História B.tch of the year - Capítulo 1


Escrita por: e Tensec

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Tags Angst, Chenhyuck, Darkfic, Lumark, Nomin, Norenmin, Renmin, Taesung, Taeten
Visualizações 1.114
Palavras 1.209
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Avisinhos antes de ler:

1º- Essa fanfic vai retratar assuntos bem serios, então, por favor, não leia se se sentir fragilizado, não creio que essa fanfic va te agradar, sem contar que me preocupo com o estado psicológico de todos.
2º- Vai ter cenas de sexo e nudez com os menino, sim, então se não gosta não leia.
3º- Esse plot tem um grande valor para mim, pois eu realmente quis retratar as coisas que acontecem no mundo, e que tentamos fechar os olhos para...

Espero que gostem

Capítulo 1 - The video


Fórum do Ensino Médio - Últimas postagens

Jornalista(s) EM - 06/07/2018

B*tch?

Tudo sobre a polêmica de Na Jaemin.

Nesta Segunda-feira (02/07) aqui no fórum escolar, uma conta anônima postou um vídeo com a seguinte legenda “Haha, que bonito Na Jaemin, parece que conseguiu o título de  vadia do ano.” o vídeo mostrava o aluno do segundo ano, de joelhos na cama enquanto se masturbava e brincava sozinho de coisas de alta conotação sexual. O mais curioso é que Na Jaemin gemia o nome do ex namorado, Lee Jeno, capitão do time de basquete. Ao que tudo indica essa gravação então não é tão recente assim certo?

Mas o que levou Jaemin a gravar tal vídeo? E ainda enviar para outra pessoa? Talvez Jaemin não seja aquele santo que sempre mostrou ser?

Confira o vídeo e tire suas próprias conclusões.

 

Atenciosamente, adm de fofocas

@XxX



 

Jaemin bloqueou o celular com certa raiva. Céus, estava arruinado - não, arruinado era um termo leve demais - sua vida na hierarquia escolar estava acabada. Desde que vira o post em anonimato não tinha mais aparecido na escola, por vergonha, mas se faltasse mais um dia iria se prejudicar, e a mãe estranharia, e o Na não estava afim de explicar para ela que, ele não podia ir para escola porque o filho da puta do seu ex havia divulgado um vídeo íntimo seu. Dai sim, Jaemin estaria literalmente morto.

Conferiu a mochila - que roubou do escritório do pai, para ninguém reconhecê-lo por tal objeto - pela centésima vez. Calçou os tênis novos e colocou uma máscara branca simples que tinha, além do capuz do moletom cinza. Saiu de casa sentindo o vento gelado batendo na lateral do corpo. Até sorriria de ver o clima fresco junto do sol, mas já sabia que seu dia seria, no mínimo, um grande pesadelo, por isso optou manter a carranca.

 

- A gente deveria terminar.

-Como assim Jaemin?

- Jeno, você me ama?

-Que pergunta amor, claro que sim. Quer que te prove?

Foi ali que Jaemin percebeu que o que Jeno tinha não era amor, e sim, apenas desejo. E com os olhos prontos para desfazerem-se em lágrimas, afastou Jeno de seu corpo, desejando que aqueles lábios nunca tivessem-no marcado.

-Já chega, terminamos aqui.

-Mas Jaemin…

-Acabou Jeno.

 

E só de lembrar de tudo já tinha vontade de chorar. Devia ter imaginado isso antes de ter feito as inúmeras besteiras que fez. Mas tudo parecia tão real...Todos os sorrisos, todos os passeios, todo carinho, tudo parecia real. Ou talvez o Na fosse bobo demais ao pensar que alguém tão grande na hierarquia escolar iria olhar para um simples representante de classe e aluno do curso de artes, só em um livro para aquele romance ser verdadeiro. Mas como dito antes, Jaemin era bobo, e só se deu conta daquele falso relacionamento depois que Jeno começou com pedidos estranhos. O primeiro foi uma foto, de preferência mais sexy, o segundo foi uma foto que mostrasse mais do seu corpo, e assim foram os pedidos, praticamente um por semana. Mas o Na nem percebia a gravidade disso, até chegarem nos vídeos. Não teve problemas em mandar um audio gemendo, Jeno era tão louco que já tinha experimentado uma sex call, mas os vídeos já era demais. O Lee nem falava consigo mais, só se fosse para pedir uma foto ou vídeo novo, ou se estava a procura de sexo. Mas de novo, Jaemin fora um bobo em terminar o relacionamento, com o garoto tendo tanto conteúdo pessoal dele. Mas quando que a possibilidade de Jeno vazar esses conteúdos iria passar por sua cabeça? Nunca!

Chegou na escola com os olhos marejados, pensar no Lee ainda era algo delicado para si. Continuou de cabeça baixa, não queria correr o risco de ser visto logo de cara, não estava preparado para como tudo aconteceria. Só levantou o olhar para ver seu armário quando passou por tal, e arregalou os olhos ao ver os cartaz ali colado.

“B*tch, are you so good at fucking for Jeno to stay with you?”

Respirou fundo, contou até dez, precisava se controlar, não podia chorar mais do que já tinha chorado. Não podia dar esse gostinho de vitória para Lee Jeno. E foi com esses pensamentos que se dirigiu para onde sabia que o Lee estava naquele momento. Foram passos firmes até o refeitório, onde encontrou-o rindo junto dos amigos na mesma mesa costumeira de sempre. Ir ou não ir? A coragem murchou, mas realmente não achava certo deixar aquilo barato.

-Podemos conversar? - Disse no ouvido de Jeno assim que chegou bem perto deste. Controlou a voz trêmula, não queria se denunciar tão rápido.

-Claro - disse o Lee em um tom divertido - meninos, se me dão licença. - Despediu-se dos amigos e seguiu o garoto mascarado, que nem desconfiou ser Jaemin, até a sala de artes, que permanecia vazia durante todo dia de sexta. O Na não perdeu tempo, prensou Jeno na parede, este que possuía um sorriso sacana nos lábios - atitude...gosto disto.

-Cale a boca - o mais novo praticamente rosnou revirando os olhos - você é tão filha da puta que me surpreende Jeno.

-Oh Jaemin - ri com humor - pensei que fosse menos burro...Mas esse vídeo serviu só pra te lembrar, tenho vários outros, te tenho nas minhas mãos. Então não enche e meu saco, e vai pra tua aula. Se eu quiser eu te procuro. - Cuspiu as palavras ácidas com certa ironia, afastando o Na de perto de si e saindo daquela sala. Sala que apesar de colorida com as artes de vários alunos tinha a atmosfera pesada, de raiva e desespero. Talvez fosse o fim de sua vida escolar, talvez estivesse mais do que ferrado.


 

Jaemin batia na porta do grêmio estudantil freneticamente. Já eram oito horas, apenas o pessoal da banda e o pessoal de luta ainda estava no colégio. Mas o Na sabia que quem procurava ainda estava naquela sala. O queridinho de todos os professores do terceiro ano, o nerd santinho e presidente do grêmio estudantil. Jaemin tinha descoberto de forma involuntária o hobbie do garoto certinho, a alguns meses atrás. O presidente do grêmio amava hackear computadores alheios por diversão. Precisava da ajuda dele.

-Ora, ora, o que faz por aqui querido? Ou devo dizer, vadia? Qual fica mais apropriado? - Jaemin olhava-o sério, detestava o humor irônico dessa faceta pouco conhecida do estrangeiro.

-Sobre isso que vim falar, preciso que tire qualquer prova que aquele vídeo já existiu, e vou dar um jeito de pegar o celular do Jeno, você apaga de lá também - disse já entrando na sala iluminada apenas pela luz do monitor. A primeira resposta que recebe e uma risada irônica - estou falando sério Renjun.

-Tem mais de onde este veio? Hm, talvez você honre mesmo o apelido que a, ou o, XxX de teu não e? - Tudo era muito divertido na concepção do Huang. O vídeo, apesar de ser ouvido o nome de Jeno entre os gemidos, era quase digno de profissionalismo, sem contar todas as provocações, tudo. Aquela situação toda era divertida.

-E então…? - O Na sibila em expectativa.


 

-Posso te ajudar Jaemin, mas isso tem um preço.

 


Notas Finais


Apenas um prologo ~

PS: deem amor a esse plot, amo ele a


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...