História Bíblia do Laynismo 1 - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Zeke e Luther
Visualizações 8
Palavras 605
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


eu nem lembro mais do capítulo anterior mas vamos lá

Capítulo 10 - Capítulo ten


Era domingo, acordei de um sono profundo, estava infeliz logo logo minha família iria chegar e eu ter que olhar pra cara do embuste do Denis, não sei se aguento se quer transar com ele sei que meu corpo agora está dominado por Karina e não sei o que farei o melhor a se fazer é cortar os laços com Karina e fingir que estou feliz com ele, e também tô com saudade dos meus filhos eles vão ajudar a esquecer isso tudo que ocorreu, recebo um telefonema..

-Oi

-Alô, você gostaria de falar com quem?

-Raquel.. sou eu Karina, notei que você está diferente, não me procura mais, não responde minhas mensagens o que ta acontecendo?

-Karina, é que minha família ta vindo morar aqui e me desculpa, mas não posso continuar nessa vida, meu marido não merece isso e nem meus filhos uma mãe lésbica sinto muito

-A  -disse ela bem the bochada

-Karina eu..

ela desligou na minha cara senti o deboche na sua palavra imagino que agora vai ser melhor pra mim, vou me arrumar pra esperar minha família chegar de viagem

**Karina Pensando**

Eu nem acredito nisso, estou na bad e melancólica a mulher que eu acho que amo me deu um pé na bunda puta que pariu meu marido e eu não estamos bem  a dias acho que ele é gay encontrei mensagens no celular dele com um tal de "wesin sz" e na foto tinha só um corpo musculoso que não mostrava o rosto deixei quieto pois também amo colar um velcro hehehe, tenho uma filha, ela é depressiva e se corta levo ela todas as quintas no psicólogo mas vejo que ela não quer ser ajudada ou eu que não sei como ajuda-lá foda viu, pensei e pensei e isso não vai ficar assim tenho que me vingar da Raquel, sou escorpiana isso não vai ficar assim porra, fui tomar um banho, fiquei triste e comecei a chorar nunca me senti tão mal por alguém na vida, sai do banho me arrumei toda trabalhada na prostituição e fui pra uma boate lgbt da cidade

Encontrei pra minha surpresa uma funcionária da escola lá fiquei chocada mas se ela me entregasse eu entregava ela então me senti bem a vontade lá, pedi uma bebida e fiquei lá olhando as pessoas dançarem, essa funcionária da escola senta ao meu lado o nome dela é Lurdinha, ela é uma assistente social que trabalha no financeiro de San Joseph, conversamos bastante e ela me chamou pra sua casa, pensei eita hj tem, lurdinha com seu corpo extremamente escultural sem plásticas e silicone perfeitaah da zn, Lurdinha é muito safada foi com tudo pra cima de mim chupando meu pescoço, nem queria ela mas a raiva que eu tava da Raquel me fez eu foder Lurdinha com toda força, fizemos todas as posições, botei lurdinha de quatro introduzi 3 dedos entrando e saindo e ela gemendo loucamente bati na sua bunda escultural deixei a marca dos meus dedos ao mesmo tempo puxando seu cabelo e ela gritava FODE FODE, até que em fim ela gozou, me vesti rápidamente e sai da casa dela, não queria fingir que ia amar ela naquela noite pois só me interessava a Raquel e como eu queria que ela soubesse que eu fodi a Lurdinha só pra fazer ciúmes, fui pra casa bebendo cachaça só queria sofrer um acidente e morrer tava que nem a Tove lo em Habits mas enfim, não lembro de mais nada só sei que bebi muito e cheguei de manhã em casa, acordei com um mendigo na minha cama que porra aconteceu?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...