História Black not is the Soul - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Disturbed, Slipknot, Stone Sour
Personagens Corey Taylor, David Draiman
Visualizações 10
Palavras 474
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora ;-;...

Capítulo 15 - Cap-15


P.O.V David

Chegamos em sua casa...

Estacionei e entramos...

Ele está mancando um pouco...

-Vem, meu amor...-digo e coloco meu braço em sua cintura e ajudo-o a entrar em casa...-Tem certeza que nao quer ir no hospital?

-Tenho, amor...vou só banhar e já desço...-ele fala e sobe as escadas...

Dou de ombros e vou para a cozinha, que era separada da sala apenas por um balcao...

Abro a geladeira e pego agua...

Coloco em um copo e bebo...

Guardo a jarra e volto para a sala...

Me sento no sofa e tiro meu sobretudo...

Observo varios quadros na parede...

Fotos dele e do Reynald...

Quadros de pinturas...

Me levanto e vou olha-los de perto...

Corey é muito serio nas fotos...

Vejo uma mulher de cabelos coloridos e sorridente ao lado de Reynald...

Analiso bem...

Ela tem traços de Reynald...

-Amor?!

Me assusto levemente e olho para tras...

-Oi, amor...quem é essa mulher?-pergunto apontando para o quadro...

Ele analisa e suspira...

-Mae do Reynald...ela morreu...-ele fala, um pouco frio entao resolvo nao falar mais...

-Vamos assistir filme?-pergunto e ele assente...

-Vem..-ele me chama e pega na minha mao...

***×***

Estamos deitados em sua cama...

Ele tá por cima do meu peito...

Estamos assistindo um filme de terror, nao tao apavorante assim...

Na verdade está bem tediante...

-Amor?!-chamo-o...ele nem se mexe..

Dormiu...

Suspiro e fecho os olhos...

Flashs se fazem presentes em minha mente...

Aldrey gravida de Alaina...

~Flashback on~

Analisava minha esposa com o grande barrigao de gravida...

Ela sorria enquanto brincava com uma florzinha por cima da barriga, deitada na grama...

Eu observava de longe...

Ela se levantou e veio até mim, sorridente...

-Preparado, papai?-ela pergunta sorrindo e se sentando no meu colo...

Sorrio...

-Acho que sim, meu amor...-sinto um calafrio percorrer meu corpo...

Ela pega minha mao e começa a brincar com meus dedos...

-Já escolheu o nome, amor?-ela pergunta...

-Acho que sim...

-Qual?

-Aline...

-Muito comum...

-Alice?

-Comum...

-Alina?

-Chato...

-Alaina?

-Gostei...

Ela sorriu...

Seu sorriso é tao encantador quando o pôr do sol...

Mas me sinto um pouco desconfortavel com ela...

Sinto algo escorrendo por minhas pernas...

-Vai nascer...-ela fala e aperta minha mao...

-Ai!-grunho de dor...

Levanto com ela nos meus braços...

-Phil?!-Chamo o motorista e ele olha...-vamos pro hospital, rapido...

Ele assente e abre rapidamente a porta traseira do carro...

Coloco ela deitada no banco e entro...

Coloco a cabeça dela sobre minha coxa...

Ela apertava minha mao e gritava enquanto Phil seguia para o hospital...

Ela ofegava muito e eu sentia que poderia desmaiar a qualquer momento...

Eu pareço mais tenso que ela...

-MAIS RAPIDO, PHIL...-ela grita com o pobre do motorista...

Eu iria rir da cena se ela nao estivesse apertando minha mao como se fosse massa de modelar...

-Amor, se acal...

-ME ACALMAR?! ME ACALMAR?! EU VOU TE METER UM SOCO SE FALAR ISSO DE NOVO...-ela gritou comigo e eu fiquei calado...

Malditos hormonios...

Phil parecia querer rir da situaçao...

Gemi de dor mais uma vez...

Minha mao estava roxa...

Finalmente vi Phil estaciona na frente do hospital...

Ele desce e abre a porta de tras...

~Flashback off~

Foi um dia inesquecivel...

Pena que Phil morreu em um acidente de carro...

Suspiro e sinto Corey se mexer sobre meu peito...

Mas ele nao acorda...

Vejo a TV ainda ligada e desligo-a...

Me ajeito melhor e deixo o sono tomar conta de mim...


Notas Finais


Ele foi vencido pelo cansaço e eu vou na mesma...bjsss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...