudo a tona de novo...eu tento, eu juro que eu tento...mas não dá...simplesmente não dá...

 

A:Eu me arrependo daquele noite todos os segundos da minha vida...na verdade eu nem ao menos me lembro como aconteceu...eu estava bêbado, não estou colocando a culpa no álcool...mas não sabia o que estava fazendo...minha última lembrança é de quando estávamos subindo o elevador do hotel antes de chegarmos ao quarto...depois disso não me lembro de mais nada...eu juro...

 

B:E nem precisa...a Alicia fez questão de relembrar cada detalhe...

 

A:Me perdoa meu amor...por favor me perdoa... – Pediu ajoelhando aos seus pés

 

B:Eu estou tentando Armando...mas não consigo...eu não consigo...acho que foi um erro ter vindo aqui...é melhor eu ir para casa

 

A:Não...não vai..fica...fica comigo...

 

B:Não...não tem mais clima...eu vou embora... – Levantou-se do sofá deixando-o de joelhos no chão

 

A:Tudo bem...eu jamais te forçaria a nada...eu te levo para casa,só vou colocar uma roupa e já volto

 

 Desolado,triste,decepcionado...era assim que ele se sentia,esperava que sua noite terminasse de uma outra maneira,mas Alicia,novamente,havia estragado tudo...já não havia o que fazer,Betty estava determinada a ir embora e ele fazia questão de levá-la para casa...

Enquanto ele vai até o quarto vestir-se,ela coloca de volta seu casaquinho que estava no chão enquanto o aguarda sentada na ponta do sofá...a tristeza dela,seu olhar perdido, o fazia sentir-se ainda mais culpado...o pior dos homens,por trazer tanto sofrimento novamente a única mulher que amou...

 

 

 

 

NAQUELE MESMO INSTANTE

 

 

Ricardo espera por Alicia do outro lado da rua onde se localizava o flat de Armando...não demora muito e ela aparece totalmente machucada e descabelada,deixando-o surpreso ao vê-la naquele estado...

 

R:O que aconteceu com você??

 

Alicia: Você não adivinha??Aquela songa monga da Beatriz me deu uma surra Ricardo...olha como ela me deixou.... – Gritou irritada e com ódio

 

R:Shiiuu...para de fazer escândalos...o que aconteceu lá??Pensei que ela ia ficar ainda com mais raiva do Armando ao pensar que vocês estavam juntos...

 

Alicia: Foi o que eu também pensei...mas não...parece que ela acreditou nele...ela me bateu Ricardo,me bateu e me expulsou como se eu fosse um inseto...

 

R:Desgraçada...

 

Alicia: Vai ser muito difícil separar aqueles dois...muito difícil...

 

R:Difíicl porque você é uma incompetente...olha só para você,foi totalmente destruída por aquela mosca morta da Beatriz...

 

Alicia:Eu fui pega de surpresa ok??Porque senão eu acabava com ela...

R:Tá...não importa mais...terei que pensar em uma outra maneira de separar aqueles dois...preciso daquela mulher fora do meu caminho...

 
Alicia: O que você vai fazer??

R: Eu ainda não sei...mas não vou deixar que aquela feiosa atrapalhe meus planos..não mesmo...agora vai para casa,você está lamentável...

 
Alicia: Será que você pode me dar uma carona??Estou toda machucada e para piorar aquela desgraçada quebrou um dente meu

 

R:Claro que não...dê o seu jeito de voltar para casa...ninguém mandou ser incompetente...– Disse ele entrando em seu carro de luxo deixando-a sozinha na rua completamente machucada

 

 
MOMENTOS DEPOIS

 

 

Durante todo o trajeto havia um enorme e incômodo silêncio entre Betty e Armando...ele tentou por várias vezes puxar assunto mas não teve coragem de fazê-lo ...não queria incomodá-la..não sabia no que ela estava pensando...seu olhar parecia perdido,distante e ele só se perguntava se ela estava chateada...estavam indo tão bem,se reaproximando aos poucos,e agora haviam voltado para o início...

 

A:Chegamos... – Quebrou o silêncio estacionando o carro em frente ao edifício

 

B:Obrigada por me trazer... – Respondeu fria tirando o cinto de segurança

 

A:Eu...não queria que a nossa noite terminasse assim... – Enfim tomou coragem para tocar naquele doloroso assunto

 

B:Eu também não...mas já começo a me acostumar com a ideia de que essa mulher sempre estará entre nós dois...

 

A:Não...eu não irei permitir isso...

 

B:Isso não está sob o seu controle Armando...ela está apaixonada...e depois do que aconteceu entre vocês,resolveu lutar pelo seu amor....

 

A:Mas o meu amor é apenas de uma mulher...é só seu Betty...só seu... – Tentou acariciar seu rosto mas foi impedido por ela

 

B:Acontece que o amor não é tudo...tem que haver confiança também e nesse momento eu não consigo confiar em você...te amo...te amo muito...mas não confio... – Suas palavras o entristeceram mesmo sabendo que ela tinha toda a razão de sentir-se assim

 

A:Eu sei...e nunca vou poder me perdoar por te fazer sofrer...

 

B:Sabe Armando??Eu preciso me afastar um pouco de Nova York..de todos os problemas..estava pensando em ir para a casa de Hamptons esse final de semana com a Bia..tem algum problema??

 

A:Não...claro que não...aquela casa também é sua e da nossa filha...será que...eu posso ir com vocês??? – Perguntou recebendo dela um olhar desconfiado

 

B:Armando....

 

A:Prometo que não vou forçar nada...seremos apenas amigos...prometo...iremos apenas como pais da Bia....

 

B:Tá bom...tudo bem...eu também acho que vai ser bom para a nossa filha passar um tempo com você...ela te ama tanto...

 

A:E eu a ela...mas eu só poderei chegar no sábado...tenho uma reunião importante amanhã que irá acabar bem tarde...mas se você quiser eu dou um jeito de leva-las amanhã...

 

B:Não...não precisa...eu peço ao me pai para nos levar... e a gente se vê no sábado...

 

A:Estarei lá...

 

B:Boa noite Armando... – Ela inclinou seu corpo em direção a ele o beijando no rosto

 

A:Boa noite... – Respondeu segurando em sua mão antes que ela abrisse a porta do carro

 

B:O que foi??

 

A:Nada...só queria dizer que eu te amo...muito...

 

 

Suas palavras fizeram com que um sorriso tímido surgisse nos lábios dela...estava triste,isso era evidente,Betty nunca conseguiu esconder suas emoções e Armando a conhecia muito bem...porém todas as vezes que escutava um ‘’eu te amo’’ vindo dele,era inevitável não sorrir...ela o amava tanto...precisava e sentia tanta falta dela...mas algo ainda os separava..algo os impedia que voltassem a ser felizes...

 

 

 DOIS DIAS DEPOIS

 

HAMPTONS

 

Era uma linda tarde de outono nos Hamptons...Betty aproveitava aquele final de semana para relaxar,tentar esquecer um pouco de seus problemas,por mais que isso fosse praticamente impossível...a todo momento lembrava-se de Alicia,da noite em que Armando passou com ela...a sensação que tinha era que aquilo a atormentaria para sempre...

 

Respirou fundo tentando se abster daqueles pensamentos enquanto terminava de preparar algumas guloseimas para o piquenique no jardim que faria com Bia...desejava aproveitar aquela tarde de sol de sábado para passear um pouco com a filha,já que a noite o frio não permitia que saíssem de casa...

A mansão dos Mendoza era luxuosa,ampla,com um enorme jardim e uma belíssima vista para o mar..sentia-se em paz ali,longe de tudo e de todos...mas lhe faltava algo...faltava a presença de Armando...

Ao ouvir o som do carro estacionando em frente à casa,Betty corre até um espelho que havia na sala,ajeitando seus cabelos e a roupa que usava...queria estar bonita para ele...

 

B:Ai Beatriz...não seja boba aahhh– Recriminou a si mesma ao se dar conta do que fazia

 

 Bia que brincava em um cercadinho observa a mãe com um lindo sorriso que já começava a ser preenchido por dois dentinhos inferiores que nasciam...

 

B:Está rindo da mamãe não é filha??Eu sou uma boba não sou?? – Disse indo até a bebê colocando-a no colo e a cobrindo de beijos

 

 Com Bia em seus braços,Betty caminha até a porta da sala,abrindo-a em seguida,podendo enfim encontrar Armando que tirava suas malas do carro....

 

B:Olha quem chegou meu amor...é o papai....

 

A bebê abre seus bracinhos no mesmo instante que se seus olhinhos verdes enxergam o pai...era linda a sintonia entre os dois...

 

A:Minha princesinha...que saudades que o papai estava... – Disse ele correndo até ela pegando-a no colo

 

B:É só ela te ver que fica assim,toda feliz.. – Ela não conseguia esconder a emoção ao ver o amor entre pai e fllha

 

A:Eu estava morrendo de saudades...um dia sem vê-la parece uma eternidade...e você como vai??Está tudo bem??

 

B:Tudo ótimo...esse lugar é lindo...traz tanta paz...não sei como nunca viemos aqui...

 

A:É..aqui é lindo mesmo...meu pai sempre me trazia para cá nas férias e eu adorava...desculpa só ter chegado agora...o trânsito estava horrível...

 

B:Não tem problema...você chegou no exato momento em que a Bia e eu iríamos fazer um piquenique...

 

A:Ah é??E eu posso participar??

 

B:Humm não sei...o que você acha meu amor?? O papai pode vir com a gente?? – Ela perguntou recebendo uma gargalhada gostosa da filha

 

A:Acho que isso quer dizer um sim...

 

B:Eu também acho...aahh...

 

 

Ambos não conseguiam esconder o quão estavam felizes em estarem ali,em família,longe do caos de Manhattam...eram apenas eles,dando um fim naquela imensa saudade que sentiam...e por mais que houvesse uma enorme distância física entre Betty e Armando,o mais importante era estarem juntos,lado a lado,como nos velhos tempos...

 

 

B:Vamos entrar?? – Disse pegando Bia do colo dele e abrindo a porta para que eles entrassem

 

A:Nossa...que cheirinho gostoso... – Inspirou profundamente para apreciar o aroma da comida que Betty havia preparado

 

B:Eu fiz uma coisa que eu acho que você vai gostar...

 

A:O que é??

 

B:Não seja curioso Armando Mendoza...vai guardar sua mala enquanto eu e nossa filha te esperamos aqui embaixo...

 

A:Ahh tá bom...tá bom...você é malvada Beatriz Mendoza... – Subiu contrariado as escadas fazendo Betty achar graça da sua birra

 

B:Você acha que o papai vai gostar do que a mamãe preparou meu amor??Hein??

 

Betty dirige-se até a cozinha pegando a cesta de piquenique que havia preparado antes de voltar para sala afim de esperar por Armando que subira para guardar sua mala...

 

Não demora muito e ele desce as escadas,havia trocado de roupa e estava ainda mais lindo,de camisa polo,calça jeans e óculos escuros...ela adorava vê-lo assim,mais despojado,livre dos ternos luxuosos...

 

A:Prontinho...já deixei minha mala no quarto ao lado do seu...prometi que ia me comportar e estou fazendo isso...

 

B:Muito bem Armando...agora vamos??

 

A:Vamos...

 

 Saíram juntos em direção ao imenso jardim da mansão...Betty levava Bia em seu colo,enquanto Armando era o responsável por carregar a cesta...agora Beatriz sentia-se completa,pois o que lhe faltava para ser feliz estava bem ali,ao seu lado,com aquele lindo sorriso e aquele olhar que cada vez mais a deixava apaixonada...

 

 

 

NOVA YORK

 

Os sábados a tarde eram de um imenso vazio para Marcela...Patricia havia saído em lua de mel,Malu permanecia na Europa...e sua última conversa com Margarita não tinha sido das melhores,a fazendo evitar entrar em contato com a ex-sogra...

 

Chega em casa após mais uma visita a Daniel na cadeia...doía demais vê-lo preso,em nada parecia com aquele homem poderoso e imponente que sempre foi...talvez a perda prematura de seus pais fosse o motivo pelo qual seu irmão se perdeu no mundo...

 

Sozinha naquela enorme casa,lembra-se daquele homem gentil e charmoso que conhecera no dia do casamento de Nicolás e Patrícia...sua história a comoveu,ele havia sofrido tanto quanto ela e talvez por isso haviam se dado tão bem...

 

Pegou seu telefone da bolsa e escreveu uma mensagem para ele...pensou várias vezes antes de enviar,tinha receio de não ser correspondida...depois do fim de seu relacionamento com Armando,havia perdido totalmente a segurança em si mesmo...ou melhor,nunca a teve...

O que poderia perder enviando a mensagem??O máximo que poderia acontecer era ele dizer não...

 

 

M:Vamos lá Marcela...coragem... – Disse a si mesma enviando a mensagem

 

 

‘’Olá Carlos,tudo bem??É a Marcela Valência...estava pensando se podemos jantar hoje,tomar um vinho...o que você acha?? Beijos’’


 

 

Sentia seu coração disparar enquanto esperava a resposta dele que não demora a chegar....

 

 

‘’Adoraria...posso passar para te pegar as 20:00 h...um grande beijo’’

 

 

Sorriu ao ler a mensagem...há muito tempo não sentia-se tão feliz assim...tentava não criar expectativas,porém desde Armando,ninguém havia mexido tanto com ela,como Carlos mexia...

 

 

 

 

HAMPTONS

 

 

Bia brincava no jardim enquanto Armando e Betty se deliciavam com todas as guloseimas que ela havia preparado...a todo momento se entreolhavam apaixonados...por vários momentos teve vontade de beijá-la..estava tão linda com aqueles cabelos ao vento...mas não queria pular etapas,se algo acontecesse,seria com a autorização dela...

 

 A:E então??Cadê minha surpresa??

 

B:Fecha os olhos....

 

A:Para que??

 

B:Fecha os olhos Armando... – Ela insistiu o fazendo suspirar inconformado

 

A:Tá bom...tá bom...

 

 Ao vê-lo finalmente com os olhos fechados,Betty pega uma pequena vasilha dentro da cesta de piquenique colocando nas mãos dele...

 

B:Pode abrir...

 

A:Não acredito...isso é...

B:São os biscoitos iguais aqueles que eu preparei para você,lembra??

 

A:Claro que lembro...eu cheguei no escritório e encontrei uma vasilhinha como essa em cima da mesa...

 
B:Sim...mas eu posso te confessar uma coisa??

 
A:Que??

 

B:Eu queimei várias e várias fornadas de biscoito até finalmente darem certo... – Revelou fazendo ambos rirem

 
A:É sério?? - Gargalhou imaginando a cena

 
B:Sim...eu não queria pedir ajuda para minha mãe porque ela não sabia da nossa relação,por isso esperei todos dormirem e fui para a cozinha preparar os biscoitos...

 

A:E estavam uma delícia....

 

B:Ahh não mente Armando....

 

A:Estavam sim...eu comi tudo...e tenho certeza que esses aqui também estão... – Disse abrindo a vasilha e experimentando o biscoito

 

B:E então??Está bom?? – Perguntou ansiosa ao vê-lo devorar a surpresa que havia lhe preparado

 

A:Está uma delícia...maravilhoso...experimenta... – Disse dando um biscoito na boca dela

 

B:É...até que não estão mal...

 

A:Não seja modesta...estão uma delicia meu amor...

 

Ficaram sem graça diante do ‘’meu amor’’ dito por ele...mas era algo tão natural,tão espontâneo,que Armando não podia evitar...

 

A:Desculpa...

 

B:Tudo bem...não tem problema...

 
Continuaram a saborear daquele delicioso lanche,por mais que Armando preferisse comer apenas os biscoitos preparados especialmente para ele pela mulher de sua vida...

Bia que se divertia com seus brinquedos preferidos,começa a balbuciar algumas palavras,chamando a atenção dos pais que a observavam atentos...

 

Baby Bia: Ma-ma-ma

 

B:Armando!!! Armando ela disse mamãe...ela disse mamãe??? – Ela não conseguia segurar a emoção

 

A:Acho que sim...ela disse mamãe...foi mamãe!!!

 

B:Ai meu Deus...fala de novo meu amor...mamãe...mamãe...

 

Baby Bia: Ma-ma-mã-e

 

B:Ela falou Armando...ela disse mamãe... – Disse as lágrimas pegando a filha no colo e a enchendo de beijos

 

 Armando contempla àquela linda cena enquanto lágrimas deslizam por seu rosto,nunca antes pôde imaginar que algo tão simples o fizesse tão feliz....se antes sua felicidade se resumia a mulheres e baladas,hoje tudo havia mudado...hoje a sua felicidade estava em Bia e Betty...as mulheres de sua vida...

 

 

 

DURANTE A NOITE

 

Foi uma tarde maravilhosa,inesquecível...brincaram juntos,levaram Bia para conhecer na praia,tiraram diversas fotos para eternizar aquele momento...

Tanta agitação havia cansado a bebê,que após voltar do passeio com os pais,recebeu os cuidados de Betty,que lhe deu banho,comida e estava no andar superior lhe ninando..

Armando em contrapartida preparava um jantar especial para Betty...queria encerrar aquele lindo dia ao lado dela,mesmo que fosse apenas como amigos...

 

Beatriz já estava no quarto de Bia há algum tempo...estranhando a demora dela,Armando sobe as escadas lentamente podendo ouvir do corredor a voz dela contando uma história para a bebê adormecer...

 

 B:E então o príncipe e a princesa tiveram um lindo casamento e foram felizes para sempre...fim!!!

 

Armando parado na porta,assiste aquela cena linda com um sorriso nos lábios...Betty era uma tão carinhosa,atenciosa,dedicada...não poderia ter escolhido uma mãe melhor para a pequena Bia...como adoraria ter mais filhos com ela,ter uma casa cheia de crianças,bem diferente do que ele viveu sendo filho único...

 

 B:Armando...eeiii...tem alguém ai?? – Ela perguntou o tirando do transe

 

A:Ahh desculpa...eu fiquei distraído vendo você contar uma história para a nossa filha dormir...estavam tão lindas...ela já dormiu??

 

B:Sim...acabei de colocá-la no berço...tadinha,estava tão cansada

 

A:E você??Também está cansada??

 

B:Digamos que estou com mais fome do que cansaço... – Disse o fazendo sorrir...a gravidez dela começava a dar sinais

 

A:Então eu adivinhei seu pensamento...preparei um jantarzinho bem gostoso para nós dois...me acompanha?? – Perguntou lhe oferecendo a mão

 

B:Um convite desse nem tem como negar... – Aceitou correspondendo ao seu cumprimento

 

 

Apagam a luz do quarto de Bia e descem juntos até a sala de,onde Armando havia preparado um jantar à luz de velas,deixando-a encantada...

 

B:Nossa!!Que lindo Armando...eu adorei...

 

 Ele puxa a cadeira para que ela sentasse,a servindo de uma massa especial que ele havia cozinhado...

 

A:Espero que goste...

 

B:Humm...está uma delícia...e pensar que um dia eu achei que não soubesse cozinhar nem nada...

 

A:Achou que eu fosse fresquinho não é?? – Respondeu em referência a conversa que tiveram na cabana há alguns anos

 

B:Sim... – Concordou não conseguindo segurar o riso enquanto devorava a massa

 

A:Eu sempre gostei de cozinhar...era como um passatempo...um hobbie...não sou tão fresquinho...

 

 Estavam felizes,há muito tempo não jantavam juntos...sentiam falta da companhia um do outro,de conversarem,de rirem de qualquer besteira...coisas simples do cotidiano que já não faziam parte de suas vidas...

 

B:Eu adorei...estava tudo uma delícia... – Disse ela contraindo o corpo esfregando as mãos em seus braços como se quisesse se esquentar

 

A:O que foi??Você está bem??

 

B:Não sei...senti um frio de repente...uma dor no corpo...

 

 Imediatamente ele se levanta e vai até ela colocando a mão em seu pescoço e testa,comprovando que ela tinha febre...

 

A:Betty..você está ardendo em febre... – Preocupou-se

 

B:Não...não é nada demais...daqui a pouco passa...

 

A:Como não é nada demais??Você está muito quente..vem,vou te levar para o quarto...você tem que descansar..

 

B:Não precisa Armando...

 

A:Senhora Beatriz Aurora Rincón Mendoza...isso não está em discussão...você vem comigo agora mesmo... – Ordenou a ajudando a levantar da cadeira

  Betty sente uma forte tontura e é amparada por ele que começa a se preocupar cada vez mais com ela que se encontrava pálida...

 

A:Amor..você está bem??Quer que eu chame um médico??

 

B:Não..não é necessário....

A:Como não??Você quase desmaiou agora...

 

B:O meu quase desmaio não tem nada a ver com a febre...

 

A:Como assim?? – Perguntou confuso

 

B:É que...eu...ando muito agitada,estressada sabe??Tenho me sentido um pouco fraca...mas é só isso... – Disfarçou torcendo para que ele acreditasse naquela desculpa inventada por ela

 

A:Huumm...tá bom...mas você vem comigo..tem que descansar um pouquinho... – Disse ele a colocando no colo

 

B:Armando isso é um exagero..eu só tenho febre...

 

A:Mocinha hoje eu serei seu médico e minhas ordens não devem ser contestadas...ok??

 

B:Ok então... doutor... - Concordou sendo levada por ele no colo até o quarto

 

 Armando a coloca gentilmente deitada na cama,buscando no closet um edredom para esquentá-la

 

A:A febre está aumentando...vou fazer um chá para você tomar junto com um antitérmico...

 

B:Não quero te incomodar...

 

Ele nada respondeu...apenas a olhou reprovando o fato dela achar que o incomodava...como poderia achar isso??Ele a amava,se preocupava e queria cuidá-la...

 

B:Tá bom...vou ficar aqui quietinha enquanto você prepara o chá... – Conformou-se diante do olhar dele

 

A:Assim que eu gosto....eu já volto... – Deu um beijo em sua testa enquanto a cobria fazendo Betty cerrar os olhos diante do carinho dele

 

 

 

 

MANHATTAN

 

Longe dali,Marcela e Carlos conversavam em um romântico restaurante sobre a vida,os sonhos e principalmente o assunto que tinham em comum : Beatriz e Armando...

Ela soube,percebeu naquela festa de casamento que ele nutria sentimentos por Betty...era tão claro,ele não conseguia disfarçar,parecia uma sina que todos os homens que ela se interessasse se apaixonassem pela esposa de Armando...

 

 

C:E foi assim que eu a conheci...fui o arquiteto dela...a Beatriz é uma mulher maravilhosa...

 

M:Sim...digamos que eu demorei muito  para reconhecer o valor dela...

 

C:Você era noiva do Armando não??

 

M:Fomos namorados por 3 anos..e ele me pediu em casamento um pouco antes de ser presidente da V&M...eu amei o Armando...mas esperei dele,algo que ele nunca pode me dar sabe??Insisti nesse noivado,nesse casamento,mesmo sabendo que ele não me amava...eu não tinha amor próprio nenhum...me arrependo tanto disso...sinto que perdi anos da minha vida...

 

C:Não pensa assim...você é uma mulher linda,jovem..estou seguro que irá encontrar alguém que te ame como você merece...- Disse segurando sua mão sob a mesa

 

R:Ora,ora,ora...quem eu encontro aqui?? Marcela Valência...  – Ricardo aproximou-se da mesa onde estavam

 

M:Ricardo...

 

R:Eu mesmo...pensei que você fosse me procurar naquele dia em que estive na V&M,Marcela...

 

M:Jamais...eu não tenho nenhum assunto em comum com você...

 

R:Tem certeza??Nenhum assunto?? – Ela demonstrava-se incomodada com a presença dele

 

C:Com licença mas você está sendo bem impertinente...não percebe que a Marcela não te quer aqui??

 

R:Ora ora...e esse quem é?? O substituto do Armando??Pensei que esse posto fosse meu Marcela

 

M:Vai embora daqui Ricardo....

 

C:É melhor você ir...antes que eu tire você a força... – Carlos ameaçou levantando-se da mesa

 

R:Nossa!!!Que valente que ele é...podem ficar tranquilos que eu já vou...mas Marcela,pensei que você fosse correr atrás do Armando agora que ele se separou da feiosa...mas pelo que eu vejo,o meu bro já é passado na sua vida...fico feliz com isso...quem sabe não podemos continuar a nossa história de onde paramos?? – Disse soltando um beijo no ar antes de deixa-los a sós novamente

 

M:Você ouviu isso??



C: Ouvi...como ele sabe que o Armando e a Betty estão separados??

 

M:Pois é...eu pensei que eles não tinham contado para ninguém...não tinha como ele saber disso...será que o Ricardo tem algo com o que aconteceu??

 

C:Não sei...você acha que ele seria capaz??

 

M:Com certeza..ele sempre teve inveja do Armando...

 C:Como assim??

M:Eu vou te contar tudo desde o início...Ricardo Calderón é um miserável e não me surpreenderia se ele tivesse armado tudo isso para acabar com a vida do Armando...

 

 
MOMENTOS DEPOIS

 

HAMPTONS

 

Armando chega ao quarto com o chá e o antitérmico para Betty...sua febre aumentava cada vez mais,o deixando preocupado...ela não era de adoecer,muito pelo contrário,sempre teve uma boa saúde..e vê-la tão fraquinha em cima daquela cama lhe partia o coração...

 

A:Meu amor...esse febre não abaixa... – Disse angustiado enquanto servia o chá em sua boca

 

B:O meu corpo todo dói...acho que peguei uma gripe...

 

A:É melhor você tomar um banho para tentar diminuir essa febre...

 

B:Eu não tenho forças para isso...me sinto fraca...

 

A:Não se preocupa...eu estou aqui meu amor...eu te dou banho...vou cuidar de você...

Ele a coloca sentada na cama enquanto busca na mala por alguma roupa confortável para que ela usasse...

 

A:Acho que essa camisola está perfeita...você gosta??

 

Referiu-se a uma camisola vinho de renda que ela havia levado,recebendo de Beatriz uma resposta positiva com a cabeça...

Armando aproxima-se dela fazendo-a levantar seus braços para que ele retirasse a blusa que ela usava...gentilmente ele desliza a peça por seu corpo deixando-a de sutiã..
Suas mãos tremiam sob sua pele em brasas ao tentar abrir o fecho de sutiã,revelando seus seios

Fazia algum tempo que não a via assim e a lembrança que tinha não fazia jus ao quão ela era linda...estava ainda mais maravilhosa do que da última vez que a tocou...

 

A:Vem meu amor...não se preocupe...estou aqui...

 

A ajudou a se levantar,ajoelhando á sua frente retirando a saia e a calcinha que usava...ela estava tão vulnerável...tão fraquinha...que ele só tinha vontade de colocá-la em seu colo,aninhá-la em seus braços até toda aquela dor desaparecer..

 

Enquanto a despia,ele levanta a cabeça fazendo seus olhares se encontrarem naquele instante..ela estava ali,nua,bem a sua frente,necessitando de seus cuidados,seu carinho,sua proteção...

Ele a desejava...isso não podia negar,era completamente louco por aquela mulher...mas naquele momento só queria cuidar dela,mimá-la...fazê-la sentir-se melhor...

 

Ao acabar de tirar toda a roupa de Betty,Armando a leva lentamente até o banheiro,a colocando com todo o cuidado embaixo do chuveiro...

Carinhosamente lava seus cabelos,ensaboa todo seu corpo enquanto a espuma percorria todas as curvas do corpo dela,que permanecia de olhos fechados ao ser cuidada por Armando...

Permaneceram em total silêncio..palavras não eram necessários...o gesto de carinho,de amor dele para com ela já dizia tudo...

Armando retira Betty do chuveiro,enrolando-a em uma toalha enquanto secava seus cabelos para que ela não se resfriasse ainda mais...

 

A:Está tudo bem?? – Perguntou enquanto penteava seus cachos

 

Ela apenas assentiu com a cabeça enquanto um sorriso discreto brotava em seus lábios...ele a leva até a cama,vestindo sua calcinha e em seguida a camisola que havia escolhido...havia algo diferente nela...algo que a deixava ainda mais linda

 

A:Prontinho...agora você vai sentir-se melhor..dorme meu amor..descansa...estou aqui...

 

B:Armando...a Bia,ela vai acordar para mamar,eu tenho que fazer a mamadeira dela...

 

A:Eii...relaxa..deixa comigo...eu sou pai da Bia,conheço a rotina dela,vou preparar a mamadeira para quando ela acordar e faço questão de eu mesmo dar...não se preocupe..apenas descanse...eu estou aqui... – A tranquilizou deitando-a na cama e a cobrindo

 

B:Obrigado...

 

A:Pelo o que??

 

B:Por estar aqui...comigo,com nossa filha,cuidando da gente...

 

A:Não tem que agradecer...eu amo vocês duas..amo tanto...poderia dar minha vida por vocês...sem pensar duas vezes...agora descansa...já já você irá sentir-se melhor... – Ajoelhou-se ao lado da cama fazendo carinho em sua cabeça

 

A:Quer que eu conte uma história para você dormir?? – Disse a fazendo rir

 

B:Bobo...

 

A:Então eu posso cantar...o que você acha??Lembra do karaokê??

 

B:Armando!! - Sorriu ao lembrar da noite em que cantaram

 

A:Fecha os olhinhos meu amor...vou cantar para você dormir... – Ele pediu sendo atendido por ela ao mesmo instante em que ele começa a cantar acariciando seus cabelos

 

 

🎵Tantas veces te he llorado sin consuelo
He despertado entre mis sueños en un desierto ignorado
Cuántas veces me he sentido invisible a tus
Ojos tan irresistibles que me miran y me atrapan
Pero tú siempre estás en mí, sabes bien que yo vivo en ti

Cuando no estás toda mi vida es un barco sin destino, sin porqué
¿Qué voy a hacer si no me miras?

Puede que todo sea distinto cuando
Sientes que el latido de tu corazón resuena en mí
Quiero decirte que aquí está, mi amor🎵

 


 

Nunca havia esquecido daquela música..a música deles,que parecia ter sido escrita para os dois...quantas vezes ele não havia a escutado enquanto estavam separados??Quantas vezes não a escutou lembrando de cada momento inesquecível que passaram juntos??Havia tanta história por detrás daquela canção...

 

Betty adormeceu ouvindo Armando cantar enquanto recebia seus carinhos...ao vê-la tão linda,dormindo como um anjo,aproxima-se dela lhe dando um beijo na testa

 

A:Bons sonhos meu amor... – Sussurrou para não acordá-la antes de sair do quarto

 
Não conseguiria dormir aquela noite,precisava cuidar de Beatriz e de Bia que em poucas horas acordaria querendo mamar...

Desceu até a cozinha para lavar toda a louça do jantar e preparar a mamadeira da filha...seria uma longa noite...mas ele não reclamava...estava feliz,com as duas mulheres de sua vida tão pertinho dele...

 

 

 

HORAS MAIS TARDE

 

B:Armando??

Betty acordou procurando Armando pelo quarto,não o encontrando...já sentia-se melhor,a febre havia ido embora e seu corpo já não doía...levantou-se com cuidado indo até a janela embaçada pelo frio...constatando que ainda era de noite

Calçou seu chinelo e se dirigiu até o quartinho de Bia,que dormia tranquilamente,aquela hora Armando já deveria ter lhe dado a mamadeira,caso contrário o seu chorinho poderia ser ouvido de longe...era comilona como o pai...

Betty dá um beijo na filha,deixando apenas a luz do abajour acesa antes de descer para procurar pelo amor de sua vida...

 

B:Armando??Armando você está ai?? – Desceu as escadas chamando por ele,sem sucesso

 

Ao entrar na sala,enfim o encontra dormindo no chão em frente a lareira,estava todo encolhido,provavelmente sentindo muito frio...aproximou-se lentamente para não acordá-lo,sentando no chão ao seu lado,admirando-o dormir

Ele era tão lindo...tão perfeito..aquele rosto que parecia ter sido desenhado,aqueles cabelos tão cheirosos e macios..aquele corpo másculo e grande,a pele coberta por sardas...como o amava

 

B:Armando??Eii,acorda... – Acariciou seu rosto o fazendo despertar

 

A:Que??O que aconteceu??Acabei pegando no sono

 

B:Nada...você estava dormindo no chão...está frio...vamos para o quarto

 

A:Não...a lareira está me aquecendo...você está melhor?? – Perguntou com a voz rouca sono

 

B:Sim..bem melhor..tive um bom médico que cuidou se mim... – Respondeu o fazendo sorrir

 

A:Eu já dei a mamadeira da Bia...pode ficar tranquila...você quer comer alguma coisa??Está com fome??

B:Não...não tenho fome e nem sono...acho que dormi muito..e ainda é de madrugada...

 

A:Então fica aqui...comigo..

 

B:Você não está com sono??

 

A:Não mais... – Respondeu sentando ao lado dela de frente a lareira

 

B:Você já teve um dejavú?? – Perguntou olhando atentamente o fogo que ardia

 

A:Já...aliás estou tendo um nesse exato momento

 

B:Eu também...

 

A & B: A noite na cabana... – Disseram juntos ao lembrarem da primeira vez em que se entregaram um ao outro

 

A:Posso te confessar uma coisa??

 

B:O que??

 

A:Estava tão nervoso naquele dia...nós dois sozinhos,você estava tão linda,molhada da chuva,com aqueles olhinhos tão brilhantes...não sei...eu tive medo

 

B:Medo?? – Estranhou

 

A:É...medo...medo do que eu estava sentindo ao seu lado...ao mesmo tempo que eu te desejava,também queria cuidar de você...te proteger...e quando você me contou aquele segredo...eu fui tomado por um misto de sentimentos: ódio,raiva,culpa,amor,muito amor...

 

B:Armando... – Disse ela acariciando seu ombro

 

A:Betty..você realmente conseguiu me perdoar?Por tudo que te fiz??

 

B:Claro que sim...hoje eu sei que tudo que vivemos foi verdadeiro...você errou,mas se arrependeu...por isso te perdoei...porque eu sinto o seu amor...eu sinto...assim como senti quando você cuidou de mim lá em cima...me senti protegida,amada..

 

A:Eu sinto tanto sua falta...tanto... – Disse ele inclinando seu corpo em direção a ela

 

B:Eu também...mas é que... – Tentou argumentar mas ele a cala com seu dedo indicador

 

A:Não vamos falar sobre isso...as palavras tem nos separado todo esse tempo...eu te amo Betty...te amo...

Aproximou seus lábios dos dela,deixando que ela tomasse a iniciativa do beijo...a última coisa que queria era forçar algo,pular etapas...somente aconteceria o que ela permitisse...

Ela permanecia estática,olhando fixamente para a boca dele que implorava,clamava por um beijo dela...diante da demora por uma decisão,Armando ameaça recuar afastando seus lábios,porém ela decide ouvir seu coração e segura no rosto dele puxando-o para ela encostando seus lábios...

 

Era um beijo lento,delicado,queriam aproveitar cada momento,cada carícia...Armando a enlaça pela cintura a fazendo sentar em seu colo,sua camisola curta lhe concedia total acesso a suas coxas,onde ele acaricia ao mesmo momento em que intensificam o beijo com Betty introduzindo suas mãos no cabelo dele...

Lentamente e com todo o cuidado,ele a deita no chão diante da lareira,deixando seu corpo cair sob o dela...precisava vê-la...olhar para aquele rosto tão lindo e angelical...

Interrompe o beijo apaixonado,fixando seu olhar no dela que sorria completamente entregue...

 

B:O que foi?? Porque não me beija?? – Sorriu fazendo referência a frase dita na noite na cabana

A:Quero começar de novo...a última coisa que eu desejo é que amanhã você se arrependa de tudo isso e considere apenas uma recaída entre um ex-casal

B:O que você quer dizer com isso Armando?? – Perguntou sem entender suas intenções

A:Betty,eu sei que eu te magoei...mas quero reparar meu erro,quero ser digno da sua confiança,do seu amor...por isso eu vou te fazer uma pergunta e se você aceitar,eu prometo que farei de tudo para que você seja a mulher mais feliz desse mundo

B:Que pergunta Armando?? Do que você está se referindo?? – Ela perguntou no mesmo momento em que ele respira fundo para tomar coragem

A:Betty...você quer...você aceita namorar comigo?? – Disse a deixando surpresa diante daquele pedido

 

 

 

CONTINUA...

 

 

 

 

 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...