História Heart Attack - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Abo, Chanbaek, Hunhan, Kaisoo, Sulay, Taoris, Xiuchen
Visualizações 493
Palavras 1.000
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Dieci


Jongin On

Aquele pequeno ser dos olhos grandes estava na minha cabeça. Ele era muito fofo e parecia dócil também. Seu cheiro era bom, pelo menos para meu lobo, era o melhor que pude sentir em todo esse tempo.

-Jongin? Não vai dormir querido? -Omma Junmyeon perguntou, neguei com a cabeça.

-Não estou conseguindo me livrar de alguns pensamentos.

-É algo com o reino? Tem acontecido alguma coisa diferente? Você tem se esforçado muito para fazer o melhor em nossa nação, talvez seja apenas um pouco de tensão e estresse.

-Na verdade, é um ômega que não sai dos meus pensamentos.

-Oh, é mesmo? Me diga mais sobre esse moço que conquistou seu coração. -Meu omma sorriu doce.

-Na verdade eu não sei o que estou sentindo, só sei que é diferente de todos que já me aproximei. Não falei com ele, mas seu cheiro ficou em minhas memórias. O modo fofo como ele é.

-É um dos irmãos do Sehun não é? Com essa descrição e o modo como conheço seus gostos, imagino que seja o mais novo deles, estou certo?

-Sim. Você me conhece bem omma, ele parece ser um menino interessante para mim mas não sei comp me aproximar.

-Querido, ele é delicado e você escutou tudo o que Sehun disse. Eles apenas gostam de carinho e são pessoas dóceis então seja esse tipo de alfa. Não levante sua voz e procure coisas que vão o interessar, imagino que andar pelo jardim seja uma ótima ideia.

-Obrigado omma, tenha uma boa noite.

-Você também meu querido. -Assim que ela saiu troquei de roupa colocando algo mais confortável e andei até a janela para admirar a noite. Confesso que nunca fui muito bom com flertes e na maioria das vezes fugia desses comprimissos com ômegas mas algo me despertou para esse menino. Acabei avistando ele andando pelo lado de fora, descalço pelo jardim, era a minha pequena chance de aproximação.

Desci as escadas do palácio e quando cheguei ao jardim senti seu cheiro misturado ao das flores. Era realmente aquilo que eu queria, meu lobo o queria. Fiquei olhando o modo fofo como andava parando para olhar cada espécie diferente ali. Ele mantinha uma chupeta na boca e um urso pequeno na mão, os pés descalços e o olhar curioso.

Como eu não sou uma pessoa muito boa quanto à ser discreto acabei fazendo barulho e sendo notado por ele que se escondeu em um dos arbustos. Sorri de sua timidez, eu realmente acabaria virando um bobo apaixonado assim.

-Tudo bem? Me desculpe, não queria assustá-lo. -Ele continuou escondido, sem dar sinais de que voltaria. -Não lhe farei mal, me chamo Kim Jongin, sou o príncipe.

Ele saiu aos poucos, colocando apenas a cabeça para fora e me analisando antes de abaixar a cabeça e corar segurando os dedos juntos em sinal de nervosismo.

-M-majestade. -Ele tirou a chupeta para me responder.

-Perdão por assustá-lo pequeno. Eu realmente sinto muito, não queria desconcentrar o que fazia olhando as flores. Você gosta delas? -Ele assentiu rapidamente.

-Soo gosta.

-Oh, você fala em terceira pessoa. Isso é tão fofo. -Sorri deixando meus dentes à mostra. -Podemos conversar um pouco?

-S-sim.

-Venha, vamos nos sentar um pouco. -O puxei delicadamente para uns bancos que tinham ali. -Qual é o seu nome?

-Kyungsoo.

-Você parece muito novo, é menor de idade certo?

-Tenho 15 anos, e o hyung?

-Eu tenho 21 anos. É uma diferença um pouco grande.

-Sim. -Ele se encolheu devido ao frio, tinha me esquecido que nessa época do ano ômegas sempre precisam se aquecer.

-Por quê estava andando aqui fora com esse frio todo?

-Eu não consegui dormir sozinho.

-Sozinho? E seus irmãos?

-P-parece que todos foram se aquecer. -Acabei imaginando que meus irmãos tinham se oferecido para isso. Eles estavam comentando mais cedo sobre o quanto se encantaram pelos pequenos e novos inquilinos.

-Oh, você está com frio? -Ele assentiu devagar.

-Venha aqui, irei te aquecer. -Kyungsoo se levantou e veio, eu o coloquei no meu colo, de lado com a cabeça em meu peito. Ele ficou constrangido mas logo abraçou meu corpo de maneira que pudesse ficar ainda mais quente. -Sabe, eu fiquei bem curioso quando Sehun falou sobre seus irmãos, ele dizia de uma maneira protetora e tão amorosa que imaginei coisas boas, vejo que estava certo.

-Obrigado hyung. -Meu peito se aqueceu em carinho com todo aquele jeito manhoso. Meu lobo queria estar com aquele menino mas muitas coisas poderiam dar errado como o fato dele ser muito mais novo do que eu, talvez se eu conseguisse segurar o conselho até que ele seja maior de idade. -Você é bonito hyung.

-Você que é lindo pequeno, um menino muito lindo e perfeito. Fiquei encantado assim que o vi.

-V-você não acha estranho? E-eu uso coisas de criança.

-Claro que não, é até muito fofo e também, eu nunca fui muito bom com conversas, não tive contato com outras ômegas pois não despertavam aquilo que eu queria mas isso aconteceu agora e eu não esperava. Você pode não estar entendendo muito bem o que quero dizer, mas falarei de um jeito direto para que não restem dúvidas sobre o assunto. Eu me interessei por você e quero tê-lo como meu ômega.

Acabei falando tudo rápido demais, não sabia se ele ficaria com medo de mim, era muito provável que sentisse vontade de ir embora mas aconteceu totalmente o contrário, ele apenas me abraçou mais, não respondeu nada, ficou ali.

-Entendo, eu aceito. -Arregalei os olhos, eu não sabia se ele estava falando sério.

-Kyungsoo, você está falando serio? Quer dizer, não faça apenas por pena de mim.

-Eu quero hyung, realmente. -Meu coração pulou de alegria. Kyungsoo seria meu, de qualquer modo.

-Eu terei que esperar você crescer um pouco mais certo? Não quero que falem mal de você e nem reclamem do meu bebê. -Murmurei feliz.

-O hyung pode me dar um beijinho agora? -Sorri, ele era realmente um anjo. Aproximei nossos lábios e lhe dei um selinho, apertei ainda mais nossos corpos, ele era incrível e meu também.

-Eu vou te dar todo o meu amor Kyungsoo, prometo que cuidarei muito bem do meu ômega.

-Eu confio no hyung.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...