1. Spirit Fanfics >
  2. Beyond life >
  3. Tentando;

História Beyond life - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Olha eu aqui de novo 🤘 espero que gostem, os capítulos que eu fiz foram muito curtos então acho que vou fazer um maior, não gostei dos outros resultados..... então é isso

Boa leituraaaaaaaa (◍•ᴗ•◍)❤

Capítulo 4 - Tentando;


Fanfic / Fanfiction Beyond life - Capítulo 4 - Tentando;

Já tinha passado uma semana desde que jungkook conheceu Taehyung e nessa semana toda, ele tentou se aproximar do mesmo mas jungkook não colaborar. Toda vez que ele tenta, Jeon simplesmente responde com uma resposta muito curta ou nem se dá a obrigação de responde lo e isso é o de menos já que ele não dá a mínima pro que taehyung fala, toda vez que ele está junto na mesa com eles ou seus hyungs ele finge que taehyung não existe. Taehyung parou de andar com ele e seus amigos, já que ele fez outros amigos, e porque tinha que ser logo com aqueles que o zoavam e jungkook não queria que taehyung paresse de andar com eles mas poxa ele sabia que aqueles garotos e garotas o zoavam, mas fazer oque ele não dava a mínima pro outro porque ele tinha que fazer alguma coisa por ele não é?


Jungkook estava deitado em sua cama quando recebe uma mensagem de seu melhor amigo

"Mensagem"

Jinjin- oi kook

- oi hyung

- já que hoje é sexta eu queria saber se você não quer ir numa festa comigo e com o Namjoon? - festa? Será que eu devo ir, já faz um bom tempo que eu não vou, acho que seria bom pra mim 

- eu topo, te encontro aonde?

- eu passo aí e te pego ok?

- ok

- até depois kookie 

Desligo meu celular e vou pro banheiro tomar um banho, quando termino de tomar banho eu vou ao meu guarda roupa pra escolher o que vestir. Escolho uma calça preta colada, uma blusa da mesma cor e uma jaqueta junto com meu tênis. Quando termino de mim arrumar saio do quarto e encontro minha mãe no meio do caminho

- onde vai? - pergunta ela 

- vou numa festa que o Jin me chamou - ela nega com a cabeça - por favor mãe deixa eu me divertir pelo menos hoje, já que eu vou morrer mesmo - digo triste e ela vem até mim

- não diga isso você não vai morrer, agora vai e não volte muito tarde ok?

- ok - digo e saio de casa, sei que Jin disse que vinha me buscar aqui mas não quero ouvir minha mãe falando no meu ouvido, quando estou andando vejo jin e Namjoon

- eu não disse que ia te buscar na sua casa criatura - bate na minha testa e eu reclamo de dor 

- eu sei, eu sei mas não queria ficar ouvindo minha mãe falar - começo a caminhar com eles 

- que seja só vamos logo - diz Nam

Ficamos o caminho todo conversando sobre as provas que estão vindo, esse ano eu termino o meu 2° e vou pro 3° se eu estiver vivo até lá não é. Quando chegamos no local percebo que não é uma balada qualquer é a melhor da cidade, não sei como eles conseguiram mas eu vou, não vou perder essa oportunidade. Vejo meus hyungs falando com os seguranças e logo eles deixam nós entrar

- como conseguiram - pergunto alto já que está muito barulhento

- meu pai é o dono daqui - diz Nam 

- e como eu nunca soube disso - digo indignado

- sei lá - da de ombros, continuamos caminhado até o outro lado onde tem bebidas

- não bebi muito em, você não pode 

- aff hyung é só hoje - sorriu 

-hm, vamos ficar de olho em você - diz Nam e eu dou de ombros, sei que quando eles ficam bêbados é capaz de até esquecerem o nome deles - olha nós vamos dançar pra ali e você ficar aqui mas se quiser pode vim com a gente 

- não tudo bem, estou bem aqui - digo sem olha los, peço uma bebida e começo a beber, depois da primeira eu perdi as contas de quantas bebi, fui pra pista de dança e comecei a dança, eu ia até o chão e voltava com o ritmo da música. Encontrei um garoto que eu não sei quem é e comecei a dançar com ele, começamos a nos beijar ali mesmo, faz tempo que não beijava e era muito bom tinha esquecido disso, ele ficou atraz de mim e segurou minha cintura, começou a beijar meu pescoço mas eu não estava com clima pra isso está me afastei, quando voltei pro local de bebidas eu me senti mal, muito mal meu estômago estava doendo muito e eu já sabia porque não devia ter bebido mas foda se eu queria isso, minha dor cada vez vai alimentando, levanto e eu atraz dos meus hyungs, assim que eu os achos eu o chamo

- Jin eu.... - não termino de falar e desmaio, só escuto o grito de Namjoon

            

.............                                 ...........

Abri meus olhos e percebo que não estou mas na festa, vejo jin sentado na poltrona junto de Namjoon e minha mãe deitada na cadeira ao meu lado, quando a mesma pecebe que eu acordei ela levanta rapidamente da cadeira 

- filho como você está? está sentindo alguma dor ? - pergunta passando a mal no meu rosto 

- onde estou? - ainda estava meio zonzo 

- no hospital, Jin disse que você passou mal e te trouxe pra cá

- desde quando? - não me lembrava de nada

- desde ontem, não faz muito tempo - olha pra traz e ver Namjoon e Jin - eles estavam aqui a todo momento, são realmente seus amigos gostam muito de você

- é, eu tenho sorte - sorriu, vejo Jin acordando , quando o mesmo me ver ele chama Namjoon e vem até a mim

- como você está?

- estou bem - sorriu 

- que susto em 

- nem me fale - sorrimos, a porta do quarto é aberta e nós olhamos pra ela , é o doutor 

- vejo que acordou - sorri - bom tenho notícias - seu sorriso desmancha na hora - não são muito boas 

- pode falar doutor - digo

- tudo bem - suspira - bom, como todos vocês aqui sabem o seu caso é muito complicado não é - acinto - então jungkook - abaixa a cabeça - o tratamento não está funcionando, ele não está fazendo nenhuma diferença

- oque quer dizer com isso? - pergunta minha mãe aflita 

- quero dizer que o jungkook tem pouco tempo de vida, o câncer dele está avançado e não a nada que eu possa fazer, todos os tratamentos os remédios não está fazendo efeito, ele está se espalhando muito rápido, já atingiu o fígado por isso você passou mal não deve beber, mas não foi por causa da bebida e sim porque o câncer já atingiu o fígado eu sinto muito jungkook mas você não tem chance - suspira 

- c-como assim, deve ter alguma saída, não tem doutor - fala Jin já chorando junto com minha mãe e Namjoon

- tem apenas uma saída que é levar ele para os Estados Unidos lá o tratamento é muito melhor que aqui, mas é muito caro 

- não temos esse dinheiro oque vamos fazer - diz Nam.

- o jeito é aceita, eu já sabia que ia morrer mesmo - digo limpando minhas lágrimas

- não diga isso vamos dá um jeito - diz minha mãe 

- que jeito mãe, não temos esse dinheiro,por favor não insista - digo decido 

- mas filho.. 

- não mãe por favor não - começo a chora e todos bem me abraçar

É tão ruim ver que você mesmo está morrendo e não pode fazer nada contra isso é tão injusto....




Notas Finais


Desculpem pelos erros ❤️ até a próxima se tiver ( ◜‿◝ )♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...