1. Spirit Fanfics >
  2. Between Friends and Lovers >
  3. Noite das garotas!

História Between Friends and Lovers - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Foi rápido dessa vez, né?
Como vcs estão?
Ainda estão de quarentena?

No momento da CONVERSA NO TELEFONE, a parte em itálico é a pessoa que está do outro lado da linha, mas quando o texto está todo em itálico, é uma lembrança!

Não vou me prolongar mais, espero que gostem e boa leitura!

OBSERVAÇÃO:
Pra quem já lia a fanfic: só estou dividindo melhor os capítulos, NADA da história vai ser alterado!

Capítulo 16 - Noite das garotas!


Fanfic / Fanfiction Between Friends and Lovers - Capítulo 16 - Noite das garotas!

Assim que chegou ao apartamento de Hinata, Temari descobriu que Tenten iria chegar atrasada por conta do trabalho. E nesse momento, ela viu a oportunidade perfeita para conversar com Hinata sobre suas questões pessoais.

Mas antes da Sabaku abrir a boca para falar alguma coisa, a campainha tocou. Quem poderia ser?

— Deve ser a Sakura — Hinata comentou indo atender a porta — eu a convidei.

Temari deu de ombros. É, não seria nessa noite que ela revelaria os próprios segredos.

— Oi — Hinata recebeu a Haruno, sorrindo.

— Oi Hina — Sakura disse seriamente, entrando — Oi Tema — acenou para a loira.

— Está tudo bem? — Hinata logo perguntou — Você parece estar um pouco chateada.

— Chateada?! — Sakura perguntou e riu, assustando um pouco as amigas que há muito tempo não a viam naquele estado — Eu tô é PUTA! — Disse alto — Eu achei que não odiava mais o Sasuke, mas adivinha só? Aquele cretino me chamou de “vadia fácil” hoje! Quem ele pensa que é pra falar qualquer coisa de mim?! — Sakura falava alto e gesticulava — Pra pensar qualquer coisa de mim?! Eu juro que se não estivesse dentro daquela merda de delegacia, eu tinha dado um soco naquela cara bonita do Sasuke!

Temari nunca tinha visto Sakura tão puta, nem mesmo no dia que a rosada tinha terminado com o Uchiha. Mas a Sabaku tinha que admitir que era engraçado ver a amiga xingar tanto, por isso não conseguiu conter uma risada, o que fez a Haruno parar por um momento.

— Você tá rindo? — Perguntou, claramente ofendida com a risada — Você sabe o que mais ele fez? Ele socou o cara que eu tô saindo há um mês! Qual sentido disso? Agora ele acha que voltamos ao tempo das pedras e que eu pertenço a ele? — A Haruno questionava indignada — Mais que merda! Só porque eu pensei que ele tinha mudado! Eu estava quase gostando dele de novo! Eu sou uma idiota mesmo! Caralho!

— Respira, Sakura — Hinata falou, tentando acalmar a amiga.

— Respirar? — Perguntou — Eu juro que se encontrasse o Sasuke agora, eu assassinaria ele. Eu odeio ele!

Temari riu novamente, mas dessa vez da tentativa de intervenção falha de Hinata.

— Isso, solta os bofe pra fora — Temari incentivou.

Sakura soltou um grito agudo, antes de continuar xingando o Uchiha.

— Eu tenho certeza que eu me deixei levar pelo filho dele — a rosada se justificou — sendo pai daquela criança linda, pensei que Sasuke agora era uma boa pessoa, mas não! Ele é um psicopata louco que bate em pessoas sem motivo nenhum e ainda xinga os outros!

Depois disso gritou novamente.

— Nunca me deixem cair nas garras de Sasuke Uchiha novamente — disse, séria.

— Não vamos deixar — Temari afirmou — quando você estiver caindo novamente, eu mesma vou te dar um tapa na cara pra você acordar pra vida — disse também séria, mas depois começou a rir, levando as amigas ao riso também — eu tô falando sério, pode preparar esse rostinho — voltou a ficar séria.

***

Depois do desabafo de Sakura, as três amigas decidiram pedir uma pizza enquanto Tenten não chegava. É claro que enquanto esperavam a pizza, as três conversaram sobre vários assuntos e algumas lembranças da época do ensino médio.

— Lembram da festa de dezoito anos do Gaara? — Sakura perguntou — Que nós dormimos na sua casa? — Se virou para Temari.

***

A festa de aniversário do Gaara estava acontecendo na cobertura do complexo de apartamentos onde a família Sabaku morava. Depois de meses “alugando” o ouvido de sua mãe, Gaara tinha conseguido convencê-la de autorizar e ajudar com as despesas da festa, com uma condição: não queria nenhum menor de idade bêbado.

É claro que dentre tantos colegas que fizeram o ensino médio com ele e alguns outros da faculdade, ninguém se importava se tinha idade para beber ou não, muito menos o Sabaku que só queria se divertir em sua festa. Além disso, sua mãe não sabia a idade de todos os seus amigos, certo? E ela também já tinham dito que ficaria no apartamento para não atrapalhar a diversão do filho.

Depois de fazer uma grande quantidade de Gummy a pedido de Gaara, Tenten estava voltando com três copos da bebida para a mesa em que suas amigas estavam sentadas.

No centro da mesa tinha uma vasilha com amendoins de aperitivo e vários celulares espalhados pela mesa, um do Gaara que estava conversando com alguns amigos da faculdade, outro de Neji que estava responsável por preparar caipirinhas e outro de Sasuke que estava ficando com qualquer garota que desse bola.

Tenten colocou um copo na mesa perto da cadeira onde ia se sentar, entregou um para Sakura e outro para Ino. Hinata também estava na mesa, mas a Hyuuga não gostava de beber e Tenten não queria desperdiçar a preciosidade que tinha feito.

— Tenten, esse Gummy* tá muito bom! — Ino falou e deu outro gole na bebida preparada por Tenten — Quer experimentar um pouco, Hina? — Ofereceu o copo para Hinata, o gosto de álcool estava bem fraco, então a amiga provavelmente iria gostar.

— Sabe que é minha especialidade fazer Gummy — Tenten falou, sentando-se à mesa em que as amigas estavam.

— Está bom mesmo — Hinata comentou após experimentar do copo de Ino.

Sakura, Ino e Tenten não conseguiram manter a boca fechada de tão chocadas que ficaram após Hinata elogiar uma bebida.

— Pode ficar com o meu — Ino falou e começou a se levantar — vou pegar outro pra mim.

— Eu sou mesmo incrível — Tenten se vangloriava e sorria, vendo Hinata beber mais do copo que antes foi de Ino.

— Tá bom mesmo — Sakura comentou após experimentar.

Tenten sorriu mais ainda, apesar de não ser tão chata para bebidas quanto Hinata, Sakura também não gostava muito de álcool e se ela estava elogiando, o Gummy realmente estava ótimo.

— Cadê a Temari? — Sakura perguntou, olhando ao redor para ver se encontrava a Sabaku.

— Deve estar se pegando com alguma amiga ou amigo gostoso do Gaara — Tenten falou — e a gente deveria fazer o mesmo — sugeriu e sorriu maliciosamente.

— Deveria fazer o que? — Ino perguntou, quando voltou à mesa com um copo de Gummy.

— Coisa de mulher solteira — Tenten falou e riu da cara de indignação de Ino.

— É mesmo — Sakura se lembrou do namoro de Ino com Gaara — como os pombinhos estão?

— Estaríamos melhor se ele estivesse comigo e não com aqueles amigos dele — Ino falou, deixando transparecer o ciúmes na voz e se sentou.

— Deixa ele — Tenten falou — é o aniversário dele e vocês vão ter muito tempo a sós depois — olhou para Ino com um sorriso malicioso nos lábios — Você vai dormir aqui, certo?

— Vou e a mãe dele também — Ino disse e jogou um amendoim em Tenten — eu não vou transar com ela por perto — disse como se fosse óbvio — ela já não gosta de mim, imagina se pegar eu e o Gaara transando — falou, usando as mãos para explicar.

Tenten e as demais riram do exagero de gestos que a loira fazia.

— Pelo menos vocês são maiores de idade — Tenten comentou — se ela me visse bebendo, ia me expulsar da festa com certeza.

Tenten, assim como Sakura e Hinata que também não tinham feito dezoito ainda, sabia da condição imposta, mas seria muito azar a mãe do Gaara dar as caras na cobertura, né?

— Vou pegar mais Gummy, alguém vai querer? — Sakura perguntou, já se levantando.

— Claro — Tenten falou.

— Só um pouco — Hinata falou mais timidamente.

— Também quero — Ino estendeu o copo, agora vazio, para Sakura, mesmo que não precisasse, afinal era um copo descartável.

*

Depois de beber mais um pouco, Ino se levantou para ficar um tempo com Gaara. Sakura também se levantou com um objetivo bem específico: ficar com um amigo de Gaara que não parava de olhar para ela.

— Já volto meninas — disse, piscou um olho e foi andando em direção ao garoto.

— Sem pressa — Tenten disse — aproveita! — Gritou quando Sakura já estava mais distante.

— Tô tonta — Hinata falou, chamando atenção de Tenten — acho que já bebi demais — comentou.

— É — Tenten parou para observar a quantidade de copos que Hinata tinha bebido.

Sete copos. Sete copos. E estava bebendo o oitavo. Tenten arregalou os olhos, Hinata nunca tinha bebido tanto na vida, e se ela desse PT? Ou pior, se entrasse em coma alcoólico? Neji com certeza mataria a Mitsashi se algo acontecesse com Hinata.

— É melhor parar — Tenten disse e tentou pegar o copo da mão de Hinata.

— Mas está tão gostoso, nem tem muito álcool — Hinata protestou e segurou o copo.

— Esse tipo de bebida é o mais perigoso, Hina — Tenten falou, ainda tentando pegar o copo — você fica bêbada e nem percebe.

— Mas eu quero mais — continuou segurando o copo.

— Você já bebeu muito pra uma noite — Tenten tentava convencer Hinata de largar o copo.

— Tá bom — Hinata se deu por vencida e soltou o copo.

— Agora fica aqui que eu vou buscar um pouco d’água pra você, tá? — Tenten avisou, enquanto se levantava.

— Tá tudo rodando — Hinata falou — acho que minha barriga também tá rodando — colocou a mão na barriga por um momento e ficou olhando.

— Hina — Tenten falou, sentando-se em uma cadeira ao lado de Hinata — você quer vomitar?

— Passou — Hinata falou e olhou para Tenten.

— Tem certeza? Podemos ir ao banheiro — Tenten sugeriu.

— Eu estou bem — Hinata sorriu para transmitir confiança.

— Então vou buscar a água — falou se levantando.

E foi só Tenten levantar que Hinata virou a cabeça para o lado e começou a vomitar tudo o que tinha dentro de si.

— Meu Deus! — Tenten correu para segurar o cabelo de Hinata e teve certeza de que seria assassinada por Neji — Isso, coloca tudo pra fora — falou fechando os olhos para não ver o vômito e passando uma mão nas costas de Hinata.

— A Hinata tá dando PT! — Quando Temari viu a cena, gritou para todos da festa ouvirem — É o primeiro PT dela! — A loira pareceu contente com a notícia.

Gaara e Ino se viraram para olhar o que tinha acontecido e, antes de Gaara falar qualquer coisa, Ino se pronunciou.

— Vou pegar um pano pra limpar — a loira falou — não quero que sua mãe veja isso.

Quando Neji ouviu Temari falando, largou a caipirinha que estava fazendo e foi correndo em direção à mesa em que Hinata estava.

— O que aconteceu? — Neji perguntou ao se aproximar de Tenten e Hinata, que já tinha parado de vomitar — O que você deu pra ela? — Perguntou olhando acusativo para Tenten.

— Não foi culpa da Ten — Hinata começou a falar, com os olhos cheios d’água — eu bebi demais, desculpa — falou fitando o chão.

— Tudo bem, Hina — Tenten falou, passando a mão nos cabelos de Hinata — Essas coisas acontecem — Direcionou um olhar para Neji, mandando-o embora.

Por mais que Neji estivesse preocupado com a prima, Tenten sabia que a presença dele só fazia Hinata se sentir mais culpada. E o Hyuuga pareceu entender isso também.

— Eu devia ter parado de beber antes — disse, ainda olhando para baixo — desculpa — falou enquanto algumas lágrimas escorreram de seu rosto.

Logo Ino chegou com um rodo e um pano de chão para limpar o vômito.

— Finalmente nossa menina cresceu, hein? — Ino falou brincando.

E Hinata começou a chorar mais.

Ino arregalou os olhos pela reação de Hinata e olhou para Tenten, como se perguntasse: o que eu falei demais?

— Olha o trabalho que eu tô dando pra vocês — Hinata falou, em meio ao chora, apontando para onde Ino limpava.

— Tá tudo bem — Tenten falou — vamos sentar mais pra lá — disse e direcionou Hinata para uma cadeira mais distante do vômito.

Enquanto Ino limpava o vômito, Kankuro apareceu na festa e começou a observar tudo.

— Minha mãe pediu pra ver como estavam as coisas aqui — o Sabaku mais velho falou, se aproximando de Ino — acho que alguém vomitou, hein? — Observou o que Ino limpava e olhou ao redor, vendo Hinata ser consolada por Tenten.

Ino sentiu seu cu trancar na hora, se Kankuro falasse qualquer coisa para a mãe de Gaara, seria o fim da festa.

— Foi um amigo idiota da faculdade do Gaara — Ino tentou mentir.

— E você é uma namorada tão boa que tá limpando, hein? — Kankuro sorriu, debochado — Você não me engana loira — avisou — Hinata é menor de idade, não é?

Kankuro nem esperou a confirmação de Ino e saiu dali pronto para contar o ocorrido para a mãe.

— Seu filho da puta! — Ino xingou, enquanto Kankuro ia embora.

*

Pouco tempo depois, Kankuro estava de volta e foi chamar Gaara, que ainda conversava com alguns amigos, e Temari, que estava se agarrando com uma garota em um canto.

— Mamãe está chamando você — repetiu a mesma frase para ambos os irmãos.

Logo, os três estavam pegando o elevador para o apartamento deles.

Temari e Gaara já sabiam que coisa boa não era, só não esperavam ver uma expressão tão séria na cara da mãe quando entraram no apartamento.

— O que eu disse? — Ela perguntou, assim que eles entraram — qual era minha condição? Hein? — Falou mais alto diante da inércia dos filhos.

— Não dar bebida pra quem é menor de idade — Gaara falou em um tom baixo.

— E o que vocês fizeram? — Cruzou os braços na frente do corpo — Vocês não só deram bebida, vocês embebedaram uma menor de idade! — Gritou — Puta que pariu! Kankuro me falou que Hinata bebeu tanto que vomitou! Caralho! Justo a Hinata?! Eu conheço o pai dela! Como vou olhar na cara dele se meus filhos irresponsáveis deixaram ela beber?! Beber a ponto de vomitar! — Ela gritava histericamente e gesticulava, enquanto Gaara e Temari ouviam a bronca calados e Kankuro tinha um sorriso de canto no rosto — Eu confiei em vocês! Eu te ajudei com essa festa e só dei uma condição! Não acredito que vocês são tão irresponsáveis!

— Qual é, não tem como a gente ficar controlando todo mundo da festa! — Temari retrucou — Hinata já é grandinha o suficiente pra saber que não pode beber, você não pode jogar a culpa toda na gente.

— É claro que a culpa é de vocês! — Apontou o dedo para os filhos — Eu deixei vocês responsáveis por isso! Deveriam ter ficado de olho!

— Até que eu fiquei de olho — Temari começou a falar — mas quem ia ficar de olho na Hinata? — Perguntou e gesticulou com os braços — Ela não faz nada errado desde sempre.

— Não quero ouvir desculpas! — Colocou as mãos no ouvido, em um gesto infantil — Quero que mandem todos embora! Acabem com essa festa! Depois conversamos sobre o castigo de vocês! — Disse e viu que os dois ainda esperavam ouvir alguma coisa — Vão logo, caralho! — Gritou.

*

Em pouco tempo, Temari e Gaara já tinham expulsado quase todos os convidados, só ficaram os mais próximos que passariam a noite no apartamento dos Sabaku e estavam ajudando a limpar o ambiente.

— Kankuro é mesmo um cretino — Tenten reclamava, enquanto catava copos e guardanapos descartáveis — por que ele odeia tanto ver os outros felizes?

— Né — Sakura concordou, estava segurando um saco de lixo para Tenten jogar o lixo dentro — qual a necessidade de estragar a festa do irmão mais novo?! — Falou, indignada.

— Vocês deveriam ter pedido ajuda pra limpar antes de sair expulsando todo mundo — Neji reclamou, enquanto passava um pano nas mesas.

— Fica quieto que a gente que limpou sua casa depois da sua festa — Tenten retrucou — você tava tão bêbado que nem ajudou.

— Correção: — Neji começou a falar — eu desmaiei por causa de vocês, então não pude ajudar — Neji ainda se lembrava da sacanagem feita pelos amigos.

Todos começaram a rir ao se lembrar do que tinha acontecido.

— Aquilo foi tão engraçado — Gaara falou, rindo, enquanto lavava as louças com Ino — ainda bem que Ino gravou e mandou pra todo mundo.

— Eu sei que eu sou incrível — Ino falou, sorrindo e deu um selinho em Gaara.

Hinata ainda não estava totalmente bem, por isso, só estava sentada em uma cadeira observando os amigos e rindo das provocações feitas. Apesar de fazer parte do grupo, Sasuke tinha preferido ir pra casa, não queria passar uma noite inteira no mesmo ambiente que Sakura.

*

Depois de limparem, os sete amigos foram para o apartamento dos Sabaku e colocaram vários colchões na sala para dormirem. As garotas se prepararam para dormir no quarto de Temari, tiraram a maquiagem e vestiram um pijama, enquanto os garotos se preparavam no quarto de Gaara.

Assim que se arrumaram, as garotas foram se deitar nos colchões colocados na sala. Gaara e Neji ainda não tinham ido se deitar, pois estavam conversando no quarto.

— Saí da seca — Sakura anunciou, enquanto se cobria com o cobertor — quer dizer, mais ou menos.

— Como mais ou menos? — Tenten se deitou de lado para encarar Sakura.

— Você tava na seca? — Temari perguntou, estava deitada no sofá.

— Não fiquei com ninguém depois de terminar com Sasuke — Sakura respondeu Temari — E eu ia transar depois do oral — Sakura começou a explicar para Tenten — mas Temari bateu na porta mandando todo mundo ir embora antes de eu terminar o oral — olhou indignada para Temari.

— Que vacilo, Temari — Ino comentou, sentando-se no colchão, para olhar para a Sabaku.

— Foi mal — Temari se desculpou — não sabia que você que estava naquele banheiro.

— Tudo bem — Sakura riu — pra ser sincera, eu tava com medo.

— Com medo? — Tenten riu também.

— É sério, o pau dele era enorme! — Sakura falou, simulando o tamanho com as mãos — Não sei como ia entrar em mim não — a Haruno fez uma careta e depois o sinal da cruz.

Todas as garotas riram de Sakura.

— Então é sobre isso que vocês conversam nas noites das garotas? — Gaara perguntou, ele e Neji tinham acabado de chegar à sala.

— Vocês estão levando minha prima pro mau caminho, né? — Neji disse, aproximando-se para se deitar em um colchão.

— Que nada — Ino olhou para o Hyuuga — somos ótimas influências.

— Claro — Disse irônico, enquanto se deitava ao lado de Hinata — embebedaram ela até ela vomitar.

— Supera isso, Neji — Tenten começou a falar — deixa a Hina viver — passou a mão nos cabelos da Hyuuga, que estava deitada quietinha — quantos PTs você já deu mesmo? — Tenten alfinetou Neji.

— Por que Shikamaru não veio mesmo? — Ino falou, antes que Neji provocasse Tenten de volta.

— O pai dele tá meio doente, aí ele preferiu ficar em casa — Gaara respondeu e se deitou no mesmo colchão da namorada.

— Shikamaru odeia festas, deve ter usado isso como desculpa — Temari especulou.

E assim eles continuaram conversando até pegarem no sono.

***

— Nossa, nem acredito que eu chorei só por causa de um PT — Hinata falou, ao se lembrar da festa.

— Você era muito bobinha naquela época — Temari falou — e Kankuro já era um desgraçado — falou, com um pouco de ódio na voz.

***

 E como se fosse combinado, Tenten chegou junto com o entregador de pizza.

— O que foi isso? — Sakura falou quando abriu a porta para Tenten e para o entregador, ao observar uma tipoia no braço esquerdo da amiga.

— Um pequeno acidente de Kickboxing — Tenten respondeu, já entrando no apartamento — que fez a aula acabar mais cedo pra mim — comentou, um pouco triste.

Depois de Sakura receber a pizza e Tenten responder novamente sobre seu machucado para Temari e Hinata, as quatro foram assistir “Marley e Eu”, enquanto devoravam o alimento.

Tenten e Temari estavam sentadas no sofá da sala de Hinata, enquanto a Hyuuga e Sakura estavam sentadas no chão, cada uma perto de uma extremidade do sofá. A caixa com a pizza, que já faltava os pedaços nas mãos das meninas, estava na mesa de centro, ao lado do refrigerante.

— Filme de cachorro é tão triste — Sakura comentou no início do filme.

— É mesmo, a única que não chora é a Temari — Tenten disse, mordendo seu pedaço de pizza.

— Não tem porque chorar, é só um filme — a Sabaku falou, com ar de superioridade.

Antes que Tenten pudesse responder alguma coisa, o celular de Sakura começou a tocar.

— Tem que desligar o celular no cinema, Sakura — Tenten disse, brincando.

— É minha colega de apartamento — Sakura falou, enquanto se levantava — vou atender e já volto — foi andando em direção ao quarto de Hinata.

Enquanto Sakura conversava no telefone, as outras três amigas continuaram assistindo ao filme e comendo pizza.

Sakura voltou a sala já com a bolsa em mãos.

— Meninas, tenho que ir — falou se aproximando delas e dando um abraço de despedida em cada uma, enquanto continuava falando — Samui teve que fazer uma cirurgia de apendicite de emergência e pediu pra eu levar algumas coisas pro hospital e passar a noite com ela.

— Sério? — Hinata ficou preocupada com a colega do vôlei — a cirurgia foi bem?

— Foi sim, ela só vai ficar em observação essa noite — Sakura falou e já foi andando em direção a porta — quando chegar lá, eu mando notícias.

***

Depois que Sakura foi embora, as garotas continuaram assistindo ao filme e ao final, Temari chorou mais que Tenten e Hinata juntas.

— “É só um filme” — Tenten debochou, imitando a voz de Temari, mas em seguida passou as mãos pelos cabelos da amiga que estava deitada em seu colo — é muito triste ver o Marley morrendo, né? — Comentou ainda com nariz entupido devido ao choro.

— Por que mataram ele? — Temari disse, ainda chorando.

Antes de qualquer uma das amigas responderem, o celular de Tenten começou a tocar. Quando olhou o visor e viu que era o Hyuuga, Tenten simplesmente desligou.

— Quem era? — Temari perguntou, enxugando as últimas lágrimas e se sentando no sofá.

— Número desconhecido — respondeu, de forma simples, ela só não esperava que o celular de Hinata começasse a tocar.

— É o Neji — a Hyuuga disse ao verificar o visor.

— Não fala pra ele que eu tô aqui — Tenten disse, de forma desesperada, fazendo nascer um olhar de curiosidade nas outras presentes.

Hinata afirmou com a cabeça e então atendeu.

— Oi, primo — disse ao telefone.

— Oi, Hina, você tem notícias da Tenten? — O Hyuuga foi direto — Ela não leu minhas mensagens e não está atendendo ao telefone.

Hinata olhou para Tenten como se dissesse: “Jura? Você tá ignorando o Neji?”

— Não, a gente não conversou hoje — Hinata mentiu — mas ela deve estar bem, aconteceu alguma coisa? — A Hyuuga não conseguiu conter a curiosidade.

— Nada não, até mais — e então Neji desligou.

— Pode contar agora o que aconteceu — Temari falou assim que Hinata desligou o celular.

Tenten respirou fundo antes de falar o que as amigas queriam saber.

— Neji e eu dormimos juntos ontem — disse num fôlego só.

— Puta merda — Temari falou alto — dormiram tipo treparam? — Quis confirmar se estava certa.

— É, Temari — Tenten falou um pouco exaltada por tamanha cara de pau da amiga — a gente transou, fez sexo, como você quiser chamar.

Tenten estava revoltada, por que Temari teve que dizer aquela palavra? Afinal, a Mitsashi já estava revoltada o suficiente com sua memória, por ter voltado durante a aula de Kickboxing, a fazendo se desconcentrar e, consequentemente, se machucar. Aquela não era a primeira luxação de Tenten no ombro, mas com certeza era a que sentia mais raiva de si mesma, e a que mais tinha doído.

— E você tá ignorando o Neji? — Hinata perguntou, mesmo já sabendo a resposta.

— É claro! — A Mitsashi respondeu como se fosse óbvio — Nós dois estávamos super bêbados e eu nem sei o que significou pra ele.

— Se ele tá te procurando, quer dizer que significou algo! — Temari disse como se fosse óbvio — porra, ele até ligou pra Hinata pra perguntar de você!

— E o que significou pra você? — Hinata perguntou.

— Eu não sei — Tenten deu de ombros — mesmo bêbada, foi o melhor sexo da minha vida! — Disse sorrindo — E eu sempre tive uma quedinha pelo Neji, então... — Tenten respirou fundo.

— Então você tá de quatro por ele — Temari completou, levando Tenten a jogar uma almofada nela — Ei, só falei a verdade.

— E precisa falar assim? — Tenten reclamou e riu em seguida — Não acredito que estou de quatro pelo Neji! Isso só pode ser uma brincadeira de mau gosto do destino! — Disse, lembrando-se do que havia dito para Shion no dia anterior — Qual é, eu e Neji somos amigos desde o ensino médio, ele se casou com uma mulher louca e ainda nem se divorciou! Eu não podia ter transado com ele! Caralho! Nós somos amigos! Amigos! E ele é casado! — Tenten agora falava mais para si mesma do que para as amigas — E agora que transamos vamos ser o que? Amigos coloridos? — Questionou as amigas com alguns de seus questionamentos internos.

— Provavelmente — Temari respondeu — e depois vão ter um caso, depois vão começar a namorar em segredo, porque todos os namoros que são revelados no nosso grupo de amigos dão errado — continuou falando e aumentou um pouco o tom de voz — e então você vai engravidar, mas adivinha só? Neji é rico, então vocês vão ter bastante dinheiro pra criar essa criança! — Terminou de falar, deixando claro que era pessoal.

— Você quer nos contar alguma coisa? — Hinata decidiu perguntar, “dar um empurrãozinho”.

— Eu e Shikamaru estamos namorando — a Sabaku decidiu contar logo, Tenten já tinha se exposto mesmo.

— Puta que pariu! — Tenten gritou — Desde quando?

— Um ano? — Hinata chutou — Ou um ano e meio?

— Porra! — Foi a vez de Temari ficar surpresa — Você é vidente ou algo assim?

— Um ano?! — Tenten gritou novamente — Vocês estão namorando há um ano?!

— Não sou vidente, só não sou tapada — Hinata respondeu e em seguida ignorou a careta de ofensa que Tenten fez — é só observar as pessoas e elas te dirão o que você quer saber.

— Eu realmente preciso de umas aulas com você — Tenten comentou.

— Como você percebeu? — Temari perguntou curiosa.

— Vocês não são tão discretos quanto pensam — Hinata pontuou — vivem olhando um para o outro — mencionou — e quando vocês começaram a namorar, você estava muito feliz, feliz demais — falou — é só juntar os pontos.

— Você é que observa demais as pessoas — Temari respondeu — a Tenten nem suspeitava.

— Vou fingir que não fiquei ofendida — Tenten comentou — agora só falta você contar sobre você, Hina — a Mitsashi falou, já curiosa com o rolo de Hinata com Naruto.

— Espera — Temari falou — tenho outra coisa pra falar — depois de pensar um pouco, a Sabaku decidiu que as duas melhores amigas deveriam ouvir sobre a gravidez juntas.

— Você está grávida? — Hinata perguntou.

— Vai se fuder! — Temari disse revoltada — O que você é? Uma bruxa?!

— Não — Hinata se defendeu — só é óbvio que você está grávida, não é, Ten?

— Eu vou ser tia? — Tenten perguntou, ainda com os olhos arregalados e processando a informação, se não estivesse com o braço machucado, com certeza a Mitsashi já teria dado um “abraço mata leão” na loira.

— É claro que não era óbvio — Temari ignorou a pergunta idiota de Tenten — nem eu tinha certeza se estava grávida.

— É claro que era, olha o tamanho dos seus peitos, eles cresceram da noite pro dia — Hinata começou sua argumentação — além disso, você está muito mais emocional do que o comum, tem comido mais, está indo no banheiro com mais frequência, sua barriga já começou a crescer, você enjoou do perfume do Shikamaru, quer mais alguma observação?

— Porra, como você sabe que eu enjoei do perfume dele? — Perguntou, curiosa.

— Terça passada você perguntou por que ele estava usando aquele perfume e fez uma careta depois — Hinata deu de ombros — eu só observo vocês.

— Caralho — Tenten falou — você observou tudo isso e eu, que moro com ela, nem percebi essas coisas? Às vezes você me assusta Hina.

— Vocês são muito exageradas — Hinata riu.

— Você que é surreal — Temari falou — mas eu preciso da ajuda de vocês — a loira pediu — eu fui super grossa com o Shikamaru e tô ignorando ele desde que descobri sobre a gravidez — confessou.

— Você tem que contar pra ele! — Tenten falou, como se não fosse óbvio.

— Eu sei — Temari falou — só não sei como contar!

— Acho que eu tive uma ideia — Hinata disse, sorrindo para as amigas.


Notas Finais


*Gummy é uma bebida feita com suco em pó e vodka (e pode ter refrigerante de limão também)
Então, gostaram? Qual ideia vcs acham que a Hinata teve?
Muitos acharam que a Ino que tinha tocado a campainha, mas eu acho que ainda não tá na hora dela "aparecer" pra todo mundo kk, é claro que ela vai aparecer, mas tudo em seu tempo!
Muito obrigada pelos os comentários MandyBenigno199, tumtumrum2, Bimari_real e SrtaPatinhas!
Espero que todos tenham gostado do capítulo.
O próximo capítulo vai ser sob o ponto de vista do Gaara, acham que vcs vão gostar! Até lá!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...