História Between pain and longing. - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Anitta, Ariana Grande, Camila Cabello, Fifth Harmony, Ne-Yo, Sabrina Carpenter, Troye Sivan
Personagens Ally Brooke, Anitta, Ariana Grande, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Ne-Yo, Normani Hamilton, Personagens Originais, Sabrina Carpenter, Troye Sivan
Tags Anitta+camila, Gip, Pabllo Vittar
Visualizações 66
Palavras 969
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - 19


Lauren observa todo o quarto do garoto, prestando atenção em todos os detalhes. O pequeno gostava bastante de futebol, como Lauren no passado, mesmo que tenha optado pelas lutas, mas a morena amava futebol, e pelo que viu, e que a fez sorrir grande, o garoto torcia para o Paris Saint Germain, Lauren saudava muito aquele time. 

- Loren, essa medalha foi da minha escolinha, quando meu time ganhou o jogo. - o menino aparece segurando uma medalha de ouro. 

- Nossa, você é um ótimo jogador então? - ele assente. - Depois quero ver. 

- A mama diz que quando eu clecer, vou ser um bom jogador. - olha pra Camila, que estava encostada na porta com uma cara nada boa. Mas quando percebeu os olhos do filho nela, sorriu. 

- Então você quer ser um jogador? - ele assente. - Nada de empresas com janelas de vidros? 

- Lauren...- Camila repreende. 

[...]

Os três estavam sentados no sofá da sala assistindo a um desenho escolhido, claro, que por Gavin. Ele estava bastante entretido, ao contrário de sua mãe, que fulminava Lauren com os olhos. Percebendo a atenção da latina em si, Lauren a olha. Camila aproveita para apontar para a cozinha, queria falar com a mesma. Ela levanta primeiro, logo, seguida por Lauren. 

- Você está indo rápido de mais, não acha? - começa Camila. Lauren da de ombros. - Você veio aqui para marcarmos o dia, ok. Sexta feira nós vamos. Agora pode ir. 

- Minha presença te deixa nervosa, Camz? - Camila rola os olhos. 

- Tá passando vergonha Lauren. 

- Acho que não..- se aproxima lentamente. A cada passo que a morena dava, era um passo pra trás que Camila dava. Até que a latina foi parada pela pia. 

- Se você der mais um passo, eu enfio essa faca em você. - ameaça segurando a faca. Lauren sorri e continua se aproximando. Camila engole seco. - Lauren, é sério.

- Sim, eu sei. - assente. - Não ligo. 

- Cami, voc..- Mani entra na cozinha e para ao ver Lauren quase a centímetros da sua amiga. Ela ergue as duas sobrancelhas. -...atrapalho?

- Não! Quer dizer, não Mani. - Camila se recompõe. - Só estávamos..er..-

- Conversando. - conclui Lauren. Mani faz uma cara de "ah, é mesmo?" Mas não diz nada. 

- Então é isso.. - a latina enxuga suas mãos suadas na roupa. - Sexta feira Lauren..não se atrase. 

- Não irei. 

Anitta on. 

- Oi mãe! - Amy aparece correndo em minha direção. - Saudades. 

- Olha só, como essa menina está grande! - sorrio e a abraço. Ela ri. - Como você está filha?

- Eu tô bem, como foi a viagem? 

- Bem legal..- olho pra Lucy, que me encarava séria. - Filha, posso conversar com sua mãe? - Ela assente. - Da um beijo na mamãe aqui.

Espero Amy subir para seu quarto e caminho até Lucy. Seu rosto, sinais de insônia, as olheiras estavam fundas, não haviam mais aqueles brilhos nos olhos de sempre. Conheci Lucy numa premiação, ela era e ainda é uma modelo brasileira bem renomada, além de trabalhar em novelas. No começo, foi difícil conseguir pelo menos ter um encontro com ela, e eu estava muito afim, com um pouco de esforço conseguir ter algo, e daí foi muito além. Lucy é uma mulher bastante bonita, maravilhosa e uma ótima mãe, é uma pessoa incrível.

- O que você veio fazer aqui? - pergunta. 

- Vim ver a Amy, e conversar. - coloco as duas mãos nos bolsos da calça.

Lucy nega com a cabeça e solta uma risada sem humor. 

- Conversar o que? Já conversamos tudo o que tínhamos que conversar.

- Lucy, eu não quero que sejamos inimigas. - começo. - Pela Amy e por você ser uma pessoa maravilhosa. 

- Poupe-me de suas palavras Anitta. - ela antes estava de costas pra mim, agora se vira. - Fala como se você se importasse. Chega desse seu showzinho.

- Não e show, eu me importo com voc..-.

- NÃO SE IMPORTOU QUANDO ESTAVA COM A OUTRA LÁ! - eleva a voz. Sinceramente, nunca a vi com tanto ódio nos olhos, como estou vendo nesse exato momento. 

- Lucy...

- Por quê veio aqui? Eu não suporto olhar pra sua cara! - rosna. Agora as lágrimas caindo por todo seu rosto. 

- Lucy, para com isso, a Amy..-

- A Amy? Agora você está se importando com ela? - olho nervosa para a escada, temendo que minha filha escutasse essa discussão. - Mas quando estava transando com a outra lá, a gente nem passava pela sua cabeça, não é? Claro que não! Lá, você era solteira! 

Narrador on.

Anitta coloca as duas mãos na cabeça tentando controlar a sensação horrível que crescia dentro de si. Lucy ainda falava, a negra colocava tudo o que estava sentindo pra fora, Anitta nada falava. 

- Eu sinto nojo de você Anitta. Noj..-

No exato momento, um estalo escoa pela sala e Lucy cai no chão com a mão no rosto. A negra ergue a cabeça tentando olhar para a mulher a sua frente, mesmo com o cabelo dificultando sua visão. Anitta respirava ofegante, olhou para a mulher no chão e logo caiu na real do que havia feito.

- Lucy, eu..me d-desculpe..- 

- Mãe? 

A voz da pequena garota ecoa na sala, ela desce as escadas correndo até sua mãe que estava sentada no chão. A garota se abaixa ficando da mesma altura da mais velha. 

- Por quê fez isso?! - grita pra Anitta. 

- Filha, me desculpa..- ela ia se aproximar, mas a menina a impede. 

- Não! Sai daqui! - se levanta. - Você não nos ama, eu escutei mãe! Escutei tudo! 

- Filha, não fala assim..- pede Lucy. - Deixe-me terminar a conversa com sua mãe. 

- Não mamãe. Ela vai embora! 

- Filha..-.

- Vai embora! 



Notas Finais


Erros dps eu concerto


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...