História Bird box - Interativa BTS - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO, Got7
Personagens BamBam, Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Lu Han (Luhan), Mark, Min Yoongi (Suga), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 15
Palavras 1.960
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Capítulo 7


Fanfic / Fanfiction Bird box - Interativa BTS - Capítulo 7 - Capítulo 7

● Pov's Jimin ●


Nós saímos bem cedo no dia seguinte, eu fui na frente e as meninas vieram logo atrás de mim, passamos um bom tempo caminhando e ninguém pronunciou uma palavra, só a Yumy que reclamava as vezes.

— Gente me diz que isso que eu acabei de pisar não é uma poça de sangue — ela apertou meu braço — ai se for... que nojo!

— Desculpe vossa majestade mas estamos no meio de uma cidade onde geral se matou, você queria o que? — eu perguntei já irritado.

— Ai gente só eu que to com agonia desse cheiro de corpo apodrecendo? — Chung perguntou — misericórdia que nojo.

— Tenta viver em uma hípica e limpa os estábulos pra você ver — eu falei — é quase pior.

— Você morava em uma hípica? — Yumy perguntou.

— Cresci lá — eu suspirei — tive que me mudar para Seul por causa da faculdade... e com esse apocalipse... aquele lugar já não deve existir mais.

— Gente calma ae! — Chung parou de andar — mais alguém tá ouvindo esse barulho?

Não falamos mais nada e ouvimos os piados dos pássaros que estavam ficando cada vez mais agitados.

— Ok... e agora? — Yumy perguntou — a gente morre?

— Só não tira a porra da venda que você sobrevive! — eu puxei as duas — corram!!!

— Calma aí! — Chung segurou meu braço — você vai junto! Não vai?

— Apenas corre! — eu me soltei e empurrei as duas — vão!! 

Nós três saímos correndo, eu fiquei mais atrás e logo não consegui mais ouvir as meninas na minha frente.

Cheguei a conclusão de que me perdi das duas, agora eu estava sozinho e o monstro estava perto de mim, soube pelo vento e os pássaros que se agitavam muito.

— Jimin... — uma voz sussurrava.

— Me deixa em paz!! — eu falei alto.

Tive certeza que minha morte ia chegar, então ouvi barulhos de tiro e ouvi a criatura se distanciar, então escutei a melhor voz que eu poderia ouvir na vida: a voz do Tae.

— Jimin!!! — ele correu até mim e o senti me abraçando — não acredito que é você... 

— É sou eu — sorri aliviado — como sabe?

— Ouvimos sua voz — Hye veio até mim — você está bem?

— Acho que sim... — eu falei e então me toquei de que a Hye estava ali — Hye! É você?

— E eu — Namjoon falou.

— Eu também — Jisoo se aproximou.

— Acho que tem uma casa aqui perto... — Taehyung me puxou — vamos gente! 

Nós entramos na casa mais próxima que encontramos e tiramos a venda, pude ver o Namjoon, a Hye, a Jisoo e o Tae, os quatro deviam ter ficado juntos quando nos perdemos.

A Hye veio me abraçar, ela parecia bem mais aliviada em me ver do que eu.

— Ficamos com medo de termos perdido você — ela murmurou.

— Eu estou bem — retribui o abraço e sorri — graças a vocês três...

— Você estava sozinho? — Namjoon perguntou — durante todo esse tempo?

— Na verdade... a Yumy e a Chung estavam comigo... — eu falei e aí me lembrei — mandei elas correrem e me perdi delas! As duas devem estar sozinhas por aí...

— Temos que achá-las — Jisoo falou — elas não vão conseguir sobreviver sozinhas.

— Vão sim — Namjoon assegurou — as duas sabem muito bem as regras, elas vão encontrar o abrigo.

— Espero que você esteja certo — Hye falou — eu me apeguei à elas... não sei se consigo superar se elas morrerem.

— Vai ficar tudo bem — eu a abracei — elas são fortes, vamos encontrar com elas no abrigo, não se preocupa.



● Pov's Yumy ●



Tá, eu não faço IDÉIA de onde eu e a Chung estamos indo, só sei que não ouço mas o Jimin atrás de nós.

Paramos de correr e tentamos achar algum sinal do Jimin, um barulho ou algo que indicasse a presença dele, mas não ouvimos nada.

— Jimin... para de brincar... — eu pedi — é sério!

— Ele não tá aqui — Chung falou — nos perdemos dele.

— Garotas! — uma voz masculina nos chamou — não deviam estar aí fora! 

— Ah jura? — perguntei em um tom sarcástico — ei... quem é você?

— Vocês estão na varanda da minha casa — ele falou — venham! Entrem! Rápido!

Nós não íamos entrar mas fomos puxadas, o homem disse que podíamos tirar a venda, e acabamos tirando. 

Vimos um garoto que parecia ter a idade do Yoongi, ele tinha cabelos pretos e atrás dele estava uma garota ruiva.

— Quem são vocês? — Chung perguntou.

— Me chamo Jacob — o garoto se apresentou — e essa é minha irmã Lalisa Manoban.

— Vocês são irmãos? — perguntei confusa — mas... não se parecem...

— Na verdade eu sou adotada — Lisa explicou — mas nos consideramos irmãos de sangue.

— Ok... — Chung falou — meu nome é Hee Chung.

— E o meu é Park Yumy — eu me apresentei.

— O que vocês duas estavam fazendo ali fora? — Jacob perguntou — é perigoso!

— Ah... estávamos com um grupo de sobreviventes — Chung explicou — éramos 15 pessoas, aí um bando de adoradores nos cercaram e acabamos nos separando.

— Nós suas ficamos sozinhas com um dos garotos do grupo — eu continuei — mas o monstro nos encontrou, ele mandou nós duas corrermos e viemos parar aqui...

— Esse amigo de vocês... ele ficou pra trás? — Lisa perguntou.

— Infelizmente... — eu abaixei a cabeça — temo que ele tenha morrido...

Lisa e Jacob se entre olharam, a Lisa veio até mim e me abraçou de lado.

— Pensa pelo lado bom... ele tentou proteger vocês duas — ela sorriu.

— Eu sei... — sorri de volta — ele era uma ótima pessoa...

— Bom, e o restante do grupo? — Jacob perguntou — vocês duas sabem deles?

— Não... — Chung suspirou triste — estamos indo para um abrigo... o líder do nosso grupo disse íamos nos encontrar lá caso nos separassemos... mas não sei se alguem sobreviveu...

— Esse tal abrigo mandou uma carta para vocês não foi? — Lisa perguntou e eu assenti — recebemos uma carta desse abrigo também... mas estamos com medo de ser uma armadilha...

— Estamos em grupo, podemos lutar se for uma armadilha — eu falei — e se não for vai ser bom para nossa sobrevivência...

— Não sei não... — Jacob abaixou a cabeça — já passamos por tanta coisa doida...

— Temos que tentar — Chung insistiu.

— Ok, nós vamos — Lisa sorriu — e ajudaremos vocês duas a encontrarem seus amigos.

— Muito obrigada — eu a abracei.

— Vocês dois estão sozinhos? — Chung perguntou.

— Estávamos com um casal que sobreviveu — Jacob explicou — eles eram da nossa idade... aí quando saímos para pegar comida... um adorador nos atacou, a garota foi para cima dele e acabou vendo a criatura...

— Quando a garota morreu, o namorado dela não aguentou — Lisa continuou — ele acabou se entregando e o adorador o fez ver a criatura também... não conseguimos salvar nenhum dos dois...

— Nossa... que triste — eu comentei.

— Todos morrem um dia — Jacob suspirou — a hora deles tinha chegado.

— E a nossa também vai chegar se não formos para o abrigo — Chung falou.



● Pov's Jin ●



Depois de um dia inteiro andando, a gente parou em uma casa que achamos, a Becky não parava de reclamar e isso estava irritando o Yoongi, os dois iam brigar feio uma hora.

— Gente a comida tá acabando — Hoseok falou — e agora?

— Temos que encontrar um mercado e pegar mais — eu sugeri.

— Uma missão impossível — Becky se sentou no sofá — ai senti falta de um sofá.

— Mimada — Yoongi falou baixo.

— É o que? — Becky perguntou.

— Gente sem brigas agora tá bom?! — eu falei severo — vamos cuidar de descansar e continuamos o caminho amanhã.

Nós fomos para os quartos, eu e os meninos ficamos em um e a Becky ficou no outro.

Durante a madrugada, escutei a voz da Becky, eu saí do quarto de fininho pra não acordar os meninos, vi a Becky na sala.

— Becky? — eu fui até ela.

— Jin?... — ela abaixou a cabeça — não queria ter te acordado.

— Você não me acordou — sentei no sofá ao lado dela — tá tudo bem?

— Não consigo dormir — ela falou triste — tive um pesadelo... eu vi você e os outros morrendo... e eu não pude fazer nada...

— Foi só um pesadelo — abraçei ela — ninguém vai morrer, nós vamos achar os outros no abrigo e aí nunca mais vamos nos separar, entendeu?

Ela assentiu com a cabeça e não falou mais nada.

— Meu irmão fazia igual você quando eu ficava triste... — ela comentou — ele sempre me abraçava e as vezes até dormia comigo...

— E o que aconteceu com ele? — perguntei, mas logo me arrependi — se não quiser responder me desculpa... eu...

— Tudo bem... — ela me cortou — quando essa confusão começou nós dois nos trancamos no quarto... mas a janela estava aberta... ele foi até a cozinha... e pegou a faca...

Ela não conseguiu terminar de falar por conta das lágrimas que vieram à tona, eu já sabia muito bem como isso terminava.

Abracei ela mais forte e tentei acalmá-la.

— Todos nós perdemos alguém que amávamos... — eu falei tentando confortá-la — entendo você...

— As meninas me acolheram... — ela limpou as lágrimas — sinto como se elas fossem minha família agora... to com tanto medo de que elas tenham morrido.

— Elas vão ficar bem — assegurei — vai dar tudo certo, você vai ver.



● Pov's Chung ●



Finalmente tinha amanhecido, eu levantei e fui até a cozinha, todos já estavam lá.

— Bom dia Bela adormecida — Yumy riu — pensei que ia ter que te acordar.

— Engraçadinha — empurrei ela de leve.

Ouvimos um barulho de algo na porta, parecia que tinha alguém batendo.

Jacob pegou uma arma e foi até lá preparado pra atirar.

— Quem tá aí? — ele perguntou.

— Por favor me deixem entrar... — uma voz masculina implorou — os monstros estão aqui! Eu não quero morrer...

— Abre a porta Jacob! — Lisa pediu.

Ouvimos o som dos pássaros se agitando, o monstro realmente estava perto, mas parecia que os pássaros não estavam agitados por causa dele.

Não consegui identificar sinais do monstro, mas os pássaros estavam agitados, foi aí que lembrei, eles não sentem só os monstros... ELES SENTEM OS ADORADORES!!

— NÃO ABRE!! — eu corri e fiquei na frente da porta — se você por a mão nessa porta a gente morre!

— Ficou doida? — Yumy perguntou.

— Ele ta vindo!! — o homem lá fora falou — por favor abram a porta!

— Chung, sai da frente — Jacob me puxou pra longe da porta.

— NÃO! — eu gritei.

— Fechem os olhos meninas! — Lisa pediu.

A Yumy veio por trás e pôs a mão nos meus olhos, eu tentei me soltar dela mas ela me segurou.

Os pássaros se agitavam cada vez mais, escutei o Jacob abrir a porta e o homem entrou, ele começou a rir maligno.

— Tolos... — ele riu — venham! Vocês precisam ver como é lindo!

Ouvi o barulho do Jacob caindo no chão, o homem devia ter empurrado ele, agora eu tinha certeza.

Nosso fim tinha chegado.









Continua...







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...