História Billdip !Swap: a história continua - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Dipper Pines, Mabel Pines, Personagens Originais, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines
Tags Billdip, Gravity Falls, Romance, Yaoi
Visualizações 53
Palavras 991
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


KN- aqui está o especial de 20 FAVORITOS!
Sushi- demorou? sim, mas ele está ai

Capítulo 27 - Cap. 27 Depois de tudo... (Lemon)


Pov. Dipper

Passaram-se 5 anos desde aquele acontecimento, eu e Bill continuamos quase os mesmos só que mais velhos. Estou agora na sala assistindo PatoTive.

Bill- Dipper – ele apareceu com uma roupa de policial.

- mas o que...

Bill- silêncio – ele pegou uma algema e algemou minhas mãos.

- onde você conseguiu isso?! – perguntei me referindo à roupa e as algemas!

Bill- eu dei o meu jeitinho – ele disse começando a beijar o meu pescoço – vamos brincar um pouquinho? – ele disse com um olhar malicioso.

- pra isso você tem que me soltar – disse balançando minhas mãos algemadas.

Bill- nada disso, é a minha vez de ficar por cima – ele disse no meu ouvido me fazendo arrepiar (Sushi- ele realmente revezam essa porra?!/KN- sim, my friend).

- Não acha melhor irmos para o quar... AH! – dei um gemido surpreso por ele ter me ignorado e começado lá mesmo a abocanhar o meu membro e fazer movimentos de vai e vem.

Bill- hehehe desculpinhas – ele disse sorrindo – dessa vez foi rápido, ein? – ele dizia enquanto lambia os lábios.

- i-isso não é culpa minha! – disse com raiva e vergonha ao mesmo tempo, eu odeio quando ele é o ativo T-T.

Bill- ok criminoso, vamos para a sua cela – ele disse me levantando, me levando para o quarto no estilo prisioneiro.

- posso saber o que eu fiz para merecer isso? – perguntei ao senti-lo tocar na minha bunda e aperta-la.

Bill- você roubou algo muito importante – ele disse me jogando brutalmente na cama.

- só isso? – disse o vendo tirar as minhas roupas.

Bill- sim, mas – ele tirou a parte de cima do uniforme policial – a coisa importante foi o meu coração – ele disse depois de ficar sem a parte de cima da roupa “como eu ainda fico envergonhado em vê-lo sem camisa?!”.

- v-você não vai ser gentil, não é? – ele subiu encima de mim e começou a chupar o meu pescoço.

Bill- claro que não vou – depois dessa frase ele tirou o cinto da roupa e a calça em seguida – agora criminoso chupe – ele ordenou se sentando na cama apenas de Box.

- sim senhor – disse me aproximando e retirando a sua única peça se roupa, logo em seguida comecei a fazer movimentos de vai e vem devagar.

Bill- vamos condenado mais rápido – ele disse fazendo caricias nos meus cabelos e eu aproveitei para aumentar a velocidade – Ah... Dipper e-eu vou – ele segurou meus cabelos com força e se desfez na minha boca.

- seu gosto continua o mesmo nunca muda, meio doce e meio salgado hahaha – ri com sua expressão corada.

Bill- de quatro agora! – ele se levantou e me posicionou sem um pingo de gentileza.

- poderia ser mais gen... AH! – gemi alto

Bill- ah... – ele arfou um pouco após ter enfiado com tudo na minha entrada, logo os movimentos ficaram gentis e eu gemia baixo com cada toque.

- B-Bill mais forte – gemi e ele começou a ir mais rápido, mas eu só conseguia gemer pedindo mais e mais – mais, mais... (KN- já entendemos ¬_¬).

Bill- Dipper eu vou...

- eu também – ao ouvir isso baixou o capeta nele! Ele começou a me masturbar bem rápido e aumentou ainda mais a velocidade das estocadas me fazendo gemer sem controle... Até ele se desfazer dentro de mim e eu na mão dele.

Bill- ufa – ele suspirou cansado saindo de dentro de mim.

- Bill – o chamei me deitando no seu peito – você acha que dessa vez a gente consegui?

Bill- nós só vamos saber depois de amanhã – ele disse dormindo e eu dormir em seguida. (KN- quebra de tempo!/Sushi- Uiiiii).

Quebra de tempo, no dia depois de amanhã:

Pov. Bill

Estou nervoso. Eu e Dipper tentamos por muito tempo ter outro filho ou filha, mas não conseguimos! Agora o Dipper tá fazendo aqueles testes de Gravidez de farmácia.

Dip- Bill – ele chamou saindo do banheiro.

- e ai? – perguntei ansioso, nervoso e outros sentimentos misturados.

Dip- nada – ele mostrou os três testes, todos negativos – a gente tenta de novo – ele disse com um sorriso, mas assim como eu ele já está sem esperanças.

- Dip isso não é normal, vamos fazer uma consulta – disse meio cabisbaixo.

Dip- certeza? – ele perguntou e eu assenti que sim – ok.

(Sushi- quebra de tempo aleatória!/ KN- Uiiiii).

Quebra de tempo, na consulta:

Pov. Dipper

Dani- então... Não conseguem ter filho? Nada?! – ele perguntou, decidimos recorrer à medicina magica: o Daniel.

Bill- pois é, só não sabemos por que – disse coradinho.

- Dani, por falta de tentativa não foi – disse e o Bill me bateu.

Dani- hahaha se acalme Bill – ele disse e pegou uns papeis com exames de sangue, psicólogos e etc... – ah! Já vi o problema!

- serio?! – disse preocupado, vai que o problema sou eu ou pior o Bill! Isso ia desmorona-lo.

Dani- sim, parece que o Bill não tem mais sementinhas se é que me entendem – ele disse com um olhar... Sei lá malicioso ou triste talvez?

Bill- eu? Mas como? – ele disse com os olhos marejados “ai merda”.

Dani- você não está mais produzindo sementinhas, o que é estranho afinal você é bem saudável – ele disse olhando os outros exames.

- será que isso pode ser psicológico? – perguntei segurando a mão do Bill “por favor, Dani me diga que não é isso”.

Dani- pode ser o psicológico influencia em tudo no seu corpo – ele disse e eu já saquei tudo, o Bill não superou a Julia...

- obrigado Dani, mas ele pode tomar algum remédio? – levantei pegando os papeis.

Dani- tome esse aqui e se nada mudar aconselho vocês a irem a um psicólogo – ele disse entregando ao Bill uma receita medica.

Bill- obrigado Dani – ele disse e saímos do consultório, agora estamos no carro.

- você está bem? – perguntei já que ele está muito quieto.

Bill- sim – ele disse olhando pela janela do carro, estávamos no inverno, então ele ficou olhando a chuva cair o caminho todo.

Continua...


Notas Finais


KN- dá like gente e comenta
Sushi- sim, vocês podem dar ideias se quiserem ou só comentar mesmo...
KN/Sushi- muito obrigado pelos 29 FAVORITOS!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...