1. Spirit Fanfics >
  2. BLACK IN WHITE 2 >
  3. Você nunca foi quebra galho.

História BLACK IN WHITE 2 - Capítulo 24


Escrita por:


Notas do Autor


Seguimos de quarentenaaaa! Mais um capítulo pra vocês aproveitarem hoje. Me digam o que estão achando e como está sendo ficar em casa pra vocês?
Na verdade quero saber se estão ficando em casa ein??

Se cuidem galera! Boa leitura ♡

Capítulo 24 - Você nunca foi quebra galho.


Fanfic / Fanfiction BLACK IN WHITE 2 - Capítulo 24 - Você nunca foi quebra galho.



Pov's Zac Efron

Qual o problema dela? Entrei furioso pra dentro meu quarto batendo a porta em seguida, indo direto pro banheiro tentar aliviar o estado que ela me deixou. Ela tem que se decidir o que quer, uma hora ela me beija e diz coisas relacionadas a gente, minutos depois se arrepende e me afasta dela, será que ela está brincando comigo? Depois que me aliviei no banheiro, tomei um banho e fui me deitar e tentar dormir o que estava um pouco difícil já que eu não conseguia parar de pensar nela. Rolando de um lado pro outro decidi colocar uma música calma pra que eu pudesse relaxar e pegar no sono, quando alguém bate na porta do meu quarto e eu presumo ser a Gabriela, tomara que ela não encrenque com a gente por ter saído da festa sem avisa-lá.
Me levantei arrastando o pé de preguiça e abrindo a porta senti todo meu corpo estremecer ao dá de cara com Lily.

- O que faz aqui?

- Não fala nada. - foi só o que ela disse antes de entrar sem minha permissão e fechar a porta do quarto atrás dela me fazendo afastar um pouco pra trás, ela me encarou por alguns segundos e quando eu fui dizer uma palavra ela avançou em meus lábios ferozmente e me beijou como se a vida dela dependesse daquilo, eu estava em choque o que não pude aproveitar muito bem quando minha razão fala mais alto, eu paro o beijo e seguro as mãos de Lily a encarando em seguida.

- Porque está fazendo isso? - perguntei encontrando seu olhar desesperado e cheio de desejo em mim. - Eu não sou seu brinquedo Lily.

- Quem disse que você é? - ela puxou seu braço de mim e respirou pesadamente. - Eu estou confusa Zac. - ela passou por mim sentando na minha cama e fixando seus olhos no chão.

- Você quer ficar comigo pra ter certeza do que sente? - cruzei meus braços ainda em pé na sua frente. - Se você não tem essa certeza então não dá pra gente continuar com isso, era melhor eu continuar afastado de você mesmo.

- Não! - ela se levantou. - Zac eu amo você, mais do que tudo. Só não sei lidar com essa situação, ainda mais porque estou com o Shawn.

- Ele de novo vai ficar no meio disso? Quer saber Lily? Esquece o que rolou entre a gente, esquece que nos beijamos agora, esquece tudo. Pra mim já deu, corri muito atrás de você pra ser quebra galho quando você quer, não dá! - fui caminhando até a porta do meu quarto abrindo-a em seguida. - Melhor você ir.

- Eu não vou sair daqui. - ela me olhou calculista e bateu o pé no chão.

- Então faz o que você quiser, eu vou dormir. - caminhei até minha cama e me enrolei no cobertor me deitando em seguida.

- Zac...

- Boa noite. - eu disse por fim fechando meu olhos, fingindo estar dormindo pra ver se ela se tocava, eu estava bravo, mas preferia me calar do que discutir com ela e mágoa-la.

- Você nunca foi meu quebra galho. Sinto muito se pensou isso. - foi só o que eu ouvir antes de tudo ficar silêncio. Depois de eu pensar no que tinha acabado de acontecer, me virei pra me certificar de que ela estaria bem ali, mas não foi o que aconteceu. Me virei vendo minha cama vazia e só a porta do meu quarto se fechando atrás dela. Senti meus olhos queimarem, pela primeira vez senti vontade de chorar por Lily, pela minha garota. Me deitei novamente tentando segurar as lágrimas o que foi tentava falha já que algumas lágrimas escaparam. 




Pov's Lily Collins

Agora eu sei que machuquei Zac, e estou farta disso mais do que tudo. Perdi ele, não tenho dúvidas disso, e tudo era minha culpa. Ao entrar no meu quarto fechei a porta devagar e encostei minhas costas na mesma escorregando até está sentada no chão por fim, ainda processando cada palavra que ele havia me dito, senti lágrimas escorrerem pelo meu rosto me fazendo abaixar a cabeça sobre meus joelhos e chorar.



(...)



Acordei com meu celular tocando me dando um baita susto, eu estava caída no chão do quarto, creio que adormeci ali mesmo. Tentei me levantar mas sentia dor por todo meu corpo, peguei meu celular na minha cama e atendi:

- Alô. - Falei com voz de sono.

- Lily cadê você querida? - Gabriela disse do outro lado. - Temos um café da manhã com nossos colaboradores agora, e só está faltando você. - ela falou firme me fazendo lembrar do compromisso e me desesperar.

- Meu Deus Gabriela me perdoe, eu literalmente havia esquecido. - falava enquanto pegava alguma muda de roupa na mala e corria pro banheiro. - Desço em 10 minutos.

- Seja rápida! - ela desligou logo em seguida.

Tomei o banho mais rápido da minha vida e vesti a primeira muda de roupa que tinha pegado, passei um corretivo nas minhas olheiras e rímel, finalizando com um batom cor de boca só pra dá um ar de saúde. Peguei minha bolsa e desci acelerada torcendo pra não ter perdido muita coisa, ao chegar no térreo fui correndo até o restaurante do lugar e abri as grandes portas de uma vez fazendo um barulho estridente chamando a atenção de todasas pessoas que estavam ali no local, fiquei vermelha de vergonha e com um sinal pedi desculpa pela forma que entrei e devagar fui me sentar ao lado de Gabriela que não parava de rir de mim, por sorte ela estava sorrindo.

- Desculpe...- sussurrei pra ela.

- Depois vamos conversar, você não chegou tão atrasada assim. - ela disse logo depois voltando sua atenção as outras pessoas que estavam perto dela. Me sentia desconectada ali, já que todas as pessoas conversavam entre si menos eu, passei meus olhos por todas aquelas pessoas e procura do alguém em específico e não encontrando.

- Gabriela licença, onde está Zac? - eu a intenrrompi da sua conversa e ela me olhou pelo ombro já que estava de costas pra mim.

- Ele me avisou que não viria pois não estava se sentindo bem. - ela se virou totalmente pra mim lembrando de algo - Por falar nele, vocês dois sumiram ontem depois da palestra.

- Ah, sim... é, bom - eu coçava minha cabeça sem conseguir encontrar as palavras.

- Tudo bem, tudo bem, eu entendo. - ela sorriu maliciosamente

- Não é isso que está pensando. - tentei me defender mas ela riu.

- Fica tranquila Lily. - ela se virou novamente, me deixando confusa.

Droga, Zac não veio, será que ele tá bem? Será que eu devia ir lá falar com ele? Mil coisas passavam pela minha cabeça enquanto o café da manhã acontecia, eu beliscava alguns biscoitos e dava goles no café mas estava totalmente sem fome, não consegui me concentrar em nenhuma conversa que estava acontecendo ali apenas estava em um mundo paralelo onde não conseguia tirar Zac da minha cabeça.

Às horas passaram rápido e Gabriela me avisou pra arrumar a mala que nosso vôo seria daqui à duas horas, assim eu fiz, subi para meu quarto e arrumei minhas coisas enquanto ouvia Demi Lovato e sua música mais triste possível, eu realmente não estava feliz, sabe quando sua mente anula qualquer outro pensamento e focaliza apenas em um? Pois é, exatamente o que estava acontecendo na minha cabeça. Quando terminei de arrumar minhas coisas tomei um banho e vesti uma roupa confortável para a viagem, pegando minha mala e saindo do quarto. Queria muito passar no quarto de Zac agora, foi o que eu fiz, desci até o andar do seu quarto e parei em frente à sua porta levando minha mão devagar e fechando a mesma para enfim bater, quando de repente a porta se abre.

- Lily? O que faz aqui? - Zac estava segurando sua mala, parece que estava de saída pra nos encontrar lá embaixo.

- Bom, você não apareceu no café então pensei em saber como você estava. - Falei sem olhar em seus olhos, eu me sentia uma covarde por isso.

- Eu estou bem. - ele falou sério passando pela porta me fazendo se afastar um pouco pra dá abertura pra que ele passasse. - Não precisa fingir que se importa. - ele virou o rosto dizendo isso e depois saiu andando em direção ao elevador. Eu fiquei parada por alguns segundos até voltar a vida real piscando algumas vezes e caminhando até o elevador que estava se fechando, Zac segurou às portas bufando o que me deixou sem graça, ele sempre fazia questão de segurar as portas do elevador sempre que nos encontrávamos, mas dessa vez foi diferente e eu senti isso. Descemos em silêncio e quando chegamos no térreo Gabriela nos apressou.

- Vamos crianças, não podemos nos atrasar. - ela disse quase empurrando eu e Zac pra dentro do carro, depositamos nossas malas lá dentro e entramos. - Zac você já está melhor? - ela perguntou assim que o carro deu partida, fazendo Zac me olhar de canto sem demonstrar emoção alguma, ele estava frio, e eu me sentia tão decepcionada comigo mesma.

- Estou bem. - ele respondeu e pude ver Gabriela o encarando preocupado, percebendo que ele não queria papo então ela respeitou.



(...)



Desembarcamos no aeroporto em Paris e me despedi de Gabriela, mas não de Zac que foi mais rápido, disse apenas "até segunda" pra Gabriela e saiu andando. Fui caminhando até a saída do aeroporto pra pegar um táxi quando um carro bem familiar para próximo de mim, avisto Shawn descendo do veículo com um buquê de rosas azuis na mãos caminhando em minha direção. Fiquei tensa por um instante querendo fugir dali agora, mas precisava encarar a realidade, respirei fundo e sorri sem jeito pra ele, que carregava no olhar o arrependimento de ter me deixado naquele dia antes da viagem.


- Você chegou. - ele disse se aproximando de mim me entregando um buquê.

- Obrigada. - disse pegando o buquê e cheirando em seguida, sem ainda olhar nos olhos dele brincava com as rosas azuis ali.

- Lily eu sinto muito. - ele quebrou o silêncio me fazendo olhar pra ele.

- Não sinta, quem te deve desculpas sou eu. - eu disse reconhecendo meu erro. - Você sempre esteve ao meu lado e em um momento de fraqueza trair você, eu é quem sinto muito. Não mereço você. - eu disse com toda a verdade que eu tinha guardado.

- Eu te perdoou princesa, não quero te perder. - ele colocou meu cabelo atrás da orelha e depositou um beijo em minha testa. Aquelas palavras não causaram nenhum efeito em mim, pela primeira vez eu não conseguia sentir mais nada por Shawn.

- Você não vai. - eu disse tentando acreditar nas minhas próprias palavras.


Notas Finais


Aí meu coração!! Gente não sei se dói mais no Zac ou na Lily o que vocês acham?
Os dois são tão enrolados que dá vontade de beliscar os dois kkkkk. Espero comentários ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...