História Between pain and longing. - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Anitta, Ariana Grande, Camila Cabello, Fifth Harmony, Ne-Yo, Sabrina Carpenter, Troye Sivan
Personagens Ally Brooke, Anitta, Ariana Grande, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Ne-Yo, Normani Hamilton, Personagens Originais, Sabrina Carpenter, Troye Sivan
Tags Anitta+camila, Gip, Pabllo Vittar
Visualizações 149
Palavras 1.339
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - 14


Camila on.

Quem ela pensa que é para se aproximar daquele jeito do meu filho? Ela não pode fazer isso, depois de nega-lo, depois de negar o próprio filho. Dou um soco no banco do carro, chamando a atenção de Normani. Gavin estava distraído com a paisagem do lado de fora.

- Se acalma Cami, teremos desfile daqui a algumas horas. 

- Eu tô com tanta raiva da Lauren. Você não tem noção! 

- Mama, porque está com raiva da Loren? Ela é legal. - pergunta Gavin. Rolo os olhos mas logo sorrio para meu pequeno. 

- Assunto de adultos Gav, quando você crescer eu te explico, ok? 

- Mas eu já sou grande, olha! - aponta pra si mesmo, arrancando gargalhadas minhas e da Mani.

- Claro que é, meu amor.

Anitta on. 

Não vejo a hora de poder voltar e reencontrar minha noiva e meu filho, cheguei aqui no Brasil e já estou morrendo de saudades deles. Gravamos a música no estúdio agora só falta o clipe, espero que seja logo, não quero mais ficar longe deles, ainda mais agora que a Lauren resolveu armar seus joguinhos. 

- Pensando na bunduda latina? - Pabllo aparece da cozinha comendo pipoca. 

- Sim, não gosto de tê-la longe. - suspiro. - Você acha que Camila cederia?

- Olha amiga, Lauren é uma baita mulher, mas em questão de caráter...- deixa no ar. - A Mila não te trocaria, Lauren a machucou muito, e ela te ama. 

Um silêncio pairou na sala, até que meu celular começa a tocar na mesinha de centro, pego o mesmo e vejo que é um número desconhecido. Resolvo atender. 

- Alô?

- Olá..

Travo assim que escuto aquela voz.

- Lucy?

Pabllo arregala os olhos quando escuta eu falar esse nome. 

- Sim meu amor, estava morrendo de saudades! 

Camila on.

Confesso que estou um pouco nervosa com esse desfile, mesmo fazendo a anos. Tá, não é tanto tempo assim. 

- Está linda Cami. - Mani diz maravilhada. Sorrio pra ela. 

- Estou nervosa. 

- Ah, mas logo passa. Você sempre diz que estar nervosa, mas na hora arrasa. 

...

Depois de terem anunciado e feito as apresentações, o discurso das sócias e essas chatices, o desfile começou. A primeira é claro que fui eu, primeiro o nervosismo tomou conta de mim, mas assim que adentrei a sala, tudo foi embora. Mantinha meus olhos acima de todos ali, os aplausos não cessavam, o que me deixava orgulhosa de mim, pois era sinal de um ótimo trabalho. 

Depois que voltei, fui direto para meu camarim, precisava descansar pois voltaria no final. Estava sentada na cadeira mexendo no celular, quando a porta é aberta. Rolo os olhos. 

- Olá. - ela aparece atrás de mim sorrindo. 

- Tchau Lauren. - não me viro pra ela e volto a mexer no celular. 

- Você foi ótima. Parabéns Camz. 

- Eca..- resmungo para o seu fingimento. Ela ri. 

- Mas sério, você foi perfeita, e está linda. 

- Mereço...

Anitta on.

Ando de um lado para o outro tentando me acalmar. Pabllo estava sentada me olhando andar a sala inteira, ela estava tão nervosa quanto eu.

- Caramba, senta aqui! - ela chama. 

- Velho, eu preciso resolver isso! Eu..eu..que droga! - sinto as lágrimas caírem por meu rosto. 

- Amiga, eu tinha avisado a você. 

- Eu sei, eu sei ok?! Vou resolver isso, vou conversar com ela.

Pabllo nega com a cabeça.

- Você vai contar sobre Camila?

- Ela já deve saber, Lucy não é idiota. - suspiro. - Ela deve estar esperando uma atitude minha, eu tô ferrada. 

Narrador on.

A festa rolava e todos dançavam, Camila e Normani dançavam animadamente e sem se importar com o ao redor. Elas sempre dançavam juntas, e arrastavam por assim dizer. 

Quase do outro lado da pista, Lauren e Dinah observavam aquelas duas atentamente. Ambas com vontade de ir até lá, mas sabem que iriam tomar no mínimo um tapa, Lauren poderia ser pior né?

- Elas são muito gostosas. - comenta Dinah. Lauren assente. 

- Camila ainda vai me dá muita dor de cabeça...

Camila on.

Mani e eu dançávamos que nem loucas, amamos dançar e fazemos isso muito bem, sem querer nos gabar, é claro. Continuarmos com nossa taça na mão, até que sinto uma presença atrás de mim, me afasto. Normani faz o mesmo.

- Olá, não queríamos assustar vocês. - olhando agora quem tratava, eram dois caras, um moreno e outro negro, estilo Mani. Eram simpáticos e tinham um sorriso encantador. 

- Oi...tudo bem..- Mani responde e a gente ia começar a sair dali, mas uma mão impediu. 

- Mas já estão de saída? - Normani olha para a mão em seu pulso. Tínhamos quase que as mesmas manias. Ela pegou essa mania de pedido mudo com o olhar, através de mim. 

- Estamos. - responde seca. - Já pode me soltar. 

- Calma gatinha..- sorri malicioso, tocando no rosto da minha amiga. 

- Quem voc..-

- Olha, não queremos nos envolver com ninguém ok? Só estamos curtindo mesmo - tento ser a mais educada possível. 

- Que isso, duas mulheres lindas como vocês aqui sem ninguém, e você acha que nós não vamos investir? - pergunta o moreno. 

- Sinto muito, mas elas já estão acompanhandas. 

Lauren on.

Dinah e eu olhava a interação daqueles dois caras com a Camila e a Normani, era óbvio que algo estava errado, já que Camila e a amiga estavam tentando se afastar deles. Dinah olha para mim e já sacando meu olhar, começamos a andar. 

Chegamos perto e conseguimos escutar um pouco da conversa, com certeza elas duas não queriam ficar perto deles. 

- Sinto muito, mas elas já estão acompanhandas. - me aproximo de Camila, a pegando pela cintura com firmeza. Dinah faz o mesmo com Normani. 

- Me pareciam bem sozinhas quando chegamos. - rebate um dos idiotas.

- Mas agora não estão mais. - Dinah fala. Começo a caminhar com Camila ao meu lado. Ela olha pra mim de canto de olho, sei que estar querendo me matar por ter tocado nela, mas também sei que estar querendo me agradecer muito por isso. 

- Ow! Chegamos primeiro! - uma mão toca meu ombro, fazendo me virar. No instante em que me viro, desfiro um soco no rosto do indivíduo,  fazendo o mesmo cair no chão com as mãos no nariz. 

- Lauren! - Camila repreende e me puxa pra mais longe. - Caramba, você está louca?!

- Ele tava falando demais. - comento simples. Ela rola os olhos. 

Dinah me olhava sorrindo, e Normani observava tudo aquilo com a mão na boca, em choque. 

- Eu só estava brincando, maluca. 

Os seguranças chegaram imediatamente, pelo menos não os contratei atoa. 

- Senhorita Jauregui. O que aconteceu? - o chefe da segurança pergunta. Os homens me olham surpresos, parece que não me reconheceram no começo. 

- Levem esses dois daqui. - digo calma. - Se meteram com as mulheres erradas. 

- Desculpa Jauregui, não sabíamos que eram suas mulheres. - rolo os olhos.

- E não são. - dou de ombros. - Tirem eles daqui. 

Narrador on.

Depois do ocorrido, por incrível que pareça, a festa continuou rolando. Claro que no outro dia, os jornais falariam do acontecido, as redes sociais também, mas Lauren não ligava, ela realmente não ligava. 

- Não precisava daquilo. - reclama Camila. 

- Mais é claro que precisava! - rebate Dinah rindo, mas logo para ao ver o olhar sério de Normani sobre si. - Não. Ow Lauren, brigando nas festas? Pô! - faz cara de contradição.

- Ah sua vagabunda. - a morena da  um soco no braço da outra. Dj faz uma careta e da de ombros. 

- Quero ir pra casa. Mani, vamos?  - a negra assente e logo se levanta. 

- Podemos..- 

- Não. - corta Camila. 

- Mas..-

- Não. 

Lauren franzi a testa. 

- Cami..- 

- Tchau Lauren. 

As duas saíram dali a passos largos, estavam cansadas de fato, dançaram muito. No mesmo lugar, Lauren olhava aquela mulher que tanto queria em sua cama, ir em direção a saída. Dinah suspira. 

- Eai? - pergunta a loira. 

- Quer mais uma bebida? 



Notas Finais


Erros relevem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...