História Between Ângels ,demons and vampires. - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjos, Charlotte, Dara, Demonios, Elizabeth, Horror, Isabel, Isabella, Isabelli, Monstros, Novela, Romance, Saori, Suspense, Terror, Vampiros
Visualizações 1
Palavras 1.535
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Lírica, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiiiiii, bom era pra mim ter postado mais cedo mais meu cll descarregou e eu tenho medo de mecher no carregador kkk, bjsss e aproveitem o novo cap, boa noite pra vocês.

Capítulo 33 - Pequena surra




Saori pov's on

Sexta-feira / 12:48



Estavá deitada na cama quando ouvi batidas suaves na porta, levantei da cama e fui até a mesma a destrancando e a abrindo.

- Olá, o jantar já está pronto, a senhorita já pôde descer. Disse Clara com sua voz doce.

- Eu posso descer assim? Olhei pras minhas roupas.

- Posso sugerir uma coisa?

- Sim.

Eu abri espaço pra garota entrar e assim ela fez, foi até meu guarda roupa abrindo o mesmo olhou pra dentro e tirou um vestido de cor roxo simples o que eu gostei, a mesma olhou pro vestido e pra mim balançando a cabeça.

Ela tirou de dentro do guarda roupa um vestido amarelo com detalhes dourado, balançou a cabeça em negação e guardou o mesmo.

Na terceira tentativa tirou um vestido vermelho com babados pretos e flores pretas como detalhes, confesso que o vestido é lindo mais acho que chama muita atenção, suas mangas longas e perfeitas, babados lindos.

A mesma depositou o vestido sobre a cama e pegou um par de salto bem baixo vermelho de pano com um detalhe em dourado.

- Não sei como vestir isso. Falei sorrindo sem graça pra garota.

- Eu aconselho por os sapatos primeiro. 

Tirei a camisola fina branca que eu estavá vestindo ficando apenas de lagerir preta.

- Se me permite dizer senhorita, não parece muito velha e és dona de um belo corpo, cruzes, o que é isso no seu pescoço?

Corri até a penteadeira de madeira me vendo no espelho, relembrando a última noite que tive com o Ayato na qual o mesmo me deixou chupões pelo corpo.

- Tem maquiagem na minha mala pôde pegar pra mim. Falei fitando a garota um pouco mais baixa que eu.

A loirinha foi até a mala abrindo a mesma tirando de lá uma maleta e pondo em cima da cama, abriu a mesma e pegou uma base.

- Senta aqui. A mesma apontou pra cama e eu fui me sentar e deixei ela me maquear suavemente, quando terminei a maquiagem e de me vestir a garota penteou meus cabelos jogando um pouco por cima de cada ombro e deixando caindo atrás.

Passou uma maquiagem pra disfarçar a minha cara de peixe morto e assim saímos do quarto depôs de uns quinze a vinte minutos.

Chegamos a grande escadaria e Clara desceu primeiro como uma verdadeira daminha, tomei coragem e segurei o meu vestido o levantando e tomando cuidado pra não rolar escada a baixo.

Quando cheguei no último degrau Clara me esperava, ela sorriu pra mim e foi andando enquanto eu a seguia, passamos por uma porta onde tinha dois caras parecendo guardas em cada lado da porta.

Passamos pela porta entrando em uma sala de jantar com uma mesa enorme onde estavam sentadas Luna e Luz sérias.

Luz olhou pra Clara com um olhar repreedendor e me fitou passando segurança e sorrindo orgulhosa depôs de dar uma boa olhada no meu corpo.

Clara se sentou na cadeira ao lado de Luz, Luna me olhou de cima abaixo e virou o rosto, na ponta da enorme mesa retangular estavá a pessoa que eu menos queira ver.

Fuyuki é loiro e tem olhos azuis claros, corpo nem tão forte e nem tão magro, seu sorriso malicioso pairavam em mim, suas roupas de príncipe digno de uma princesa que eu não queria que fosse eu.

- Vamos conversar depôs Clara. Falou o louro e a garotinha se encolheu com o tom grosso do homem bem maio que ela.

- Não a trate assim, não foi culpa dela e sim minha, quando ela foi me chamar estáva dormindo e não escutei suas batidas, não estavá vestida assim se não fosse pro ela eu estaria de calça e blusa de frio. Disse séria fitando o loiro.

- Dessa você escapou. A menina ficou com uma cara de alívio e Luz também.

- Onde eu me sento? Perguntei.

- Ao meu lado. Falou o loiro apontando pro seu lado direito, o esquerdo estava ocupado por Luz e ao seu lado Clara. 

Me sentei e ao meu lado estavá Luna com uma cara nada agradável, essa vaca não gostou de mim e eu agradeço.

- Podemos comer. Falou o loiro batendo palmas e algumas mulheres de diferentes idades vinheram nos servir suavemente e gracisosamente.

Quando terminaram de nos servir começamos a comer a entrada em silêncio.

- O que achou do seus aposentos meu amor? Fuyuki perguntou me olhando com um sorriso que eu odiei.

- Não faz meu estilo, mais eu gostei, é tudo muito lindo. Falei sorrindo sarcástica.

- Que bom que gostou, não irá ficar lá por muito tempo, amanhã daremos uma festa em comemoração aos seus 17 anos.

- Uma festa? Perguntei parando de comer.

- Sim.

- Mais festas não estavam no acordo.

- Você não disse nada de festas na nossa conversa. Respondeu voltando a comer.

- E você também não ditou nada sobre isso também.

- Chega de discussão, você vai querer ajudar na decoração pra ficar do seu jeito, além do mais já que vamos casar precisa se acostumar com isso, irá organizar muitas coisas e melhorar seu vocabulário, ele é muito vulgar, não quero que pensem que minha esposa é impura e que tenha vindo de uma casa noturna.

- Queria muito estar em uma casa noturna, prefiro isso a ter que me casar com você. Falei baixo.

- O que disse?

- Nada. Falei o fitando.

O mesmo me desferiu um tapa na cara, virei o rosto pro lado e levantei indignada.

- Nunca apanhei de ninguém e não vai ser de você agora, não vou organizar festa alguma, se levantar a mão pra mim novamente eu te mato e vou embora. Falei alto o suficiente pra todos ouvirem.

O loiro levantou e pegou no meu braço com força me puxando pra fora daquele local, tentei me soltar mais foi em vão.

Olhei pra Luz e a mesma estavá abraçada a Clara que chorava baixo, Luz me olhou com dó e pedindo desculpas baixo.

Luna sorria em satisfação e arrogância com um olhar superior, quem essa vaca pensa que é?

Vou por essa cadela no lugar dela rapidinho ela que me aguarde, vou tirar cada fio de seus cabelos.

Quando vi fui jogada em uma sala, cai no chão e vi alguém vir pra cima de mim me batendo diversas vezes, não consegui me defender, fui estapiada até perder a consciência.




Dia seguinte sábado 07:49 da manhã.

Acordei e senti um lugar macio abaixo de mim, me virei pra um lado e outro sentindo meu corpo doer.

Me sentei reconhecendo meu novo quarto, olhei pro meu corpo vendo que estavá vestida com a mesma roupa de ontem mais tinham ematomas nos meus braços e pernas.

Levantei da cama e fui pro banheiro, enchi a banheira e me despi entrando na mesma e relaxando meu corpo que estavá tenso.

Depôs do banho fui até o guarda roupa e peguei um vestido vermelho longo e pois uma sapatilha preta qualquer.

Depôs de secar meus cabelos os prendi em um rabo de cavalo alto deixando alguns fios soltos.

Depôs de pronta desci até a sala vendo homens trazendo enfeites e Luz mandando por em lugares diferentes enquanto algumas mulheres limpavam aquele comodo.

- Bom dia senhorita Saori. Falou uma voz suave atrás de mim e que mesmo tendo ouvido algumas vezes eu já conhecia muito bem, me virei vendo Clara sorrindo.

- Me chame de Saori por favor. 

- Mais se o senhor vir vai ficar bravo.

- É só não me chamar de Saori na frente dele.

- Clara venha ajudar sua mãe. Falou Luna.

- Mãe? Perguntei olhando pra Luz que avia ficado parada.

- Luna é sua mãe Clara? Perguntei.

- Não, minha mãe é a.....

- Sou eu. Falou uma mulher desconhecida por mim aparecendo, ela é loira e tem os olhos verdes escuros.

- Prazer, acho que não nos apresentamos ainda. Falei.

- Pois é, fico feliz em saber que a minha filha fez amizade com uma garota de quase a mesma idade que ela. Disse a loura.

- Quantos anos ela tem?

- 14. Falou a loura sorrindo.

- E quem é o pai dela? 

- Me ajude a arrumar, o vosso senhor quer que você vós ajude a arrumar. Falou Luz surgindo do nada.

- Claro.

- Venha não sei o que você vai achar das coisas que eu já fiz mais eu adorei até agora, se você quiser podemos modificar o que vóz quiser.

- Por que está falando assim? Perguntei.

- Vosso senhor quer que vossa senhoria aprenda o nosso tipo de vocabulário.

- Hm, vai ser difícil.



Quebra de tempo



Quando eram 18:34hr fomos todas nós arrumar, Clara foi pro seu quarto e Luna pro seu, Luz pro seu e eu fui pro meu.

Depôs de tomar banho, me maquiar e passar maquiagem só faltava a roupa qual eu não sabiá como me vestir e não queria que as meninas se machucasem por minha culpa então fui a procura de uma delas pra me ajudar.

Estavá andando só de roupão pelos corredores do castelo quando senti meu corpo ser chocado em algo e eu quase ir ao chão....



Continua.......


Notas Finais


Vestido da Saori no jantar
https://pin.it/enprtbcnq7oitj

Salto da Saori no jantar
https://pin.it/kea36vybooqknc

Vestido da Saori de sábado de manhã.
https://pin.it/ppyx3drnv3ga2w



Oiiii, tomara que tenham gostado do cap, bjsss e até o próximo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...