1. Spirit Fanfics >
  2. Bipolar - Thiam >
  3. Eu Odeio Amar Você

História Bipolar - Thiam - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Eu Odeio Amar Você


Fanfic / Fanfiction Bipolar - Thiam - Capítulo 7 - Eu Odeio Amar Você

Pov. Liam

Depois de um tempo procurando eu vejo Theo bebendo Whisky em um sofá da casa. Não consigo esconder um sorriso, mas depois volto ao normal indo na direção dele.

—Olá, Theodore. O cumprimento sentando ao seu lado.

Ele olha pra mim por alguns segundos e depois se levanta e vai embora sem falar nada comigo.

É impressão minha ou ele está me ignorando?

Pov. Stiles

Malia tinha ficado com dor de cabeça e foi embora faz mais ou menos 40 minutos. Poderia procurar o Liam, mas decido que quero que ele aproveite a festa sozinho. Fico no bar bebendo algumas bebidas até que de repente eu sinto uma mão me puxar e ir me guiando entre a festa, estava bêbado então nem conseguia tentar me libertar ou mudar o caminho, a pessoa me leva pra um quarto vazio e me joga na cama, logo em seguida fecha a porta.

Pov. Liam

Vejo Theo na cozinha conversando com um outro garoto, isso me deixou puto de ciúmes, e eu nem sei porque, mas tento controlar minhas raiva e vou me aproximando deles.

—Oi, Theo. Cumprimento deixando bem claro que estava com raiva. Não vai me apresentar o seu amigo?

—Isaac, vamos sair daqui. Theo fala colocando as mãos no ombro do outro garoto.

O garoto loiro que estava com o Theo sai primeiro, mas quando Theo iria sair eu o pego e o prenso na parede fazendo com que ele não pudesse fugir de mim.

—Me diz o que eu fiz de errado. Falo com raiva de ele estar me ignorando.

—Me solta, agora. Ele fala em tom frio.

—Aprendeu a falar? Legal, agora que você consegue juntar palavras e criar frases, crie algumas pra explicar porque você está me ignorando. Falo aumentando a força com que o prenso na parede.

—Me deixa em paz, pra quê você precisa de mim? Pelo que eu sei você está cheio de pretendentes por aí, não precisa de mim. Ele fala se soltando de mim e saindo de perto indo na direção em que o outro menino foi.

Pov. Lydia

Desde o começo eu sempre achei essa ideia de drogar o Stiles pra nós dois conseguirmos transar com ele algo meio errado. Mas o que eu podia fazer? Eu estou apaixonada por ele.

Me sento no colo dele e ele coloca as mãos na minha cintura, parece que as drogas estão afetando o raciocínio dele. Enquanto isso Derek passava o lubrificante na entrada de Stiles.

Assim que Derek penetra em Stiles eu começo a cavalgar. Nós três estavamos gemendo como loucos.

—Fala que me ama, Stiles. Peço aproximando meu rosto do dele.

—Eu te amo, Lydia Martin. Stiles fala sem pensar, ele até parecia um bonequinho que fazia tudo o que a gente queria.

Comecei a ficar com peso na consciência, então beijo Sty, e depois tento convencer Derek a parar, mas ele nega e acabamos continuando até nós três gozarmos. Depois Derek saí e eu dou um último beijo de despedida no meu anjinho.

Pov. Liam

Vou até o jardim e vejo Theo dançando com o tal de Isaac perto da piscina. E eu comecei a me sentir terrível, me senti terrível por ter deixado Brett me beijar, me senti horrível por ter deixado Stiles me beijar, quando no final eu só queria beijar ele. Eu me sinto horrível todos os dias, me sinto um monstro, eu não mereço ele, e se ele não me quiser mais eu vou entender, mas tudo o que eu quero agora é uma segunda chance, uma chance de para de agir como um lixo e cuidar da pessoa que eu gosto. Vou até eles um pouco exitante, estava nervoso, com medo de Theo me expulsar de lá com pontapés.

—Olá, meu querido, você pode me emprestar ele só por um minutinho? Obrigado. Falo depois pego Theo pelo braço e o levo pra um canto vazio da festa.

—O que você quer? Ele pergunta, aparentemente estava com raiva.

—Eu quero me desculpar, eu não queria ter deixado Brett me beijar. Falo tentando manter meu tom de voz normal.

—Sério? Porque quando você não quer uma coisa você não deixa que ela aconteça. Ele fala depois tenta ir embora, mas eu o seguro.

—É sério, eu não quero perder você. Falo e percebo minha voz ficando um pouco rouca.

—Me perder? Ele pergunta debochado. Você nunca quis me ter, eu fui só o seu peguete virtual de uma noite. Ele fala um pouco magoado.

—Eu sei que você está com raiva de mim, e sei que às vezes eu posso ser um pouco confuso, mas eu quero que você saiba que eu realmente gosto de você, e queria que você me desse uma única chance de ficar com você. Falo deixando uma lágrima cair e ele seca com o polegar.

—Isso não é justo, ver um bebê como você chorando faz o coração de qualquer um ficar mole. Ele fala com um sorriso.

—Isso significa que você me perdoa? Pergunto com expectativa.

—Eu odeio amar você, Liam Dunbar. Ele fala sorrindo e em seguida me beija.

—Obrigado, eu prometo nunca mais beijar alguém enquanto estivermos ficando. Prometo enquanto o abraço bem forte.

—Não precisa agradecer, eu não conseguiria viver sem você, meu baby. Ele fala em um tom sexy.

—O que você acha da gente terminar a festa na minha casa, Daddy? Pergunto provocante.

[…]

Entramos no meu quarto e Theo logo me joga na cama. Ele tranca a porta e logo em seguida começa a tirar a roupa, ele fica por cima de mim e tira todas
as minhas peças de roupa até me deixar nú, igual ele.

Ele começa a beijar e a lamber meu pescoço, depois vai descendo pelo meu abdômen até chegar na minha virilha. Ele começa a me chupar gostoso, hora lento, hora rápido. Ele lambia, chupava, beijava e sugava, e nesse ritmo logo eu acabei gozando na boca dele e ele engole tudo sem pensar duas vezes.

—Você está pronto pra isso? Ele pergunta ficando entre minhas pernas.

—Não.

—O quê?

Eu pego ele e o jogo na cama e fico em cima dele.

—Eu sou do tipo que vai por cima. Falo e ele abre um sorriso de canto.

Meu Deus, como o sorriso dele consegue ser tão sexy? Juro, da vontade de beijar ele até minha boca derreter. Vocês não tão entendendo, é um sorriso de outro mundo, a própria representação do sexo em um sorriso.

Eu começo a cavalgar nele enquanto nós dois falamos baixarias um pro outro, ele segurava na minha cintura pra me fazer ir mais rápido, mas eu como o bom Brat que sou, eu fui indo cada vez mais devagar o que deixava ele cada vez mais louco.

—Para de tortura. Ele fala ofegante.

—Calma, Daddy, nós temos todo o tempo do mundo. Falo em tom provocante e começo a rebolar no pau dele.

Mas como Theo Raeken é um homem vingativo ele começa a me masturbar e assim como eu ele vai indo bem devagar. Nunca pensei que a frase "pegar no pau de um homem pra controlar a mente dele" fosse verdade, mas era exatamente isso que estava acontecendo comigo, eu não conseguia pensar em nada, era como se o meu cérebro tivesse derretido.

—Isso, baby, cavalga direitinho. Ele fala de um jeito muito sexy.

—Você tá acabando comigo, daddy. Falo voltando a cavalgar.

—Eu tô louco pra sentir o gostinho do seu leitinho. Ele fala começando a me masturbar bem rápido.

Eu não conseguia fazer mais nada, eu só sabia gemer, até minha respiração estava falhando.

—Isso… t-Theo… vaii… eu não vou aguentar mais... eu vou... Antes que eu pudesse terminar a frase eu acabo gozando outra vez deixando a mão e o abdômen de Theo todo melados.

Agora era a hora da recompensa dele, eu começo a cavalgar bem rápido, forçava meu cú fazendo ele apertar o pau de Theo.

—Vai, daddy, me come gostoso. Falo mordendo o lábio inferior.

—Liam… Ele fala ante de dar um longo gemido e logo sinto a porra dele encher todo o meu cuzinho.

Saio de cima dele e me deito ao seu lado, nós dois dormimos de conchinha. No meio da noite, quando Theo pensou que eu estava dormindo ele disse algo que me fez ficar aéreo, e ao mesmo tempo emocionado. Ele disse:

"Eu te amo, Liam Dunbar"


Notas Finais


Continua...
Gostaram do EP?
Eu acho que Malia não vai reagir bem ao saber da noite de Stiles com o casalzinho Elite.
O que acharam de Thiam nesse capítulo?
Eu achei muito fofinho, como dito antes, Liam gosta de usar a fofura pra conseguir o que quer.😂😍
Link da Música:https://youtu.be/KdIaui-GgP8


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...