História Between love and hate - Capítulo 48


Escrita por:

Postado
Categorias NOW UNITED
Personagens Any Gabrielly, Bailey May, Diarra Sylla, Heyoon Jeong, Hina Yoshihara, Joalin Loukamaa, Josh Beauchamp, Krystian Wang, Lamar Morris, Noah Urrea, Personagens Originais, Sabina Hidalgo, Shivani Paliwal, Sina Deinert, Sofya Plotnikova
Tags Beauany, Joaley, Noart, Now United
Visualizações 359
Palavras 1.649
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura e perdoem os erros

Capítulo 48 - The return!!


Pov any 

Ouço um zumbido de longe que logo vai se intensificando, tento continuar dormindo, mas o barulho não cessa, começo a passar a mão pela cama atrás do meu celular , quando não o encontro, abro os olhos e vejo que ele está aqui. 

Me aproximo, entrando nos seus braços, deito minha cabeça no seu peito e as lágrimas começam a descer. 

Josh- sonho ruim? - pergunta com uma voz rouca. Assinto ainda chorando- quer me falar sobre ele? 

- você tinha me abandonado. Estava partindo para algum lugar do mundo sozinho. 

Josh- eu nunca te abandonaria, ainda mais agora. Essa vida é cheia de incertezas, nunca saberemos quando iremos partir, mas eu posso te confirmar com toda a certeza, de que eu nunca te deixaria por vontade própria. 

- desculpas... 

Josh- por que  está se desculpando? Você não fez nada de errado. 

- sei que estou fazendo você passar por um momento difícil por minha causa. 

Josh- esse é o seu momento de luto any , eu sei como isso é doloroso. Vou estar aqui quando você quiser chorar, surtar, ou apenas ficar em silêncio. Vou sempre estar aqui. 

- obrigada mesmo por me entender, e por ficar comigo, eu te amo - ele me abraça mais forte, e ficamos em silêncio por um tempo até a porta ser aberta. 

Amélia- licença, vim trazer seu café da manhã any - me sento e a observo colocando a bandeja na cômoda.

- pode deixar Amélia , eu vou comer na mesa com todos. - ela abre um sorriso de alegria e surpresa. 

Amélia- claro, bom dia meu anjo - ela me da um beijo na testa e sai com a bandeja nas mãos. 

Josh- você está se sentindo melhor? 

- melhor eu nunca vou ficar. Mas me lembrei da minha mãe, e o quanto ela queria que eu fosse feliz. E ela estaria decepcionada se me visse dessa forma ,  decidi que vou tentar por ela. 

Josh- fico tão feliz em ouvir isso Any. E tenho certeza que sua mãe também está. - sorrio ao pensar na mamãe, e o que ela diria ao ver que o josh falou dela.

- tenho que ir me arrumar para voltar para a escola. - digo me levantando 

Josh- você não está meio apressada? Que tal irmos amanhã? - nego com a cabeça e pego na sua mão o levantando. 

- vamos hoje, antes que eu desista novamente - ele assente e cola nossos lábios em um beijo calmo e doce. 

Josh- já que vamos para a escola, vamos tentar ao menos chegar para as aulas a tempo 

- fica comigo?  

Josh- sempre - o puxo para o banheiro, tiramos nossas roupas e entramos no box. 

As águas caiem em nossos rostos, levanto meu olhar e o encaro, seus olhos parecem tão intensos, como o encontro do oceano com o céu. 

Josh- isso vai ser tão surpreendente saindo da minha boca, mas vamos apenas banhar. 

- realmente chocante - digo rindo e ele me dá um selinho

Josh- sentia tanta falta do seu sorriso. Não desaparece com ele novamente. 

- Agora em diante, vou apenas sorrir , para tudo e todos. 

Josh- vamos com calma, não precisa para "todos", apenas para mim já é o suficiente. 

- meu sorriso sempre vai para Josh beauchamp, assim está melhor? - ele assente e me beija. 


Pov Noah

- não sei qual é a dela , de verdade. 

Bailey- ela tem medo de perder sua amizade, é compreensível. 

- eu sei disso. Mas já estamos nisso a mais de um mês, e até agora ela não se resolveu. 

Bailey- mas vocês estão mais próximos, isso já é um ajuda. 

- sim, estamos. Da mesma forma que sou próximo da any, PRÓXIMOS COMO AMIGOS , caramba Bailey te chamei aqui para me ajudar a me decidir, mas você não está adiantando de nada. 

Bailey- CARAMBA Noah, não grita comigo. É simples e fácil de entender ,ela não quer mais que amizade com você, então só desiste, que porra - se levanta e sai do quarto, batendo a porta com força.

- NÃO É A GELADEIRA DA SUA CASA NÃO. 

Bailey-  VAI SE FUDER - grita do corredor. 

Mesmo que ele não tenha  ajudado em nada. Pelo menos me fez pensar em tudo que aconteceu nesse último mês. 

Como nos viramos  um grupo grande de amigos, sempre nos aproximamos mais de uns do que de outros. E isso aconteceu comigo e a sina, nos tornamos confidentes, ela me falou de todos os seus problemas de casa, a escutei e dei minha opinião sobre tudo e a consolei, mas não passou disso. 

Sempre que tentava falar sobre nos dois, ela mudava de assunto ou apenas ignorava completamente. Talvez ela tenha percebido que o que sentia por mim ,não passava de amor de amigos. Mas o que eu faço agora com o amor que sinto por ela? 


Pov Sabina

Krys- já que você não pode ficar com ele , me passa o número - diz irônico o que só aumenta minha raiva.

- você devia estar me dando conselhos, e não querendo pegar meu boy. Sina me ajuda... - olho para a mesma que parece está perdida em seus pensamentos.

Krys- nem tenta, essa daí anda viajando mas do que fica na terra 

- é nesses momentos que preciso da any. 

Sina- o que tem a any? 

Krys- agora sabemos qual palavra usar para te tirar do seu transe. 

Sina- eu não estava em transe , só 

Krys e eu - só estava pensando. - dizemos em uníssono e começamos a rir.

Sina- vocês são maus. Que belos amigos que eu tenho. 

- estamos só tentando te distrair um pouco, me fala o que tanto se passa nessa sua cabecinha - digo e abraço de lado. 

Sina- só estava pensando em.... 

Krys- se não quiser , não precisa falar. - ela olha para ele , agradecendo com o olhar , e já entendi o recado.

- vamos comer mis amores - nos levantamos e vamos em direção ao refeitório, quase todos já estão aqui. 

Heyoon- mas tem que ser maravilhosa. 

Shiv- na onde seria?- pergunta para a coreana que fica sem resposta.

Krys- o que vocês estão aprontando? 

Joalin- uma festa, mas ainda não temos data ou local, e eu acho que não é um bom momento. 

Noah- eu ouvi festa ? - diz se sentando entre a Sofya e a Heyoon. 

Sofya- se você ouviu é um sinal de que limpou as orelhas- diz seca.

Lamar- para que essa agressividade toda pela manhã? 

Noah- essa garota esqueceu a felicidade na cama . Então,  festa? 

Sofya- eu acho que não devemos fazer essa festa. 

Josh- por que? - todos voltam os olhares para a entrada. Any e Josh estão parados nos observando, e ela está com um sorriso lindo que não vimos há algum tempo. 

Any- a rainha voltou meus amores. 

Joalin- que bom você voltou - diz abraçando a morena que retribui. Todos querem um abraço, depois de um  tempo , os abraços cessam. 

Josh- eu não ganho abraço também não? 

Sina- não, te vimos ontem tapado

Josh- vocês ouviram? 

Hina- o que? 

Bailey - você não devia ter perguntado isso Hina - a japonesa olha para ele confusa. 

Josh- foi o meu coração, ele acabou de se partir. Vocês quebraram meu coração, o que será de mim meu Deus? 

- como alguém pode ser mais dramático do que eu? Você com certeza me supera Beauchamp. 

Sinal toca. 

Any- eu vou vestir meu uniforme, na hora do almoço conversamos mais -  ela da um sorriso e sai do refeitório. 

- eu vou ajudar ela- enfio minha última colherada de fruta e corro atrás da any, que ainda estava nas escadas.

Any- você vai se atrasar para sua aula. 

- tudo bem. Só quero ficar um pouco mais com você. Vamos matar a primeira aula? 

Any- só a primeira. - assim que ela diz , dou pulinhos de alegria, e a abraço. 

Entramos no quarto e ela começa a trocar de roupa, enquanto vou no banheiro. Quando volto para o quarto, ela já está deitada na cama, vestida olhando para o teto, deito do seu lado.

- aposto que todos já te disseram, mas estou realmente feliz que você voltou.

Any- eu também estou feliz por ter voltado. Agora aqui é meu único lar, e não posso perder isso também. 

- você nunca vai nos perder, ou pelo menos o josh. Desde de que o conheço , nunca tinha visto sendo tão sincero e amável com uma garota. Vocês foram feitos um para o outro. 

Any- eu espero que sejamos mesmo. Agora eu quero saber de você, nossa última conversa não tinha terminado .

- O Pepe não tinha me ligado antes porque eu errei o número, e eu não pude ir na corrida no fim de semana... enfim, depois a amiga me passou o número dele e eu liguei .

Any- é assim que as latinas fazem! Estão namorando agora?

- Não, meu pai não o aceita. Diz que devo me relacionar com o Carlos e essas coisas. 

Any- por que? Se você gosta do Pepe. 

- é mais complicado do que aparenta ser. Eu te explicar tudo um dia, mas não agora. Eu só quero focar em você e na sua volta. 

Any- não tenho nada para falar, não sei se o josh falou para vocês, mas quando estava fora, só estava em casa, presa no meu quarto. 

- ele contou sim. Mas quero saber o que se passa no seu coraçãozinho. - ela pensa um pouco e seus olhos começam a brihar.

Any- eu finalmente  entendi. Minha mãe queria que eu fosse feliz, e eu não estava fazendo isso. Então agora decidi viver minha vida intensamente, por nos duas. 

- vamos viver intensamente juntos, todos juntos! - ela assente rindo e pega na minha mão. 

Any- é bom estar de volta em casa! 





Notas Finais


☆ sobre os mini ataque do último capítulo, peço desculpas klkk

☆ esse vai ser o único capítulo de hoje, pois estou sem ideia de como proceder com a história. Eu juro que estou tentando o máximo para não desistir, mas está complicado.

☆ e não sei se amanhã vai ter capítulo, desculpas mesmo


☆ Beijos de luz até o próximo ♥️♥️🌹


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...