História Black Suit (Interativa) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Demonios, Hentai, Interativa, Magia, Saga, Sexo, Yaoi, Yuri
Visualizações 26
Palavras 914
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Explosion


Sabe quando você se sente inútil, ou melhor aquele personagem secundário que não serve para nada enquanto os principais brilham? E você é esquecido?

Bom, é assim que a serva budista, Dharma se sente em relação aos outros, afinal ela é a única entre os 5 que leva uma religião não teísta. Apesar disso, a jovem de aparência de 18 anos é inteligente, forte, bonita, tanto quanto os outros, tirando sua personalidade horrivelmente explosiva.

Dentro do templo, a jovem investigava mais papéis que eram trazidos a ela, ela realmente queria saber de tudo sobre demônios, afinal por que ele iriam dar uma chave a eles?  Por que eles se gastariam o tempo de possuir uma humana séculos atrás, para poder transformá-la em uma chave para a humanidade séculos depois? O que eles estavam tramando? A garota de preto realmente era uma chave ou era uma armadilha? Apesar dessas inúmeras perguntas, Dharma sentia pena da humana, se é que continuava sendo humana... Fazia mais de 20 anos que a russa não era vista, tirando nos sonhos das pessoas que ela apareceu pedindo socorro, ou das pessoas que sofreram acidentes, morreram e voltaram a vida sendo carregadas por ela...

Bom é o que contam... Mas Dharma não vai deixar de investigar isso, mesmo que seus colegas servos não estejam fazendo muita coisa no momento.

 

 

Enquanto isso, Ballista, a mulher quem foi possuida pelo demônio Asmodeus, continua a seguir a jovem Rebecca, afinal, deixe-me contar um segredo... Rebecca é quem carrega a vida de Lúcifer, ou melhor o próprio Lúcifer.

- Becca, Becca, Becca... Pare de tentar fugir... Você sabe que eu tenho que vigiar você, mestre Lúcifer está contigo, tenho que proteger ele...- a morena reclamava atrás da albina.

- Saia daqui Ballista.

- Quanta falta de educação... Onde você está indo? Não me diga que ainda está procurando alguma igreja para ficar... Mestre Lúcifer não gosta disso você sabe...

- Que me importa se ele gosta ou não, me deixe ir.

- Você não pode, irá machucar meu mestre...- a morena puxou o braço da mais baixa, jogando-a no chão. - machucados físicos não machucam mestre Lúcifer... Mas eu não deixarei você tentar controla-lo.

- Me deixe ir Ballista!- a albina agora mostrava seus olhos negros, e suas listras estavam bem mais aparentes por baixo de seu manto negro.

- Oh, mestre Lúcifer parece estar ficando mais fraco para você... Quem diria que você conseguiria isso filha de Miguel e Uriel... Talvez mestre Lúcifer tenha achado que por ser a filha abandonada dos arcanjos você seria fraca...

A albina lançou novamente o olhar para Ballista, jogando-a para um campo bem longe de lá.

- Agh... Aquela idiota está aprendendo a controlar os poderes dela e do mestre... Asmodeus, está na hora de convocarmos a Ordem e iniciarmos os ataques... Precisamos enviar força ao mestre antes que essa anjinha consiga encontrar a chave.

"Senhora Ballista, seu pedido é uma ordem" 

 

Enquanto a albina seguia pela cidade abandonada naquela madrugada, sentia-se ser seguida. Avistou a igreja, já estava cansada, carregar Lúcifer fazia dela fraca, como se o anjo caído estivesse sugando sua energia celestial.

Dentro da igreja, correu ao altar, ela sentia Lúcifer contrariar, sua pele queimava.

Pare de avançar, quer que eu lhe mate? Quer destruir a unica chave da humanidade?

- Cale a boca maldito, me deixe em paz.

Está pedindo a única coisa que eu não posso fazer.

Quando Satã terminou de falar, as listras negras do corpo da garota ferveram, fazendo com que a jovem Rebecca se lançasse ao chão, se contorcendo em dor.

 

O garoto que a seguiu, se escondia perto de um banco, ele ouviu as palavras da garota.

Aproximando-se, retirou a capa, mostrando o corpo fraco e branco, tirando as listras negras, quando aproximou a mão do rosto feminino, um bode negro se aproximou, transformando-se em um homem belo e alto, que sorrindo, agarrou o menino assustado pelo pescoço, sugando sua alma, transformando em um novo tipo de demônio. 

- Ora, Rebecca...Seus pais não vão ouvir suas preces... Você será minha assim como Eva foi, você se tornará minha rainha assim  como Lilith foi, mas você será mais forte, diferente delas... Você um dia cederá a meus encantos, e Miguel pagará por ter me abandonado, assim como abandonou você.

O anjo caído, acariciava o rosto feminino enquanto olhava para a porta, onde o padre se encontrava ao lado de um Servo da Luz, sorrindo. Lúcifer conhecia o garoto de algum lugar, ele tinha uma cicatriz feia no rosto. 

Ainda acariciando o rosto, Lúcifer sorriu amargamente ao ver que o Servo se aproximava com uma cara raivosa.

- Vai fazer o que comigo Alexander? Não pode fazer nada enquanto eu estiver no corpo dela, tão belo não acha? Pena que é teimosa... Olha, garoto... Se você ainda quer salvar esse mundo, recomendo que seja inteligente e saiba quem deve salvar.

Com isso, Lúcifer virou a garota de costas, enquanto Alexander, que jamais sentira isso, ficava preso por uma força que não sabia o que era. Vendo as costas da garota um pentagrama, Lúcifer pressionou e sumiu, enquanto o padre e o servo observavam a garota sangrar em icor.

- Padre Bento... Sabe alguma coisa sobre a história de Lúcifer?

- Precisaremos sentar, é uma história longa. Mas primeiro vamos levar a jovem descansar.. Temo que eu saiba quem ela seja....

- E o que seria ?

- Uma criança abandonada, um anjo jogado dos céus  por um erro de dois arcanjos.

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...