História Between pain and longing. - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Anitta, Ariana Grande, Camila Cabello, Fifth Harmony, Ne-Yo, Sabrina Carpenter, Troye Sivan
Personagens Ally Brooke, Anitta, Ariana Grande, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Ne-Yo, Normani Hamilton, Personagens Originais, Sabrina Carpenter, Troye Sivan
Tags Anitta+camila, Gip, Pabllo Vittar
Visualizações 91
Palavras 1.233
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - 13


No outro dia, Camila acordou bem tarde, também não conseguira dormir após a conversa que teve com a Lauren, ela estava decidida, não iria aceitar aquilo nunca. Eram umas 13:30 da tarde, quando Normani entra no quarto da latina com uma folha de papel em mãos, seu semblante nada feliz. 

- Cami, chegou isso pra você. - murmura olhando para a amiga, que Não entende o motivo do semblante preocupado da outra. 

- O que vem a ser? - pega o papel. 

Camila sente sua respiração falhar asism que ler as primeiras palavras no papel. 

- C-como? Ela...- 

- Eu sinto muito Cami. 

Lauren on.

Meu dia parece bem satisfatório até agora, mais cedo, chamei meu advogado para conversar sobre o que desejava, e assim ele o fez. Tudo certo e meu sorriso vitorioso não sai do rosto, levanto da minha poltrona e caminho até o enorme vidro que dava pra ver a cidade de Miami quase toda. 

- Laur! - me viro para a mulher alta e loira a minha frente. Dinah se aproxima da minha mesa com as mãos ocupadas com dois cafés. - Tenho duas notícias para você.

Faço um som nasal para que continuasse.

- A primeira notícia é que já está tudo pronto para o desfile de amanhã. - assinto com a cabeça. - Já a outra notícia...

A porta é aberta com um estrondo, passando por ali duas mulheres com feições aparentemente de ódio, Dinah faz uma pequena careta e se senta na cadeira, faço o mesmo na minha poltrona. 

- Nem deixaram eu terminar de falar..- resmunga a loira. 

Camila se aproxima a passos largos parando em frente a minha mesa, sorrio sarcástica. 

- Mais que merda você fez?! - rosna espalmando as mãos na mesa. Franzo o cenho com o som que ecoou dali.

- Seu café Laur..- DJ me estende o copo com café, o aceito de bom grado, mas Camila se apressa e o pega, logo, jogando o mesmo no chão. - Nossa..

- Era meu café.- aponto calmamente. Ela trinca os dentes. 

- Se eu fosse você, não me provocava Lauren. Me explica que merda é essa??!

Joga a intimação em cima de mim, a pego e leio aquelas palavras, que na verdade, já sabia de có. 

- Deixa eu ver...- enclino a cabeça para o lado. - Parece ser uma intimação de registro materno. - faço me de desentendida. 

- Que cínica! - fala Normani. Dinah levanta de onde estava e caminha até ela. 

- Olá. - sorri para a negra que nem se deu o trabalho de olha-la. Dinah faz biquinho. - Poxa..

- O que quer? - a outra pergunta ainda sem olha-la. Dinah volta a sorrir. 

- Não é melhor deixarmos elas conversarem? 

- Já conversaram muito essa semana. - agora olhava para a loira. Dinah da de ombros. - Preciso ver como o Gavin estar de qualquer forma. 

- Oh! Gostaria de conhecê-lo. - diz animada. Mani ergue uma sombrancelha e sai caminhando, sendo seguida pela mais alta. 

Na sala, Camila e Lauren travavam uma guerra de olhares. A morena sorria de lado enquanto a latina mantinha seus dentes trincados de raiva. 

- Bom...eu tinha avisado. - começa Lauren. - Não vai ser tão ruim assim, gosto de criança. - aponta Lauren. 

- Não desta criança. - rebate Camila. 

- Verdade...- faz cara de pensativa. -...mas fazer o que, né? 

- Lauren, por favor! 

A morena não responde e vai em direção a sua estante de bebidas, pegando uma garrafa de vinho branco, Lauren amava aquela bebida, era uma das suas preferidas. 

- Se você não desistir dessa loucura, eu não desfilo! 

- Coloco outra em seu lugar. - responde calma. 

Camila ri.

- Faltando menos de 24horas? 

- Marco pra outro dia. - rebate novamente. Camila sente seu sangue ferver. Ela sempre tinha resposta pra tudo.

Derrotada, mas com muita raiva, Camila caminha até Lauren, ficando atrás da mesma. A morena sentia sua presença mais perto, sentia seu cheiro, e ela adorava isso. Uma lágrima cai dos olhos da mais baixa, fazendo a mesma limpar imediatamente, não queria se mostrar fraca para aquela mulher, e não iria. 

Camila iria falar algo, quando a porta é aberta e um corpinho quase minúsculo passa correndo, parando no meio da sala. Gavin tinha sua respiração descompensada, mas ria. Logo atrás aparece Dinah também ofegante e Normani da mesma forma. 

- Caramba, esse moleque corre demais! - a loira coloca as mãos nos joelhos tentando respirar direito. Normani olha pra Camila em um pedido de desculpas silencioso. Lauren olhava aquilo tudo com a sua expressão normal de sempre, ou seja, não esboçava reação nenhuma. 

- Filho, o que faz aqui? - Camila pergunta temerosa a reação da Lauren. Gavin volta a gargalhar, agora chamando a atenção da morena, que o olha com as duas sombrancelhas arqueadas. 

- A t-tia DJ mama. - ri mais ainda. 

"Tia DJ"? Pensa Camila. 

- E-ela disse que corria mais que eu mama, mas fiz ela comer poeila. - se gaba sorrindo grande. 

- Filho...volte para lá, sim? 

- Não. 

A voz rouca ecoa na sala, calma e baixa, não tão baixa, nesse caso audível para todos que estavam ali. O menino olha para Lauren curioso, aquele rosto não era estranho para ele. Lauren o encara também. 

- Gavin? - o chama. Gavin pondera, ele não conhecia aquela mulher, então porque iria? - Pode confiar moleque. - diz Lauren. 

- Não o chame assim! - reclama Camila. A morena rola os olhos. 

- Sua mãe é tão chata assim todos os dias? - pergunta para o menino, que rir e nega com a cabeça. - Ela comigo é bastante chata. Vem cá. 

Timidamente o garoto começa a andar até Lauren, que se agaixa para ficar a sua altura. Nessa hora, Camila olha para Normani que não tem reação, na verdade, ela estava estática. Dinah olhava tudo sorrindo. 

- Me chamo Lauren. Lauren Jauregui. - estende a mão. Gavin ia apertar, mas a morena recuou. - Não, você parece aqueles velhos que vem aqui, só querem saber de apertar mão. Bate aqui. 

Gavin sorri e fazem um high five. 

- Quero que saiba que irá me ver com frequência, ok? - o garoto franzi o cenho. 

- Lauren...-

- Porque? Você é amiga da mama agora? - pergunta curioso. A morena ergue seu olhar para a latina, que estava bastante nervosa. 

Lauren se levanta e o pega pela mão, levando o pequeno até a enorme janela de vidro, a que antes ela estava. Gavin abre a boca totalmente maravilhado com a vista. 

- Bonita a vista, não é? - pergunta Lauren. Ele assente. - Você pensaria em um dia, comandar uma empresa igual a essa? 

Gavin olha para Lauren com os olhos brilhando. 

- Isso tudo? - ela assente. - Nossa, eu não sei moça. 

- Por favor, me chame de Lauren. - ela não sorri, mas tentou ser meiga. 

- É muito glande. - ele faz uma pequena careta. - Desculpa, ainda tenho esses erros, mas minha mama disse que é normal. 

- Você se parece comigo, sabia? - começa.

Camila caminha a passos largos até os dois, pegando o pequeno Cabello no colo. 

- Chega, vamos Gav. 

- Estamos conversando Cabello. - Diz Lauren. Camila ignora e continua caminhar até a porta. - Esteja lá na quinta-feira, às 09:00 horas, ou terei que tomar medidas drásticas. 

- Não tenho medo de você Lauren! 

- Pois deveria. 



Notas Finais


Erros já sabem né


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...