História Between Brothers - Imagine Kim Taehyung - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Incesto, Taehyung
Visualizações 120
Palavras 1.400
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, me desculpem a demora, mas a escola voltou e eu to meio perdida ksksks
O cap do Yoongi vai demorar um pouco mais pq to sem imaginação ? '-'
Boa leitura

Capítulo 6 - Tudo vai ficar bem...


Fanfic / Fanfiction Between Brothers - Imagine Kim Taehyung - Capítulo 6 - Tudo vai ficar bem...

Curtida por @Taehyung, @Rosé, @Jennie@Jisoo, e mais 33.497 pessoas

@S/n Tô sem nada pra fazer <3

 

@Rosé Será que o Kook e a Lisa estão bem? kkk

 @Yoongi O que vcs fizeram com o Jungkook?

@S/n Mais tarde ou mais cedo irá saber @Yoongi

@Taehyung Linda <333

"---------------------"--------------------"

 

|| S/n Off ||

|| Jungkook On ||

Ao não ver nada na janela, voltei a me virar, vendo apenas Lisa na sala. Corri em direção à porta, tentei abrir de todos os jeitos e fiz o mesmo com as janelas.

Jungkook: Trancada…

Lisa: Q-Quê?! D-Diz que é mentira – Lisa começou a desesperar, andando de um lado para o outro. A mesma perde o ar e desequilibra-se, perdendo as forças nas pernas. Corro em sua direção e por pouco que ela não caia em meus braços.

Jungkook: E-Ei! Você tá bem? – Envolvi-a em um abraço e ela agarrava minha camiseta, tentando se acalmar.

Lisa: E-Eu… Eu tenho medo de lugares fechados Jungkook… - A abracei com mais força, a pegando no colo e me sentando em uma das mesas da sala.

Jungkook: Calma… Vai ficar tudo bem, não vai acontecer nada… Prometo – Dei um beijo no topo de sua cabeça e ficamos assim por algum tempo.

Infelizmente, essa e as salas do lado, não são usadas hoje, então é provável que o zelador não venha e que fiquemos a dormir aqui. Meu celular não tinha bateria e a Lisa não trouxe o dela, então estávamos realmente presos. Seu desespero era notável para qualquer um, mas sua calma comigo também. Ela era fofinha e seus olhos formavam um eye smile quando sorria.

Eu fui o único a vir para essa escola, já que os outros meninos foram para a escola do lado e logo a seguir, para a faculdade. Quando cheguei aqui, ainda não eramos “famosos”, eramos apenas garotos normais como os outros. Não era popular, era até um pouco zoado por ser tão tímido e um pouco Emo. Quando criamos o canal, com o tempo, as pessoas da escola vinham falar comigo, mas nunca liguei muito. As garotas que me desprezavam antes, se atiravam pra cima de mim num piscar de olhos, me fazendo cair, às vezes. Aquelas que não me conheciam, passaram a conhecer e hoje, tenho todas as garotas da escola me querendo e vindo “falar” comigo. Na verdade, quase todas. Quando Lisa cá chegou parecia perdida. Ela não tinha ninguém para a ajudar, nenhuma amiga. Resolvi falar com ela nesse dia, a ajudando a conhecer a escola. Quando me viu, podemos dizer que teve um pequeno choque, mas enquanto lhe mostrava as coisas, ela não falava quase nada, apenas sorria e dizia algumas palavras. Ela não se atirava a mim nem corria atrás, talvez por isso eu tenha começado a gostar dela. Mas tinha um problema. Eu nunca tinha tido uma namorada antes, então eu achava que as garotas que corriam atrás de mim me amavam e Lisa não fazia isso. Nós nunca mais nos falamos desde aquele dia, apenas “Bom dia” e alguns sorrisos.

Um dia cheguei na escola e vi ela andando com a Jisoo, Jennie e Rosé. Elas eram gente boa e também não andavam atrás de mim como loucas, mas falavam comigo na boa de vez em quando e deixando claro que eramos amigos. Decidi deixar a Lisa para lá, já que ela não gostava de mim e comecei a sair um pouco mais, ficando com algumas meninas da escola, indo na balada com os garotos e fiquei até com uma professora, mas foi ela que pediu e nesse dia, podemos dizer que eu não estava muito bem. Achei que aquele sentimento por Lisa tinha sumido, mas agora que a S/n veio para cá e me “apresentou” as meninas, minha paixão por Lisa “voltou”.

Nesse momento, ela mantinha a sua cabeça em meu peito e seus braços em volta de meu pescoço. Sua expressão amedrontada não saia do rosto, mas estava claramente mais calma.

Lisa: Jungkook…

Jungkook: Hum…? – Mexia em seus cabelos enquanto falava.

Lisa: Alguém vai nos tirar daqui? – Nossos olhos se encontraram, se fixando por um pouco.

Jungkook: Eu não sei Lisa, eu não sei… - Sua cabeça voltou a baixar e pude ouvir alguns soluços. – Lisa… Não fica assim, nós vamos dar um jeito.

Lisa: Ninguém usa esse corredor hoje! Como podemos dar um jeito se o zelador não vai passar nem perto e ninguém vem aqui?! – Seus olhos estavam marejados, fazendo meu coração apertar e agarrar seu rosto.

Jungkook: Nós vamos sair daqui! Nós vamos conseguir, Juntos… - Sua face estava um pouco vermelha, a fazendo ficar mais fofinha do que já era. Meus olhos examinavam todo o seu rosto, vendo apenas linhas desenhadas à mão por um profissional. Eu queria poder fazer tudo com ela, mas tinha medo de a perder para sempre depois disso, mas parece que meu coração não tinha e ele já estava comandando meu corpo. Cada vez mais perto, nossos lábios tocaram-se, causando um pequeno arrepio em meu corpo. Lisa ficou um pouco estática, mas cedeu ao beijo, me dando passagem com a língua. Ficamos nos beijando por um bom tempo, até perdermos totalmente o ar.

Lisa: O que… O que aconteceu aqui? – Mais uma vez, os olhares estavam presos um no outro.

Jungkook: Eu… Eu gosto de você Lisa – Vi sua cabeça abaixar e seus olhos desviarem de meu rosto. Uma lágrima solitária caiu pelo meu rosto, esperando um “Desculpa, mas não correspondo aos seus sentimentos”.

Lisa: Mas você não me dá bola nenhuma. Nunca tentou nada comigo como tenta com as outras.

Jungkook: Com as outras eu não me importo, mas tinha medo de fazer algo com você e te perder para sempre… - Vi sua cabeça levantar de leve, mas dava para ver um pequeno sorriso em seu rosto.

Lisa: Eu também gosto de você… Kookie – Um sorriso enorme invadiu meu rosto sem esperar permissão.

Jungkook: Kookie?

Lisa: Foi um apelido que inventei para você.

Jungkook: E que eu adorei – Levantei seu rosto, depositando mais um beijo em seus lábios, que foi recebido sem hesitação e acompanhado com mais alguns selinhos. – Cadê seu medo, hein? Fugiu?

Lisa: Acho que foi passear por um bocado – Rimos e ficamos conversando, esperando ver alguém pela janela, ou entrarem na sala, mas nada. De repente, a sala que ainda estava um pouco iluminada devido às luzes do pátio, ficou completamente escura, dando um pequeno sentimento de desespero na Lisa.

Jungkook: Calma, eu tô aqui… - A mesma acenou com a cabeça e a encostou sobre meu peito. Estava sentado no chão, com Lisa em minhas pernas. – Acho que vamos acabar por dormir aqui…

Lisa: Também acho… Vai ficar do meu lado, certo?

Jungkook: A noite toda…

(…)

Não sabia que horas eram, mas não conseguia pregar olho de jeito nenhum. Lisa já dormia como um anjo em meu colo. Reparei bem em seu corpo e o mesmo tremia. Ela não tinha casaco, então estava a apanhar um bom frio. Ela deu um pequeno espirro e eu tirei meu casaco, colocando em suas costas e acariciando as mesmas, tentando aquece-la, mas não estava funcionando muito bem. Coloquei minha mão em sua testa e ela estava ardendo de febre.

Lisa: Jungkook…

Jungkook: Lisa, você tá bem?

Lisa: Jungkook… - Ela começou a se mexer um pouco e chorar, mas seus olhos se mantinham fechados. Seus dentes de cima batiam nos de baixo, tremendo. Estava extremamente preocupado. Lisa estava doente e eu não conseguia fazer nada.

Peguei em minha mochila e coloquei no chão, servindo de almofada para Lisa enquanto tentava achar alguma forma de sair daqui. Ela chorava e sussurrava meu nome algumas vezes.

Jungkook: Eu to aqui meu amor… Tá tudo bem, vou arranjar uma maneira de sair daqui – Para melhorar, estava chovendo lá fora, então seria um problema para nós. Tentei procurar alguma cópia da chave em algum lugar, talvez conseguisse leva-la na enfermaria daqui e tentar cuidar dela, mas não tinha nada. Lisa parecia que piorava a cada momento e algumas lágrimas já caiam de meus olhos. A mesma estava pálida e seus lábios roxos. Olhei para o relógio que tinha em cima do quadro branco e o mesmo marcava 4:30 da manhã. Só havia um jeito de sair daqui e seria dessa forma que iriamos sair. Passava minha mão pelo seu rosto totalmente branco e trémulo.

Jungkook: Calma amor… Respira… Tudo vai ficar bem…


Notas Finais


Hmm... Shippo
Digam ai o nome do Shipp Jungkook e Lisa ksksks
Bjs na Bundaaaaa....!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...